Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Coleção de sermões: provisão para a vida

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

33. É preciso conhecer o Deus prático encarnado para amar e servir verdadeiramente a Ele

O Deus encarnado dos últimos dias veio à terra para falar e operar, para levar a cabo o julgamento, o castigo, a provação e o refinamento da humanidade corrupta, a fim de libertar o Seu povo escolhido da influência obscura de Satanás e permitir que as pessoas realmente retornem a Ele, conheçam e obedeçam a Ele e alcancem um verdadeiro amor e serviço a Ele e, por fim, completem e atinjam um grupo de pessoas que estejam de pleno acordo com Ele e finalizem a era. Esse é o verdadeiro significado de Deus Se encarnar para operar nos últimos dias. É fácil para as pessoas acreditarem em Deus e seguirem o Deus prático, mas não é tão fácil para elas amar verdadeiramente a Ele e obedecer ao Deus prático. Assim, Ele exige que as pessoas busquem a verdade e tenham conhecimento do Deus prático encarnado e, assim, alcancem verdadeiro amor e verdadeira obediência a Ele. Um dia, quando todo o povo escolhido de Deus puder realmente amar e adorar o Deus prático encarnado, isso será um testemunho verdadeiro da Sua vitória sobre Satanás e o verdadeiro sinal da realização da Sua grande obra, porque então Ele finalmente terá completado um grupo de vencedores e alcançado um grupo de pessoas que estão de pleno acordo com Ele. Só então Ele terá verdadeiramente alcançado a glória. Hoje, embora haja muitas pessoas que creem em Deus e O seguem, há muito poucas que conseguem verdadeiramente amá-Lo e servi-Lo, o que de fato confirma as Suas palavras: “Muitos são chamados, mas poucos são escolhidos.” Para crer no Deus prático encarnado, as pessoas só precisam ver que as palavras ditas por Ele são a verdade. Elas são capazes de crer quando estão certas de que se trata da Sua voz. No entanto, para ser bem-sucedido em alcançar o verdadeiro amor e a verdadeira obediência a Ele, é preciso buscar a Sua verdade e alcançar o Seu conhecimento e experimentar muitas provações e refinamento. É claro que se tornar alguém que realmente ama a Deus por meio da busca da Sua verdade e do Seu conhecimento não é uma questão simples. Se você realmente não puder experimentar o julgamento e castigo de Deus e não puder suportar muitas provações e refinamentos, você nunca será aperfeiçoado por Ele.

Hoje, o povo escolhido de Deus concentra-se em buscar a verdade e alcançar Seu conhecimento para se tornar um povo que realmente O ama . Dessa maneira, o Espírito Santo guia o povo escolhido de Deus, ao mesmo tempo em que realiza a obra de salvar e aperfeiçoar as pessoas. Muitas pessoas refletem sobre por que não conseguem amar verdadeiramente a Deus, por que não estão dispostas a sofrer e pagar o preço para buscar e alcançar a verdade e por que não conseguem ser leais a Ele e obedecer a Ele até a morte. Agora, todas elas podem reconhecer que isso é porque não amam a verdade, sendo, portanto, incapazes de sofrer e pagar o preço para obtê-la. As pessoas não serão capazes de obter a verdade e um amor verdadeiro por Deus se não amarem a verdade. Todas as pessoas querem fazer um esforço e cumprir seu dever para com Deus em troca da Sua salvação e perfeição, mas não querem sofrer e pagar o preço por obter a verdade. Embora sua fé em Deus seja muito resoluta, depois de crer Nele por vários anos, elas são incapazes de amar e obedecer a Ele verdadeiramente e nunca são capazes de cumprir seu dever com competência. Pode-se ver que não é possível mudar o caráter de vida sem buscar a verdade nem alcançar o amor verdadeiro por Deus, de modo que, na realidade, as pessoas não praticam a verdade nem obedecem a Ele. Em todas as igrejas, vemos que algumas pessoas são incapazes de se gastar e cumprir seu dever para com Deus por causa da consideração que têm pela carne e do seu amor por uma vida fácil; algumas pessoas têm medo de sofrer no cumprimento de seu dever, então apenas agem sem se envolver e enganam a Deus; algumas pessoas são capazes de suprimir o povo escolhido de Deus que ousa expor seus erros e relatar problemas por seu status, sua fama e fortuna; alguns líderes e obreiros também são capazes de cobiçar a boa sorte que o status traz e de obstinadamente tomar o caminho do anticristo; algumas pessoas podem até mesmo trair a igreja e o povo escolhido de Deus e servir como cúmplices e lacaios do grande dragão vermelho quando são presas e perseguidas, porque não conseguem suportar a ameaça e a tortura do grande dragão vermelho; algumas pessoas são servas de Satanás -- elas nunca perseguem a verdade e semeiam discórdia, afastam as pessoas umas das outras e formam grupinhos na igreja, suscitam tanta agitação quanto possível e não se confessam nem se arrependem; algumas pessoas preferem resistir, humilhar e blasfemar a Deus para satisfazer seu desejo de status e ambição e, quando são punidas, ainda querem alcançar sua própria meta desprezível. Essas pessoas que mal buscaram a verdade e que muitas vezes fazem o mal e resistem a Deus, perderam a obra do Espírito Santo há muito tempo e, se não confessarem e se arrependerem verdadeiramente, serão eliminadas por completo. É claro que todas as pessoas que não amam a Deus são pessoas que dificilmente praticam a verdade; elas acreditam em Deus, mas resistem a Ele. Elas são capazes de todos os tipos de más ações egoístas, desprezíveis, despudoradas.

Por que as pessoas conseguem crer no Deus prático, mas não O amam? É porque elas não amam a verdade e são incapazes de buscar a verdade e alcançar a obra do Espírito Santo. Então, quando se deparam com tentações e escolhas, elas traem a verdade e Deus. As pessoas que não têm a verdade são todas bestas egoístas, desprezíveis, más e despudoradas, cheias do caráter de Satanás. Se as pessoas não buscarem a verdade quando creem em Deus, nunca serão capazes de amá-Lo verdadeiramente. Se não puderem amar verdadeiramente a Deus, as pessoas nunca serão capazes de obedecer a Ele verdadeiramente e serão ainda menos capazes de testemunhar e servir verdadeiramente a Ele. A coisa mais importante para crer em Deus e alcançar a perfeição é alcançar o padrão e o resultado de poder amar e obedecer verdadeiramente a Deus. Se as pessoas não puderem realmente amar a Deus em seu coração, isso é suficiente para mostrar que o caráter de sua vida não mudou realmente. Mesmo que as pessoas que não conseguem amar a Deus consigam praticar algumas verdades simples externamente, sua obediência a Ele ainda será muito limitada e absolutamente não conseguirão alcançar lealdade e obediência a Ele até a morte. Se puderem realmente amar a Deus, as pessoas serão capazes de se dedicar a Ele e arriscar a vida para cumprir bem seu dever e dar testemunho. Somente essas pessoas poderão ser testemunhas tão sonoras e claras quanto Pedro, possibilitando que a vontade de Deus seja realizada aqui na terra.

O padrão para as pessoas crerem com sucesso em Deus é amá-Lo verdadeiramente . Somente as pessoas que realmente O amam são as que entram na realidade da verdade, são pessoas honestas que realmente creem, obedecem e são leais a Ele e realmente vivem a semelhança do homem. Somente aquelas que verdadeiramente O amam são elogiadas por Ele, dignas de viver na terra e podem atravessar o universo. Por que se diz que aquelas que não amam a Deus merecem ser condenadas? Porque se as pessoas não puderem amar a verdade no coração, elas não serão bondosas; elas não têm humanidade e não são dignas de serem chamadas de homens. A imagem real do homem é a imagem de amar a Deus. Somente as pessoas que amam a Deus são pessoas verdadeiras e dignas de viver na terra. Todas aquelas que não conseguem verdadeiramente amar a Deus amam o mal, mas não a verdade. Elas são todas egoístas e desprezíveis, desonestas e astutas. Não amar a Deus é sinal de que as pessoas não voltaram seu coração para Deus, nem se dedicaram a Ele. Alguém cujo coração não pertence a Deus não está em harmonia com Ele e muito menos tem um coração e uma mente com Ele. Elas são membros da humanidade corrupta que vivem sob o domínio de Satanás. Isso é indubitável. Assim, não se está indo longe demais ao dizer que as pessoas que não amam a Deus merecem ser condenadas. Se as pessoas crerem em Deus, mas não conseguirem amá-Lo, elas não serão salvas e terão menos chance de ser aperfeiçoadas. Se as pessoas crerem em Deus, mas não tiverem amor algum por Ele no coração, elas não serão diferentes do diabo e das bestas. Se as pessoas realmente amarem a verdade, elas de fato poderão obedecer à obra de Deus. Quando as pessoas experimentam o julgamento e castigo de Deus e todos os tipos de provações e refinamento, se conseguirem desenvolver um coração que ama a Deus, conseguirem praticar a verdade e ter um coração e uma mente com Ele, elas serão pessoas salvas e aperfeiçoadas. Quando as pessoas buscam a verdade e alcançam um verdadeiro conhecimento de Deus, elas podem verdadeiramente amar e obedecer a Ele. Independentemente de quanto tempo as pessoas creram em Deus, se elas não puderem alcançar um amor verdadeiro por Ele, tudo o que disserem será apenas conversa vazia. Somente alcançando a verdade é que alguém pode alcançar a vida. Se as pessoas entenderem a verdade, mas ainda forem incapazes de amar verdadeiramente a Deus, isso é suficiente para mostrar que o seu caráter de vida não mudou. Mudanças no caráter de alguém significam que o coração pode verdadeiramente amar a Deus e obedecer absolutamente ao que Ele diz. Ninguém da humanidade corrupta pode verdadeiramente amar a Deus. Somente as pessoas que experimentam a obra de Deus e alcançam a salvação e a perfeição podem amá-Lo. As pessoas podem pregar bem e parecer entender a verdade, mas se elas não conseguirem amar a Deus, não importa o quanto elas expliquem bem suas doutrinas, tudo será vago, geral e irreal. Tudo é determinado pelo fato de as pessoas poderem amar a Deus ou não. Se as pessoas não conseguem amar a Deus, elas certamente não O conhecem e certamente não obedeceram a Ele na realidade, nem foram salvas ou aperfeiçoadas. Esse é um fato inegável.

Por que Deus disse que a humanidade corrupta não é digna de vê-Lo? É porque ela tem a natureza de Satanás e está repleta do caráter dele. Ela não tem nenhuma humanidade normal e não consegue praticar a verdade nem obedecer a Deus. Toda ela é, portanto, inimiga de Deus. Quando essa humanidade corrupta vir a face de Deus, ela só conseguirá negar e resistir a Deus e ser inimiga de Dele. Se não conseguem buscar e alcançar a verdade para se tornar pessoas que amam a Deus, elas não são dignas de ver a Sua face. Somente as pessoas que amam a Deus realmente têm humanidade, conseguem verdadeiramente obedecer a Deus e são dignas de ver a Sua face. Estritamente falando, as que não conseguem amar a Deus são pessoas que resistem a Ele. Todas elas são pessoas que não conseguem concordar com Ele. Aquelas que, em seu coração, não conseguem amar a Deus, são capazes de negar e resistir a Ele e não podem ser compatíveis com Ele. Na verdade, elas tampouco são capazes de concordar com as pessoas. Assim, a humanidade corrupta está cheia de disputas perigosas, suspeita e engano mútuos, intrigas e maquinações entre si e conflitos internos implacáveis. As pessoas que não têm a verdade são certamente egoístas e más, desonestas e astutas, e usam táticas de divisão inescrupulosas para alcançar seus objetivos. Todas elas defendem o conhecimento e os talentos e disputam por fama e fortuna para si mesmas. Por isso, é muito difícil aceitar e obedecer à verdade e dedicar-se a causas justas. É claro que as pessoas que não têm a verdade tampouco têm humanidade. É muito difícil se dar bem com elas, nenhuma delas consegue concordar com Deus e todas são inimigas Dele. A maioria não é razoável e é como bestas em forma humana. Essa humanidade corrupta é digna de ver Deus? Ao ver a face de Deus, a humanidade corrupta só sabe resistir, ferir e desagradar a Deus. Se ela não conseguir buscar a verdade, ainda poderá fazer o mal e será inevitavelmente amaldiçoada por Deus. Se quiserem testemunhar e servir a Deus, as pessoas devem primeiro ser capazes de amá-Lo com o coração. Para poder amar a Deus, é preciso buscar a verdade e aceitar o Seu julgamento e castigo , as provações e o refinamento e alcançar o Seu verdadeiro conhecimento. Esse é o caminho para amar a Deus. Se as pessoas não suportam muitas provações e refinamento, mesmo que tenham um pouco de amor a Deus, elas ainda são muito adulteradas e muito mudadas. Lealdade e obediência a Deus são muito limitadas dessa maneira. Então, se alguém quiser ser salvo e aperfeiçoado, deverá buscar a verdade e se tornar alguém que realmente ama a Deus. Esse é o objetivo de crer em Deus e o padrão para alcançar a salvação e perfeição.

Todos os que experimentam vários anos da obra de Deus dos últimos dias podem ver que o Seu amor pela humanidade é muito grande e muito real, independentemente do quanto O conheçam bem. Assim, todos são capazes de sincera e seriamente fazer um esforço por Ele e estão dispostos a sofrer e pagar o preço para seguir e obedecer a todo julgamento e castigo, às provações e ao refinamento de Deus. Por amar tanto a humanidade corrupta, Deus encarnou duas vezes para salvá-la. Isso revela completamente o amor de Deus por ela. Na Era da Graça, Deus encarnou para servir como oferta pelo pecado e suportar a corrupção e o pecado da humanidade. Deus não apenas perdoou todos os pecados do homem, mas também curou os doentes, expulsou demônios e deu às pessoas graça abundante para que a desfrutassem. As pessoas foram todas abençoadas com paz e alegria e, por meio disso, o amor de Deus foi abertamente manifestado. Mais tarde, nos últimos dias, Deus encarnou novamente para realizar a obra de julgar, castigar, limpar e aperfeiçoar as pessoas. Ele suportou grande humilhação e declarou verdades suficientes para salvar e aperfeiçoar as pessoas e completou Seu plano de gerenciamento para salvar a humanidade. Ele próprio também experimentou toda a dor do mundo e abriu o caminho para a humanidade ser salva e para romper com toda a dor e para entrar em um belo destino em sua jornada de vida. Desse modo, o amor de Deus foi completamente revelado à humanidade e, por meio de Sua grande humilhação e todo o sofrimento de encarnar duas vezes, Ele permitiu que a humanidade visse a salvação de Deus e a usa perfeição, que são abrangidas por um amor tão grande e real. O amor de Deus é manifestado principalmente na obra de Suas duas encarnações. Se Deus não tivesse encarnado, a humanidade nunca teria conhecido o Seu amor. Deus sofreu e deu Sua vida em Suas duas encarnações para salvar e aperfeiçoar a humanidade para que ela pudesse alcançar um belo destino em sua jornada de vida. Ele não serviu somente como oferta pelo pecado para a salvação da humanidade. Ainda mais importante é que Ele provou pessoalmente todo o sofrimento do mundo para libertar a humanidade da influência de Satanás e da corrupção da carne e das amarras da natureza de Satanás, para que ela possa alcançar a salvação e a perfeição. Deus sofreu tanta dor e ofereceu tudo o que a vida tem a oferecer para salvar a humanidade, porque Ele ama muito as pessoas. Esse é o amor de Deus que deve ser reconhecido pela humanidade criada e é também a base pela qual o povo escolhido de Deus pode alcançar o Seu amor.

Quando buscam a verdade e são capazes de verdadeiramente conhecer o amor de Deus, as pessoas podem gradualmente entender e saber que todas as verdades que Ele declarou são tudo o que Ele tem e é, e constituem toda a Sua amabilidade e, dessa maneira, descobriram mais amabilidade Nele. Somente quando as pessoas sabem que todas as verdades que Deus declarou são tudo o que Ele tem e é, e que elas fazem parte da Sua vida bela e boa e constituem toda a Sua amabilidade, o amor das pessoas por Ele se torna cada vez mais verdadeiro. Está claro, portanto, que as pessoas que são capazes de amar verdadeiramente a Deus conseguem isso seguindo a verdade. As pessoas que não buscam a verdade nunca verão tanto da amabilidade de Deus, e as pessoas que não amam a verdade não O amarão verdadeiramente, mesmo que reconheçam que Ele ama as pessoas. Somente as pessoas que entendem a verdade podem ver claramente que todas as palavras e verdades declaradas por Ele são a salvação, a perfeição e o amor à humanidade e, independentemente de as palavras serem mansas, severas, perspicazes ou afiadas como uma navalha, todas elas constituem a amabilidade de Deus e seu desfecho é a salvação e perfeição das pessoas. Portanto, o amor e a amabilidade de Deus estão ocultos em cada palavra e frase da Sua palavra. As pessoas que entendem a verdade têm profunda experiência nisso. Todas aquelas que amam a verdade são capazes de alcançar o esclarecimento e a iluminação do Espírito Santo e ver a amabilidade de Deus ao comer e beber as Suas palavras . Em particular, depois de experimentar provações e tribulações, elas são capazes de descobrir quanto cuidado Deus despendeu e ver que tudo o que Ele faz é a salvação e perfeição das pessoas e, assim, tudo o que as pessoas enfrentam é o Seu amor e, desse modo, as pessoas desenvolvem um coração verdadeiramente amoroso e têm esperança de se tornar pessoas que O amam. Se continuarem a buscar a verdade, elas conseguirão saber que Deus tem muita amabilidade e gradualmente conhecerão o Seu caráter e que o Seu caráter justo é o mais amável. O caráter de Deus é principalmente justo. Também é compassivo e amoroso. Há ainda mais amabilidade no caráter de Deus, como a Sua humildade e ocultação , o prazer, a raiva, a tristeza e a alegria, Sua tolerância e paciência, e a magnanimidade de Deus é tão ilimitada quanto o mar e o céu – Sua santidade, justiça, fidelidade, bondade, onipotência e sabedoria – o que Ele diz acontece, Sua palavra será cumprida, e o que for cumprido o será para sempre. A majestade e ira de Deus para com Satanás, o Seu amor pelas pessoas honestas e ódio pelas enganosas, Seu o ódio e a maldição pelo caráter satânico da humanidade, Seu ódio pelo mal, Sua sabedoria sendo exercida com base nos ardis de Satanás e Sua aparição ao reino santo e ocultação de terras imundas… Quando têm uma compreensão real do caráter de Deus, as pessoas naturalmente saberão que a essência da vida de Deus é a verdade, a justiça, a luz e o amor. Quando as pessoas entendem que a essência vital de Deus é mais amável, seu coração que O ama é perfeito e podem gradualmente alcançar os reinos mais elevados do Seu amor. Nesse momento, as pessoas estão cheias de amor a Deus e quando comparecem diante Dele, podem sentir que Ele é muito grande, muito honrado e muito amável, e podem ver que elas mesmas são bem pequenas, tão intoleravelmente sujas e mesmo menos que poeira, podendo apenas se curvar diante Dele e sentir vergonha de mostrar o rosto. Esse é o efeito de conhecer verdadeiramente a Deus e, nesse momento, elas já se tornaram alguém que verdadeiramente O ama.

Todos os que são capazes de compreender a verdade podem ver a amabilidade de Deus e, quanto mais a compreendem, mais podem saber que a Sua amabilidade é muito grande e que tudo o que Ele tem e é constitui a Sua verdade, realidade e amabilidade e, finalmente, podem saber que a Sua essência é o amor e que o Seu caráter justo é sumamente amável. Assim, ao experimentar o julgamento e o castigo de Deus para alcançar a salvação e o aperfeiçoamento, estamos experimentando e desfrutando o Seu amor. Embora as pessoas sofram o suficiente no processo de alcançar a verdade, depois de passar por isso, elas ainda veem quanto cuidado Deus despendeu, e desfrutam do Seu profundo amor e aperfeiçoamento. Quanto mais provações e tribulações as pessoas experimentam e quanto maior o sofrimento delas ao experimentar a obra de Deus, tanto maior, mais completo, mais abundante e mais profundo é o Seu amor que elas desfrutam. As pessoas são salvas e aperfeiçoadas quando recebem todo o amor de Deus. As pessoas experimentam todos os tipos de provação e refinamento, como a ressurreição na morte, quando elas renascem e, nesse momento, elas se tornam pessoas que realmente amam a Deus. Assim, conhecer mais a amabilidade de Deus é o caminho para conhecer a Deus e o caminho para amá-Lo verdadeiramente. As pessoas poderão realmente amar a Deus e verdadeiramente adorá-Lo, quando entenderem que há muito da Sua amabilidade e, por isso, as pessoas estão ainda mais dispostas a buscar a verdade e são capazes de aceitar toda ela como vida e estar ainda mais ávidas para se tornar pessoas que verdadeiramente amam a Deus. Quando alcançam a verdade, as pessoas podem usá-la para testemunhar e servir a Deus e para resolver todos os problemas e abordar tudo de acordo com ela. Dessa maneira, as pessoas já foram aperfeiçoadas e se tornaram testemunhas de Deus. Isso realmente é jubiloso e digno de parabéns.

Como se pode conhecer a amabilidade de Deus? Em primeiro lugar, devemos entender o que é a Sua amabilidade e o que ela compreende. Isso é muito importante. Todas as pessoas devem pensar sobre isso e tentar descobrir uma verdade sumamente importante: a adoração do Senhor da criação pelos seres criados é perfeitamente justificada, mas por que isso é a coisa mais significativa? Onde está o mistério nessa verdade? Deus é o Senhor da criação. Deus é o Criador de todas as coisas e o Mestre de tudo. O caráter vital do Senhor da criação certamente é sumamente amável e digno de adoração eterna por todos os seres criados. Isso é categórico. Por ser tão pequena, como poeira, a humanidade não consegue entender o caráter vital do Senhor da criação e Sua onipotência e sabedoria. Ela só consegue compreender muitas verdades e desenvolver algum conhecimento verdadeiro de Deus a partir das palavras que Ele declara ao salvar a humanidade e, baseada nesse verdadeiro entendimento criado, a humanidade é capaz de abrir seus olhos o suficiente para ver que o caráter e a essência de vida do Senhor da criação são insondáveis e que o grau em que Ele pode ser amado é imensurável, e a humanidade profundamente corrompida nunca pode terminar de recontar o amor manifestado por sua salvação e pelo aperfeiçoamento feitos por Deus. Por exemplo, na Era da Graça, Deus encarnou para redimir a humanidade e foi crucificado na cruz como uma oferta pelo pecado. Em seguida, Ele encarnou nos últimos dias, suportou grande humilhação e declarou palavras, julgando e castigando a humanidade corrupta e, ao mesmo tempo, experimentou todo o sofrimento do mundo. Esse amor límpido de Deus pela humanidade é suficiente para as pessoas conhecerem e vivenciarem uma vida e nunca conseguirem terminar de recontar. Quando as pessoas entendem muitas verdades e realmente conhecem Deus, elas são capazes de descobrir que tudo o que Ele tem e é constitui a verdade, Sua realidade e amabilidade, e quando experimentam muitas provações e refinamento e ganham conhecimento Dele, elas descobrem que o Seu caráter justo é ainda mais amável e que há ainda mais amabilidade no Seu caráter justo, a ponto de elas nunca experimentarem, conhecerem e terminarem de recontar essas coisas completamente ao longo da vida. Então, quando as pessoas realmente conhecerem Deus, elas O louvarão e adoração sem parar e naturalmente serão capazes de amá-Lo acima de tudo. Essa é a verdade absoluta. Conhecer Deus é realmente tão significativo e tudo aquilo que as pessoas que realmente O amam desfrutam são as maiores bênçãos, que excedem em muito tudo o que elas desejam.

Para conhecer o amor de Deus, é preciso conhecer os três estágios da Sua obra. O amor completo de Deus pela humanidade se manifesta por meio dos três estágios da obra. Nos três estágios da obra, o amor mostrado por Deus avança e se aprofunda gradualmente na devida ordem e, no final, quando a Sua obra terminar, o Seu completo amor pela humanidade será dado a conhecer. Na Era da Lei, Deus levou os israelitas para fora do Egito, o que sucedeu para salvar completamente o povo de Israel da influência satânica do faraó egípcio e para levar o povo de Israel para a terra de Canaã, promulgando leis e os Dez Mandamentos para o povo de Israel para capacitá-los a servir e adorar a Ele de acordo com as Suas exigências e desfrutar a Sua bênção. Israel é apenas um do projeto-piloto de local para a obra de Deus de liderar e salvar toda a humanidade. Na Era da Graça, porque a obra de Deus começou a se espalhar completamente por toda a humanidade, o Senhor Jesus encarnado fez uma oferta pelo pecado para salvá-la, para tornar-se o maior evangelho da Era da Graça e se espalhar pelas nações gentias, e o amor Deus foi revelado publicamente a toda a humanidade. Na Era do Reino, o amor de Deus foi completa e profundamente revelado à humanidade, fazendo com que toda ela visse a vastidão da Sua salvação. Deus retornou à carne e suportou grande humilhação para salvar, purificar e aperfeiçoar a humanidade profundamente corrupta e, com a maior paciência, declarou muitas verdades para julgar, castigar e salvar completamente a humanidade como a obra da era final. Ele próprio também experimentou todo o sofrimento do mundo. Deus despendeu muito amor para salvar a humanidade. Dos três estágios da obra de Deus, podemos ver perfeitamente que tudo que Ele fez pela humanidade consiste de amor, salvação e aperfeiçoamento. Isso permite que toda a humanidade veja que Deus é Deus para toda a humanidade profundamente corrupta e que somente Ele é capaz de salvá-la e criar um belo destino final para ela. Todos os seres criados devem adorar o Senhor da criação para sempre, a fim de poderem receber o elogio e a bênção de Deus.

A humanidade só pode alcançar o verdadeiro conhecimento de Deus, conhecendo os três estágios de Sua obra. Quando se conhece os três estágios da obra de Deus, conhece-se tudo do Seu amor pela humanidade. Se a humanidade não experimentar e conhecer o amor de Deus a partir da Sua obra, ela será incapaz de conhece-Lo e será muito difícil para ela ver o Seu amor. Todos aqueles que creem em Deus e experimentam a obra que Ele realiza nos últimos dias já experimentaram que Deus é amor. Todas as verdades declaradas por Ele são a Sua amabilidade, o testemunho e as manifestações do Seu amor. O povo escolhido de Deus alcança a salvação e a perfeição por causa do Seu amor. Todos aqueles que sabem que a essência de Deus é o amor já entenderam a verdade e viram que a Sua amabilidade é muito abundante, e desenvolveram um coração que O ama verdadeiramente. Não só podemos ver o Deus supremo Todo-Poderoso andando e vivendo entre as pessoas de uma forma humilde e oculta, o que é a Sua amabilidade, mas também podemos vê-Lo suportando grande humilhação e sofrendo todo o sofrimento do mundo, o que também é a Sua amabilidade. Na obra e no discurso de Deus, a verdade está escondida em todas as partes que não estão de acordo com as concepções das pessoas, o que as faz conhecer o Seu caráter em primeira mão; isso é a Sua amabilidade. Deus exige que as pessoas obedeçam a Ele, mas nunca as força; Ele simplesmente deixa as pessoas escolherem livremente o caminho e, com a maior paciência, espera que elas acordem; isso é a Sua amabilidade. Deus não faz milagres em Sua obra, mas fala somente no âmbito da humanidade normal e lidera, supre e pastoreia as pessoas. Sua obra é bem real. Isso é a Sua amabilidade. O Deus encarnado usa a casca de um homem comum, e o homem que o Espírito Santo usa também é uma pessoa comum, que não é valente e tampouco elevado e nobre, sendo ambas pessoas humildes, e Ele só usa palavras para dar a conhecer a Sua onipotência e sabedoria; isso é a Sua amabilidade. Quando Deus julga e castiga a humanidade corrupta, o caráter justo que é revelado não pode ser ofendido. Isso permite que as pessoas vejam a Sua majestade e ira e faz com que elas O reverenciem; isso é a Sua amabilidade . Em particular, quando Deus está provando e refinando as pessoas e fazendo com que elas suportem muito sofrimento para as revelar e purificar, isso demonstra quanto cuidado Ele tem despendido; isso é a Sua amabilidade. Quando Deus mobiliza o serviço do grande dragão vermelho e permite que todos os tipos de espíritos malignos e anticristos confundam, interrompam e perturbem, Ele usa o serviço de Satanás para aperfeiçoar o Seu povo escolhido; isso é a amabilidade de Deus. Tanta amabilidade é revelada na obra de Deus encarnado dos últimos dias. Quanto mais as pessoas entenderem a verdade e conhecerem a obra de Deus, tanto mais elas poderão ver a Sua amabilidade. Em particular, quanto mais pessoas experimentarem julgamento e castigo, provações e refinamento, e quanto maior o sofrimento que suportarem, tanto mais elas verão a Sua amabilidade. O amor de Deus começou a ser reconhecido publicamente desde a Sua obra redentora na Era da Graça, e o Seu amor é completamente revelado no final da Sua obra de salvar a humanidade na Era do Reino. Depois que as pessoas tiverem experimentado a obra de Deus dos últimos dias, elas serão capazes de conhecer todo o Seu amor e de verdadeiramente O conhecer e amar.

O processo de Deus salvar a humanidade é o Seu processo de amar as pessoas, e também o processo da humanidade de conhecer o amor de Deus. Pode-se dizer que todo conhecimento verdadeiro de Deus que a humanidade corrupta ganha a partir do perdão dos seus pecados para a sua salvação e perfeição é relativo à Sua amabilidade. A partir de todas as palavras declaradas por Deus, as pessoas podem ver que, entre as palavras e as linhas, tudo é expressão do Seu caráter. As palavras de Deus são cheias de tudo o que Ele tem e é; é tudo verdade e realidade, e isso realmente é algo que abre os olhos das pessoas e é uma festa para os olhos. Há tantos mistérios na vida de Deus e a Sua essência vital é realmente santa, boa, amorosa e bela. Isso faz com que as pessoas sintam admiração e façam um grande louvor, cantem louvores a Ele e se curvem em adoração. O caráter de Deus é predominantemente justo, tendo também majestade e ira, e enche as pessoas de profunda veneração. O caráter santo e justo de Deus realmente traz às pessoas muita comoção, salvação e perfeição. Quando realmente conhecem o caráter de Deus, as pessoas veem que a humanidade corrupta tem muitas deficiências e que ela é pobre, deplorável e ignorante, tão intoleravelmente suja como esterco e não é digna de menção. Nesse momento, as pessoas se sentem envergonhadas demais para mostrar seu rosto, mais envergonhadas do que se pode expressar com palavras, e se sentem inúteis na presença de Deus, podendo apenas se curvar e adorá-Lo. Esse é o efeito de ver que há muita coisa amável a respeito de Deus e de desenvolver o verdadeiro conhecimento Dele.

Só se pode conhecer o amor de Deus e a Sua amabilidade seguindo a verdade. De fato, o processo de conhecer Deus é o processo de conhecer o Seu amor. Quanto mais conhecerem o amor de Deus, mais profundamente as pessoas O conhecerão. Isto é porque a essência de Deus é amor e justiça. Na experiência de vida das pessoas, quanto mais verdades elas entenderem, mais abundante será a experiência do amor de Deus. Quando souberem perfeitamente que tudo o que Deus faz é amor, salvação e aperfeiçoamento, as pessoas conhecerão verdadeiramente a Sua obra. Então, não importando se algo que enfrentem não corresponda às suas concepções, elas sempre buscarão a verdade e compreenderão a Sua vontade, e não voltarão a desenvolver concepções nem mal-entendidos sobre Ele. Então, quanto mais entenderem a verdade, tanto mais as pessoas poderão verdadeiramente amá-Lo e obedecer a Ele. As pessoas que entenderem a verdade e conseguirem amar a Deus em seu coração, cada vez menos desobedecerão a Ele e O resistirão. Quando alcançarem o amor verdadeiro por Deus, elas serão completamente santas. Só aquelas que não conhecem a Deus nem O amam minimamente O julgarão e resistirão. Todos nós podemos ver por experiência que, quando as pessoas começam a crer em Deus, por não entenderem a verdade e não conhecerem o Seu amor, elas frequentemente desenvolvem concepções, julgamentos, desobediência e resistência à Sua obra. Quando as pessoas experimentarem a obra de Deus por vários anos e alcançarem a compreensão da verdade e forem capazes de amá-Lo em seu coração, elas perceberão que antes eram arrogantes, vaidosas e ignorantes demais, e que todos os seus pensamentos e ações eram desobedientes e resistentes a Ele. Especialmente quando descobrem que as ações de Deus não estão de acordo com suas concepções ou quando enfrentam poda, tratamento, provações e refinamentos, elas ainda podem desenvolver concepções, mal-entendidos e até mesmo se queixar de Deus e julgá-Lo. Elas realmente estão mais constrangidas do que se pode expressar com palavras, envergonhadas demais para mostrar seu rosto e cheias de remorso. As pessoas são completamente conquistadas pelas palavras de Deus e ainda mais por Seu amor. É evidente que certamente existem muitos processos que levam da compreensão da verdade e do conhecimento do amor de Deus até o Seu amor, e que as pessoas devem suportar muito sofrimento. Tudo isso porque a humanidade é muito corrupta e tem muitas concepções sobre Deus e desobedece e resiste demais a Ele. Assim, o processo de conhecer o amor de Deus é o processo de experimentar o Seu julgamento e castigo e alcançar a limpeza e o aperfeiçoamento. Quando experimentam julgamento e castigo, provações e refinamentos e alcançam o despertar espiritual e a compreensão da verdade, as pessoas veem quanto cuidado Deus despendeu e, nesse momento, descobrem que Ele é muito amável e ama a humanidade ao extremo, de todas as maneiras possíveis e, em particular, que Ele proporciona às pessoas o mais belo dos destinos. Quando obtêm tudo do amor de Deus, as pessoas conhecem o Seu amor mais profunda e completamente e são realmente capazes de amá-Lo e ser absolutamente obedientes a Ele e de alcançar completamente a salvação e ser aperfeiçoadas. Nesse momento, as pessoas só podem louvar a Deus pela eternidade e adorá-Lo sem parar.

Está clara agora a estrada para a salvação e para ser aperfeiçoado. Todos os que amam a verdade estão dispostos a buscar a verdade e tornar-se pessoas que amam a Deus, mas o que mais vale a reflexão e consideração das pessoas é por que elas não tiveram amor e obediência verdadeiros a Deus depois de crer em Deus e cumprir seus deveres por muitos anos. Há muitas pessoas que têm algum conhecimento do julgamento e castigo, poda e tratamento de Deus e que experimentam algumas mudanças em seu modo de ver as coisas, mas você não vê nenhuma mudança real em seu caráter de vida. A raiz do problema é que as pessoas não têm conhecimento verdadeiro do Deus prático encarnado, de modo que elas não têm um coração temente a Deus. Se não buscarem a verdade, as pessoas serão incapazes de conhecer o Deus prático e, dessa maneira, como poderão amar verdadeiramente o Deus prático? Se as pessoas crerem em Deus até o fim, mas ainda não tiverem nenhum conhecimento do Deus prático nem qualquer amor verdadeiro por Ele, isso não será a maior vergonha e fracasso de crer em Deus? A busca da verdade é a busca de conhecer a Deus e alcançar um amor verdadeiro por Deus. Assim, se as pessoas podem ou não amar a Deus constitui um padrão pelo qual você pode medir se as pessoas têm ou não a realidade da verdade e também constitui o princípio e o padrão para testar se as pessoas são ou não verdadeiramente obedientes a Deus. É, ainda mais, um sinal pelo qual se pode examinar se houve ou não alguma mudança no caráter de vida das pessoas. É preciso apenas ver se as pessoas conseguem realmente amar a Deus para medir e conhecer plenamente se as pessoas realmente conhecem a Deus. Pessoas que não conseguem amar a Deus são pessoas que não têm a realidade da verdade, pessoas que não tiveram nenhuma mudança em seu caráter de vida e pessoas que não conhecem a Deus. Isso é um fato inegável.

Por que se diz que, caso não amem a Deus, as pessoas não têm a realidade da verdade? Praticar a verdade se baseia em amar a verdade e ser capaz de amar a Deus no coração. Se as pessoas não amam a Deus, seu coração não retornou para Deus e não pertence a Deus. Como essas pessoas podem realmente praticar a verdade e obedecer a Deus? E como elas podem alcançar compatibilidade com Deus? Frequentemente vemos que há muitas pessoas que, apesar de acreditarem em Deus por muitos anos, não obedecem verdadeiramente a Deus e são até capazes de pregar peças, mentir e enganar. Elas se envolvem em sofismas e fingimento para seu próprio benefício e não conseguem cumprir seu dever com competência, mesmo que despendam por Deus. Elas são restringidas por todos os tipos de pessoas e coisas em diferentes graus e não são nem leais nem obedientes no cumprimento de seu dever. Todas elas se acomodam e não estão dispostas a praticar a verdade. Têm medo de sofrer e ofender os outros e raramente demonstram sua lealdade e defendem os princípios da verdade a fim de defender a obra de Deus ou suportam o sofrimento de bom grado e cumprem bem o seu dever a fim de satisfazer a Deus. Nenhuma delas considera a verdade como um princípio fundamental da existência humana. Todas elas lidam com assuntos de acordo com as filosofias de Satanás. Como essas pessoas podem satisfazer o padrão para praticar a verdade e obedecer a Deus? Especialmente em momentos críticos, enquanto cumprem seu dever, todas elas têm medo do sofrimento e do perigo, são controladas pela carne corrupta e são desleais a Deus. Até em momentos críticos, quando o grande dragão vermelho lança um contra-ataque frenético e a obra de Deus mais precisa da cooperação proativa das pessoas, elas agem passivamente, batem em retirada e são incapazes de avançar. No momento crítico da luta pelo homem entre o grande dragão vermelho e Deus, elas sempre consideram os perigos ambientais e não estão dispostas a fazer um trabalho real. Quando são presas e precisam dar testemunho de Deus, elas temem a ameaça de Satanás e não ousam enfrentar a tortura. É evidente que, se não tiverem verdadeiramente um coração que ama a Deus, as pessoas não poderão ser leais a Deus e sempre recuam quando cumprem seu dever; elas não podem estar dispostas a suportar o sofrimento e dar testemunho de Deus em voz alta e humilhar Satanás. Isso é suficiente para mostrar que, se não tiverem um coração que ama a Deus, as pessoas não podem verdadeiramente dar testemunho de Deus e servir a Deus e não podem atender às exigências de Deus. Se não tiverem um coração que ama a Deus, as pessoas não podem viver a semelhança de um homem real.

Na vida da igreja, muitas vezes vemos que todos os que não têm a realidade da verdade acham difícil ficar do lado de Deus independentemente daquilo que estejam enfrentando e acham ainda mais difícil ser um só coração e uma só mente com Deus. Há muitas pessoas que conseguem falar de doutrinas e que geralmente parecem ser bastante boas, mas, quando confrontadas com anticristos e pessoas perversas que perturbam a vida da igreja, elas realmente não conseguem ficar do lado da verdade e se manifestar para dar testemunho de Deus, sendo capazes até de defender delitos, envolver-se em sofismas e proteger os anticristos e as pessoas perversas. Preferem se opor às palavras de Deus e à verdade, resistir e ofender a Deus e não se importam com nada. Especialmente na batalha entre o bem e o mal, elas podem ficar do lado de Satanás e proteger falsos líderes e anticristos e oprimir irmãos e irmãs que buscam a verdade, de modo que a justiça sofre pressão e o mal aumenta. Todas essas pessoas são classificadas como pessoas de coração endurecido, que resistem a Deus e seguem a senda dos anticristos. Elas absolutamente não são pessoas que amam a verdade. Uma vez que obtêm status e poder, certamente todas se tornam anticristos, e é impossível que sejam salvas e aperfeiçoadas. As pessoas escolhidas por Deus devem aprender a distingui-los. Todos os que sempre defendem e falam pelos ímpios e anticristos são certamente da mesma laia dos anticristos, não se diferenciando em nada. Para saber que tipo de pessoa alguém é, não importando as palavras que diga, você só precisa ver como ela fala sob todas as circunstâncias. As pessoas que de fato amam a verdade definitivamente terão um senso de justiça e um coração sincero em relação a Deus e serão capazes de falar a verdade e fazer coisas práticas, protegendo a obra de Deus, venha o que vier, e defendendo os princípios da verdade. Somente esse tipo de pessoa que possui um senso de justiça realmente ama a verdade. Se puder buscar a verdade, apesar de repetidos fracassos, ela certamente poderá ser aperfeiçoada por Deus e se tornar uma pessoa que verdadeiramente ama a Deus.

Como podemos medir se as pessoas têm ou não um coração que ama a Deus? O principal é ver se as pessoas praticam ou não a verdade em qualquer assunto. Se conseguem realmente estar do lado de Deus e testemunhar Deus em seu discurso, as pessoas estão praticando a verdade em tudo o que dizem e fazem. Praticar a verdade é amar a Deus e obedecer a Deus. Praticar a verdade é estar do lado de Deus e cumprir seu dever com competência. Dentro da igreja, despendemos por Deus e cooperamos com irmãos e irmãs no cumprimento do nosso dever. Todos os que buscam a verdade são capazes de amar uns aos outros, viver em amor e tratar com amor a corrupção, a passividade, a fraqueza e as transgressões reveladas dos outros e oferecer ajuda sincera. Isso é manifestação de praticar a verdade. Quando a igreja enfrenta perigo, o povo escolhido de Deus se levanta e faz o máximo para manter a obra de Deus, proteger os líderes e colaboradores e as ofertas de Deus e proteger outros irmãos e irmãs para que possam permanecer firmes. Isso é a manifestação de praticar a verdade. Quando são presas por crerem em Deus, as pessoas podem suportar humilhação e tortura para glorificar a Deus e não ser intimidadas pela ameaça do grande dragão vermelho, mas dar testemunho. Isso é a manifestação de praticar a verdade. Quando há anticristos e pessoas perversas perturbando a vida da igreja e uma luta entre o bem e o mal, elas podem dar um passo à frente com coragem para testemunhar e exaltar Deus e usar a verdade para resolver o problema e expulsar os anticristos e as pessoas más. Isso é a manifestação de praticar a verdade. Quando líderes e colaboradores vão contra arranjos de trabalho e adotam a abordagem errada, as pessoas escolhidas por Deus devem se recusar a aceitá-los e a obedecer-lhes e ser capazes de comunicar a verdade de acordo com as palavras de Deus para resolver o problema e lidar com o assunto de acordo com os princípios dos arranjos de trabalho. Isso é a manifestação de praticar a verdade. Quando vêem líderes e obreiros que são capazes de fazer o trabalho real, mas revelam corrupção ou transgressões, as pessoas escolhidas por Deus podem ajudá-los e ampará-los com amor e permitir que realmente confessem e se arrependam, busquem a verdade e cumpram seu dever de acordo com as exigências de Deus. Isso é a manifestação de praticar a verdade. Quando suportam um período de prisão e perseguição frenéticas das pessoas escolhidas por Deus pelo grande dragão vermelho, muitas das pessoas escolhidas por Deus agem passivamente, temem o entorno e não ousam cumprir seu dever. Durante esses tempos, as pessoas que buscam a verdade devem fazer o máximo para comunicar a verdade e testemunhar o amor de Deus e resolver as dificuldades que as pessoas escolhidas por Deus enfrentam, fazendo com que entendam a verdade e tenham fé verdadeira e todas sejam capazes de se levantar, buscar a verdade e cumprir o seu dever. Isso é a manifestação de praticar a verdade. Quando você vê como líderes, colaboradores e pessoas que espalham o evangelho e testemunham Deus são caçados e têm dificuldade de voltar para casa, de apresentar-se com coragem, de recebê-los e protegê-los, isso é a manifestação de praticar a verdade. Quando surgem dificuldades para difundir o evangelho do reino e quando muitos novos crentes e pessoas estão estudando o caminho verdadeiro e precisam ser regados e supridos, ser capaz de salvar, regar e alimentar essas pessoas, enquanto dão atenção à vontade de Deus e correm perigo, capacitando-as a retornar a Deus e aceitar a obra de Deus e estabelecer uma base no caminho verdadeiro o mais rápido possível é a manifestação de praticar a verdade. Se falsos líderes, anticristos, maus espíritos e pessoas más forem descobertas confundindo as pessoas escolhidas por Deus e perturbando a obra de Deus, as pessoas escolhidas por Deus devem ousar aderir aos princípios e prontamente substituir ou expulsar e se livrar dos anticristos, espíritos malignos e pessoas perversas revelados; isso é a manifestação de praticar a verdade. Todos os que são capazes de praticar a verdade em todos os aspectos certamente têm um coração que ama a Deus. Isso é inegável. Por não serem estúpidas, todos eles sabem o que é sofrimento e o que é conforto e têm clareza ainda maior sobre o que é segurança e perigo. Por que as pessoas que buscam a verdade são capazes de abandonar o conforto e escolher o sofrimento e até mesmo arriscar o perigo para cumprir o dever que Deus lhes confiou? Baste dizer que essas pessoas têm um coração que ama a Deus e estão dispostas a sofrer e correr riscos para satisfazer a Deus; isso é a manifestação de realmente despender por Deus e ser leal e obediente a Deus. Deus disse muitas vezes: “Aqueles que sinceramente despendem por Mim, Eu certamente os abençoarei abundantemente.” O significado das palavras de Deus é muito claro. Em Sua obra dos últimos dias, Deus quer aperfeiçoar todas as pessoas que despendem por Deus de todo coração e ganhar aquelas que verdadeiramente amam a Deus. Todas as que deixam tudo para trás para espalhar o evangelho e testemunhar Deus, que fazem o esforço de espalhar o evangelho do reino e são conscienciosas e dão o melhor de si, fazendo esforços meticulosos e trabalhando intensamente para fazê-lo, e que sempre aderem aos princípios da verdade para cumprir seu dever com competência são as pessoas que Deus deseja tornar completas e alcançar e que têm um só coração e uma só mente com Deus. Isso está além de qualquer questionamento e dúvida.

Hoje, a maioria das pessoas escolhidas por Deus está na busca de amar a Deus, mas há os que não sabem como praticar o amor a Deus. Para ser exato, praticar a verdade é praticar o amor a Deus e, quanto mais abrangente e frequente for sua prática da verdade, mais verdadeiro e puro será o seu coração que ama a Deus. Então, qual é a diferença entre praticar a verdade e amar a Deus? Amar a Deus é uma questão do coração. Somente Deus examina se as pessoas O amam ou não em seu coração. Só podemos dizer se as pessoas amam a Deus em seu coração a partir de suas ações e se elas praticam ou não a verdade. Está fadado a haver manifestações reais de amor a Deus. As manifestações reais de amar a Deus são praticar a verdade e ser um homem honesto, cumprir seu dever e ser leal a Deus de acordo com as exigências de Deus, dar testemunho de Deus e humilhar Satanás, ser consciencioso e fazer o melhor possível, fazer esforços meticulosos e trabalhar intensamente para cumprir a vontade de Deus e não ter arrependimentos nem reclamações. Enquanto houver pessoas que amam a Deus, haverá a obra e o testemunho da igreja. Essas manifestações de praticar a verdade são manifestações reais do amor verdadeiro a Deus. Quanto mais as pessoas praticarem a verdade, mais haverá a realidade de amarem a Deus. Praticar a verdade é o testemunho real de amar a Deus. Portanto, todos os que não praticam a verdade com frequência definitivamente não amam a Deus. Vejamos todas aquelas pessoas que não buscam a verdade. Embora estejam dispostas a praticar a verdade, a prática não acontece. Elas querem obedecer a Deus, mas não conseguem fazê-lo. Quando enfrentam provações ou perigo, elas não estão no comando de si mesmas e ainda escolhem cuidar da carne e ir contra a verdade e tomar a senda de desobedecer e resistir a Deus. Assim, quando o grande dragão vermelho as captura e interroga, elas chegam a ponto de trair Deus e agir como Judas a fim de manter a carne segura e evitar o sofrimento. Tudo isso é consequência de as pessoas não terem um coração que ama a Deus. Se as pessoas praticam ou não a verdade é o sinal mais óbvio de que as pessoas têm ou não um coração que ama a Deus e de que as pessoas realmente amam ou não a verdade. As pessoas só podem buscar a verdade se amarem a verdade, só podem praticar a verdade se amarem a verdade e só podem obedecer a Deus se amarem a verdade. A atitude das pessoas em relação à verdade é a atitude delas em relação a Deus. Assim, enquanto puderem amar a verdade, as pessoas podem sofrer e pagar o preço pela busca da verdade e podem perseverar em cumprir bem o seu dever e espalhar o evangelho do reino. Elas não deixarão de lutar antes de deixar de viver. Se praticarem dessa maneira, as pessoas definitivamente poderão obter a verdade e alcançar o conhecimento de Deus e se tornar pessoas que realmente amam a Deus para que possam servir a Deus. Enquanto forem pessoas que amam a verdade e podem buscar a verdade e cumprir bem o seu dever, não importa quanta corrupção é revelada ou que transgressões são cometidas, Deus não se lembrará. Enquanto as pessoas estiverem dispostas a despender por Deus com sinceridade e forem leais até o fim em espalhar o evangelho do reino, então, no final, todas elas poderão se tornar pessoas que realmente amam a Deus. Isso é absolutamente correto. Todos os da igreja que conseguem amar a verdade em seu coração e buscar a verdade são definitivamente capazes de ser salvos e aperfeiçoados. As pessoas que não amam a verdade nunca amarão verdadeiramente a Deus. As pessoas que não amam a verdade não são capazes de praticar a verdade e não podem verdadeiramente amar a Deus, nem podem verdadeiramente obedecer a Deus. Assim, todos os que não amam a verdade não podem ser salvos nem aperfeiçoados.

Existem diferentes fases da experiência de vida a partir do momento em que as pessoas começam a acreditar em Deus até poderem verdadeiramente amar a Deus. Não é que, assim que você entende a verdade, você pode amar a Deus completa e verdadeiramente. O coração das pessoas que amam a Deus cresce continuamente junto com eu entendimento da verdade e o alcance gradual do conhecimento de Deus. Portanto, também há diferentes estágios de vida na busca das pessoas pelo amor a Deus. Os três estágios principais são amar conscientemente a Deus, amar verdadeiramente a Deus e amar a Deus ao extremo. Quando experimentam a obra de Deus e sabem que tudo o que Deus faz é amar e salvar as pessoas, todas as pessoas que têm consciência e razão só precisam ver que o amor de Deus é tão grande e tão real para conseguirem amar a Deus conscientemente e começarem a desenvolver um coração que ama a Deus. Esse tipo de amar a Deus conscientemente é classificado como o primeiro estágio de amar a Deus. É como se, dado que Deus expiou e sofreu por mim e pagou tudo o que Ele tinha e eu não amar a Deus, eu não tivesse consciência. Assim, com consciência, devo retribuir o amor de Deus. Esse é o primeiro estágio de amar a Deus. A essência desse tipo de amor é chamada de amar a Deus conscientemente. Hoje, as pessoas escolhidas por Deus que realmente despendem por Deus e são capazes de sofrer e pagar o preço estão conscientemente devolvendo o amor de Deus. Elas estão no primeiro estágio de amar a Deus. Como o conhecimento das pessoas sobre Deus ainda é muito superficial e elas ainda não alcançaram o verdadeiro conhecimento do caráter e da essência vital de Deus, elas estão confinadas ao primeiro estágio. As pessoas que conscientemente amam a Deus têm uma humanidade bastante boa e são capazes de buscar a verdade. Quando continuam a buscar a verdade e são capazes de entender algumas verdades, as pessoas podem descobrir que todas as verdades declaradas por Deus são amáveis e que tudo o que Deus é e tem é Sua amabilidade. Nesse momento, as pessoas veem ainda mais da amabilidade de Deus, e o coração que ama a Deus se torna mais real e mais óbvio. Nesse momento, o amor delas por Deus também aumenta e elas sentem que Deus é realmente adorável e amável e que elas não devem abandonar Deus e que, se elas O abandonarem, tudo será escuridão e morte e não haverá nada pelo que viver. Nesse momento, o amor das pessoas por Deus já entrou no estágio de amar verdadeiramente a Deus através do amor consciente a Deus. O padrão para as pessoas amarem a Deus não é mais retribuir conscientemente o amor de Deus. Ao amar verdadeiramente a Deus, elas podem dedicar tudo que têm para servir e testemunhar a Deus e podem despender uma vida inteira realizando a vontade de Deus e confiar tudo a Deus e estar à disposição das orquestrações e dos arranjos de Deus. Esse tipo de amor das pessoas por Deus não cresceu muito? Quando buscam a verdade e têm conhecimento verdadeiro do caráter de Deus, as pessoas podem descobrir que a justiça e a fidelidade de Deus são amáveis e que a onipotência e sabedoria de Deus são tão amáveis e, finalmente, que o caráter e a essência vital de Deus são muito amáveis. Nesse momento, as pessoas já possuem um conhecimento verdadeiro de Deus. Visto que as pessoas podem saber que o caráter de Deus e a essência vital de Deus é a verdade e o amor, nesse momento, o amor das pessoas por Deus se torna mais perfeito e elas podem dar a vida inteira a Deus, dispostas a dedicar suas vidas a Deus e despender tudo para executar a vontade de Deus, e elas nada mais exigem de Deus e não têm mais desejos de luxo e, não importando o que Deus orquestre ou arranje, elas são capazes de obedecer completamente e não se arrependem de serem crucificadas por Deus de cabeça para baixo. Esse tipo de amor das pessoas por Deus já entrou no reino do amor máximo por Deus. Isso é, o reino do amor de Pedro por Deus. Nesse momento, a busca da verdade pelas pessoas já atingiu o auge do amor a Deus. Esse é também o mais alto padrão para Deus aperfeiçoar as pessoas. Todos os que buscam a verdade devem lutar por esse objetivo, para que possam ser aperfeiçoados por Deus e receber a promessa de Deus.

Os três estágios de amar a Deus e conhecer verdadeiramente a Deus estão intimamente relacionados. A pureza do amor das pessoas por Deus é completamente determinada por quão bem conhecem a Deus. Quanto mais profundo é seu conhecimento de Deus, mais puro é seu amor por Deus. Se seu conhecimento de Deus for superficial, o amor delas por Deus também será superficial. Como quer que as pessoas conhecem Deus é assim que será o amor delas por Deus. Portanto, a busca pelo conhecimento de Deus é o caminho para alcançar o amor de Deus. Há três estágios, começando com a capacidade das pessoas de amar a Deus e se estendendo até o maior amor possível por Deus. Em todos os estágios, a manifestação de amar a Deus é diferente porque as pessoas conhecem Deus em diferentes graus. De fato, a manifestação de amar a Deus é praticar a verdade e obedecer a Deus, cumprir com competência seu dever, dar testemunho de Deus, dedicar uma vida inteira e despender tudo para cumprir a vontade de Deus. Se puderem amar a Deus ao máximo, as pessoas podem obedecer a Deus até a morte. A adulteração de seu amor por Deus também se tornará cada vez menor e, no final, elas amarão a Deus de maneira pura. Dessa forma, o amor das pessoas por Deus pode ganhar o louvor de Deus. A fim de tornar mais transparente a senda para que as pessoas que buscam a verdade alcancem o verdadeiro amor a Deus e o amor máximo a Deus, eu descreverei especificamente as manifestações reais dos três estágios de amar a Deus da seguinte maneira:

1. As principais manifestações de amar conscientemente a Deus são as seguintes:

O estágio de amar conscientemente a Deus é desenvolvido mediante as pessoas verem que tudo o que Deus faz é o amor de Deus por elas e a salvação de Deus para elas e saberem que Deus é muito amável. Seu coração que ama a Deus emerge gradualmente através disso e, nesse momento, o coração das pessoas começa a despertar, e elas percebem que, para ser humanas, elas devem amar a Deus e que elas precisam retribuir o amor de Deus. Se não amam a Deus, elas não têm consciência e não são humanas, e as pessoas começam a prestar atenção em buscar e praticar a verdade em tudo e ter um coração temente a Deus e começam a ficar com muito receio de resistir a Deus e ofender o caráter de Deus. Elas começam a escolher a senda da busca da verdade e começam a se concentrar em praticar a verdade e obedecer a Deus. Embora possam praticar algumas verdades e fazer tudo o que puderem para cumprir seu dever, em muitas coisas ainda não compreenderam completamente os princípios da prática. Quando veem que têm muitas deficiências, elas são capazes de ir em direção à verdade e procurar e buscar a verdade cumprindo seu dever, ainda conseguem fazer algumas coisas práticas para a igreja e estar do lado de Deus em todos os assuntos para proteger os interesses da igreja e trabalhar em conjunto com aqueles que realmente acreditam em Deus e buscam a verdade. Esse é o tipo de pessoas que busca a verdade e que já começou a se concentrar em entrar na realidade da verdade. Quando sua corrupção é revelada ou cometem uma transgressão, essas pessoas podem se sentir especialmente arrependidas, odiar a si mesmas e sua carne. Independentemente de como são podadas e tratadas por alguém, todas elas podem aceitar e reconhecer e verdadeiramente confessar e se arrepender. Quando veem novos arranjos de trabalho e descobrem as etapas da obra do Espírito Santo, elas podem prontamente contribuir com informações e se adequar à obra do Espírito Santo e estão dispostas a suportar o sofrimento e pagar o preço para satisfazer a Deus. Por serem de pequena estatura, não importa que provações enfrentarem, elas sempre terão medo de fracassar e de cair. Elas sempre buscam a verdade e se esforçam para melhorar e sentem que, se forem abandonadas por Deus, não poderão continuar vivendo e não podem deixar Deus em seu coração. Isso mostra que essas pessoas já desenvolveram um coração que ama a Deus e estão no estágio de amar conscientemente a Deus. Se elas continuarem a buscar a verdade, elas poderão entrar completamente no estágio de amar verdadeiramente a Deus dentro de três a cinco anos.

2. As principais manifestações do estágio de amar verdadeiramente a Deus são as seguintes:

Quando buscam a verdade e alcançam uma compreensão de todos os aspectos da verdade, as pessoas são capazes de saber que todas as verdades que Deus pronunciou são tudo o que Deus tem e é e todas elas constituem a amabilidade de Deus e são todas muito preciosas. Essa é exatamente a realidade da verdade em que as pessoas devem entrar. Assim, elas ficam mais sedentas para alcançar ainda mais verdades para sua própria vida. Nesse momento, não importando que aspectos da verdade elas entendam, elas estão dispostas a praticá-las e a entrar nelas. Elas começam a se concentrar em praticar a verdade e entrar na realidade e prestar especial atenção em fazer a obra real e cumprir seu dever com competência. Às vezes, há alguma adulteração, mas, se forem contra a verdade, sentem-se desconfortáveis e especialmente condenáveis. Não importa qual seja a questão, se não praticarem a verdade e forem contra as intenções de Deus, elas se sentem especialmente arrependidas e mal podem esperar para culpar a si mesmas e pedir que Deus as amaldiçoe. As pessoas que realmente conseguem amar a Deus absolutamente não farão nada que contrarie claramente a verdade. Embora ainda tenham corrupção e transgressões, estas gradualmente diminuíram e estão se tornando cada vez menos numerosas; é somente sob certas condições ou quando as intenções de Deus não são entendidas que elas se confundem e às vezes fazem coisas estúpidas, mas isso não é, de forma alguma, classificado como fazer o mal ou resistir a Deus. A principal manifestação decorrente de as pessoas poderem amar verdadeiramente a Deus é elas serem capazes de se apresentar com bravura no momento crítico em que cumprem seu dever e, especialmente, em fazer o trabalho real, serem capazes de lidar urgentemente com o que é mais urgente para Deus, pensar o que Deus pensa e fazer todos os esforços para cumprir as intenções atuais e urgentes de Deus. A maioria das pessoas só pode satisfazer a Deus em assuntos pequenos, mas as pessoas que realmente amam a Deus podem sentir as intenções e exigências de Deus, podem satisfazer Deus em questões críticas e conseguem fazer um trabalho real para realizar a vontade de Deus. Por isso, as pessoas que realmente amam a Deus asseguram que são capazes de realizar um trabalho substancial servindo a Deus em todos os momentos e servindo completamente como Deus pretendia. As pessoas que realmente amam a Deus conseguem ter uma visão mais ampla do todo, concentrar-se na totalidade e descobrir as intenções de Deus. Elas conseguem diferenciar entre o sério e o não sério, o urgente e o não urgente em todos os tipos de trabalho em que cumprem a vontade de Deus. Elas são capazes de verdadeiramente testemunhar e servir a Deus e ativamente buscar as intenções de Deus e cooperar com a obra do Espírito Santo em qualquer ambiente. Visando cumprir a vontade de Deus, elas perseveram em cumprir seu dever e dar testemunho permanente e se tornar pessoas verdadeiramente leais e obedientes a Deus.

3. As principais manifestações de amar a Deus ao extremo são as seguintes:

As pessoas que realmente amam a Deus e continuam a buscar a verdade são capazes de saber que o caráter de Deus e Sua essência vital são as mais amáveis e, ao final, saberão que a essência vital de Deus é verdade, justiça, luz e amor. Nesse momento, o amor das pessoas por Deus alcançará os reinos mais elevados – o estágio de amar a Deus ao extremo. Quanto mais puro for o coração das pessoas que amam a Deus, mais receberão todo o amor de Deus e, assim, o amor delas por Deus alcançará o reino mais elevado. As pessoas que alcançam o amor extremo por Deus são capazes de viver para cumprir o que Deus lhes confiou e para realizar a vontade de Deus, como Pedro. Elas acreditam firmemente que tudo é dado por Deus e não mais planejam as coisas por si mesmas. Seu serviço a Deus não é adulterado com suas próprias intenções e, em seu coração, não há nada como status, reputação, vaidade. Elas não buscam mais nada para si mesmas e não se apegam ao consolo e desfrute da carne e muito menos se apegam às bênçãos do status. Elas obedecem completamente às orquestrações e aos arranjos de Deus e conseguem ser desapegadas e irrestritas, não importa se seja vida ou morte, pobreza ou sofrimento, prisão ou tortura, inferno ou lago de fogo. As pessoas não possuem mais a si mesmas quando amam a Deus até certo ponto. Estão dispostas a sofrer qualquer dificuldade para satisfazer a Deus e, não importando o quanto sofram, elas não acham que seja sofrimento. Se fossem crucificadas de cabeça para baixo, elas não se queixariam e estariam dispostas a fazê-lo. Elas sempre sentem que não merecem desfrutar do amor de Deus e que devem muito à glória de Deus. Sempre acham que não amam a Deus o suficiente e apenas desejam fazer um trabalho mais real ao cumprir seu dever de retribuir o amor de Deus e satisfazer a Deus; só então elas se sentem confortadas em seu coração. Se não viverem para que a vontade de Deus seja realizada, elas não merecem o amor de Deus. Se não puderem alcançar a realização da vontade de Deus, elas pleitearão por não ser pessoas. Não importando tratar-se de vida ou morte, elas não têm escolha própria. Esse é o reino supremo de amar a Deus. Elas vivem unicamente para que a vontade de Deus seja realizada e, por fim, elas vivem a imagem de amar a Deus, tornam-se o Pedro dos tempos modernos e obtêm a aprovação de Deus.

Todas as pessoas que realmente amam a Deus devem esforçar-se para alcançar o objetivo de amar a Deus ao extremo. Quando a obra de Deus estiver terminada, certamente haverá algumas pessoas capazes de alcançar esse reino. A encarnação de Deus que se torna o Deus prático visa salvar e aperfeiçoar todos os que verdadeiramente amam a Deus. Quando a obra de Deus termina, é necessário formar um grupo de pessoas que são de um só coração e de uma só mente com Deus. Esse grupo de pessoas é composto por quem realmente ama a Deus. Todos os que conseguem amar a Deus ao experimentar a obra de Deus podem ser aperfeiçoadas por Deus. Não há sombra de dúvida em relação a isso. Desde que as pessoas tenham consciência e sejam racionais, estejam dispostas a amar a Deus e a sofrer e dar testemunho para cumprirem bem o seu dever e satisfazerem a Deus, todas certamente poderão ser aperfeiçoadas por Deus. Todos os que entendem a verdade já sabem que amar a Deus é a vida mais significativa e amar a Deus é a maior glória para os seres criados e que as pessoas que conseguem amar a Deus são a verdadeira humanidade. Assim, o caráter de vida daquelas que amam a Deus tem a realidade da verdade. Também pode ser dito que todas as verdades professadas por Deus são a realidade de amar a Deus. Somente pessoas que são capazes de amar a Deus amam essas verdades e são capazes de praticar essas verdades e aceitar essas verdades como sua vida e, finalmente, viver a imagem de amar a Deus. Na era da obra do Deus encarnado, os sinais de maturidade das pessoas escolhidas por Deus são buscar o amor a Deus, praticar o amor a Deus e viver para amar a Deus e retribuir o amor de Deus. Quando houver um grupo de pessoas que são aperfeiçoadas por Deus para amar a Deus, o grande dragão vermelho será completamente destruído e, então, a Era do Reino será a era das pessoas escolhidas por Deus que amam a Deus. Na era do Deus encarnado na terra fazendo a obra, as pessoas escolhidas por Deus que creem em Deus, amarão e obedecerão a Deus. Para crer em Deus, as pessoas que não conseguem amar a Deus são as que não amam a verdade e são descrentes. Se as pessoas virem o amor de Deus, mas não puderem amar a Deus com consciência, elas não têm humanidade e não são dignas de ser pessoas. As que não têm consciência estão abaixo do padrão das pessoas. Em toda igreja há algumas pessoas que creram em Deus por muitos anos, mas que não conseguem amar a Deus. Isso se manifesta nelas ao não praticarem a verdade, e essas pessoas caem abaixo do padrão de pessoas. Por conseguinte, não é ir longe demais dizer que tais pessoas são bestas.

Para medir se as pessoas têm ou não humanidade, você deve ver se as pessoas têm ou não consciência e raciocínio e se podem ou não amar verdadeiramente a Deus. Essa é a coisa mais importante. Se as pessoas realmente possuem uma consciência e um raciocínio, por que não conseguem amar a Deus quando veem que o amor de Deus é tão grande? Por que elas não conseguem retribuir o amor de Deus? Este é um problema instigante. É absolutamente correto determinar se as pessoas têm ou não humanidade de acordo com a capacidade de amar ou não a verdade e se amam a Deus ou não. Em particular, quando as pessoas veem Deus encarnado suportando grande humilhação e sendo submetido a discriminação, exclusão, julgamento, resistência ou mesmo blasfêmia pelo grande dragão vermelho e todos os tipos de pessoas más, aquelas que têm alguma consciência ficarão zangadas e odiarão e amaldiçoarão aquelas bestas malditas que não têm consciência. Por que a família de Deus insiste em expulsar todos os tipos de anticristos, pessoas más e espíritos malignos? Porque essas pessoas não têm consciência ou raciocínio. Todas elas são degeneradas que odeiam e resistem a Deus. Se não nos livrarmos e expulsarmos esses anticristos, pessoas más e maus espíritos, isso não basta para aplacar a ira do povo e ainda menos para confortar a Deus. Portanto, todos os que não odeiam os anticristos, as pessoas perversas e os maus espíritos definitivamente não são pessoas que amam a Deus e são certamente todas bestas que não amam a verdade e não têm humanidade. Todas as pessoas da igreja que não entendem a verdade e não praticam a verdade provocam confusão e correm soltas. São fundamentalmente pessoas que não amam nem aceitam a verdade. Elas simplesmente são servas de Satanás que vêm para perturbar e interromper a obra de Deus e nem mesmo são dignas de prestar serviço a Deus. Essas pessoas devem ser expulsas, devem ser deixadas de lado e completamente eliminadas para purificar a igreja. As verdadeiras igrejas são feitas de pessoas que buscam a verdade e são capazes de amar a Deus. Todos os que acreditaram em Deus por muitos anos, mas não amam a verdade e são menos ainda capazes de praticar a verdade são revelados como o tipo satânico a ser eliminado. Pessoas que não podem amar a Deus não são dignas de viver na presença de Deus e não são dignas de ser líderes e colaboradores. Somente pessoas que realmente amam a Deus podem obter a obra e a orientação do Espírito Santo e só então podem ser atenciosas com as intenções de Deus e ser leais a Deus ao cumprir seu dever, amar verdadeiramente as pessoas escolhidas por Deus, ajudar, prover e apoiar continuamente as pessoas escolhidas por Deus e capacitar novos crentes e pessoas que estão estudando o verdadeiro caminho para obter provisões reais, rego e pastoreio. Todos os que praticam a verdade e realizam trabalho real enquanto cumprem seu dever são capazes de amar a Deus e são pessoas que Deus deseja salvar e aperfeiçoar. As pessoas escolhidas por Deus devem entender as intenções de Deus.

Como a verdade pode ser buscada para se tornar uma pessoa que realmente ama a Deus? Isso está diretamente relacionado à questão de se as pessoas podem ou não ser salvas e aperfeiçoadas. Deus examina tudo. Se as pessoas realmente têm um coração temente a Deus, elas só precisam praticar o amor a Deus, esforçar-se para buscar e praticar a verdade em todos os assuntos cumprindo seu dever e permanecendo comprometidas em fazer as coisas de acordo com os princípios da verdade para serem capazes de obter a obra do Espírito Santo e gradualmente descobrir e conhecer mais da amabilidade de Deus e, ao fazê-lo, as pessoas podem amar a Deus em seu coração. Quando as pessoas realmente têm um coração que ama a Deus, no momento em que praticam o mal, violam a verdade ou cometem transgressões, elas se sentem particularmente condenáveis e podem odiar e até se amaldiçoar e jurar não violar a verdade novamente. Se forem abandonadas pelo Espírito Santo, elas não serão capazes de sobreviver. Elas sentem em seu coração que devem cumprir seu dever de uma maneira que seja satisfatória para Deus, para se sentirem em paz e estarem ainda mais dispostas a retribuir o amor de Deus. Isso é ter desenvolvido um coração que ama a Deus. Por isso, é crucial e muito importante para que as pessoas escolhidas por Deus desenvolvam um coração que ama a Deus. É muito importante colocar em prática dois aspectos principais para se tornar uma pessoa que ama a Deus: um aspecto é buscar a verdade e alcançar o conhecimento do amor de Deus e descobrir ainda mais a amabilidade de Deus, e, desse modo, um coração que ama a Deus pode ser desenvolvido. O outro aspecto é que se deve praticar o amor a Deus e fazer o máximo para preparar os sete aspectos das boas ações para poder consolar e satisfazer a Deus. Líderes e colaboradores também precisam possuir os sete princípios de amar e servir a Deus. Dessa forma, mesmo que ainda não tenham alcançado um amor verdadeiro por Deus, as pessoas podem pelo menos preparar algumas boas ações que podem confortar e satisfazer a Deus. Dessa forma, elas também podem alcançar o reconhecimento e a aprovação de Deus. Enquanto as pessoas possuírem algumas boas ações de amor a Deus, isso será a prova de que têm aspirações de amar a Deus. Para estarem dispostas a amar a Deus e sinceramente buscar o amor de Deus, as pessoas devem mostrar alguns sinais e ações reais. Isso é treinamento para praticar o amor a Deus. Listarei agora os sete tipos de boas ações que devem ser praticadas para amar a Deus:

1. É preciso se concentrar em comer e beber as palavras de Deus e compreender ainda mais verdades para gradualmente aprofundar o conhecimento de Deus e conhecer o amor de Deus.

2. É preciso espalhar o evangelho e dar testemunho de Deus e converter mais pessoas boas. Essa é a maior boa ação que pode satisfazer a Deus e também é uma evidência de que as pessoas expiaram os pecados do passado.

3. Ser capaz de amar e ajudar irmãos e irmãs na igreja, viver em amor e não fazer absolutamente nada para ferir ou fazer tropeçar as pessoas escolhidas por Deus.

4. Regar abundantemente e apoiar novos crentes e os que estão estudando o caminho verdadeiro e capacitá-los a entender a verdade e cumprir seu dever e a permanecer firmes no verdadeiro caminho.

5. Dar esmolas e ajudar os irmãos e as irmãs que verdadeiramente se esforçam por Deus e estão em dificuldade para superar os obstáculos e também encontrar um lugar para receber aqueles que não têm lar.

6. Ajudar a família das pessoas que foram presas e encarceradas a resolver dificuldades e superar obstáculos. Isto é amor verdadeiro.

7. Para ser leal a Deus, é preciso defender a obra da igreja, ter comunhão sobre a verdade e testemunhar mais a obra de Deus e permitir que as pessoas escolhidas por Deus compreendam a verdade e façam distinções e arrebatam os grilhões e o controle de falsos líderes, anticristos e pessoas más. Somente assim é possível assegurar que as pessoas escolhidas por Deus estejam na senda da salvação e estão sendo aperfeiçoadas.

Se puderem realizar as sete categorias de boas ações acima, mesmo que não se tornem verdadeiramente pessoas que amam a Deus, as pessoas conseguirão pelo menos sobreviver. Se forem líderes ou colaboradores, elas também devem possuir os sete princípios de amar e servir a Deus. Isto deve ser alcançado por aqueles que buscam a verdade:

1. Ser capaz de usar a verdade para resolver quaisquer problemas na igreja e garantir que isso esteja de acordo com o princípio do tratamento justo e de tratar a todos de forma justa.

2. Promover e treinar as pessoas de uma maneira baseada em princípios, sem levar em conta quaisquer sentimentos ou preferências pessoais. Isso também é o princípio de tratar as pessoas de forma justa.

3. Colocar os interesses da família de Deus em primeiro lugar sem considerar os próprios ganhos e perdas; quanto mais crítico o momento, mais alguém é capaz de renunciar à carne e salvaguardar os interesses da família de Deus.

4. Esforçar-se apenas pela realização da vontade de Deus, não trabalhando em função de fama ou status, cumprindo lealmente o dever apenas para satisfazer a Deus, independentemente de como as pessoas o tratam.

5. Apenas falar para testificar a Deus e proteger a obra de Deus, não se justificando nem se engajando em sofismas. É essencial concentrar-se em fazer mais trabalho efetivo e alcançar resultados.

6. Concentrar-se apenas em fazer a obra substantiva de servir a Deus, não se envolver em blefe e fanfarronice, nem recuar no momento crítico, persistir em cumprir seu dever e dedicar toda a lealdade a Deus.

7. Empenhar-se para buscar a verdade, aceitar o julgamento e o castigo das palavras de Deus, concentrar-se em entrar na realidade da verdade e alcançar mudanças no caráter de vida. Isso é altamente crítico.

Esses sete aspectos das boas ações que as pessoas escolhidas por Deus devem possuir e os sete princípios que os líderes e colaboradores devem possuir para amar e servir a Deus são toda a realidade da verdade na qual devem entrar as pessoas na busca pelo amor a Deus. Independentemente de as pessoas poderem amar verdadeiramente a Deus ou em que nível conseguirem amar a Deus, a coisa mais importante é que elas treinem e pratiquem o amor a Deus para entrar na realidade da verdade. Ao fazê-lo, há uma base para buscar o amor de Deus, e elas podem permanecer firmes. Enquanto as pessoas possuírem os sete aspectos das boas ações acima descritos e os sete princípios, a aprovação, bênção e perfeição de Deus estão garantidos.

Em nossa comunhão até aqui, é possível que haja muitas pessoas que querem perguntar qual é o verdadeiro significado da busca pelo amor a Deus. Essa questão está diretamente relacionada aos mistérios da vida. O maior mistério da vida é como viver uma vida significativa, o que é verdadeira felicidade na vida e como viver uma vida verdadeira. Acima de tudo, devemos ter clareza a respeito de um fato, isso é, que toda a humanidade foi corrompida por Satanás até agora e todas as pessoas sentem que a vida é um vazio. Independentemente de serem ricas ou pobres, de terem status alto ou baixo, todas as pessoas sentem que a vida é vazia. Deus já revelou isso muito claramente: “Toda a sua vida é de angústia, correria e diversão acompanhada de vacuidade, e em toda a sua vida não há novas invenções nem criações. Ninguém é capaz de libertar-se dessa vida oca, ninguém jamais descobriu uma vida com sentido e ninguém jamais experimentou vida real.” “Porque as pessoas se amam demais, toda a sua vida é angustiada e vazia e elas sofrem destruição autoinfligida por causa de seu ódio contra Mim.” Ora, Deus já indicou a senda que leva à luz. “A bênção decretada por Minha boca é que aqueles que nasceram durante os últimos dias têm a sorte bastante de contemplar toda a Minha glória.” Se as pessoas puderem ver toda a glória de Deus, isso será suficiente para mudar tudo nas pessoas e permitir que elas atinjam a vida real. Visto que a essência vital de Deus é amor, retidão, santidade e luz, as pessoas só precisam entender a verdade e viver na luz e no amor para terem uma vida abençoada. As pessoas que conseguiram obter a verdade, vivem segundo a palavra de Deus e realmente conseguem amar, obedecer e adorar a Deus são as que vivem a vida mais significativa. Nós vemos a partir do livro bíblico do Apocalipse que os quatro seres viventes louvavam a Deus dia e noite e que os anjos e anciãos se curvavam diante do trono para adorar a Deus porque viram a glória de Deus e tiveram o maior prazer em adorar a Deus e assim puderam louvar a Deus dia e noite, o que mostra que eles são sumamente abençoados. Assim, Deus disse: “Aqueles que nasceram durante os últimos dias têm a sorte bastante de contemplar toda a Minha glória.” Essas palavras de Deus são muito significativas. Se as pessoas puderem ver toda a glória de Deus, certamente serão sumamente abençoadas e afortunadas. Isto é uma reminiscência do conforto, das bênçãos e da felicidade de ser abraçado pela mãe durante a infância, sem fome nem sofrimento. Se a humanidade criada viver no abraço do Senhor da criação, ela deve estar muito segura, feliz, consolada e abençoada. A partir da nossa experiência, podemos também confirmar que, ao sentir que Deus é tão amável, sentimo-nos muito animados e consolados. Quando cumprimos o nosso dever de retribuir o amor de Deus e fazer algum trabalho real para satisfazer a Deus, nosso coração se sente muito seguro e feliz. Em particular, quando damos testemunho durante as provações, nosso coração se sente muito liberado, livre e feliz. Tudo isso é suficiente para mostrar que quando as pessoas são capazes de entender todas as verdades e alcançar o conhecimento de Deus, elas estão livres e seu espírito está à vontade e confortado. Isso é suficiente para provar que quanto mais as pessoas entenderem a verdade, mais elas poderão amar a Deus e, amando a Deus, elas terão Deus com elas e serão capazes de viver na presença de Deus e ser protegidas e cuidadas por Deus e se sentirão cheias de paz e felicidade em seu coração. Então, obter a verdade e viver na presença de Deus é uma bênção, e se esforçar para Deus e fazer o dever é uma bênção. Apenas alcançar o verdadeiro conhecimento de Deus, amar verdadeiramente a Deus e ser capaz de viver para a realização da vontade de Deus é a vida mais significativa. A humanidade criada que vive na presença do Senhor da criação é, por si só, uma bênção porque as pessoas que podem viver no amor de Deus e ser cuidadas e protegidas por Deus se sentem seguras e felizes em seu coração. Se conseguirem a verdade e amarem verdadeiramente a Deus, as pessoas podem se livrar completamente da influência de Satanás e das algemas da carne corrupta e viver na presença de Deus. Isso é tão reconfortante, livrador e libertador. Isso é vida verdadeira. Se estiver vivendo sob o domínio de Satanás e amando a si mesmo, ninguém será livre e libertado das algemas da carne corrupta e ainda será absorvido, enganado e afligido pelo grande dragão vermelho. Isso é muito doloroso. Se não buscarem a verdade e ainda resistirem repetidamente a Deus e não confessarem e se arrependerem, as pessoas serão punidas, condenadas eternamente e sofrerão para sempre. Isso é verdadeiro. Hoje em dia, todas as pessoas com coração temente a Deus estão em busca da verdade, porque a busca pela verdade é muito significativa. A verdade vem de Deus e é tudo o que Deus tem e é. Praticar a verdade significa viver na luz, viver no amor de Deus, ter paz e felicidade, ser abençoado por Deus e que a alma seja libertada e a pessoa possua cada vez mais a semelhança do homem. As pessoas só precisam aceitar e buscar a verdade antes que seus olhos espirituais se abram, seu caráter de vida gradualmente mude e se tornem pessoas que têm a verdade e a humanidade e são invejadas e admiradas por todos. A humanidade inteira não conhece realmente o mistério “para que as pessoas tenham sorte suficiente para ver que toda a glória de Deus é bênção de Deus.” Porque, nos últimos dias, só se cumpre o “para que as pessoas tenham sorte suficiente para ver que toda a glória de Deus é bênção de Deus” para aqueles que verdadeiramente amam a Deus e, se todos os que buscam a verdade conseguirem alcançar o conhecimento de Deus e forem capazes de amar verdadeiramente a Deus, eles serão abençoados por Deus e serão capazes de herdar a promessa de Deus; essa é uma bênção tão gloriosa! Em resumo, a verdade traz luz, amor, independência e liberdade, paz e felicidade e bênçãos eternas para as pessoas. Deus o abençoará se você buscar a verdade e, se obtiver a verdade, você poderá herdar a promessa de Deus. Se você viver segundo a verdade, viverá a verdadeira imagem do homem. Como a verdade pode não ser amável? A verdade é o que a humanidade corrupta precisa acima de tudo. Só a verdade é sumamente valiosa. Só a verdade pode agir como vida das pessoas. Somente a verdade pode mudar e salvar pessoas, fazer com que as pessoas conheçam a Deus e alcancem a salvação. Assim, as pessoas que entram na realidade da verdade e vivem pela palavra de Deus são realmente a maior bênção e a vida mais significativa. Se as pessoas puderem buscar e conhecer a Deus e alcançar o amor verdadeiro por Deus, essa será a coisa mais significativa da vida e indicará que as pessoas já estão andando na luz e tomando a senda correta na vida. Enquanto forem destemidas, apesar dos repetidos reveses em sua busca da verdade, as pessoas podem ser aperfeiçoadas por Deus e se tornar pessoas que realmente amam a Deus. Há cinco aspectos principais dos resultados que podem ser alcançados a partir do amor verdadeiro a Deus:

1. Se alguém realmente amar a Deus, poderá verdadeiramente se esforçar por Deus, ser aperfeiçoado pelo Espírito Santo, praticar a verdade e cumprir seu dever satisfatoriamente.

2. Se alguém realmente amar a Deus, poderá ser testemunha durante as provações e não sentirá arrependimento independentemente de quanto sofrimento tenha suportado, e humilhará Satanás e glorificará a Deus.

3. Se alguém verdadeiramente amar a Deus, poderá agir como íntimo de Deus, verdadeiramente dar testemunho de Deus e se tornar alguém que verdadeiramente serve a Deus.

4. Se alguém verdadeiramente amar a Deus, ele poderá dar atenção às intenções de Deus em todos os assuntos, será absolutamente leal e obediente a Deus e se tornará um só coração e uma só mente com Deus.

5. Se alguém verdadeiramente amar a Deus, ele viverá em amor e em luz e poderá adorar e obedecer a Deus para sempre e viverá uma vida sumamente significativa.

Os cinco aspectos acima descritos dos efeitos que podem ser alcançados por meio do amor verdadeiro a Deus são o verdadeiro significado de amar a Deus. Assim, buscar o conhecimento de Deus e o amor a Deus é a vida mais significativa, e essas pessoas certamente ganharão a bênção de Deus e herdarão a promessa de Deus. A bênção de Deus certamente supera o que se pode imaginar ou desejar.

Amar a Deus é amar o Deus prático e adorar a Deus é adorar o Deus prático. Já que as pessoas acreditam no Deus prático, elas também devem obedecer e adorar o Deus prático. Deus vem à terra para se tornar o Deus prático, e só então Ele pode agir como um amigo do peito e o amor de Deus pelas pessoas pode se tornar prático. Há muitas pessoas que acreditam nominalmente no Deus prático, mas, na verdade, em seu coração elas ainda olham para cima, seguem e obedecem ao Deus vago dos céus e ainda acreditam em Deus com base em sua imaginação e percepção. Essas pessoas são incapazes de amar verdadeiramente a Deus. Pelo fato de as pessoas estarem longe do Deus dos céus e não poderem alcançá-Lo, Deus se encarna e vem à terra para fazer a obra. Se as pessoas não puderem realmente amar a Deus na terra e ainda amam o Deus vago dos céus, isso é muito irreal porque as pessoas não podem alcançar Deus e estão longe do Deus dos céus. Se persistirem em acreditar no Deus vago, as pessoas não serão capazes de alcançar a obra e aperfeiçoamento do Espírito Santo e nunca receberão o louvor de Deus. Todos os que tomam a senda dos anticristos, embora acreditem no Deus Todo-Poderoso verbalmente, adoram e obedecem ao Deus Todo-Poderoso dos céus e não ao Deus Todo-Poderoso prático na terra. Não admira que não recebam o louvor de Deus. Isso é porque a senda que estão tomando ao crer em Deus é a errada. A senda que eles tomaram é a senda do anticristo. A chave para a busca da verdade e para alcançar a perfeição é seguir e obedecer com firmeza e sinceridade ao Deus prático na terra, buscar o conhecimento do Deus prático na terra e finalmente ser verdadeiramente capaz de amar e adorar o Deus prático. Crer em Deus dessa maneira é ser bem-sucedido. Para ver se as pessoas conseguem ou não concordar completamente com o Deus prático encarnado é preciso ver se elas conseguem ou não amar verdadeiramente o Deus prático na terra. Enquanto realmente amam a Deus, as pessoas podem concordar com Deus. Se não amarem a Deus em seu coração, as pessoas sempre resistirão a Deus. Isso é absolutamente correto. Crer em Deus, segui-Lo, obedecer-Lhe, ser-Lhe fiel, testemunhá-Lo, servi-Lo e adorá-Lo, conforme exigido por Deus, diz respeito ao Deus prático encarnado. Isso não diz respeito ao Deus vago dos céus. Se as pessoas não conseguirem possuir amor verdadeiro e obediência ao Deus prático, tudo será conversa vazia. As pessoas que não obedecem e adoram o Deus prático são descrentes. Esse tipo de pessoa é incluído na classe daqueles que tomam a senda dos anticristos e que são como Paulo. Comem e bebem as palavras do Deus prático, mas ainda oram e olham para o Deus vago dos céus, como pessoas nas religiões que leem as palavras da Bíblia, mas acreditam no Deus vago dos céus. Ninguém pode receber o louvor de Deus crendo em Deus dessa maneira. Como as palavras de Deus disseram: “Exteriormente, todos vocês parecem ser muito obedientes a esse Cristo na terra, mas em substância vocês não têm fé Nele nem O amam. O que quero dizer é que o Deus em quem vocês creem verdadeiramente é aquele Deus vago em seus sentimentos e o Deus que vocês amam verdadeiramente é o Deus pelo qual vocês anseiam dia e noite sem nunca tê-Lo visto em pessoa. A fé que vocês têm nesse Cristo é meramente uma fração e seu amor por Ele não é nada. Ter fé significa crer e confiar; amor significa adoração e admiração no coração, sem se afastar. Contudo, a fé que vocês têm em Cristo e o amor que sentem por Ele hoje deixam a desejar nesse sentido. Quando se trata da fé, como é a fé que vocês têm Nele? Quando se trata do amor, de que maneira vocês O amam? Vocês simplesmente não têm compreensão do Seu caráter e conhecem ainda menos Sua substância; então, como podem ter fé Nele? Onde está a realidade da sua fé Nele? Como vocês O amam? Onde está a realidade do amor que sentem por Ele?

Na mente de vocês, o Deus no Céu é muito correto, justo e grandioso, digno de culto e admiração, mas esse Deus na terra não passa de um substituto e instrumento do Deus no Céu. Vocês acreditam que esse Deus não pode ser equivalente ao Deus no Céu, menos ainda ser mencionado no mesmo fôlego com Ele. Quando se trata da grandiosidade e da honra de Deus, estas pertencem à glória do Deus no Céu, mas quando se trata da natureza e da degeneração do ser humano, estas são atributos nos quais o Deus na terra tem parte. O Deus no Céu é para sempre imponente, ao passo que o Deus na terra é para sempre insignificante, fraco e incompetente. O Deus no Céu não é dado à emoção, unicamente à justiça, ao passo que o Deus na terra só tem motivações egoístas e é desprovido de toda equidade ou razão. O Deus no Céu não tem a mais leve desonestidade e é para sempre confiável, ao passo que o Deus na terra sempre tem um lado desonesto. O Deus no Céu ama muito o homem, ao passo que o Deus na terra mostra ao homem um cuidado inadequado, até negligenciando-o inteiramente. Por muito tempo, esse conhecimento errôneo ficou guardado no coração de vocês e pode também se perpetuar no futuro. Vocês consideram todos os feitos de Cristo do ponto de vista do injusto e avaliam toda a Sua obra, bem como Sua identidade e substância da perspectiva do perverso. Vocês cometeram um erro grave e fizeram o que nunca tinha sido feito por aqueles que vieram antes de vocês. Ou seja, vocês só servem ao imponente Deus no Céu que tem uma coroa na cabeça e nunca dão atenção ao Deus que consideram tão insignificante que chega a ser invisível para vocês. Esse não é o pecado de vocês? Isso não é um exemplo clássico da sua violação da disposição de Deus? Vocês cultuam o Deus no Céu. Vocês adoram imagens imponentes e apreciam os que se distinguem por sua eloquência. Vocês se deixam comandar alegremente pelo Deus que enche suas mãos de riquezas e suspiram pelo Deus que pode satisfazer cada um dos seus desejos. O Único ao qual você não presta culto é esse Deus que não é imponente; a única coisa que você odeia é ser associado com esse Deus que ninguém pode ter em alta conta. A única coisa que você não está disposto a fazer é servir a esse Deus que nunca lhe deu um centavo sequer e o Único que é incapaz de fazer você suspirar por Ele é esse Deus desagradável. Esse tipo de Deus não poderá capacitá-lo a ampliar seus horizontes, não poderá fazê-lo sentir-se como se tivesse achado um tesouro, muito menos satisfazer sua vontade. Mas, então, por que você O segue? Você já parou para pensar em perguntas como essa?

Eu só aprovo as pessoas que mantêm os pés no chão e servem ao Deus na terra; jamais aprovo aquelas que nunca reconhecem o Cristo que está na terra. Não importa o quanto essas pessoas sejam leais ao Deus no Céu, no final das contas, elas não escaparão da Minha mão que pune os perversos. Esses homens são os perversos; eles são os perversos que se opõem a Deus e nunca obedeceram a Cristo de bom grado. É claro que seu número abrange todos os que não conhecem nem, além disso, reconhecem Cristo. Você acredita que pode agir como lhe agrada em relação a Cristo enquanto for leal ao Deus no Céu. Errado! Sua ignorância a respeito de Cristo é ignorância a respeito do Deus no Céu. Não importa o quanto você seja leal ao Deus no Céu, isso é meramente conversa fiada e fingimento, já que o Deus na terra é instrumental não só para que o homem receba a verdade e um conhecimento mais profundo, mas ainda mais instrumental na condenação do homem e, depois disso, na apreensão dos fatos para punição dos perversos. Você entendeu as decorrências benéficas e prejudiciais disso? Você as experimentou? Desejo que vocês logo venham a entender esta verdade: para conhecer Deus, vocês têm de conhecer não só o Deus no Céu, mas também – e isto é até mais importante – o Deus na terra. Não confundam suas prioridades nem permitam que o secundário se sobreponha ao principal. Esse é o único modo de você estabelecer uma boa relação com Deus, tornar-se mais íntimo de Deus e aproximar seu coração Dele.

Hoje, você é capaz de adorar essa pessoa, embora na verdade esteja adorando o Espírito. Isso é o mínimo que se deveria conseguir quanto ao conhecimento das pessoas sobre Deus encarnado: conhecer a substância do Espírito através da carne, conhecer a obra divina do Espírito na carne e a obra humana na carne, aceitar todas as palavras e declarações do Espírito na carne e ver como o Espírito de Deus dirige a carne e demonstra Seu poder na carne. Ou seja, o homem conhece o Espírito no Céu por intermédio da carne; a aparição do Deus prático entre os homens dissipou o Próprio Deus vago nas concepções das pessoas; a adoração das pessoas ao Próprio Deus prático aumentou sua obediência a Deus; e, por meio da obra divina do Espírito de Deus na carne e da obra humana na carne, o homem recebe revelação e pastoreio, e ocorrem mudanças em seu caráter de vida. É esse o único significado real do advento do Espírito na carne, cujo principal objetivo é que as pessoas possam se envolver com Deus, contar com Deus e atingir o conhecimento de Deus.

As pessoas que creem em Deus e tomam a senda de buscar a verdade e ser aperfeiçoadas devem obedecer absolutamente ao Deus prático encarnado, adorar o Deus prático e verdadeiramente amar e obedecer ao Deus prático. Elas só podem ganhar o louvor de Deus e ser aperfeiçoadas por Deus fazendo isso. Se não tiverem um coração temente a Deus e não obedecerem realmente ao Deus prático, elas não terão a realidade da verdade. Todos os que não conseguem exaltar e testemunhar o Deus prático são genuínos anticristos. Todos os que apenas leem a palavra de Deus, mas põem o Deus prático de lado ou que não ousam reconhecer ou testemunhar o Deus prático são pessoas incompatíveis com Deus e inimigas de Deus. Todos os que negam, julgam e resistem ao Deus prático na presença do grande dragão vermelho serão punidos para sempre. É preciso verdade, confiança e coragem para exaltar e testemunhar o Deus prático. Independentemente de como Satanás e os demônios atacam, julgam e blasfemam o Deus prático, elas conseguem ficar firmemente do lado de Deus e sentir ainda mais ódio e maldições em seu coração pelos demônios e por Satanás e ainda mais amor pelo Deus prático. Independentemente de quanto sofrimento e tormento tenham suportado, elas ainda desejam ser testemunhas; mesmo apodrecendo na cadeia, elas crerão firmemente no Deus prático sem vacilar. Esse é alguém que verdadeiramente exalta e testemunha o Deus prático. As pessoas que realmente amam a Deus veem a fé no Deus prático como glória, esforçam-se de todo coração pelo Deus prático e são de um só coração e de uma só mente com o Deus prático. São pessoas verdadeiramente louvadas por Deus. Todos os que não conseguem verdadeiramente amar o Deus prático não podem ser salvos nem aperfeiçoados. Isso é absolutamente correto.

5 de março de 2013

Anterior:Uma pessoa que consegue verdadeiramente amar a Deus na batalha contra Satanás é uma pessoa aperfeiçoada por Deus

Próximo:Alcançar a compatibilidade com Cristo é o único critério para se obter a salvação e ser aperfeiçoado

Coisas que talvez lhe interessem