Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

O Pergaminho aberto pelo Cordeiro

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

Seleção das quatro passagens da palavra de Deus sobre “A verdade interior da obra de conquista”

1. A humanidade, tão profundamente corrompida por Satanás, não sabe que existe um Deus e parou de adorar a Deus. No início, quando Adão e Eva foram criados, a glória de Jeová e o testemunho de Jeová estiveram sempre presentes. Mas após ser corrompido, o homem perdeu a glória e o testemunho porque todos se rebelaram contra Deus e pararam de reverenciá-Lo completamente. A obra de conquista de hoje é resgatar todo o testemunho e toda a glória, e ter todos os homens adorando a Deus, para que haja testemunho entre as criaturas. É isto o que necessário ser feito neste estágio da obra. Como exatamente a humanidade deve ser conquistada? Isso se dará utilizando esta obra de palavras para convencer plenamente o homem; e utilizando a revelação, o julgamento, o castigo e a maldição impiedosa para subjugá-lo completamente; e revelando a rebeldia do homem e julgando sua resistência de modo que ele conheça a injustiça e imundície da humanidade, a qual será utilizada para realçar o caráter justo de Deus. Principalmente, será o uso dessas palavras que conquistará o homem e o convencerá plenamente. As palavras são os meios para a conquista final da humanidade, e todos os que aceitarem a conquista devem aceitar o golpe e julgamento das palavras. O atual processo de falar é o processo da conquista. Como exatamente devem as pessoas cooperar? Comendo e bebendo essas palavras efetivamente e as entendendo. As pessoas não podem ser conquistadas por elas mesmas. Elas devem, ao comer e beber essas palavras, passar a conhecer sua corrupção e imundície, sua rebeldia, e injustiça e prostrar-se diante de Deus. Se você puder entender a vontade de Deus e então colocá-la em prática, e além disso, ter a visão, e, se você puder obedecer completamente às palavras e não exercer nenhuma de suas próprias escolhas, então você terá sido conquistado. E terão sido essas palavras que conquistaram você. Por que a humanidade perdeu o testemunho? Porque ninguém mais tem fé em Deus ou mantém Deus em seu coração. Conquistar a humanidade significa restaurar essa fé nas pessoas. As pessoas sempre tendem ao mundo, nutrindo muitas esperanças, querendo muito para seus futuros e tendo muitas demandas extravagantes. Elas estão sempre pensando sobre e planejando para a sua carne e nunca interessadas em buscar o caminho de acreditar em Deus. Seus corações foram capturados por Satanás, elas perderam a reverência a Deus e estão devotando seus corações a Satanás. Mas o homem foi criado por Deus. Deste modo, o homem perdeu o testemunho, o que significa que ele perdeu a glória de Deus. O propósito da conquista da humanidade é resgatar a glória da reverência do homem a Deus.

de ‘A verdade interior da obra de conquista (1)’ em “A Palavra manifesta em carne”

2. A obra de conquista em curso é uma obra determinada a tornar óbvio qual será o fim do homem. Por que Eu digo que o castigo e julgamento de hoje são o julgamento diante do grande trono branco dos últimos dias? Você não vê isso? Por que a obra de conquista é a última fase? Não é precisamente para manifestar como cada classe de homem terminará? Não é para permitir que todo mundo, no decurso da obra de conquista de castigo e julgamento, mostre suas cores verdadeiras e, então, seja classificado posteriormente de acordo com o tipo? Em vez de dizer que isso é conquistar a humanidade, talvez seja melhor dizer que é mostrar como cada classe de homem terminará. Isto é, julgar os seus pecados e, então, mostrar as várias classes do homem, decidindo, deste modo, se eles são maus ou justos. Após a obra de conquista, vem a obra de recompensar o bom e punir o mau: as pessoas que obedecem completamente, isto é, as conquistadas plenamente, serão colocadas na próxima etapa de disseminar a obra para o universo inteiro; as não conquistadas serão colocadas nas trevas e encontrarão a calamidade. Assim, o homem será classificado de acordo com o tipo, os malfeitores agrupados com o mau, para nunca jamais verem a luz do sol, e os justos agrupados com o bom, para receber a luz e viver para sempre na luz. O fim está próximo para todas as coisas, o fim do homem foi claramente mostrado aos seus olhos, e todas as coisas serão classificadas de acordo com o tipo. Como então as pessoas podem escapar de sofrer essa classificação? A revelação do final de cada classe de homem é feita quando o final de todas as coisas estiver próximo, e é feito durante a obra de conquista do universo inteiro (incluindo todo a obra de conquista, começando pela presente obra). Esta revelação do final de toda a humanidade é feita diante do banco de julgamento, no decurso do castigo e no decurso da obra de conquista dos últimos dias.

de ‘A verdade interior da obra de conquista (1)’ em “A Palavra manifesta em carne”

3. O fim do homem não é algo que foi predestinado desde a criação do mundo. É porque, no começo, havia apenas uma classe, a qual coletivamente era chamada de “humanidade”, e porque, primeiro, o homem não havia sido corrompido por Satanás, e todos viviam na luz de Deus, sem escuridão caindo sobre eles. Mas após o homem ser corrompido por Satanás, todos os tipos e espécies de pessoas se espalharam por toda a terra – todos os tipos e espécies de pessoas que vieram da família coletivamente chamada de “humanidade”, que era composta por masculino e feminino. Elas foram guiadas por seus ancestrais para se dispersarem de seus ancestrais mais antigos – a humanidade que consistia em masculino e feminino (isto é, os originais Adão e Eva, seus mais antigos ancestrais). Neste ponto, somente pessoas sendo guiadas por Jeová para viver na terra foram os israelitas. Os vários tipos de pessoas que emergiram da totalidade de Israel (significando do clã da família original) então perderam a liderança de Jeová. Esses povos primitivos, completamente ignorantes das questões do mundo humano, seguiram, então, junto com seus ancestrais, para viver nos territórios que reivindicaram, até os dias de hoje. Assim, eles continuam no escuro sobre como se dispersaram de Jeová e como vêm sendo corrompidos até hoje por todas as espécies de demônios imundos e espíritos maus. Aqueles que têm sido mais profundamente corrompidos e envenenados até agora, a saber, os que terminantemente não podem ser resgatados, não terão escolha se não ir com os seus ancestrais – os demônios imundos que os corromperam. Aqueles que terminantemente podem ser resgatados irão para o destino apropriado da humanidade, quer dizer, ao fim reservado para os salvos e conquistados. Tudo será feito para salvar aqueles que podem ser salvos, mas para aquelas pessoas insensíveis e incuráveis, a única escolha será seguir seus ancestrais até o fundo do poço do castigo. Não pense que o seu fim foi predestinado desde o começo e somente agora foi revelado. Se você pensa desta forma, então esqueceu que, durante a criação inicial da espécie humana, nenhuma classe Satânica separada foi criada? Esqueceu que somente uma humanidade composta por Adão e Eva foi criada (quer dizer, somente masculino e feminino foram criados)? Se você foi um descendente de Satanás no começo, não significaria que, quando Jeová criou o homem, Ele incluiu um grupo Satânico? Poderia Ele ter feito alguma coisa como essa? Ele criou o homem pelo bem de Seu testemunho; Ele criou o homem pelo bem de Sua glória. Por que Ele teria intencionalmente criado uma classe de posteridade de Satanás para deliberadamente resistir a Ele? Poderia Jeová ter feito isso? Se sim, quem poderia dizer que Ele é um Deus justo? Quando Eu digo agora que alguns de vocês irão com Satanás no final, isto não significa que vocês estavam com Satanás no começo; em vez disso, isto significa que você afundou tão fundo que, mesmo Deus tendo tentado salvá-lo, você ainda não conseguiu ganhar essa salvação. Não há outra escolha a não ser classificá-lo com Satanás. Somente porque você é irresgatável, não porque Deus seja injusto com você, quer dizer, não porque Deus intencionalmente fixou o seu destino como um incorporado de Satanás e então o classifica com Satanás e propositalmente quer que você sofra. Esta não é a verdade interna da obra de conquista. Se é nisso que você acredita, então seu entendimento é muito parcial!

de ‘A verdade interior da obra de conquista (1)’ em “A Palavra manifesta em carne”

4. O estágio final da conquista destina-se a salvar pessoas e também revelar os finais das pessoas. É para revelar a degeneração das pessoas através do julgamento e, portanto, fazê-las se arrepender, levantar e perseguir a vida e o caminho correto da vida humana. É para despertar os corações das pessoas dormentes e obtusas e para mostrar, através do julgamento, suas rebeldias interiores. Contudo, se as pessoas continuarem incapazes de se arrepender, continuem incapazes de perseguir o caminho correto da vida humana e incapazes de desfazerem-se dessas corrupções, então elas se tornarão objetos irresgatáveis para Satanás as engolir. Este é o significado da conquista: salvar as pessoas e também mostrar o final delas. Bons finais, maus finais – todos eles são revelados pela obra de conquista. Se as pessoas serão salvas ou amaldiçoadas, isto tudo será revelado durante a obra de conquista.

de ‘A verdade interior da obra de conquista (1)’ em “A Palavra manifesta em carne”

5. Os últimos dias são quando todas as coisas serão classificadas de acordo com o tipo através da conquista. A conquista é a obra dos últimos dias; em outras palavras, julgar os pecados de cada pessoa é a obra dos últimos dias. De outra forma, como poderiam as pessoas serem classificados? A obra de classificação sendo feita entre vocês é o começo de tal obra no universo inteiro. Após isso, as pessoas de todas as nacionalidades, em todos os lugares, estarão também sujeitas à obra de conquista. Isto significa que cada pessoa na criação será classificada de acordo com o tipo, vindo diante do banco de julgamento para ser julgada. Nenhuma pessoa e nenhuma coisa pode escapar de sofrer esse castigo e julgamento, e nenhuma pessoa e nenhuma coisa pode contornar essa classificação por tipo; todo mundo será classificado por classes. Isto é porque o fim está próximo para todas as coisas, e todos os céus e terra chegam às suas conclusões. Como pode o homem escapar do final de sua existência?

de ‘A verdade interior da obra de conquista (1)’ em “A Palavra manifesta em carne”

6. Neste momento, Eu estou utilizando a obra nestas pessoas na China para revelar todo o caráter rebelde delas e desmascarar toda a sua feiura. Este é o pano de fundo para dizer tudo o que preciso dizer. Mais adiante, Eu farei a próxima etapa da obra de conquista de todo o universo. Eu utilizarei o Meu julgamento sobre vocês para julgar a injustiça de todo mundo em todo o universo, porque vocês são representantes dos rebeldes entre a humanidade. Aqueles que não puderem se erguer, se tornarão meramente contrastes e objetos de serviço, enquanto aqueles que puderem serão colocados a uso. Por que Eu digo que aqueles que não puderem se erguer servirão apenas como contraste? Porque todas as Minhas palavras e obra correntes objetivam suas experiências pregressas e porque vocês tornaram-se representantes e o epítome dos rebeldes entre toda a humanidade. Mais tarde, Eu levarei essas palavras que conquistam vocês para países estrangeiros e as usarei para conquistar as pessoas de lá, mesmo assim você não as ganhará. Isso não o tornaria um contraste? Os caracteres corruptos de toda a humanidade, os atos rebeldes do homem, as imagens e caras feias do homem, todos são registrados hoje nas palavras utilizadas para conquistar vocês. Então Eu utilizarei essas palavras para conquistar as pessoas de todas a nações e todos as denominações porque vocês são os modelos, o precedente. Contudo, Eu não me dispus a abandoná-los intencionalmente; se você falhar em se sair bem no seu propósito e, desta forma, provar ser incurável, você não seria simplesmente um objeto de serviço e um contraste?

de ‘A verdade interior da obra de conquista (1)’ em “A Palavra manifesta em carne”

7. Hoje é a fé que permite que você seja conquistado, e ser conquistado é o que permite que você creia em todos os atos de Jeová. É somente por causa da fé que você recebe esse tipo de castigo e julgamento. Através desses castigos e julgamentos, você é conquistado e aperfeiçoado. Sem o tipo de castigo e julgamento que você está recebendo hoje, sua fé seria em vão. Porque você não conhece Deus, não importa o quanto acredite Nele, sua fé continuará sendo apenas uma expressão vazia desconectada da realidade. É apenas após receber esse tipo de obra de conquista, que você se torna completamente obediente, que sua fé se torna verdadeira e confiável e seu coração se volta para Deus. Mesmo que você seja um tanto quanto julgado e amaldiçoado por causa dessa palavra “fé”, você tem a verdadeira fé e você recebe a coisa mais verdadeira, mais real e mais preciosa. Isto é porque, somente no decurso do julgamento, que você enxerga o destino final das criações de Deus; é neste julgamento que você enxerga que o Criador deve ser amado; é em tal obra de conquista que você enxerga o braço de Deus; é nesta conquista que você chega ao entendimento completo da vida humana; é nesta conquista que você ganha o caminho certo da vida humana e passa a entender o verdadeiro significado de “homem”; é somente nessa conquista que você enxerga o caráter justo do Todo-Poderoso e Seu semblante belo e glorioso; é nesta obra de conquista que você compreende a origem do homem e entende e toda a “história imortal” da humanidade; é nessa conquista que você passa a compreender os ancestrais da humanidade e a origem da corrupção da humanidade; é nesta conquista que você recebe alegria e conforto, assim como o interminável castigo, disciplina e as palavras de reprovação do Criador para a humanidade que Ele criou; nesta obra de conquista que você recebe bênçãos e recebe as calamidades que o homem deve receber… Isso tudo não é devido ao pouquinho de sua fé? Após ganhar essas coisas a sua fé não cresceu? Você não ganhou um montante formidável?

de ‘A verdade interior da obra de conquista (1)’ em “A Palavra manifesta em carne”

8. Talvez você diga que, se não tivesse fé, não sofreria esse tipo de castigo ou esse tipo de julgamento. Mas você deveria saber que, sem fé, você não apenas não seria capaz de receber esse tipo de castigo ou esse tipo de cuidado do Todo-Poderoso, mas perderia para sempre a oportunidade de ver o Criador. Você jamais saberia a origem da humanidade e nunca compreenderia o significado da vida humana. Mesmo que o seu corpo morra e sua alma parta, você continuaria sem entender todos os atos do Criador. Menos ainda você saberia que o Criador realizou uma grande obra com essa na terra após ter criado a humanidade. Como membro dessa humanidade que Ele criou, você está disposto a quedar-se incompreensivelmente assim nas trevas e sofrer punição eterna? Se você se separar do julgamento e castigo de hoje, o que você vai encontrar? Você pensa que, uma vez separado do presente julgamento, você será capaz de escapar dessa vida difícil? Não é verdade que, se você deixar “esse lugar”, o que você encontrará é uma dolorosa tormenta ou ferimentos cruéis infligidos pelo demônio? Talvez você encontre dias e noites insuportáveis? Você pensa que, só porque escapou desse julgamento de hoje, poderá fugir para sempre daquela futura tortura? O que será que virá em sua direção? Pode ser o Shangri-La que você espera? Você pensa que pode escapar do castigo eterno mais adiante simplesmente fugindo da realidade como está fazendo? Amanhã, será você capaz de encontrar esse tipo de oportunidade e esse tipo de benção novamente? Será você capaz de encontrá-los quando o desastre sobrevier a você? Será você capaz de encontrá-los quando toda a humanidade entrar no descanso? Sua atual vida feliz e harmoniosa familizinha podem substituir o seu futuro eterno destino? Se você tiver fé verdadeira e se você ganhar muito por causa de sua fé, então isso tudo é o que você – um ser criado – deveria ganhar e também o que você deveria ter tido. Esse tipo de conquista é o maior benefício para a sua fé e o maior benefício para a sua vida.

de ‘A verdade interior da obra de conquista (1)’ em “A Palavra manifesta em carne”

9. Hoje, você deve estar ciente de como ser conquistado e de como as pessoas se conduzem depois de terem sido conquistadas. Você pode dizer que foi conquistado, mas pode obedecer até a morte? Você deve ser capaz de seguir até o derradeiro momento, independentemente de haver ou não quaisquer perspectivas, e não deve perder a fé em Deus, seja qual for o ambiente. Por fim, você deve atingir dois aspectos do testemunho: o testemunho de Jó – obediência até a morte – e o testemunho de Pedro – o amor supremo por Deus. Em certo sentido, você deve ser como Jó: ele não tinha posses materiais e padecia de dores da carne; no entanto, não abandonou o nome de Jeová. Esse foi o testemunho de Jó. Pedro foi capaz de amar a Deus até a morte. Quando ele morreu – quando foi posto na cruz – ainda amava a Deus; não pensava em seus próprios projetos nem buscava esperanças gloriosas ou pensamentos extravagantes; buscava somente amar a Deus e obedecer aos arranjos de Deus. Esse é o padrão que você deve alcançar antes de poder ser considerado alguém que deu testemunho, antes que se torne alguém que foi aperfeiçoado depois de ter sido conquistado. Hoje, se as pessoas verdadeiramente conhecessem sua própria substância e status, será que ainda buscariam perspectivas e esperanças? O que você deve saber é isto: independentemente de Deus me tornar perfeito ou não, devo seguir a Deus; tudo que Ele faz agora é bom e pelo nosso bem, para que nosso caráter possa mudar e nós possamos nos livrar da influência de Satanás, a fim de nos permitir viver na terra da imundície e, não obstante, nos livrar da impureza, sacudir a imundície e a influência de Satanás, habilitando-nos a viver atrás da influência de Satanás.

de ‘A verdade interior da obra de conquista (2)’ em “A Palavra manifesta em carne”

10. De fato, a perfeição ocorre ao mesmo tempo que a conquista: conforme você for sendo conquistado, os primeiros efeitos de ser aperfeiçoado também são alcançados. As diferenças que há entre ser conquistado e ser aperfeiçoado são devidas ao grau de mudança nas pessoas. Ser conquistado é o primeiro passo de ser aperfeiçoado, e isso não significa que elas tenham sido completamente aperfeiçoadas, nem prova que foram completamente ganhas por Deus. Depois que as pessoas foram conquistadas, ocorrem algumas mudanças em seu caráter, mas tais mudanças estão bem longe das que existem nas pessoas que foram completamente ganhas por Deus. Hoje, o que é feito é a obra inicial de aperfeiçoar as pessoas – conquistá-las – e, se você não consegue ser conquistado, então não terá meios de ser aperfeiçoado e ser completamente ganho por Deus. Você apenas ganhará algumas poucas palavras de castigo e julgamento, mas essas serão incapazes de mudar completamente seu coração. Desse modo, você será um dos eliminados; não será em nada diferente de olhar para um suntuoso banquete sobre a mesa, mas não comer. Não é trágico? Assim, você deve buscar mudanças: quer seja ser conquistado ou aperfeiçoado, ambos se referem a haver mudanças em você ou não, e se você é obediente ou não; isso determina se você pode ou não ser ganho por Deus. Saiba que “ser conquistado” e “ser aperfeiçoado” baseiam-se simplesmente na extensão da mudança e da obediência, assim como na pureza de seu amor por Deus. O que é necessário hoje é que você seja completamente aperfeiçoado, mas no começo você deve ser conquistado – você deve ter suficiente conhecimento do castigo e do julgamento de Deus, deve ter fé para seguir, e ser alguém que busca mudanças e que haja efeitos. Só então você será alguém que busca ser aperfeiçoado. Vocês devem entender que, no processo de aperfeiçoamento, serão conquistados e que, no processo de serem conquistados, serão aperfeiçoados. Hoje, você pode buscar ser aperfeiçoado ou passar por mudanças em sua humanidade externa e por melhorias em seu calibre, mas é da maior importância que você possa entender que tudo que Deus faz hoje tem significado e é benéfico: permite que você, que vive numa terra de imundície, escape dela e a sacuda; permite que você supere a influência de Satanás e deixe para trás a escura influência de Satanás – concentrando-se nessas coisas, você está protegido nesta terra de imundícies. Por fim, que testemunho você será solicitado a dar? Você vive numa terra de imundície, mas é capaz de se tornar santo, e não ser mais imundo e impuro; você vive sob o império de Satanás, mas se afasta da influência dele e não é possuído nem assediado por Satanás, e vive nas mãos do Todo-Poderoso. Esse é o testemunho e a prova da vitória na batalha contra Satanás. Você é capaz de abandonar Satanás, o que você vive não revela Satanás, mas é o que Deus exigiu que o homem alcançasse quando Ele o criou: humanidade normal, racionalidade normal, percepção normal, determinação normal de amar a Deus, lealdade a Deus. Esse é o testemunho dado por uma criatura de Deus.

de ‘A verdade interior da obra de conquista (2)’ em “A Palavra manifesta em carne”

11. A obra dos últimos dias rompe com todas as regras e, seja você amaldiçoado ou punido, desde que ajude a Minha obra e seja benéfico à obra de conquista hoje, e independentemente de você ser descendente de Moabe ou filho do grande dragão vermelho, desde que cumpra com o dever de uma criatura de Deus neste estágio da obra, e faça o melhor que puder, então o devido efeito será alcançado. Você é filho do grande dragão vermelho e é descendente de Moabe; em suma, todos que são de carne e sangue são criaturas de Deus e foram feitos pelo Criador. Você é uma criatura de Deus; não deveria ter nenhuma escolha e esse é seu dever. Naturalmente, hoje a obra do Criador está dirigida ao universo inteiro. Independentemente de quem você é descendente, acima de tudo você é uma das criaturas de Deus, vocês – os descendentes de Moabe – fazem parte das criaturas de Deus, é apenas que vocês têm menor valor. Uma vez que, hoje, a obra de Deus é realizada entre todas as criaturas e dirigida ao universo inteiro, o Criador tem liberdade para selecionar qualquer povo, questões ou coisas para realizar Sua obra. Ele não se importa de quem você costumava descender; desde que você seja uma de Suas criaturas, e desde que seja benéfico à Sua obra – a obra de conquista e testemunho – Ele realizará Sua obra em você sem qualquer escrúpulo. Isso destrói as concepções tradicionais das pessoas segundo as quais Deus nunca fará obra nenhuma entre os gentios, especialmente não entre aqueles que foram amaldiçoados e são baixos; quanto aos que foram amaldiçoados, suas próximas gerações também serão para sempre amaldiçoadas e elas nunca terão chance de salvação; Deus nunca descerá nem operará numa terra de gentios, e nunca porá os pés numa terra de imundície, pois Ele é santo. Saiba que Deus é o Deus de todas as criaturas. Ele detém o domínio dos céus, da terra e de todas as coisas, e não é somente o Deus do povo de Israel. Assim, esta obra na China é da maior significação e não se espalhará por todas as nações? O grande testemunho do futuro não se limitará à China; se Deus apenas conquistasse vocês, os demônios poderiam ser convencidos? Eles não entendem ser conquistados, nem o grande poder de Deus, e somente quando o povo escolhido de Deus através de todo o universo contemplar os efeitos finais desta obra é que todas as criaturas serão conquistadas. Ninguém é mais atrasado ou corrupto do que os descendentes de Moabe. Somente se essas pessoas puderem ser conquistadas – essas que são as mais corruptas, que não reconhecem Deus nem acreditam que existe um Deus para conquistá-las e reconhecem Deus com suas palavras, louvam-No e são capazes de amá-Lo – é que este será o testemunho da conquista. Embora vocês não sejam Pedro, vivem à imagem de Pedro; vocês são capazes de possuir o testemunho de Pedro, e o de Jó, e esse é o maior dos testemunhos.

de ‘A verdade interior da obra de conquista (2)’ em “A Palavra manifesta em carne”

12. O resultado a ser obtido com a obra de conquista é basicamente que a carne do homem pare de se rebelar, quer dizer, que sua mente adquira um novo entendimento de Deus, que seu coração obedeça inteiramente a Deus, e que ele resolva ser de Deus. O modo como o temperamento ou a carne da pessoa muda não determina que ela tenha ou não sido conquistada. Em vez disso, quando seu pensamento, sua consciência e seu sentido mudam – quer dizer, quando a sua atitude mental toda muda – é que você foi conquistado por Deus. Quando você resolveu obedecer e adotou uma nova mentalidade, quando não introduz nenhuma de suas noções ou intenções nas palavras e na obra de Deus, e quando seu cérebro pode pensar normalmente, quer dizer, quando você pode se despender por Deus de todo o coração – esse tipo de pessoa é alguém totalmente conquistado.

de ‘A verdade interior da obra de conquista (3)’ em “A Palavra manifesta em carne”

13. No âmbito da religião, muitas pessoas sofrem em não insignificante medida a vida inteira, subjugando seu corpo e carregando sua cruz, inclusive sofrendo e tolerando até o último suspiro! Algumas ainda estão em jejum na manhã em que falecem. A vida inteira se negam bons alimentos e bom vestuário, enfatizando somente o sofrimento. Elas são capazes de subjugar o corpo e renunciar à carne. Seu espírito de tolerar o sofrimento é elogiável. Mas o pensamento dessas pessoas, suas noções, sua atitude mental e inclusive sua antiga natureza, não se lidou absolutamente com nada disso. Elas não têm um verdadeiro entendimento de si mesmas. Sua imagem mental de Deus é a tradicional, com um Deus vago e abstrato. Sua determinação de sofrer por Deus resulta de seu zelo e de sua natureza positiva. Mesmo que acreditem em Deus, elas não O compreendem nem conhecem Sua vontade. Estão apenas trabalhando às cegas por Deus e sofrendo às cegas por Ele. Não dão nenhum valor a ter discernimento e pouco se importam em garantir que seu serviço realmente execute a vontade de Deus. Menos ainda elas sabem como atingir um entendimento de Deus. O Deus a quem servem não é Deus em Sua imagem original, mas um Deus que elas mesmas inventaram, um Deus de quem ouviram falar, ou um Deus lendário, encontrado na literatura. Então, usam sua vívida imaginação e seu coração obediente a Deus para sofrer por Ele e assumir por Deus a obra que Deus quer realizar. O serviço que elas prestam é por demais inexato, de tal modo que não existe praticamente ninguém verdadeiramente servindo a Deus de uma maneira que satisfaça Sua vontade. Não importa quanto as pessoas estejam dispostas a sofrer, sua perspectiva original sobre o serviço e sua imagem mental de Deus continuam sem mudar porque elas não passaram pelo julgamento e pelo castigo de Deus e por Seu refinamento e perfeição, e porque ninguém as conduziu com a verdade. Ainda que acreditem em Jesus, o Salvador, nenhuma delas jamais viu o Salvador. Elas só O conhecem pelas lendas e por ouvir dizer. Dessa maneira, seu serviço equivale a não mais do que servir a esmo, de olhos fechados, como um cego servindo ao próprio pai. O que, no final, pode ser alcançado por meio desse tipo de serviço? E quem o aprovaria? Do começo ao fim, o serviço dessas pessoas nunca muda. Elas recebem apenas lições criadas pelo homem e baseiam seu serviço somente em sua naturalidade e no que elas mesmas gostam. Que recompensa isso poderia obter? Nem mesmo Pedro, que viu Jesus, sabia como servir de uma maneira que satisfizesse a vontade de Deus. Não foi senão no fim, na velhice, que ele acabou entendendo. O que isso diz sobre os homens cegos com que não se lidou nem passaram por alguma obra de poda, e que não tiveram ninguém para guiá-los? Não é uma grande parte do serviço de vocês hoje como o dessas pessoas cegas? Todos os que não receberam julgamento, não receberam uma obra de poda nem se lidou com eles e não mudaram, não são esses os conquistados de modo incompleto? Qual o uso dessas pessoas? Se o modo como você pensa, compreende a vida e compreende Deus não mostra nenhuma mudança nova e não resulta em nenhum ganho real, mesmo pequeno, você nunca alcançará algo de notável em seu serviço! Sem uma visão e sem um novo entendimento da obra de Deus você não pode ser uma pessoa conquistada. Sua maneira de seguir a Deus então será como a dos que sofrem e jejuam – será de pouco valor! É precisamente porque há pouco testemunho no que fazem que Eu digo que o serviço delas é fútil! Ao longo de sua vida inteira, essas pessoas sofrem, passam tempo na prisão e, a todo momento, aturam, enfatizam o amor e a bondade e carregam sua cruz. São difamadas e rejeitadas pelo mundo e experimentam toda sorte de privações. Obedecem até o fim, mas ainda assim não são conquistadas e não podem oferecer testemunho de serem conquistadas. Sofreram em não pequena medida, mas em seu interior não conhecem absolutamente a Deus. Não se lidou com nenhum de seus antigos pensamentos, nenhuma de suas velhas noções, práticas religiosas e compreensões produzidas pelo homem e ideias humanas. Não existe nelas qualquer entendimento novo. Nenhuma parcela de seu entendimento de Deus é verdadeira ou exata. Elas entenderam errado a vontade de Deus. Isso pode servir a Deus? Seja como for que você tenha entendido Deus no passado, suponha que você mantém esse entendimento hoje e continua a basear seu entendimento de Deus em suas próprias noções e ideias, não importa o que Deus faça. Quer dizer, suponha que você não possui um novo e verdadeiro entendimento de Deus e não conhece a verdadeira imagem de Deus e Seu verdadeiro caráter. Suponha que seu entendimento de Deus ainda é guiado pelo pensamento feudal e supersticioso e ainda seja resultado da imaginação e de noções humanas. Se é esse o caso, então você não foi conquistado. Meu objetivo ao dizer todas essas palavras a você agora é permitir-lhe compreender e usar esse conhecimento para que o conduza a um novo e exato entendimento. Elas também são dirigidas a livrá-lo das velhas noções e do velho conhecimento que você carrega em seu íntimo de modo a que venha a possuir uma nova compreensão. Se você verdadeiramente come e bebe as Minhas palavras, então sua compreensão mudará consideravelmente. Desde que mantenha um coração obediente enquanto come e bebe as palavras de Deus, sua perspectiva mudará. Se você puder aceitar os repetidos castigos, sua antiga mentalidade mudará gradualmente. À medida que sua antiga mentalidade for inteiramente substituída pela nova, sua prática também mudará de acordo. Desse modo, seu serviço se tornará cada vez mais certeiro, cada vez mais capaz de satisfazer a vontade de Deus. Se você puder mudar sua vida, seu entendimento da vida e suas muitas noções sobre Deus, então sua naturalidade gradualmente diminuirá. Isso, e nada menos do que isso, é o resultado da conquista do homem por Deus; essa é a mudança que será vista no homem. Se, ao acreditar em Deus, tudo que você sabe é subjugar seu corpo e aturar e sofrer, e se você não tem clareza de estar fazendo o certo ou o errado, e muito menos para quem, então como esse tipo de prática pode levar à mudança?

de ‘A verdade interior da obra de conquista (3)’ em “A Palavra manifesta em carne”

14. Vocês devem compreender que o que estou exigindo de vocês não é que seu corpo seja mantido em cativeiro ou que seu cérebro seja controlado e impedido de ter pensamentos arbitrários. Esse não é o objetivo da obra nem a obra que precisa ser feita agora. […] Vocês precisam compreender a obra de Deus e conhecer sua natureza, sua substância e sua antiga vida. Vocês precisam especialmente saber quais são as práticas errôneas passadas e seus comportamentos humanos. Para mudar, vocês devem começar mudando seu pensamento. Primeiro, substituam seu antigo modo de pensar pelo novo, deixando que seus novos pensamentos governem suas palavras, ações e sua vida. Isso é o que está sendo pedido agora de cada um de vocês. Não pratiquem às cegas nem sigam às cegas. Vocês devem ter uma base e um alvo. Não se enganem. Vocês devem saber exatamente para o que é sua fé em Deus, o que deve ser ganho com isso, e em que vocês devem entrar neste exato momento. É imperativo que você saiba disso tudo.

de ‘A verdade interior da obra de conquista (3)’ em “A Palavra manifesta em carne”

15. Quando mudar sua compreensão dos feitos de Deus, quando você tiver um novo entendimento da verdade de tudo que Deus diz, e quando seu entendimento interior for elevado, sua vida irá melhorar. Tudo que as pessoas fazem e dizem agora é prático. Essas não são doutrinas, mas, sim, o que as pessoas precisam em sua vida e o que deveriam possuir. Essa é a mudança que acontece no homem durante a obra de conquista, a mudança que o homem deve experimentar, e é o resultado de o homem ter sido conquistado. Quando você tiver mudado seu pensamento, adotado uma nova atitude mental, se desvencilhado de suas noções e intenções, e de seus raciocínios lógicos passados, descartado aquelas coisas profundamente enraizadas em seu íntimo, e quando tiver ganho um novo entendimento da fé em Deus, então os testemunhos que você dá serão elevados e todo o seu ser terá verdadeiramente mudado. Todas essas são as coisas mais práticas, mais realistas e mais fundamentais – coisas que, no passado, foram difíceis para as pessoas tocar, e coisas com as quais não podiam entrar em contato. Elas são a verdadeira obra do Espírito.

de ‘A verdade interior da obra de conquista (3)’ em “A Palavra manifesta em carne”

16. Na conclusão de toda a obra de conquista, é imperativo que todos vocês entendam que Deus não é apenas o Deus dos israelitas, mas, sim, o Deus de toda a criação. Ele criou toda a humanidade, não somente os israelitas. Se você diz que Deus é o Deus dos israelitas somente, ou que é impossível que Deus tenha encarnado em alguma outra nação fora de Israel, então você ainda não alcançou absolutamente nenhum entendimento do curso da obra de conquista e não está reconhecendo de jeito nenhum que Deus é o seu Deus. Tudo que você está reconhecendo é que Deus se mudou de Israel para a China e está sendo forçado a ser seu Deus. Se ainda é assim que você vê as coisas, então Minha obra em você tem sido infrutífera e você não entendeu nada do que Eu disse. No final, se você, como Mateus, escrever novamente uma genealogia para Mim, encontrar para Mim um ancestral apropriado e encontrar para Mim uma raiz correta – de tal modo que Deus tenha duas genealogias para Suas duas encarnações – não seria essa então a maior piada do mundo? Não teria você, essa “pessoa bem-intencionada” que Me encontrou uma genealogia, se tornado alguém que dividiu Deus? Você é capaz de assumir o ônus desse pecado? Após toda essa obra de conquista, se você ainda não acredita que Deus é o Deus de toda a criação, se você ainda acha que Deus é o Deus dos israelitas somente, não é você alguém que resiste abertamente a Deus? O propósito de conquistar você hoje é fazê-lo reconhecer que Deus é o seu Deus e o Deus do outro e, ainda mais importante, o Deus de todos que O amam e o Deus de toda a criação. Ele é o Deus dos israelitas e o Deus do povo do Egito. É o Deus dos britânicos e o Deus dos americanos. Ele não é apenas o Deus de Adão e Eva, mas também o Deus de todos os descendentes de Adão e Eva. Ele é o Deus de todas as coisas nos céus e de todas as coisas na terra.

de ‘A verdade interior da obra de conquista (3)’ em “A Palavra manifesta em carne”

17. A família israelita e todas as famílias de gentios estão igualmente nas mãos de um único Deus. Não só ele operou em Israel por milhares de anos e nasceu uma vez na Judeia, como hoje Ele está descendo na China, esse lugar onde o grande dragão vermelho está deitado enrodilhado. Se nascer na Judeia faz Dele o Rei dos judeus, então descer entre todos vocês hoje não faz Dele o Deus de vocês? Ele liderou os israelitas e nasceu na Judeia e também nasceu numa terra de gentios. Não é toda a Sua obra em prol de toda a humanidade que Ele criou? Ele ama os israelitas cem vezes e detesta os gentios mil vezes? Não é essa a noção de vocês? São vocês que não reconhecem Deus; não é que Deus nunca foi seu Deus. São vocês que rejeitam Deus; não é que Deus não esteja disposto a ser o Deus de vocês. Quem, dentre os criados, não está nas mãos do Todo-Poderoso? Na conquista de vocês hoje, o objetivo não é fazê-los reconhecer que Deus não é senão seu Deus? Se vocês ainda insistem que Deus é o Deus dos israelitas somente, e ainda insistem que a casa de Davi em Israel é a origem do nascimento de Deus, e que nenhuma outra nação além de Israel está qualificada para “produzir” Deus, e menos ainda qualquer família de gentios é capaz de receber pessoalmente a obra de Jeová – se você ainda pensa dessa maneira, então isso não faz de você um cabeça-dura obstinado? Não fique sempre fixado em Israel. Deus está bem aqui, entre vocês, hoje. Também não fiquem olhando sempre para o céu. Parem de ansiar por Deus no céu! Deus veio para estar entre vocês, então como Ele pode estar no céu? Não faz muito tempo que você acredita em Deus, e no entanto tem muitas noções a respeito Dele, a ponto de não ousar, nem por um segundo, pensar que o Deus dos israelitas dignar-se-ia agraciá-los com Sua presença. Menos ainda vocês ousam pensar sobre como poderiam ver Deus fazer uma aparição pessoal, uma vez que são tão insuportavelmente imundos. Vocês também nunca pensaram sobre como Deus poderia pessoalmente descer numa terra de gentios. Ele deve descer no Monte Sinai ou no Monte das Oliveiras e aparecer aos israelitas. Não são os gentios (isto é, as pessoas fora de Israel) todos objeto de Seu asco? Como Ele poderia operar pessoalmente entre eles? Todas essas são noções profundamente enraizadas que vocês vêm desenvolvendo ao longo de muitos anos. O propósito de conquistar vocês hoje é destruir essas suas noções. Desse modo, vocês viram Deus aparecer pessoalmente entre vocês, não no Monte Sinai ou no Monte das Oliveiras, mas em meio a pessoas que Ele nunca conduziu no passado.

de ‘A verdade interior da obra de conquista (3)’ em “A Palavra manifesta em carne”

18. Depois de Deus ter feito dois estágios de Sua obra em Israel, os israelitas e os gentios igualmente terminaram formando esta noção: embora seja verdade que Deus criou todas as coisas, Ele está disposto a ser o Deus somente dos israelitas, não o Deus dos gentios. Os israelitas acreditam no seguinte: Deus só pode ser nosso Deus, não o Deus de vocês, gentios, porque vocês não reverenciam Jeová; Jeová – nosso Deus – detesta vocês. Os judeus ainda acreditam nisto: o Senhor Jesus assumiu nossa imagem, a imagem do povo judeu, e é um Deus que leva a marca do povo judeu. É entre nós que Deus opera. A imagem de Deus e a nossa imagem são similares; nossa imagem é próxima da de Deus. O Senhor Jesus é o Rei de nós, judeus; os gentios não estão qualificados para receber tão grande salvação. O Senhor Jesus é a oferta pelo pecado para nós, judeus. Foi simplesmente com base nesses dois estágios da obra que os israelitas e o povo judeu formaram todas essas noções. De modo dominador, reivindicam Deus para si mesmos e não permitem que Deus seja também o Deus dos gentios. Assim, Deus se tornou um vazio no coração dos gentios. Isso é porque todos passaram a acreditar que Deus não quer ser o Deus dos gentios e que Ele só gosta dos israelitas – Seu povo eleito – e Ele gosta dos judeus, especialmente dos discípulos que O seguiram. Você não sabe que a obra que Jeová e Jesus fizeram é para a sobrevivência de toda a humanidade? Você agora reconhece que Deus é o Deus de todos vocês nascidos fora de Israel? Deus não está bem aqui, entre vocês, hoje? Isso não pode ser um sonho, pode? Vocês não aceitam essa realidade? Vocês não ousam acreditar nisso ou pensar sobre isso. Não importa como veem a questão, Deus não está bem aqui, entre vocês? Vocês ainda têm medo de acreditar nessas palavras? Deste dia em diante, não são todas as pessoas conquistadas e todos que querem ser seguidores de Deus o povo escolhido de Deus? Não são todos vocês, que hoje são seguidores, o povo escolhido fora de Israel? O seu status não é o mesmo dos israelitas? Não é isso tudo que vocês devem reconhecer? Não é esse o objetivo da obra de conquistar vocês? Uma vez que vocês podem ver Deus, então Ele será seu Deus para sempre, desde o começo e futuro adentro. Ele não os abandonará, desde que todos vocês estejam dispostos a segui-Lo e ser suas leais e obedientes criações.

de ‘A verdade interior da obra de conquista (3)’ em “A Palavra manifesta em carne”

19. O que significa ser aperfeiçoado? O que significa ser conquistado? Quais critérios uma pessoa precisa preencher para ser conquistada? E quais critérios uma pessoa precisa preencher para ser aperfeiçoada? Tanto conquistar quanto aperfeiçoar servem o objetivo de operar o ser humano para que ele possa retornar a sua semelhança original e se libertar de seu caráter satânico corrompido e da influência de Satanás. Esta conquista acontece no início do processo de operar o ser humano, quer dizer, é o primeiro passo da obra. Aperfeiçoar é o segundo passo ou a obra de conclusão. Cada ser humano precisa passar pela fase de ser conquistado; se não, não seria capaz de conhecer Deus e não saberia que existe um Deus, quer dizer, ele não seria capaz de reconhecer Deus. E se uma pessoa não reconhece Deus, seria impossível que fosse completada por Deus porque não preencheria os critérios para a completação. Se você nem reconhece Deus, como poderia ser capaz de conhecê-Lo? E como iria buscá-Lo? Você também seria incapaz de dar testemunho Dele, muito menos de ter a fé para satisfazê-Lo. Então, para qualquer pessoa que queira ser completada, o primeiro passo é passar pela obra de conquista. Esta é a primeira condição. Mas seja conquistar ou aperfeiçoar, cada qual é pelo objetivo de operar o ser humano e transformá-lo, e cada qual é um item na obra de gerenciar o homem. Esses dois passos são os requerimentos para transformar alguém em uma pessoa completa; nenhum desses passos pode ser omitido. É verdade que “ser conquistado” não parece muito bacana, mas, na verdade, o processo de conquistar alguém é o processo de mudá-lo. Depois de ser conquistado, é possível que você não tenha se livrado por completo de seu caráter corrompido, mas terá sabido. Por meio da obra de conquista, você vai passar a conhecer a sua baixa humanidade e também vai conhecer muito da sua desobediência. Apesar de ser incapaz de descartar ou mudar essas coisas no curto período da obra de conquista, você vai passar a conhecê-las. Isto estabelece a fundação para o seu aperfeiçoamento. Então, tanto a conquista quanto o aperfeiçoamento são feitos para transformar o homem, ambos feitos para livrar o homem de seu corrompido caráter satânico para que ele possa se entregar inteiramente a Deus. É só que ser conquistado é o primeiro passo para transformar o caráter humano e também é o primeiro passo para que o homem se entregue completamente a Deus; um passo que é mais baixo do que ser aperfeiçoado. O caráter de vida de uma pessoa conquistada se transforma muito menos do que o de uma pessoa aperfeiçoada. Ser conquistado e ser aperfeiçoado são conceitualmente diferentes entre si porque são fases diferentes da obra e porque colocam as pessoas em padrões diferentes, com a conquista colocando-as sob padrões mais baixos e o aperfeiçoamento, em padrões mais altos. As pessoas aperfeiçoadas são justas, são pessoas tornadas santas e puras; elas são cristalizações da obra de gerenciar a humanidade, ou os produtos finais. Apesar de não serem humanos sem culpa são pessoas que buscam viver de vidas significativas. Mas e os conquistados? Eles apenas reconhecem verbalmente que Deus existe; reconhecem que o Próprio Deus se encarnou, que a Palavra aparece na carne e que Deus veio à terra para fazer a obra do julgamento e do castigo. Também reconhecem que o julgamento e o castigo de Deus, além de Sua ferida e refinamento, são todos benéficos ao homem. Quer dizer, estão apenas começando a ter semelhança humana e têm uma certa compreensão da vida, mas ainda não têm nada disso com clareza. Em outras palavras, estão apenas começando a possuir humanidade. Estes são os resultados de ser conquistado. Quando as pessoas entram no caminho do aperfeiçoamento, seu antigo caráter pode ser transformado. Além do mais, suas vidas continuam crescendo, e, gradualmente, elas entram mais profundamente na verdade. Elas são capazes de desprezar o mundo e desprezar todos aqueles que não buscam a verdade. Elas desprezam especialmente a si mesmas, mas, mais do que isso, claramente conhecem a si mesmas. Estão dispostas a viver de acordo com a verdade e fazem com que seja seu objetivo buscar a verdade. Não estão dispostas a viver no âmbito dos pensamentos gerados por seu próprio cérebro e sentem desprezo pela hipocrisia, altivez e orgulho do homem. Falam com um forte senso de decoro, dão conta das coisas com discernimento, são possuidoras de sabedoria e são fielmente obedientes a Deus. Se experimentam algum caso de castigo e julgamento, além de não se tornarem passivas ou fracas, também se sentem agradecidas por isso. Elas não podem viver sem o castigo e o julgamento de Deus; são capazes de receber Sua proteção por meio disso. Elas não seguem uma fé de paz e alegria e de buscar o pão para satisfazer a fome. Também não correm atrás de prazeres carnais temporários. É isto que os aperfeiçoados possuem.

de ‘A verdade interior da obra de conquista (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”

20. Você diz que reconhece Deus encarnado e que reconhece que a Palavra aparece na carne, mas, mesmo assim, faz algumas coisas pelas costas Dele e não age da maneira como Ele quer que você aja e não O teme. Será que isto é reconhecer Deus? Você reconhece o que Ele diz, mas se recusa a colocar em prática até essas coisas que você é capaz de fazer e não se submete ao modo Dele. Será que isto é reconhecimento? Você O reconhece, mas a sua mentalidade é apenas de se proteger contra Ele, nunca reverenciá-Lo. Se você viu e reconheceu Sua obra e sabe que Ele é Deus, mas ainda assim permanece morno e totalmente imutável, então você continua sendo uma pessoa não conquistada.

de ‘A verdade interior da obra de conquista (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”

21. Uma pessoa conquistada tem de fazer tudo o que pode; ela quer entrar e alcançar verdades mais elevadas apesar de ainda não ser capaz de fazê-lo. E apenas porque é limitada no que pode absorver que suas práticas são restritas e limitadas. Mas, no mínimo, ela precisa fazer tudo que está dentro de sua capacidade. Se você puder fazer estas coisas, é devido à obra de conquista. Suponha que você diga: “Considerando que Ele é capaz de oferecer tantas palavras que o homem não pode, se Ele não é Deus, quem é?”. Ter este tipo de pensamento não significa que você reconhece Deus. Se reconhece Deus, você tem que mostrar isso por meio de suas ações. Liderar uma igreja, mas ser incapaz de fazer justiça, cobiçar dinheiro e sempre desviar o dinheiro da igreja em segredo para o seu próprio bolso – por acaso isto é reconhecer que existe um Deus? Deus é todo-poderoso e deve ser temido. Como é que você pode não temer se realmente reconhece que existe um Deus? Como é que você pode ter feito coisas assim tão desprezíveis? Será que isso pode ser chamado de crer? Você realmente O reconhece? Será em Deus que você crê? Aquilo em que você crê é um Deus vago; é por isso que você não teme! Aqueles que verdadeiramente reconhecem e conhecem Deus, eles todos O temem e têm medo de fazer qualquer coisa que se oponha a Ele ou que vá contra sua consciência; temem especialmente fazer qualquer coisa que saibam ser contra a vontade de Deus. Apenas isto pode ser considerado como reconhecimento da existência de Deus. O que você deve fazer quando os seus pais o impedem de crer em Deus? Como você pode amar a Deus quando seu marido descrente a trata bem? E como você pode amar a Deus quando os irmãos e as irmãs desprezam você? Se você O reconhece, então vai agir de maneira apropriada e viver a realidade em todas estas situações. Se você não conseguir agir de maneira concreta, mas apenas dizer que reconhece a existência de Deus, então não passa de um tagarela! Você diz que crê Nele e que O reconhece. Mas de que maneira você O reconhece? De que maneira você crê Nele? Você O teme? Você O reverencia? Você O ama bem no fundo do seu ser? Quando você está aflito e não tem ninguém em quem se apoiar, sente que Deus deve ser amado, mas depois esquece tudo. Isso não é amar a Deus nem crer em Deus! O que Deus quer que o homem alcance em última instância? Todos os estados que Eu mencionei, como pensar que você é grande coisa, sentir que entende tudo bem rápido, controlar os outros, achar-se superior aos outros, julgar as pessoas por sua aparência, provocar pessoas honestas, cobiçar o dinheiro da igreja e assim por diante – depois de ser conquistado, deve dar para perceber que você está livre de uma porção de tais caracteres satânicos corrompidos.

de ‘A verdade interior da obra de conquista (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”

22. A obra de conquista efetuada em vocês é da mais profunda importância. Por um lado, o motivo dessa obra é aperfeiçoar um grupo de pessoas, quer dizer, aperfeiçoá-las num grupo de vencedores, como o primeiro grupo de pessoas que foram completadas, significando as primícias. Por outro lado, é deixar que os seres criados aproveitem o amor de Deus, recebam a maior salvação de Deus e recebam a salvação completa de Deus, deixar que o homem desfrute não apenas da misericórdia e benignidade, mas, mais importante, do castigo e do julgamento. Desde a criação do mundo até agora, tudo que Deus fez em Sua obra é amor, sem nenhum ódio pelo homem. Até o castigo e o julgamento que você viu também são amor, um amor mais verdadeiro e mais real, um amor que leva o homem ao modo correto da vida humana. Por um outro lado ainda, é dar seu testemunho perante Satanás. E, por mais um lado, é preparar a base para disseminar a futura obra do evangelho. Todo a obra que Ele fez tem o motivo de guiar as pessoas ao modo correto da vida humana, para que elas possam ter a vida normal da humanidade, porque o homem não sabe como levar a vida. Sem essa orientação, você só seria capaz de levar uma vida vazia, só seria capaz de levar uma vida sem valor e sem sentido, e não saberia de jeito nenhum como ser uma pessoa normal. Este é o significado mais profundo de conquistar o homem.

de ‘A verdade interior da obra de conquista (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”

23. Todos vocês vivem em um lugar de pecado e libertinagem; vocês são todos libertinos e pecadores. Hoje, vocês, além de serem capazes de ver Deus, também, ainda mais importante, receberam castigo e julgamento, receberam essa salvação mais profunda, quer dizer, receberam o maior amor de Deus. Tudo que Ele faz é amor verdadeiro por vocês, Ele não tem má intenção. É por causa dos seus pecados que Ele os julga, para que vocês se auto-examinem e recebam esta tremenda salvação. Tudo isto é feito para operar o ser humano. Do início ao fim, Deus tem feito o Seu máximo para salvar o homem, e Ele certamente não está disposto a destruir completamente os homens que Ele criou com Suas próprias mãos. Agora Ele veio até vocês para operar; será que isto não é ainda mais salvação? Se Ele odiasse vocês, será que Ele ainda faria uma obra de tal magnitude para guiá-los pessoalmente? Por que Ele sofreria assim? Deus não odeia vocês nem tem nenhuma intenção maldosa para com vocês. Vocês devem saber que o amor de Deus é o amor mais verdadeiro. É apenas por causa da desobediência das pessoas que Ele precisa salvá-las por meio do julgamento; se não, elas não seriam salvas. Como vocês não sabem como levar a vida ou como viver, e vivem neste lugar libertino e pecaminoso e são demônios libertinos e imundos, Ele não aguenta permitir que se tornem ainda mais depravados; também não aguenta ver vocês vivendo em um lugar imundo como este, sendo pisoteados por Satanás de acordo com sua vontade, nem aguenta permitir que vocês caiam no Hades. Ele apenas quer ganhar este grupo de vocês e salvá-los completamente. Esta é a principal razão de fazer a obra de conquista em vocês – é apenas pela salvação.

de ‘A verdade interior da obra de conquista (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”

24. Se você não é capaz de ver que tudo feito em você é amor e salvação, se acha que é apenas um método, uma maneira de atormentar o homem e é algo em que não se pode confiar, então é melhor voltar para o seu mundo para sofrer dor e dificuldade! Se você está disposto a estar nesta corrente e apreciar este julgamento e esta imensa salvação, aprecie toda esta bênção que não pode ser encontrada em lugar nenhum do mundo humano e aprecie este amor, então permaneça nesta corrente de maneira submissa para aceitar a obra de conquista para que você possa ser aperfeiçoado. Apesar de agora estar sofrendo uma certa dor e refinamento por causa do julgamento, esta dor é valiosa e significativa. Apesar de o castigo e o julgamento serem refinamentos e revelações impiedosas ao homem, com a intenção de punir seus pecados e punir sua carne, nenhuma parte dessa obra tem a intenção de condenar e extinguir sua carne. Todas as revelações severas da palavra têm a intenção de guiá-lo ao caminho correto. Vocês experimentaram pessoalmente tanto dessa obra e, claramente, ela não os levou a um caminho do mal! Tudo isso é para permitir que você viva uma humanidade normal; tudo isso é algo que a sua humanidade normal é capaz de alcançar. Cada passo da obra é feito com base nas suas necessidades, de acordo com as suas fraquezas e de acordo com a sua verdadeira estatura; nenhum fardo insuportável é colocado sobre vocês. Apesar de ser incapaz de enxergar isto com clareza agora e achar que estou sendo severo com você, apesar de continuar pensando que a razão por que Eu o castigo e julgo todos os dias e o repreendo todos os dias é por Eu odiá-lo, e apesar de você receber castigo e julgamento, na realidade, é tudo amor por você e também uma grande proteção a você. Se você não é capaz de apreender o significado mais profundo dessa obra, então simplesmente não há como você prosseguir em sua experiência. Você deve se sentir reconfortado com essa salvação. Não se recuse a tomar consciência. Depois de ter chegado assim tão longe, você deveria enxergar claramente a importância dessa obra de conquista. Você não deve mais manter uma visão assim!

de ‘A verdade interior da obra de conquista (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior:Seleção das quatro passagens da palavra de Deus sobre “O mistério da encarnação”

Próximo:As duas encarnações completam o significado da encarnação

Coisas que talvez lhe interessem