3. Quais danos e consequências resultam se as noções e imaginações permanecem não resolvidas?

Palavras de Deus relevantes:

As noções das pessoas podem não ter efeito algum sobre o que elas comem ou como dormem, e podem não impactar sua vida humana normal, mas realmente existem na mente das pessoas e em seus pensamentos, elas se agarram às pessoas como uma sombra, seguindo-as por todo canto, o tempo todo. A menos que você as remova constantemente, elas controlarão constantemente seu comportamento e seu pensamento, controlarão seu julgamento, controlarão seu conhecimento de Deus, e controlarão seu relacionamento com Deus. Noções são um problema importante. As pessoas terem noções sobre Deus é como uma parede colocada entre elas e Deus, uma que as impede de ver a verdadeira face de Deus, que as impede de ver o verdadeiro caráter e a verdadeira essência de Deus — pois as pessoas vivem entre suas noções e entre suas imaginações e usam suas noções para determinar se Deus está certo ou errado e para avaliar, condenar e julgar tudo o que Deus faz. Em que tipo de estado as pessoas são frequentemente mergulhadas ao fazerem isso? As pessoas podem realmente se submeter a Deus quando vivem entre suas noções? Podem ter fé verdadeira em Deus? Não, não podem. Mesmo quando elas realmente se submetem um pouco, é de acordo com as próprias noções e imaginações. Assim que se submete de acordo com suas noções e imaginações, a pessoa se torna contaminada por coisas pessoais que são de Satanás e do mundo exterior, e que estão em desacordo com a verdade. O problema das noções das pessoas sobre Deus é sério; é uma questão crucial entre o homem e Deus que precisa ser resolvida urgentemente. Todos que vêm diante de Deus trazem noções, trazem toda forma de suspeita sobre Deus. Assim, também, pode-se dizer que trazem uma infinidade de equívocos sobre Deus diante de tudo que Deus lhes concede, diante de Seus arranjos e orquestrações. E com que tipo de relacionamento com Deus eles deparam? As pessoas se equivocam constantemente sobre Deus, suspeitam constantemente de Deus e usam os próprios padrões constantemente para avaliar se Deus está certo ou errado, para avaliar cada uma de Suas palavras e a obra que Ele faz toda vez. O que é esse comportamento? Elas estão se rebelando, se opondo, condenando, blasfemando, emitindo juízo, competindo com Deus — e, em casos mais sérios, “duelando” com Ele. Na instância mais grave, as noções das pessoas as deixam incapazes de aceitar o Próprio Deus verdadeiro, de aceitar e obedecer à verdade, e então elas ficam propensas a negar a existência de Deus e a abandonar o Deus que seguem. Isso é um problema aterrorizante.

Extraído de ‘Somente ao resolver suas noções alguém pode entrar na trilha certa da crença em Deus (1)’ em “Registros das falas de Cristo”

Saibam que vocês se opõem à obra de Deus ou usam suas próprias noções para medir a obra de hoje porque não conhecem os princípios da obra de Deus e porque não levam a obra do Espírito Santo suficientemente a sério. Sua oposição a Deus e a obstrução da obra do Espírito Santo são causadas por suas noções e por sua arrogância inerente. Não é porque a obra de Deus está errada, mas porque vocês são naturalmente muito desobedientes. Depois de encontrarem sua crença em Deus, algumas pessoas nem conseguem dizer com certeza de onde o homem veio, mas ousam fazer pronunciamentos públicos avaliando os erros e os acertos da obra do Espírito Santo. E eles até ensinam os apóstolos que têm a nova obra do Espírito Santo, fazendo comentários e falando fora de hora; sua humanidade é muito baixa, e não há o menor sentido neles. Não chegará o dia em que tais pessoas serão rejeitadas pela obra do Espírito Santo e queimadas pelo fogo do inferno? Elas não conhecem a obra de Deus, em vez disso, a criticam, e também tentam instruir Deus como operar. Como pessoas tão irracionais podem conhecer Deus? O homem conhece Deus durante o processo de buscá-Lo e experimentá-Lo; não é criticando Deus por impulso que ele passa a conhecê-Lo por meio da iluminação do Espírito Santo. Quanto mais preciso o conhecimento das pessoas sobre Deus se torna, menos elas se opõem a Ele. Em contrapartida, quanto menos as pessoas conhecem Deus, maior a probabilidade de se oporem a Ele. Suas noções, sua antiga natureza e sua humanidade, caráter e perspectiva moral são o “capital” com o qual você resiste a Deus e, quanto mais corrupto, degradado e vil você se torna, mais inimigo de Deus você é. Aqueles que têm noções fortes e um caráter hipócrita são ainda mais inimigos de Deus encarnado; tais pessoas são os anticristos. Se suas noções não forem corrigidas, elas sempre estarão contra Deus; você nunca será compatível com Deus e sempre estará separado Dele.

[…] O homem pensa que suas noções são corretas e sem erros, e pensa que essas noções vêm de Deus. Hoje, quando o homem testemunha a obra de Deus, ele libera as noções que se acumularam ao longo de muitos anos. As imaginações e as ideias do passado se tornaram uma obstrução à obra deste estágio, e tornou-se difícil para o homem abandonar tais noções e refutar essas ideias. As noções de muitos daqueles que seguiram Deus até hoje em relação a esta obra feita passo a passo tornaram-se cada vez mais penosas, e essas pessoas gradualmente formaram uma inimizade teimosa contra Deus encarnado. A fonte desse ódio está nas noções e nas imaginações do homem. Elas se tornaram os inimigos da obra de hoje, obra que está em desacordo com as noções do homem. Isso aconteceu precisamente porque os fatos não permitem que o homem dê asas à sua imaginação e, além disso, não podem ser facilmente refutados pelo homem, e as noções e as imaginações do homem não toleram a existência de fatos e, além disso, porque ele não dá atenção à exatidão e veracidade dos fatos, e simplesmente solta suas noções, e emprega sua própria imaginação. Só se pode dizer que isso é culpa das noções do homem, e não se pode dizer que seja culpa da obra de Deus. O homem pode imaginar o que ele quiser, mas não pode disputar livremente qualquer estágio da obra de Deus ou qualquer parte dela; o fato da obra de Deus é inviolável pelo homem.

Extraído de ‘Conhecer os três estágios da obra de Deus é a senda para conhecer Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Se usam as próprias noções para medir e delimitar Deus, como se Ele fosse uma estátua de argila imutável, e se delimitam Deus completamente dentro dos parâmetros da Bíblia e O restringem num escopo limitado da obra, isso prova então que vocês condenaram Deus. Porque os judeus da era do Antigo Testamento supunham que Deus era um ídolo de forma fixa que eles guardavam em seus corações, como se Deus só pudesse ser chamado de Messias, e só Aquele que era chamado de Messias pudesse ser Deus, e porque a humanidade servia e adorava a Deus como se Ele fosse uma estátua de argila (sem vida), eles pregaram o Jesus daquele tempo na cruz, sentenciando-O à morte — o inocente Jesus foi assim condenado à morte. Deus era inocente de qualquer ofensa, mas o homem se recusou a poupá-Lo e insistiu em sentenciá-Lo à morte, e assim Jesus foi crucificado. O homem sempre acredita que Deus é imutável e O define com base em um único livro, a Bíblia, como se o homem tivesse um entendimento perfeito da gestão de Deus, como se o homem tivesse tudo que Deus faz na palma da mão. As pessoas são ridículas ao extremo, arrogantes ao extremo, e todas têm uma queda pelo exagero. Independentemente de quão grande seja o seu conhecimento de Deus, ainda digo que você não conhece Deus, que você é alguém que se opõe a Deus ao extremo, que você condena Deus, porque você é totalmente incapaz de obedecer à obra de Deus e de andar na senda de ser aperfeiçoado por Deus. Por que Deus nunca está satisfeito com as ações do homem? Porque o homem não conhece Deus, porque tem noções demais, e porque seu conhecimento de Deus não condiz com a realidade, mas, ao contrário, repete monotonamente o mesmo tema sem variação e usa a mesma abordagem para toda situação. Assim, tendo vindo à terra hoje, mais uma vez Deus foi pregado na cruz pelo homem.

Extraído de ‘Os perversos certamente serão punidos’ em “A Palavra manifesta em carne”

Se as noções e imaginações das pessoas não são tratadas, torna-se muito fácil fazerem coisas que causam interrupções e interferência. Em casos mais sérios, as noções das pessoas podem produzir nelas todo tipo de resistência à encarnação de Deus, o que leva você a questionar Cristo e o torna incapaz de aceitá-Lo, ao mesmo tempo em que também afeta sua aceitação da verdade e entrada na verdade-realidade. Em casos ainda mais sérios, as várias noções das pessoas sobre a obra de Deus as levam a negar a obra de Deus, as maneiras em que Deus opera e a soberania e os arranjos de Deus — caso em que elas não têm nenhuma esperança de salvação. Não importa qual é o aspecto de Deus sobre o qual as pessoas têm noções, por trás dessas noções se escondem caracteres corruptos, que podem fazer com que esses caracteres corruptos piorem, dando às pessoas um pretexto ainda maior para abordar a obra de Deus, o Próprio Deus e o caráter de Deus usando seus próprios caracteres corruptos. E isso não as encoraja a resistir a Deus com seus caracteres corruptos? Essa é a consequência de noções para o homem.

Extraído de ‘Somente ao resolver suas noções alguém pode entrar na trilha certa da crença em Deus (1)’ em “Registros das falas de Cristo”

Esse homem não pode obedecer a Deus porque está possuído pelo que veio antes. As coisas que vieram antes deram às pessoas todo tipo de noções e imaginações sobre Deus e se tornaram a imagem de Deus em sua mente. Portanto, elas creem em suas próprias noções e nos padrões de sua própria imaginação. Se você compara o Deus que faz a obra verdadeira hoje com o Deus de sua própria imaginação, então sua fé vem de Satanás e está contaminada com suas próprias preferências — Deus não quer esse tipo de fé. Independentemente de quão elevadas sejam suas credenciais e independentemente de sua dedicação — mesmo que tenham dedicado uma vida inteira de esforços à Sua obra e tenham se martirizado — Deus não aprova ninguém com uma fé igual a essa. Ele meramente lhes dá um pouco da graça e lhes permite desfrutá-la por um tempo. Pessoas assim são incapazes de colocar a verdade em prática. O Espírito Santo não opera dentro delas, e Deus eliminará cada uma à sua vez.

Extraído de ‘Em sua fé em Deus você deve obedecer a Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Quando Deus Se torna carne e vem operar entre os homens, todos O contemplam e ouvem as Suas palavras e veem os feitos que Deus opera de dentro de Seu corpo de carne. Naquele momento, todas as noções do homem se tornam uma espuma. Quanto àqueles que viram Deus aparecendo na carne, eles não hão de ser condenados, se voluntariamente Lhe obedecerem, enquanto aqueles que propositalmente se colocam contra Ele serão considerados oponentes de Deus. Tais pessoas são anticristos, inimigos que deliberadamente se contrapõem a Deus. Aqueles que abrigam noções em relação a Deus, mas ainda estão prontos Lhe obedecer e desejosos de fazê-lo não serão condenados. Deus condena o homem com base nas intenções e ações deste, jamais pelos pensamentos e ideias do homem. Se Deus fosse condenar o homem com base em seus pensamentos e ideias, então nem uma única pessoa seria capaz de escapar das mãos iradas de Deus. Aqueles que deliberadamente se colocam contra o Deus encarnado serão punidos por sua desobediência. Em relação a essas pessoas que deliberadamente ficam contra Deus, sua oposição intencional provém do fato de abrigarem noções sobre Deus, o que as levam, por sua vez, a ações que interrompem a obra de Deus. Essas pessoas resistem e destroem a obra de Deus intencionalmente. Elas não só possuem noções sobre Deus, mas se metem em atividades que interrompem a Sua obra, e é por esse motivo que as pessoas desse tipo hão de ser condenadas. Aqueles que não interrompem a obra de Deus deliberadamente não hão de ser condenados como pecadores, pois são capazes de obedecer voluntariamente e não se envolver em atividades que causam interrupção e perturbação. Pessoas assim não hão de ser condenadas. Entretanto, quando as pessoas vivenciaram a obra de Deus por muitos anos, se elas continuarem a manter noções sobre Deus e permanecerem incapazes de conhecer a obra do Deus encarnado e se, não importa quantos anos elas tenham vivenciado a Sua obra, elas continuarem a estar cheias de noções sobre Deus e ainda forem incapazes de vir a conhecê-Lo, então, mesmo que não se envolvam em atividades interrompedoras, seu coração, não obstante, estiver cheio de noções sobre Deus, e mesmo que essas noções não se tornem aparentes, pessoas assim não servem para nada na obra de Deus. Elas são incapazes de divulgar o evangelho para Deus ou de dar testemunho Dele. Pessoas assim são inúteis e imbecis. Por que elas não conhecem a Deus e, além do mais, são completamente incapazes de se livrar de suas noções sobre Ele, elas estão, portanto, condenadas. Pode-se dizer assim: é normal que os novatos na fé mantenham noções sobre Deus ou não saibam nada Dele, mas para quem tem acreditado em Deus por muitos anos e experimentado uma grande parte de Sua obra, não seria normal que tal pessoa continuasse a manter noções, e seria ainda menos normal que alguém assim não tivesse nenhum conhecimento de Deus. É porque isso não é um estado normal que ele é condenado. Essas pessoas anormais são todas um lixo; são as que mais se opõem a Deus e que desfrutaram da graça de Deus inutilmente. Todas as pessoas assim hão de ser eliminadas no fim!

Extraído de ‘Todos os que não conhecem a Deus são pessoas que se opõem a Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior: 2. Quais noções o homem nutre sobre Deus e a obra de Deus?

Próximo: 4. Como se resolvem suas noções e imaginações sobre Deus?

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Conteúdo relacionado

1. Se o verdadeiro Deus que criou os céus e a terra e todas as coisas é um ou três

Há somente um Deus, somente uma pessoa nesse Deus, e somente um Espírito de Deus, tanto quanto está escrito na Bíblia que “existe somente um Espírito Santo e um só Deus”. Independentemente de se o Pai e o Filho de que você fala existem, há um só Deus no final das contas, e a substância do Pai, do Filho e do Espírito Santo em que você crê é a substância do Espírito Santo. Em outras palavras, Deus é um Espírito, mas Ele consegue Se tornar carne e viver entre os homens, assim como estar acima de todas as coisas. Seu Espírito é todo-inclusivo e onipresente. Ele pode estar simultaneamente na carne e em todo o universo. Já que todas as pessoas dizem que Deus é o único Deus verdadeiro, então há um único Deus, que não é divisível arbitrariamente por ninguém! Deus é um só Espírito e somente uma pessoa; e esse é o Espírito de Deus.

1. O que é seguir a vontade de Deus, e se seguir a vontade de Deus é apenas pregar e trabalhar para o Senhor

Imagine que você seja capaz de trabalhar para Deus, mas não obedeça a Deus e não consiga amar a Deus autenticamente. Desse modo, você não só não terá cumprido o dever de uma criatura de Deus, como também será condenado por Deus porque é alguém que não possui a verdade, que é incapaz de obedecer a Deus e que é desobediente a Deus. Você só se interessa em trabalhar para Deus e não tem interesse em pôr a verdade em prática nem em conhecer-se. Você não compreende nem conhece o Criador, não obedece nem ama o Criador. Você é alguém inerentemente desobediente a Deus, e pessoas assim não são prezadas pelo Criador.

3. Crentes precisam ser capazes de identificar os falsos pastores e anticristos a fim de se livrar da religião e retornar para Deus

Ele que é a encarnação de Deus deve possuir a substância divina, e Ele que é a encarnação de Deus deve possuir a expressão de Deus. Já que Deus Se torna carne, Ele levará adiante a obra que precisa fazer, e já que Deus Se torna carne, Ele expressará o que Ele é e será capaz de trazer a verdade ao homem, conceder vida ao homem e mostrar o caminho ao homem. Carne que não contém a substância de Deus certamente não é o Deus encarnado; disso não há dúvida. Para investigar se é a carne encarnada de Deus, o homem deve determinar isso a partir do caráter que Ele expressa e das palavras que Ele fala. O que quer dizer, se é ou não a carne encarnada de Deus, se é ou não o verdadeiro caminho deve ser julgado pela Sua substância. E assim, ao determinar[a] se é a carne do Deus encarnado, a chave é prestar atenção na Sua substância (Sua obra, Suas palavras, Seu caráter e muito mais), em vez de na aparência exterior. Se o homem olha apenas a Sua aparência exterior e ignora a Sua substância, então isso mostra a ignorância e a ingenuidade do homem.

1. Por que Deus tem nomes diferentes em eras diferentes e o significado de Seus nomes

Em todas as eras em que Deus faz Sua própria obra pessoalmente, Ele utiliza um nome que convém à era de forma a resumir a obra que Ele pretende fazer. Ele utiliza esse nome em particular, que possui significado temporal, para representar Seu caráter naquela era. Isso é Deus utilizando a linguagem da humanidade para expressar Seu próprio caráter.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro