8. Qual é a diferença entre entender a verdade e entender doutrina?

Palavras de Deus relevantes:

Chegar a um entendimento genuíno do significado verdadeiro das palavras de Deus não é uma questão simples. Não pense deste jeito: “Eu consigo interpretar o significado literal das palavras de Deus, e todos dizem que minha interpretação é boa e me dão um sinal de aprovação, então isso significa que entendo as palavras de Deus”. Isso não é o mesmo que entender as palavras de Deus. Se você ganhou alguma luz nas declarações de Deus e teve uma sensação do significado verdadeiro de Suas palavras, e se você puder expressar a intenção por trás de Suas palavras e que efeito elas alcançarão no fim, então, uma vez que você tenha um entendimento claro de todas essas coisas, você pode ser considerado como tendo algum nível de entendimento das palavras de Deus. Assim, entender as palavras de Deus não é tão simples assim. Só porque você pode dar uma explicação floreada do significado literal das palavras de Deus, isso não significa que você as entende. Não importa o quanto você possa explicar seu significado literal, sua explicação ainda se baseia em imaginação e no modo de pensar humanos. É inútil! Como você pode entender as palavras de Deus? A chave é buscar a verdade a partir de dentro delas; somente dessa maneira você pode entender verdadeiramente o que Ele diz. Sempre que Deus fala, Ele certamente não fala meras generalidades. Cada sentença que Ele profere contém detalhes que certamente serão revelados mais adiante nas palavras de Deus, e eles podem ser expressados diferentemente. O homem não pode sondar as maneiras pelas quais Deus expressa a verdade. As declarações de Deus são muito profundas e não podem ser sondadas pela maneira de pensar humana. As pessoas podem descobrir o sentido inteiro de cada aspecto da verdade, contanto que façam um esforço; se você fizer isso, então, ao experimentá-las, os detalhes remanescentes serão preenchidos completamente enquanto o Espírito Santo esclarecer você, dando-lhe assim um entendimento desses estados concretos. Uma parte é entender as palavras de Deus e buscar seu conteúdo específico através de sua leitura. A outra parte é entender as implicações das palavras de Deus, experimentando-as e obtendo esclarecimento do Espírito Santo. É principalmente através desses dois meios que se alcança um entendimento verdadeiro das palavras de Deus. Se você interpretar Suas palavras literalmente ou pela lente de seu próprio pensamento ou imaginação, então o seu entendimento das palavras de Deus não é real, não importa o quão eloquentemente você possa interpretá-las. Você pode até tirar seu significado de contexto e interpretá-las de modo errôneo, e fazer isso é ainda mais problemático. Assim, a verdade é obtida primeiramente por receber a iluminação do Espírito Santo ganhando conhecimento das palavras de Deus. Entender o significado literal de Suas palavras ou ser capaz de explicá-las não conta como ter ganhado a verdade. Se você só precisasse interpretar o significado literal das Suas palavras, então qual seria a importância da iluminação do Espírito Santo? Nesse caso, você só precisaria ter certo nível de educação, e os incultos estariam todos em uma situação bem aflitiva. A obra de Deus não é algo que possa ser compreendido pelo cérebro humano. Um entendimento verdadeiro das palavras de Deus confia sobretudo em ter a iluminação do Espírito Santo; tal é o processo de ganhar a verdade.

Extraído de ‘Como conhecer a natureza do homem’ em “Registros das falas de Cristo”

A verdade que o homem precisa possuir se encontra na palavra de Deus e é uma verdade que é a mais benéfica e útil para a humanidade. É o tônico e o sustento de que o corpo de vocês necessita; algo que ajuda o homem a recuperar sua humanidade normal. É uma verdade com a qual o homem deveria estar equipado. Quanto mais vocês praticarem a palavra de Deus, mais rapidamente a vida de vocês se desenvolverá; e mais clara a verdade se tornará. À medida que crescerem em estatura, vocês verão as coisas do mundo espiritual mais nitidamente, e mais força terão para triunfar sobre Satanás. Grande parte da verdade que vocês não compreendem será esclarecida quando vocês praticarem a palavra de Deus. A maioria das pessoas está satisfeita com simplesmente entender o texto da palavra de Deus e se concentrar em equipar-se com doutrinas, em vez de aprofundar sua experiência na prática, mas esse não é o caminho dos fariseus? Então, como a expressão “A palavra de Deus é vida” pode ser real para elas? A vida de uma pessoa não pode crescer simplesmente por ler a palavra de Deus, mas somente quando Sua palavra é posta em prática. Se a sua crença é que entender a palavra de Deus é tudo o que é necessário para se ter vida e estatura, então sua compreensão está distorcida. A verdadeira compreensão da palavra de Deus ocorre quando você pratica a verdade, e você deve entender que “somente por praticar a verdade ela poderá alguma vez ser entendida”. Hoje, depois de ler a palavra de Deus, você pode dizer apenas que a conhece, mas não pode dizer que a entende. Alguns dizem que a única maneira de praticar a verdade é entendendo-a primeiro, mas isso é apenas parcialmente correto, e certamente não é totalmente exato. Antes de ter conhecimento sobre uma verdade, você não a experimentou. Sentir que você entende algo que ouve em um sermão não é entendimento verdadeiro — isso é simplesmente tomar posse das palavras literais da verdade e não é o mesmo que entender o verdadeiro significado ali contido. Só ter um conhecimento superficial da verdade não significa que você realmente a entende ou tem conhecimento sobre ela; o verdadeiro significado da verdade vem de tê-la experimentado. Portanto, somente quando experimenta a verdade é que você a pode entender, e somente então você consegue entender as partes ocultas dela. Aprofundar sua experiência é a única maneira de compreender as conotações e entender a essência da verdade.

Extraído de ‘Quando compreender a verdade, você deve colocá-la em prática’ em “A Palavra manifesta em carne”

Se vocês leram muito da palavra de Deus, mas só entendem o significado do texto, e não têm conhecimento direto da palavra de Deus através de experiências práticas, então vocês não conhecerão a palavra de Deus. No que diz respeito a você, a palavra de Deus não é vida, mas apenas letras sem vida. Se você só vive em obediência a letras sem vida, então não é capaz de captar a essência da palavra de Deus, nem entenderá a vontade de Deus. Somente quando você experimentar a Sua palavra em suas experiências reais o significado espiritual da palavra de Deus se abrirá para você, e é somente através da experiência que você consegue compreender o significado espiritual de muitas verdades e desvendar os mistérios da palavra de Deus. Se você não a colocar em prática, então não importa quão clara ela seja, tudo o que você compreendeu são letras e doutrinas vazias, que se tornaram regulamentos religiosos para você. Não é isso o que os fariseus faziam? Se vocês praticam e experienciam a palavra de Deus, ela se torna prática para vocês; se você não buscar praticá-la, então, para você, ela é pouco mais que a lenda do terceiro céu. Na verdade, o processo de crer em Deus é o de vocês vivenciarem a Sua palavra, assim como serem ganhos por Ele, ou, falando ainda mais claramente, acreditar em Deus é ter o conhecimento e o entendimento de Sua palavra e experimentá-la e vivê-la; tal é a realidade por trás de sua crença em Deus. Se vocês acreditam Nele e esperam a vida eterna sem procurar praticar a palavra de Deus como algo que vocês têm dentro de vocês, então são tolos. Isso seria como ir a um banquete e apenas olhar para a comida e memorizar as coisas deliciosas sem de fato provar nada. Uma pessoa dessas não seria tola?

Extraído de ‘Quando compreender a verdade, você deve colocá-la em prática’ em “A Palavra manifesta em carne”

Depois de ter sua própria experiência, você pode então falar sobre o conhecimento que deveria ter daquilo que vivenciou. Além disso, você também é capaz de distinguir entre aqueles cujo conhecimento é real e prático e aqueles cujo conhecimento é baseado em doutrina e é inútil. Portanto, se o conhecimento que você professa está ou não de acordo com a verdade depende em grande parte de sua experiência prática dele. Onde houver verdade em sua experiência, seu conhecimento será prático e valioso. Através de sua experiência, você é capaz também de ganhar discernimento e percepção, de aprofundar seu conhecimento e ampliar sua sabedoria e bom senso sobre como você deve se comportar. O conhecimento expressado por pessoas que não possuem a verdade é doutrina, por mais altivo que possa ser. Esse tipo de pessoas pode muito bem ser muito inteligente quando se trata de questões da carne, mas não consegue fazer distinções quando se trata de questões espirituais. O motivo é que essas pessoas não têm nenhuma experiência de questões espirituais. Elas são pessoas que não são esclarecidas sobre questões espirituais e não entendem assuntos espirituais. Seja qual for o tipo de conhecimento que você expressa, contanto que seja seu ser, então é sua experiência pessoal, seu conhecimento real. O que as pessoas que falam apenas de doutrina discutem — sendo essas aquelas pessoas que não possuem nem a verdade nem realidade — também pode ser chamado o ser deles, pois chegaram à sua doutrina só através de profunda contemplação e é resultado de profunda ruminação. No entanto, é apenas doutrina, nada mais do que imaginação!

Extraído de ‘A obra de Deus e a obra do homem’ em “A Palavra manifesta em carne”

Se uma pessoa não buscar a verdade, ela jamais a entenderá. Você pode recitar dez mil vezes as letras e doutrinas, mas elas continuarão sendo apenas letras e doutrinas. Algumas pessoas dizem apenas: “Cristo é a verdade, o caminho e a vida”. Mesmo que repita isso dez mil vezes, continuará sendo inútil; você não tem entendimento de seu sentido. Por que se diz que Cristo é a verdade, o caminho e a vida? Você consegue articular o conhecimento que você ganhou sobre essa experiência? Você entrou na realidade da verdade, do caminho e da vida? Deus professou Suas palavras para que vocês possam experimentá-las e ganhar conhecimento; meramente recitar letras e doutrinas é inútil. Você só pode conhecer a si mesmo após ter entendido e entrado nas palavras de Deus. Se você não entender as palavras de Deus, você não poderá conhecer a si mesmo. Você só consegue discernir quando tem a verdade; sem a verdade, você não pode discernir. Você só pode entender um assunto plenamente quando você tem verdade; sem a verdade, você não pode entender um assunto. Você só pode conhecer a si mesmo quando tem a verdade; sem a verdade, você não pode conhecer a si mesmo. Seu caráter só pode mudar quando você tem a verdade; sem a verdade, seu caráter não pode mudar. Somente depois de ter a verdade é que você pode servir de acordo com a vontade de Deus; sem a verdade, você não pode servir de acordo com a vontade de Deus. Somente depois de ter a verdade, você pode adorar a Deus; sem a verdade, sua adoração não será nada além da execução de ritos religiosos. Todas essas coisas dependem de ganhar a verdade a partir das palavras de Deus.

Extraído de ‘Como conhecer a natureza do homem’ em “Registros das falas de Cristo”

Vocês se desviaram em seus resumos da verdade; depois de fazer todos esses resumos, eles só renderam regras. Os “resumos da verdade” de vocês não são feitos para que as pessoas ganhem vida ou alcancem mudanças em seu carácter a partir da verdade. Em vez disso, eles fazem as pessoas dominarem alguns conhecimentos e doutrinas provenientes da verdade. Elas aparentam ter entendido o propósito por trás da obra de Deus, quando na verdade apenas dominaram algumas palavras e doutrinas. Elas não entendem o significado pretendido da verdade; não é diferente de estudar teologia ou ler a Bíblia. Você compila esses livros ou aqueles materiais, e assim as pessoas vêm a possuir esse aspecto da doutrina e aquele aspecto do conhecimento. Elas são oradores de doutrinas de primeira categoria — mas o que acontece quando terminam de falar? Elas são incapazes de experimentar, não têm compreensão da obra de Deus, nem têm compreensão alguma de si mesmas. No fim, tudo que ganharam são fórmulas e regras, e elas conseguem falar sobre essas poucas coisas e nada mais. Se Deus fizesse algo novo, você seria capaz de combinar todas as doutrinas que conhece com a nova? Aquelas coisas suas são apenas regras e você só está fazendo as pessoas estudar teologia, não lhes permitindo experimentar a palavra de Deus nem a verdade. Portanto, aqueles livros que você compila só podem trazer os outros à teologia e ao conhecimento, a novas fórmulas e a regras e convenções. Não podem trazer as pessoas para diante de Deus nem lhes permite entender a verdade ou a vontade de Deus. Você está pensando que, ao levantar aquelas questões uma após a outra, às quais você então responde e para as quais escreve esboços e resumos, seus irmãos e irmãs terão facilidade de entender e acha que, além de serem fáceis de lembrar, essas questões ficam claras num piscar de olhos e que essa é uma ótima maneira de fazer as coisas. Mas o que as pessoas estão entendendo não é o real significado pretendido da verdade e não corresponde à realidade — são apenas palavras e doutrinas. Então seria melhor se você não fizesse nenhuma dessas coisas. Fazer isso é levar as pessoas a entender e dominar o conhecimento. Você traz as pessoas para as doutrinas, para a religião, e faz com que elas sigam a Deus e acreditem Nele dentro das doutrinas religiosas. Isso não é ser tal como Paulo? Vocês acham que dominar o conhecimento da verdade é particularmente importante, e assim estão aprendendo de cor muitos trechos das palavras de Deus. Mas como as pessoas entendem a palavra de Deus não é nada importante. Vocês acham que é extremamente importante que as pessoas sejam capazes de memorizar muitas das palavras de Deus, sejam capazes de falar muita doutrina e descobrir muitas fórmulas dentro das palavras de Deus. Por isso, vocês sempre querem sistematizar essas coisas para que todos continuem estudando pela mesma cartilha, dizendo as mesmas coisas e falando sobre as mesmas doutrinas, para que tenham assim o mesmo conhecimento e observem as mesmas regras — esses são os seus objetivos. Parece que vocês estão fazendo isso em prol de as pessoas ganharem entendimento, quando, ao contrário, vocês não têm ideia de que isso é trazê-las para o meio de regras que estão fora da palavra de Deus a verdade. Para permitir que as pessoas tenham um entendimento real da verdade, você precisa conectás-la com a realidade e com a obra e precisa resolver os problemas práticos de acordo com a palavra de Deus a verdade. Só dessa maneira as pessoas podem entender a verdade e entrar na realidade, e só alcançar tal resultado é realmente trazer as pessoas para diante de Deus. Se tudo que você fala são teorias espirituais, doutrinas e regras, se você só se esforça nas palavras literais, tudo que consegue alcançar é pessoas dizendo as mesmas coisas e seguindo as regras, mas você não será capaz de orientar as pessoas para entender a verdade. Você será particularmente incapaz de fazer com que as pessoas entendam melhor a si mesmas, que alcancem o arrependimento e a transformação. Se a capacidade de falar sobre teorias espirituais pudesse substituir a entrada das pessoas na verdade-realidade, vocês não seriam necessários para liderar as igrejas.

Extraído de ‘Sem a verdade, uma pessoa é suscetível de ofender a Deus’ em “Registros das falas de Cristo”

As pessoas que não entendem nem amam a verdade com frequência tomam a verdade como uma interpretação, como teoria — e o que acontece com elas? Quando se deparam com uma questão, depois de terem crido em Deus por anos, elas não conseguem vê-lo como realmente é nem são capazes de se submeter, ou de buscar a verdade; quando as pessoas se comunicam com elas, elas respondem com suas “famosas palavras de sabedoria”: “Poupe-me — eu entendo tudo isso. Eu já pregava antes mesmo que você fosse capaz de andar!” Essas são suas famosas palavras. Se elas entendem tudo, por que não conseguem dar conta quando se deparam com uma questão? Se você entende, por que não consegue colocar em prática? Por que a questão o desconcerta? Por que você fica preso nela? Você entende ou não? Se entende, por que não consegue obedecer? Se entende, por que não consegue aceitar? Qual é a primeira coisa que as pessoas deveriam fazer depois de entender a verdade? Elas deveriam obedecer e nada mais. Algumas pessoas dizem: “Eu entendo tudo isso. Ninguém deveria me comunicar nada — não preciso da ajuda de ninguém”. Elas podem renunciar à ajuda de outros, mas é uma pena que, quando estão fracas, a doutrina que elas entendem seja totalmente inútil e que elas até parem de cumprir seu dever. Algumas nem querem mais acreditar em Deus. Elas passaram todos esses anos pregando a teoria teológica, mas desistem de sua fé e recuam num piscar de olhos. Existe estatura nisso? (Não.) E não haver estatura significa não haver vida. Se você tivesse vida, por que seria incapaz de lidar com a questão quando se depara com o menor problema? Você não é bom na hora de falar? Então tente convencer a si mesmo; se você não consegue convencer nem a si mesmo, então o que é mesmo que você entende? É a verdade? A verdade pode resolver os problemas reais das pessoas e também pode resolver o caráter corrupto das pessoas. Por que as “verdades” que você entende não conseguem resolver nem mesmo as suas dificuldades? Então, o que é mesmo que você entende? É doutrina.

Extraído de ‘Para líderes e obreiros, escolher uma senda é de extrema importância (7)’ em “Registros das falas de Cristo”

Anterior: 7. O que significa seguir a Deus? O que significa seguir ao homem?

Próximo: 9. Como coisas positivas e negativas podem ser discernidas umas das outras?

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.

Conteúdo relacionado

1. O que é a verdade

A verdade é o mais real dos aforismos da vida e o mais alto de tais aforismos entre toda a humanidade. Porque ela é a exigência que Deus faz ao homem e é a obra realizada pessoalmente por Deus, é chamada de aforismo da vida. Não é um aforismo resumido de alguma coisa, nem uma citação famosa de uma grande personalidade; em vez disso, é a declaração para a humanidade do Mestre dos céus e da terra e de todas as coisas e não algumas palavras resumidas pelo homem, mas a vida inerente de Deus. E assim é chamado o mais alto de todos os aforismos da vida.

1. A base para a encarnação de Deus na China nos últimos dias nas profecias da Bíblia e nas palavras de Deus

Em muitos lugares, Deus profetizou ganhar um grupo de vencedores na terra de Sinim. É no oriente do mundo que os vencedores são ganhos, portanto o local de chegada da segunda encarnação de Deus é sem dúvida a terra de Sinim, precisamente onde o grande dragão vermelho descansa enrolado. Lá, Deus ganhará os descendentes do grande dragão vermelho para que ele seja completamente derrotado e humilhado.

5. Por que se diz que a humanidade corrupta está mais necessitada da salvação do Deus encarnado

O Deus encarnado é chamado de Cristo e Cristo é a carne vestida pelo Espírito de Deus. Essa carne é diferente de qualquer homem que é da carne. Essa diferença existe porque Cristo não é de carne e sangue, mas é a encarnação do Espírito. Ele tem tanto uma humanidade normal como uma divindade completa. Sua divindade não é possuída por nenhum homem. Sua humanidade normal sustenta todas as Suas atividades normais na carne, enquanto Sua divindade realiza a obra do Próprio Deus. Seja Sua humanidade ou divindade, ambas se submetem à vontade do Pai celestial. A substância de Cristo é o Espírito, isto é, a divindade. Portanto, Sua substância é a do Próprio Deus, essa substância não interromperá Sua própria obra e Ele não poderia fazer qualquer coisa que destrua Sua própria obra, nem jamais pronunciaria palavras que fossem contra Sua própria vontade.

4. As diferenças essenciais entre Deus encarnado e aqueles que são usados por Deus

A obra de julgamento é a própria obra de Deus, portanto ela deve ser naturalmente realizada pelo Próprio Deus; não pode ser realizada pelo homem em Seu lugar. Como o julgamento é a conquista da raça humana por meio da verdade, é inquestionável que Deus ainda apareça como imagem encarnada para realizar essa obra entre os homens. Isto é, nos últimos dias, Cristo irá usar a verdade para ensinar os homens do mundo todo e revelar todas as verdades a eles. Essa é a obra de julgamento de Deus.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro