Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Coleção de sermões: provisão para a vida

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

27. Como comer e beber as palavras de Deus e praticar a verdade para compreendê-la e entrar na realidade

Comer e beber as palavras de Deus significa compreender a verdade e entrar na realidade de Suas palavras, e, mais ainda, ganhar a verdade e alcançar a salvação. Essa é uma das verdades fundamentais que devem ser compreendidas em relação à fé em Deus. Por que tantas pessoas creem em Deus por muitos anos e, mesmo assim, não compreendem a verdade nem entram na realidade? Não só não alcançaram a transformação em seu caráter de vida, como até mesmo seus pontos de vista sobre as coisas, visão de vida e valores não mudam. Como tais pessoas podem então escapar da influência sombria de Satanás e alcançar a salvação? Ao procurar a origem disso, vemos que é porque elas não gostam da verdade. Se as pessoas não gostam da verdade, mesmo que pareçam estar comendo e bebendo as palavras de Deus, não são capazes de praticá-las nem experimentá-las, nem conseguem verdadeiramente aceitar e obedecer ao julgamento e castigo de Suas palavras. Portanto, não há como elas compreenderem a verdade e entrarem na realidade. A maioria das pessoas pensa que, ao comer e beber as palavras de Deus, basta que compreendam o significado literal das palavras e sejam capazes de falar sobre doutrinas, e isso já mostraria que compreenderam a verdade e têm a realidade. Elas creem de uma maneira tão superficial e presunçosa. Consequentemente, mesmo depois de crer por muitos anos, ainda não conseguem praticar a verdade nem entrar na realidade da verdade nas palavras de Deus. Elas não têm conhecimento da obra de Deus para salvar a humanidade, cumprem seus deveres com desleixo e o que dizem é repleto de mentiras, enganos e julgamentos maliciosos. São incapazes de praticar a verdade ou de se tornarem pessoas honestas. Se for somente quando a obra de Deus terminar que elas virem o quanto são pobres, lamentáveis e cegas e que não obtiveram nada, e que reconhecerem que são pessoas que nunca obedeceram realmente à obra de Deus nem buscaram a verdade, e que crer em Deus, mas não buscar a verdade, equivale a fazer alarde por nada, então essas pessoas não serão de maneira alguma salvas ou aperfeiçoadas, e o único desfecho para elas é serem eliminadas e punidas. Ter fé em Deus, mas não comer e beber conscientemente as palavras de Deus nem aceitar nem praticar a verdade, é uma coisa perigosa de se fazer. Como é dito nas palavras de Deus: “Vejo, em sua vida, tantas coisas que vocês fazem que são irrelevantes para a verdade, então peço expressamente que vocês se tornem servos da verdade e que não sejam escravizados pela maldade e pela fealdade. Não pise na verdade nem profane nenhum canto da casa de Deus. Esta é a Minha admoestação para vocês.” Portanto, como deveríamos comer e beber as palavras de Deus e praticar a verdade para compreendê-la e entrar na realidade? Essa é de fato a questão fundamental da fé em Deus que deve ser resolvida.

A fonte da verdade, assim como a fonte da vida, está nas palavras de Deus. Suas palavras são a fonte da vida da humanidade, e Ele é a verdade, o caminho e a vida. A fé em Deus começa com comer e beber as Suas palavras, e praticar a verdade é o efeito de comer e beber as Suas palavras. Mais ainda, o que começa com comer e beber as palavras de Deus é a entrada na vida. Podemos dizer que se uma pessoa pode ou não ganhar a verdade e a vida e ser salva e aperfeiçoada depende de como ela come e bebe as palavras de Deus e pratica a verdade. Em outras palavras, a questão de fé mais fundamental é como comer e beber as palavras de Deus para entender a verdade e compreender Suas intenções a ponto de conhecer a Ele e obter a transformação no caráter de vida. Muitas pessoas se contentam em apenas compreender letras e doutrinas. Sabem falar bem sobre elas e pensam que creem bem em Deus, e assim nunca recebem a obra do Espírito Santo. Se elas apenas comerem e beberem as palavras de Deus, mas não buscarem a verdade, não alcançarão os frutos da compreensão e prática da verdade. Superficialmente, parece que dois tipos de pessoas estão lendo as palavras de Deus, mas o resultado não é o mesmo. Quando algumas pessoas leem as palavras de Deus, elas conseguem buscar a verdade, compreender Suas intenções e ganhar a iluminação e o esclarecimento do Espírito Santo, e conseguem compreender a verdade e entrar na realidade das palavras de Deus. Algumas pessoas até memorizam Suas palavras impecavelmente, mas, mesmo assim, não obtêm a iluminação e o esclarecimento do Espírito Santo, e depois de crerem em Deus por muitos anos, ainda não compreendem a verdade nem entram na realidade. O que esta acontecendo aqui? A chave é se o crente realmente ama ou não a verdade e consegue aceitar e obedecer ao julgamento e castigo das palavras de Deus. Isso é fundamental. Alguém que não ame a verdade, não importa o que faça, estará apenas cumprindo formalidades e passando por processos, e não alcançará resultado algum. Mas quando as pessoas que amam a verdade leem as palavras de Deus, elas conseguem orar a Deus, compreender Sua vontade e tranquilizar seu coração diante Dele, e então, extremamente famintas, ponderarão as palavras de Deus, buscarão a verdade e obterão conhecimento real da obra de Deus. Quando terminarem de ler as palavras de Deus, poderão experimentar, praticar e, aos poucos, compreender a verdade e, sem perceber, entrar plenamente na realidade da verdade. Portanto, dois tipos de pessoas comem e bebem as palavras de Deus, mas obtêm resultados muito diferentes. A chave é a atitude delas em relação à verdade. Assim, podemos ver que a maneira como alguém come e bebe as palavras de Deus e pratica a verdade é absolutamente crucial para a sua entrada na vida, porque “Uma pessoa que alcança a salvação é aquela que está disposta a praticar a verdade”.

Todas as pessoas que buscam a verdade reconhecem que, ao comer e beber as palavras de Deus, devem se concentrar em compreender a verdade e entrar na realidade para alcançar a salvação e a perfeição. Essa é a base de se experimentar a obra de Deus e obedecer a ela. Se, ao comer e beber as palavras de Deus, uma pessoa não puder compreender a verdade nem entrar na realidade, ela não estará experimentando a obra de Deus, mas apenas prevaricando e se enganando. Se, ao comer e beber as palavras de Deus, uma pessoa não puder reconhecer sua própria realidade corrupta e a substância de sua natureza, não puder compreender a real importância do julgamento e castigo da humanidade corrupta por Deus, não puder reconhecer minimamente Seu caráter e substância divinos, mas continuar falando impudentemente de letras e doutrinas para fazer com que os outros a admirem e idolatrem, para confundir e controlar o povo escolhido de Deus, então ela se tornará um trapaceiro religioso que engana as pessoas e estará percorrendo a senda do anticristo. Na verdade, se ela não se arrepender, será integralmente um anticristo. Sempre que houver uma pessoa que não possui a realidade da verdade e que engana e controla as pessoas ao tentar liderá-las, não será um caso de “São guias cegos; ora, se um cego guiar outro cego, ambos cairão no barranco”? Ela não é um anticristo que resiste diretamente a Deus? Qualquer um que não ame a verdade e for incapaz de realmente obedecer ao julgamento e castigo das palavras de Deus estará percorrendo a senda do anticristo e acabará se tornando um anticristo. Portanto, podemos ver que, para alcançar a salvação e o aperfeiçoamento pela fé, é de suma importância compreender como comer e beber as palavras de Deus e praticar a verdade. Então, como devemos comer e beber as palavras de Deus para compreender a verdade e entrar na realidade? Primeiramente, precisamos compreender os princípios que regem o comer e beber as palavras de Deus e os resultados que devemos alcançar. Os sete princípios principais de comer e beber as palavras de Deus estão delineados da seguinte maneira:

1. Comer e beber as palavras de Deus não deve se limitar a compreender o significado literal das palavras, e a pessoa deve buscar a realidade da verdade.

2. Comer e beber as palavras de Deus deve envolver uma compreensão do contexto das palavras de Deus e de Sua vontade. Assim, o verdadeiro significado das palavras virá mais facilmente.

3. Comer e beber as palavras de Deus deve incluir o reconhecimento pela pessoa de sua própria realidade corrupta e da substância de sua natureza a partir das palavras de Deus. Ela deve ser capaz de enxergar suas deficiências e a profundidade de sua lástima.

4. Comer e beber as palavras de Deus deve se concentrar na compreensão das exigências que Deus estabelece para as pessoas, isso é, qual é a Sua vontade, como implementar as Suas palavras e o que as pessoas devem ter.

5. Comer e beber as palavras de Deus deve incluir o conhecimento do caráter de Deus e o que Ele tem e é tal como representado por Suas palavras, que é o conhecimento de Deus que uma pessoa deveria possuir.

6. Comer e beber as palavras de Deus deve se concentrar na busca do conhecimento da verdade nas palavras de Deus e deve incluir a compreensão da importância da verdade para a humanidade corrupta.

7. Comer e beber as palavras de Deus deve incluir uma compreensão dos princípios da prática para a entrada na verdade e em quais realidades da verdade uma pessoa deve entrar para ter a semelhança de um verdadeiro ser humano.

Esses são os sete princípios principais de comer e beber as palavras de Deus e são também os sete marcos de referência que devem ser alcançados ao se comer e beber as palavras de Deus. Embora as pessoas escolhidas por Deus estejam geralmente dispostas a se esforçar bastante para buscar a verdade, elas devem saber que a busca da verdade começa com comer e beber as palavras de Deus. Quando se respeita estritamente os sete princípios de comer e beber as palavras de Deus, é muito mais fácil alcançar uma verdadeira compreensão da verdade e entrada na realidade. Independentemente de quantos princípios de comer e beber as palavras de Deus você possa conhecer e praticar, contanto que você faça um esforço para obedecer a esses sete princípios e marcos de referência, você ganhará resultados ao comer e beber as palavras de Deus e definitivamente será muito mais fácil entrar na realidade da verdade. Porque, contanto que você possa verdadeiramente compreender a verdade e reconhecer a substância da justiça e da luz na verdade nas palavras de Deus, você definitivamente será capaz de fazer uma autorreflexão, conhecer a si mesmo e ver que não obteve nada. Então você certamente se concentrará em buscar a entrada na realidade da verdade. Sempre que alguém que busca a verdade enxerga suas próprias deficiências e a profundidade de sua lástima, ele sempre busca entrar na realidade da verdade. Portanto, todos os que realmente compreendem a verdade são capazes de reconhecer que Cristo é o caminho, a verdade e a vida e que a verdade é a realidade da vida que deveriam possuir. Por isso, todos se concentram em entrar na realidade da verdade. Qualquer um que não possua a realidade da verdade é alguém que não compreende de fato a verdade. É claro que entrar na realidade da verdade começa em níveis superficiais e se aprofunda aos poucos, portanto, praticar a verdade uma vez não levará alguém inteiramente à realidade. Cada verdade deve ser experimentada por alguns anos, às vezes décadas. Portanto, a entrada na realidade da verdade se aprofunda aos poucos, e depois que um crente entrou realmente, as palavras de Deus se tornam a sua vida e a base de sua existência, e isso significa experimentar a obra de Deus a ponto de alcançar a salvação e o aperfeiçoamento.

Comer e beber as palavras de Deus para alcançar a compreensão das verdades e a entrada na realidade envolve primeiramente a atitude correta em relação às Suas palavras. A questão de como os seres criados deveriam considerar as palavras do Criador envolve não só a questão de se o crente tem ou não consciência e racionalidade, mas também a questão de sua substância e caráter. As pessoas que possuem humanidade e racionalidade certamente reconhecerão que as palavras de Deus são a verdade absoluta e que independentemente de estarem em consonância com noções humanas e de as pessoas conseguirem compreendê-las ou decifrá-las, as palavras de Deus são eternamente a verdade e isso é definitivamente sempre o caso. A humanidade foi criada por Deus, tudo o que todos têm vem Dele, e somente o Senhor da Criação tem a melhor compreensão e percepção sobre os seres criados. As verdades e a vida que a humanidade criada deveria possuir e a senda que todo ser humano percorre são todas dominadas por Deus. Somente o Deus encarnado é o caminho, a verdade e a vida. Portanto, cada palavra que o Senhor da Criação diz à humanidade criada é, sem dúvida, a máxima supremo da mais alta importância e valor, e essas palavras são todas as verdades imutáveis. Os seres criados deveriam aceitá-las e obedecer a elas com reverência e buscar e aceitar verdades como sua realidade de vida para concordar com a vontade de Deus. A humanidade corrupta tem uma natureza satânica e está tomada pelo caráter de Satanás. Portanto, as pessoas que conseguem genuinamente amar e aceitar verdades são uma minoria bem pequena. Aparentemente, devido à profundidade da corrupção humana, pouquíssimas pessoas conseguem aceitar as palavras e as verdades de Deus como sua vida. A grande maioria das pessoas segue tendências mundanas sem afeição pela verdade. Mesmo que cheguem a crer relutantemente em Deus, não estão dispostas a buscar ou ganhar a verdade a partir das Suas palavras. Apenas perdem tempo investigando as Suas palavras e explorando maneiras de obter bênçãos e fazer acordos com Deus a partir das Suas palavras. Especialmente as espécies demoníacas do anticristo que pertencem a Satanás, que estão sempre tentando encontrar falhas nas palavras de Deus e bisbilhotando Seus movimentos e intenções a fim de interromper ou minar a obra de Deus e humilhar a Ele. Quando confrontado com as palavras de Deus, todo tipo de ser humano irá se expor completamente. As palavras de Deus são demasiadamente reveladoras. É por isso que os seres criados devem estar equipados com consciência e racionalidade ao comer e beber as palavras de Deus. Os seres criados devem primeiramente acreditar plenamente que as palavras de Deus são todas verdades, são absolutamente corretas e são a realidade das verdades em que as pessoas escolhidas por Deus devem entrar. Em seguida, deveriam praticá-las e experimentá-las para serem capazes de reconhecer e determinar o fato de que as palavras de Deus são todas verdades. Mas acreditar nas palavras de Deus e admitir que são todas verdades não é o mesmo que compreender essas verdades: eles devem experimentar as palavras de Deus a um grau de conhecimento verdadeiro e confirmar plenamente que as palavras de Deus são as verdades e a realidade. Somente esse é o verdadeiro processo de experimentar e conhecer as palavras de Deus e compreender e conhecer as verdades. Sem experiência prática das palavras de Deus não pode haver verdadeiro conhecimento delas. Algumas pessoas tolas acham que compreendem as verdades simplesmente porque creem que as palavras de Deus são verdades. Mas são incapazes de transmitir qualquer conhecimento real adquirido a partir da experiência e são ainda menos capazes de resolver seus próprios problemas. Essa é uma expressão típica de falta da realidade das verdades. A compreensão genuína das verdades é alcançada por meio de sua experiência e da prática das palavras de Deus. Comer e beber as Suas palavras deve ser construído sobre a fundação do reconhecimento e da crença de que as palavras de Deus são absolutamente verdadeiras, e, em seguida, através da prática e experiência delas, ganhando a iluminação do Espírito Santo para produzir conhecimento real. Quando as pessoas realmente entendem as verdades, elas são capazes de sentir que todas as palavras de Deus são verdades e são altamente práticas. Somente ao praticar verdades e experimentar as palavras de Deus nesse nível é que se pode realmente entrar na realidade da verdade. Qualquer um que se dedique a discursos vazios sobre as palavras de Deus é alguém que carece da realidade da verdade. As pessoas que não experimentam nem praticam Suas palavras nunca ganharão as verdades. Obedecer à obra de Deus certamente não é uma coisa fácil, e qualquer um que realmente creia em Deus, que consiga aceitar o julgamento e o castigo das palavras de Deus e obedecer a eles e buscar as verdades é alguém que será salvo. Temos visto pessoas que aceitam as palavras de Deus e obedecem ao julgamento e ao castigo de Suas palavras ganhar aos poucos – quase sem perceber – a compreensão das verdades e entrar na realidade. Por meio da experiência da obra de Deus elas são gradativamente capazes de ganhar conhecimento real Dele e sentir cada vez mais que Ele é digno de amor e respeito e que a verdade é preciosa. Seu relacionamento com Deus se torna cada vez mais normal, e elas conseguem adorar e orar a Deus de coração e com honestidade. Qualquer um que esteja meramente investigando as palavras de Deus ou resistindo a elas será cada vez mais exposto como tendo a natureza diabólica dos anticristos, que é a sua verdadeira forma sendo revelada. As palavras de Deus revelaram todo mundo e separaram cada um em sua própria espécie. Agora, quanto mais as pessoas escolhidas por Deus experimentam a Sua obra, mais sentem que as palavras de Deus revelam Sua onipotência e sabedoria e dão pleno testemunho de Seu caráter justo. Portanto, pode-se ver que a maneira de comer e beber as palavras de Deus e de praticar verdades é de suma importância para a entrada na vida das pessoas escolhidas por Deus.

O objetivo de comer e beber as palavras de Deus é compreender e ganhar as verdades. Ao comer e beber as palavras de Deus, uma pessoa que consegue aceitar o julgamento e castigo de Deus, buscar a verdade e entrar na realidade da verdade pode assim verdadeiramente obedecer à Sua obra e ser capaz de ganhar a iluminação e o esclarecimento do Espírito Santo, e, aos poucos, compreender a verdade, conhecer a si mesmo e alcançar o verdadeiro arrependimento. Quando uma pessoa pode praticar verdades, obedecer a Deus e ter realidade, ela já está na senda da salvação e do aperfeiçoamento. Quando uma pessoa experimenta o julgamento e castigo nas palavras de Deus e é podada e tratada ao ponto de verdadeiramente conhecer sua própria realidade corrupta e a substância de sua natureza, ela começa a se concentrar em buscar verdades e obedecer à obra de Deus, e torna-se fácil para ela compreender verdades e entrar na realidade. A entrada na realidade das palavras de Deus é construída sobre a fundação da compreensão e prática das verdades. Qualquer pessoa que não pratique verdades realmente não as compreende nem será capaz de entrar na realidade delas. Somente as pessoas que realmente compreendem as verdades podem praticá-las corretamente e entrar na realidade. Mas compreender as verdades não é uma questão simples e aqueles que falam muito sobre letras e doutrinas não são de maneira alguma pessoas que as compreendem. Compreender de fato as verdades envolve saber como comer e beber as palavras de Deus. Os seres criados devem crer que as palavras do Senhor da Criação são verdades. Com base nisso, orar a Deus para buscar verdades é uma maneira sincera de comungar com Ele, e então torna-se fácil obter a iluminação e o esclarecimento do Espírito Santo. As pessoas honestas nunca duvidam de que as palavras de Deus são a verdade, portanto, independentemente de quanto as compreendam, sempre as aceitam e praticam. Consequentemente, depois de experimentar as palavras de Deus durante muito tempo, elas ganharão experiência e conhecimento das verdades em Suas palavras, e quando tiverem conhecimento de sua experiência pessoal, não estarão longe de compreender as verdades. O motivo é que as pessoas que amam verdades estarão sempre dispostas a se empenhar para obter a realidade delas. Elas praticarão o caminho certo para proteger a obra de Deus. Praticarão o caminho certo para beneficiar as pessoas escolhidas por Deus. Praticarão o caminho certo para ficar em paz com sua consciência. Praticarão o caminho certo para obter resultados positivos e ganhar o apoio e a aprovação das pessoas escolhidas por Deus. Quanto mais praticarem a entrada na realidade de verdades, mais sentirão a presença de Deus e a iluminação e o esclarecimento do Espírito Santo. Quanto mais praticarem dessa maneira, mais claro será o caminho a seguir. Isso é treinamento prático para a prática das verdades. Quanto mais as pessoas praticarem verdades, mais prazer e conforto sentirão em seu coração, mais legítimas e justas serão suas ações e mais intensos serão seus sensos de moral e justiça. Quanto menos egoístas e mais francas e honestas as pessoas se tornam, mais se sentem calmas e confiantes em seu coração, o que lhes dá uma sensação de verdadeira paz e felicidade, e mais normal se torna sua relação com Deus. Elas vivem inteiramente diante de Deus e à luz de Seu semblante. Praticar as verdades dessa maneira resultará naturalmente em corresponder às expectativas de Deus. Essa é a senda para a prática de verdades e a entrada na realidade. Com a compreensão de verdades e experiências gradativamente mais profundas, os crentes, quase sem perceber, entrarão na realidade de verdades e sua consciência terá uma confirmação clara. Praticar verdades é algo que as pessoas com humanidade normal estão dispostas a fazer, e quanto mais elas praticam, mais normal se torna sua humanidade e mais elas sentem que têm a aparência de um ser humano real e que sua humanidade é bem-sucedida. As pessoas que vierem a realmente compreender verdades dessa maneira descobrirão naturalmente que as verdades são de fato preciosas e adoráveis. Quando os crentes chegam ao ponto de serem capazes de realmente praticar e usar verdades, descobrem o verdadeiro valor e significado delas. Ao praticar verdades, eles vivem na luz, se tornam mais honestos e íntegros e reconhecem mais que verdades deveriam ser a realidade da vida de todos. É nesse momento que eles chegam a sentir que as verdades são a realidade da vida da verdadeira humanidade e conhecem cada vez mais o significado de “Cristo é o caminho, a verdade e a vida” e assim compreendem o real significado da vida. Qualquer um que tenha entrado na realidade de verdades é naturalmente capaz de falar sobre o conhecimento da experiência da realidade das verdades e de comunicar os princípios da prática e o caminho a seguir na prática das verdades. Isso ocorre porque o conhecimento real das verdades é ganho a partir da experiência, que é algo que não pode ser imaginado, já que a imaginação das pessoas não é real. Só o que é experimentado é o conhecimento real e a realidade de verdades. Praticar verdades é, antes de tudo, uma questão de compreensão correta e conhecimento genuíno das palavras de Deus, com a consciência fazendo o papel de supervisor. Esse é o caminho para se ganhar facilmente a obra do Espírito Santo. Treinar a prática de verdades sem uma consciência funcional não dará resultado. Sem consciência, uma pessoa não é um verdadeiro ser humano, mas um animal em trajes humanos. Se você puder praticar conscientemente a verdade, será abençoado por Deus, pois essa é a fundação da prática da verdade. Se você puder ter também a iluminação e o esclarecimento do Espírito Santo, sua prática das verdades será bem-sucedida. Quando as pessoas vivem a semelhança de um verdadeiro ser humano, elas têm a realidade de verdades. Verdades são de fato a realidade da vida que a semelhança do verdadeiro ser humano possui. Quando alguém experimentou isso até certo ponto, ele sabe que a substância das verdades é a realidade que a humanidade normal vive. Quando as pessoas possuem a realidade das verdades, elas vivem a semelhança de um verdadeiro ser humano. Portanto, podemos ver que a prática das verdades muitas vezes é o caminho para a sua compreensão e a entrada na realidade.

A maneira como deveríamos comer e beber as palavras de Deus para correspondermos à Sua vontade envolve também algumas verdades que deveríamos buscar. Onde deveríamos buscar verdades, a vontade e as exigências de Deus estarão presentes. Ao comer e beber as Suas palavras, deveríamos primeiramente ver claramente e compreender qual é o núcleo de Sua obra, onde se encontra esse núcleo em Suas palavras do começo ao fim e quais partes de Suas palavras são o cerne, o núcleo da obra de Deus dos últimos dias. Isso deveria ser conhecimento comum de todas as pessoas escolhidas por Deus, algo que devem compreender plenamente. Muitas pessoas violam a vontade de Deus ao comer e beber Suas palavras porque negligenciam as partes mais importantes para a entrada na vida, que são as palavras relacionadas ao julgamento e castigo da substância corrupta da humanidade por Deus. Na verdade, isso significa se desviar da obra de julgamento e castigo de Deus e, em essência, equivale a seguir o próprio caminho errado. É particularmente comum que algumas pessoas busquem maneiras de ganhar recompensas das palavras de Deus. Elas têm a ilusão de que podem evitar o julgamento e o castigo de Deus, mesmo assim ter o status de filhos primogênitos e ganhar a coroa. Tentam empregar métodos oportunistas para entrar desordenadamente no reino de Deus, mas acabam inevitavelmente sendo reveladas como anticristos, e são eliminadas e punidas. Há de fato verdades que podem ser buscadas sobre como comer e beber as palavras de Deus, e todos os anticristos e pessoas malignas que foram eliminados nunca obedeceram minimamente aos princípios estabelecidos pela casa de Deus para basicamente comer e beber os 119 capítulos de Suas palavras. Em vez disso, examinaram oportunisticamente a parte das palavras de Deus conhecida como Declarações e Testemunhos de Cristo no Princípio para desenterrar algo misterioso a fim de ganhar bênçãos. Até mesmo distorceram e intencionalmente interpretaram mal as palavras de Deus para dar testemunho de que são os filhos primogênitos e aqueles usados pelo Espírito Santo, chamando a si mesmos de “primícias” aperfeiçoadas e fingindo que foram enviados por Deus para que as pessoas escolhidas por Deus os ouvissem e seguissem. Esses impostores não aceitaram o julgamento e o castigo de Deus e se recusaram totalmente a ser podados ou tratados. Inventaram todo tipo de esquemas malignos para interromper e destruir a obra de Deus, mas, mesmo assim, ao final foram revelados e eliminados. Essas pessoas se acham mais espertas do que são e merecem tudo o que recebem. Portanto, podemos ver que qualquer pessoa que não busca verdades é arrogante a ponto de não se submeter a ninguém, e, ao persistir em sua senda anormal e praticar o mal, acaba provocando a própria ruína. A maneira como as pessoas comem e bebem as palavras de Deus revela o que elas são, e várias espécies de anticristos, pessoas más, espíritos malignos e tolos absurdos que odeiam as verdades e investigam as palavras de Deus foram todas reveladas por Suas palavras e eliminadas. Havia alguns demônios anticristos especialmente astutos e traiçoeiros que não só recusaram totalmente o julgamento e o castigo nas palavras de Deus e nas verdades, como também afirmaram que Sua casa alterou Suas palavras e que a obra da casa de Deus é inteiramente realizada pelo homem. Disseram que as pessoas escolhidas por Deus creem numa pessoa e seguem, e negaram completamente a obra do Espírito Santo na liderança e no governo e a onipotência e sabedoria nas palavras de Deus que realizam tudo. Esse foi um esquema muito astuto e satânico dos demônios anticristos para interromper e danificar a obra de Deus, fazendo com que as pessoas escolhidas por Deus tivessem dúvidas sobre Suas palavras ou as abandonassem, perdendo assim a oportunidade de ouro para a salvação. No entanto, ao final as pessoas escolhidas por Deus reconheceram suas características malignas uma a uma e enxergaram o que eles realmente eram. Há muito tempo, as pessoas escolhidas por Deus determinaram que Cristo é o Deus prático que está encarnado e é a Palavra manifesta em carne, e irão obedecer a Ele lealmente até a morte. Também aceitarão e obedecerão plenamente ao homem usado pelo Espírito Santo que conduz as pessoas escolhidas por Deus a entrar na realidade de verdades, e a firme resolução das pessoas escolhidas por Deus não pode ser mudada por ninguém. Conspirações e esquemas ardilosos que pertencem a forças malignas satânicas e visam interromper ou impedir que as pessoas escolhidas por Deus compreendam as verdades e entrem na realidade ao comer e beber as palavras de Deus nunca serão bem-sucedidas. Somente os que comem e bebem sinceramente as palavras de Deus e buscam verdades são verdadeiramente as pessoas escolhidas por Deus. Todos os que não comem nem bebem sinceramente as palavras de Deus nem buscam as verdades são descrentes ou falsos crentes que já perderam a obra do Espírito Santo e foram revelados e eliminados. As pessoas escolhidas por Deus devem enxergar isso claramente.

Para que as pessoas escolhidas por Deus compreendam as verdades e entrem na realidade, elas devem primeiramente se concentrar em compreender as verdades para o autoconhecimento ao comer e beber as palavras de Deus. Resolver seus próprios problemas práticos também é crucial para entrar na realidade das verdades. Conhecer a si mesmo é alcançado por meio da prática frequente de autorreflexão para resolver os próprios problemas práticos. Se, ao comer e beber as palavras de Deus, você não conseguir alcançar uma compreensão de verdades, não conseguirá resolver os problemas de sua própria corrupção e nunca conhecerá verdadeiramente a realidade de sua corrupção nem a essência de sua natureza. Será impossível que você se arrependa de fato, e, portanto, você nunca escapará da influência de Satanás nem será salvo. Portanto, a chave para alcançar a salvação e o aperfeiçoamento está na maneira como um crente come e bebe a palavra de Deus e se ele realmente busca verdades ou não. Qualquer um que não consiga ganhar verdades a partir das palavras de Deus não será capaz de resolver o problema de sua corrupção, nem ganhar verdades e vida das palavras de Deus. Qualquer um que realmente busque verdades alcançará a compreensão das verdades e do conhecimento das palavras de Deus ao comer e beber Suas palavras. Além disso, resolverá o problema de sua corrupção e ganhará verdades como vida. Qualquer um que consiga compreender verdades e entrar na realidade será capaz de alcançar os sete resultados benéficos de comer e beber as palavras de Deus descritos abaixo:

1. Ao comer e beber as palavras de Deus ele será capaz de se manter sereno na presença de Deus e alcançar a compreensão pura e o conhecimento real de verdades.

2. Ele compreenderá e conhecerá de fato a substância de verdades, sua perspectiva sobre as coisas será transformada e, aos poucos, ele estabelecerá uma visão apropriada da vida e valores corretos.

3. Ele usará as palavras de Deus para praticar frequentemente a autorreflexão e reconhecer sua própria realidade corrupta e a substância de sua natureza, eliminando assim ao poucos sua arrogância e hipocrisia.

4. Independentemente de quais problemas enfrentar, ele será capaz de buscar e praticar as verdades e usá-las para resolver seus problemas.

5. Nas verdades que ele compreender, conhecerá o caráter de Deus e o que Ele tem e é e verá Sua onipotência e sabedoria.

6. Será capaz de aceitar verdades como sua vida e viver pelas palavras de Deus, alcançando assim a transformação no caráter da vida e se tornando uma testemunha de Deus.

7. Sua humanidade se tornará cada vez mais normal e ele viverá a aparência de um verdadeiro ser humano e poderá obedecer e adorar a Deus para sempre.

Se alguém comer e beber as palavras de Deus por alguns anos a ponto de compreender muitas verdades, naturalmente será capaz de alcançar os sete resultados listados acima. Esses são os frutos de comer e beber as palavras de Deus e praticar as verdades e são a colheita garantida da experiência da obra de Deus. Para qualquer um que realmente busque as verdades, se ele comer e beber as palavras de Deus por alguns anos, colherá as recompensas não só de ter uma fundação nas verdades, mas também de percorrer a senda da salvação e do aperfeiçoamento. Todos esses são os resultados de comer e beber as palavras de Deus, e alcançá-los depende de como as verdades são buscadas e praticadas ao se comer e beber Suas palavras. Se um crente mantiver a fé em Deus por dez ou oito anos dessa maneira, poderá ganhar verdades para viver e realizar a transformação do caráter de vida, vivendo assim à semelhança de um ser humano verdadeiro, e sua fé em Deus será então bem-sucedida. Independentemente de quanto sofremos ou do preço que temos que pagar, tudo vale a pena. As pessoas devem ser eternamente gratas a Deus e retribuir Seu amor pelo resto de suas vidas.

As pessoas que realmente compreendem verdades também sabem o valor e a importância de ganhá-las. Sua motivação para buscar verdades será cada vez maior e elas estarão dispostas a pagar qualquer preço para ganhá-las. Para verdadeiramente compreender verdades e entrar na realidade, os crentes devem ganhar a obra do Espírito Santo. Isso é absolutamente fundamental. Portanto, é imperativo que se concentrem em resolver quaisquer questões principais que obstruam a obra do Espírito Santo e resolvam o problema de se tornarem arrogantes e se desviarem da senda correta. Os crentes também devem se livrar de qualquer obstáculo em seu relacionamento com Deus. Se essas questões práticas não forem resolvidas, o Espírito Santo será incapaz de realizar a Sua obra. Muitas pessoas fracassam em sua crença em Deus porque perdem a obra do Espírito Santo. Deus é justo e fiel e não tem preconceito contra ninguém: contanto que uma pessoa possa aceitar e buscar verdades e percorrer a senda correta, desfrutará a obra do Espírito Santo. Deus examina os corações e as mentes das pessoas, e se elas forem incapazes de aceitar as verdades e obedecer à obra de Deus, não alcançarão a salvação, e se puderem até mesmo recusar e odiar as verdades e se opor a Deus, criarão sua própria destruição. A natureza satânica da humanidade corrupta está tomada pelo caráter de Satanás, ou seja, tomada por coisas que resistem a Deus. Essa é a fonte da resistência da humanidade a Deus. Portanto, é justo dizer que o relacionamento corrupto da humanidade com Deus envolve muitas questões práticas que precisam ser resolvidas. As questões que precisam ser resolvidas com maior urgência são aquelas que obstruem a obra do Espírito Santo ou fazem com que as pessoas percam a Sua obra e as questões de resistência a Deus. Se não forem resolvidas, será maior a probabilidade de as pessoas perderem a obra do Espírito Santo e, em casos graves, poderão perdê-la para sempre. Portanto, encarar o grande inimigo não é uma questão a ser menosprezada. Mais importante ainda, você deve buscar verdades para resolver rapidamente os problemas a fim de restaurar as relações normais com Deus e permitir que a obra do Espírito Santo prossiga desobstruída. Quando, durante as experiências da vida, as pessoas se depararem com dificuldades ou tentações a ponto de perderem a obra do Espírito Santo, se não buscarem e praticarem imediatamente as verdades para resolverem seus próprios problemas e removerem os obstáculos à obra do Espírito Santo, serão incapazes de restaurar as relações normais com Deus. Portanto, a maioria dos problemas deveria ser resolvida em alguns dias e os problemas maiores deveriam ser solucionados em um ou dois meses para que o progresso na vida não seja retardado. Se uma pessoa não tem um coração temente a Deus, não se importa em ter ou não a obra do Espírito Santo nem se preocupa em resolver problemas tão logo apareçam, então ela não está realmente experimentando a obra de Deus, não está obedecendo a ela nem buscando verdades. Qualquer um que não considere importante manter um relacionamento normal com Deus não tem um lugar para Ele em seu coração nem tem fé verdadeira Nele e, especialmente, não possui um coração temente a Deus. Essas são as pessoas que não buscam verdades e que nunca entrarão na realidade da verdade. Se uma pessoa pode ou não ganhar a obra do Espírito Santo é uma questão extremamente importante. Listaremos agora as doze manifestações que impedem que as pessoas ganhem a obra do Espírito Santo e assim percorram a senda dos anticristos.

1. Não gostar das verdades e não ser capaz de aceitar nenhuma delas. Tais pessoas creem em Deus apenas para ganhar bênçãos e, portanto, não ganharão a obra do Espírito Santo;

2. aderir sempre a noções e ações religiosas e, em geral, defender regras fervorosamente. Tais pessoas não praticam verdades e, portanto, não ganharão a obra do Espírito Santo;

3. falar muito sobre letras e doutrinas sem praticar verdades. Tais pessoas são convencidas e gostam de se exibir, portanto não ganharão a obra do Espírito Santo;

4. conhecer seus deveres, mas não cumpri-los nem praticar verdades de maneira alguma. Tais pessoas não ganharão a obra do Espírito Santo;

5. aparentar comer e beber as palavras de Deus, mas não buscar verdades nem ser capaz de praticar autorreflexão para conhecer a si mesmo. Tais pessoas não ganharão a obra do Espírito Santo;

6. ser totalmente incapaz de aceitar ser podado e tratado, não se arrepender depois de ter transgredido, mas, ao invés disso, inventar desculpas e não obedecer a ninguém. Tais pessoas não ganharão a obra do Espírito Santo;

7. interpretar de maneira absurda as palavras de Deus e distorcer a verdade, sempre defender as próprias ideias e se recusar a aceitar verdades. Tais pessoas não ganharão a obra do Espírito Santo;

8. duvidar que as palavras de Deus sejam a verdade e assim se recusar a aceitar Seu julgamento e castigo ou a obedecer à Sua obra. Tais pessoas não ganharão a obra do Espírito Santo;

9. gostar de ouvir e seguir anticristos e pessoas malignas e se dispor a ser servo e cúmplice desses demônios. Tais pessoas não ganharão a obra do Espírito Santo;

10. percorrer o próprio caminho anormal e, mesmo assim, insistir que está seguindo a vontade de Deus e a orientação do Espírito Santo. Tais pessoas não ganharão a obra do Espírito Santo;

11. recusar-se a se submeter à liderança e ao pastoreio do homem usado pelo Espírito Santo e dizer que somente Deus deve ser obedecido, não as pessoas. Tais pessoas não ganharão a obra do Espírito Santo;

12. não percorrer a senda de buscar verdades, mas, ao invés disso, buscar fama, riqueza e status para controlar os outros e estabelecer reinos independentes. Tais pessoas não ganharão a obra do Espírito Santo.

Há muitos outros exemplos que não abordaremos detalhadamente aqui, mas os problemas práticos descritos acima são os que a maioria das pessoas tem em diferentes graus. Todos esses obstáculos afetam seriamente sua entrada na realidade da verdade. Esses obstáculos fazem com que as pessoas tenham relacionamentos anormais com Deus, se rebelem contra Ele e resistam a Ele, percam completamente a obra do Espírito Santo e acabem sendo eliminadas. É semelhante a quando algumas pessoas são abandonadas e expulsas da igreja porque fazem toda espécie de mal, mas ainda assim se recusam a se submeter e resistem tenazmente. Não há a mínima esperança de salvação para elas. Se essas questões práticas não forem resolvidas, todas as teorias e doutrinas vazias que algumas pessoas proclamam serão inúteis, e independentemente da intensidade de seus desejos ou esperanças, não poderão realizá-los. Se esses problemas práticos não forem resolvidos, o Espírito Santo não operará nelas e ninguém poderá orientá-las. Portanto, para entender verdades e entrar na realidade, as pessoas devem primeiramente resolver todas as questões práticas internas que possam levá-las a perder a obra do Espírito Santo. Livrar-se dos obstáculos e dificuldades para entrar na realidade de verdades leva a uma normalização do relacionamento das pessoas com Deus e a busca das verdades torna-se tranquila e desobstruída. Somente ao se livrar desses obstáculos é que os crentes poderão entrar na trilha correta para a fé em Deus e começar a percorrer a senda da salvação e do aperfeiçoamento.

Se uma pessoa pode ou não ganhar a obra do Espírito Santo depende principalmente de se sua relação com Deus é normal. Sua obra é salvar e aperfeiçoar as pessoas, e o propósito da fé em Deus da humanidade corrupta é alcançar a salvação. Portanto, as pessoas devem passar pelo julgamento e castigo de Deus e obedecer à Sua obra. Esse é o único caminho para a salvação. Independentemente de como Deus julgue, castigue, pode, trate, prove e refina uma pessoa, é tudo para salvá-la e faz parte de Seu amor. A humanidade corrupta deve obedecer a Deus: essa é uma lei inviolável do céu. Um relacionamento normal entre uma pessoa e Deus só pode ser construído sobre a fundação da submissão à Sua obra, e qualquer um que seja incapaz de obedecer à Sua obra não terá um relacionamento normal com Ele. Um relacionamento normal significa ouvir plenamente o que Ele diz e obedecer. Na verdade, a fé em Deus significa crer e confiar em Deus e obedecer a Ele. As pessoas que resistem e se opõem a Deus perdem quaisquer chances de um relacionamento normal com Ele e até se tornam um de Seus inimigos. Todos os anticristos e malfeitores são inimigos de Deus, e, portanto, Deus usa apenas castigo e aniquilação para lidar com eles. Uma pessoa que realmente creia em Deus de todo coração admitirá e aceitará o fato de que Cristo é o caminho, a verdade e a vida e se submeterá totalmente à obra de Deus. O relacionamento desse tipo de pessoa com Deus é um relacionamento normal de confiança, aceitação e submissão absoluta. Contanto que as pessoas tenham um relacionamento normal com Deus, terão a obra do Espírito Santo, mas se houver um obstáculo, separação ou resistência no relacionamento, a obra do Espírito Santo será perdida. Quando as pessoas são incapazes de obedecer à obra de Deus e não conseguem progredir, isso significa que elas já perderam a obra do Espírito Santo. Quando as pessoas são completamente incapazes de aceitar verdades, já perderam a obra do Espírito Santo. Quando as pessoas fazem coisas malignas que se opõem a verdades e resistem a Deus, isso significa que já perderam a obra do Espírito Santo. Todos os que perdem a obra do Espírito Santo não têm um relacionamento normal com Deus; se alguém demonstra ter a obra do Espírito Santo, isso prova ele tem um relacionamento normal com Deus. Reconhecemos que as pessoas têm uma natureza interior satânica e que revelam o caráter de Satanás, e é por isso que devemos orar com frequência e, especialmente, comer e beber as palavras de Deus e aceitar a verdade. Se não o fizermos, facilmente nos rebelarmos contra Ele, resistiremos a Ele e acabaremos nos afastando Dele. Porque a humanidade corrupta está sob o domínio e o controle de sua natureza satânica, todos têm o caráter de Satanás e, mais ainda, todas as preferências da carne e os desejos e objetivos extravagantes agem como obstáculos à aproximação com Deus e à submissão a Ele. É por isso que manter um relacionamento normal com Deus é tão difícil para as pessoas. Somente ao confiar em frequentemente comer e beber as palavras de Deus e buscar e praticar verdades é que se pode garantir que a vida das pessoas continuará a crescer e que elas progredirão ao longo da senda para o aperfeiçoamento. Se as pessoas tiverem resistência a Deus em seus corações, se opuserem a Ele e se afastarem Dele, e demorarem demais para usar as verdades para resolver seus problemas, e forem incapazes de trair sua carne e praticar as verdades, surgirão obstáculos em seu relacionamento com Deus, o relacionamento será rompido e elas também perderão a obra do Espírito Santo. Se levar muito tempo para que o relacionamento seja restaurado, os crentes serão aliciados por Satanás e acabarão tomando seu partido novamente. Por exemplo, algumas pessoas são restringidas por seu casamento ou sua família e são incapazes de cumprir seus deveres ou praticar verdades, e, portanto, perdem a obra do Espírito Santo; algumas pessoas tentam enganar a Deus ao cumprir seus deveres superficialmente e não conseguem praticar verdades, e, portanto, perdem a obra do Espírito Santo; algumas pessoas seguem seu próprio caminho anormal e buscam fama, riqueza e status e, portanto, perdem a obra do Espírito Santo; algumas pessoas não buscam as verdades, mas, ao contrário, almejam fama, riqueza e vaidade, nunca se arrependendo, e rompem o relacionamento com Deus e, portanto, perdem a obra do Espírito Santo; algumas pessoas tornam-se inimigas de Deus ao percorrer a senda dos anticristos, não se submetendo a Ele, resistindo e se opondo a Ele, e, portanto, perdem a obra do Espírito Santo para sempre. Os fracassos dessas pessoas nos fornecem uma lição muito útil e confirmam totalmente estas palavras de Deus: “Estabelecer um relacionamento adequado com Deus é muito importante.” Qualquer obstáculo que retarde nosso progresso na vida e impeça nossa comunicação normal com Deus deve ser resolvido e removido rapidamente, caso contrário, não só nosso progresso na vida será afetado, como, em casos graves, poderíamos perder a obra do Espírito Santo. As pessoas que se queixam ou têm a intenção de trair a Deus correm um perigo ainda maior: elas serão abandonadas para aguardar que sejam reveladas, eliminadas e entregues a Satanás. Essas são lições que devem ser plenamente absorvidas. Os crentes em Deus deveriam percorrer a senda de buscar verdades e ser aperfeiçoados; não deveriam de maneira alguma percorrer a senda dos anticristos e de Judas, o traidor de Deus. Os crentes em Deus deveriam buscar as verdades, cumprir seus deveres e preparar boas ações, e não deveriam de maneira alguma fazer o mal e resistir a Deus. Essa é uma lei inalterável da natureza. Deus examina o coração e a mente das pessoas, e se elas têm ou não a obra do Espírito Santo é o que revela a substância de sua natureza e a senda que mais percorrem. Os crentes em Deus deveriam entender um fato importante: se a obra do Espírito Santo não estiver presente, por mais que se esforcem, não alcançarão a salvação. Todos os anticristos e malfeitores que se comportam mal e criam um sem-número de coisas malignas em nossas igrejas, que insanamente resistem e se opõem a Deus, estão cavando suas próprias sepulturas. Qualquer um que insanamente resista a Deus e se oponha a Ele enfrentará dificuldades na vida e certamente morrerá.

Praticar verdades é essencial para que as pessoas as compreendam e entrem na realidade. Se as pessoas não praticarem verdades, nunca serão capazes de compreendê-las, e é somente por meio da prática de verdades que elas podem, aos poucos, compreendê-las e entrar na realidade. A prática de verdades é a chave para ganhar a obra do Espírito Santo e normalizar o relacionamento com Deus. Quanto mais os crentes praticarem verdades, mais ganharão a iluminação e o esclarecimento do Espírito Santo. É assim que se alcança a compreensão de verdades e a entrada na realidade, e pode-se dizer que a prática de verdades é o único caminho para compreendê-las e entrar na realidade. Ao compreender um pouco das verdades, você deve praticar aquilo, e deve sempre praticar o quanto você compreende e não esperar compreender totalmente as verdades para então começar a praticá-las. Conforme você for praticando verdades, começará a compreender a substância delas, e esse é o processo de compreendê-las. Por exemplo, quando praticamos a honestidade, começamos praticando a entrada no pouco dessa verdade que compreendemos e vamos aprofundando nosso conhecimento da verdade de ser honesto durante esse processo. Os vários aspectos da realidade dessa verdade se tornarão então mais claros e mais evidentes para nós e a nossa prática dela se tornará mais pragmática e precisa com a experiência até que, finalmente, alcançaremos a compreensão dela e entrada na realidade. Esse é o verdadeiro processo da entrada na realidade de verdades por meio da experiência das palavras de Deus e da prática de verdades. As pessoas que compreendem um pouco das verdades, mas não as praticam, nunca serão capazes de se aprofundar nelas nem de alcançar uma compreensão real das verdades e a entrada na realidade. Qualquer pessoa que tenha experiência de vida poderá confirmar esse fato. A prática de verdades começa com apenas um pouco de compreensão, e a progressiva experiência delas acaba levando à compreensão da substância das verdades, e só então ocorre a entrada completa na realidade da verdade. Compreensão, prática e conhecimento devem andar lado a lado para se alcançar aos poucos a entrada completa na realidade da verdade. A compreensão de verdades decorre de sua prática incansável e do aprofundamento gradual de sua experiência. Cada verdade contém o suficiente para vários anos de prática pelos crentes. Por exemplo, a verdade sobre ser honesto deve ser praticada por 5-8 anos; caso contrário, o padrão de honestidade exigido não será alcançado. O mesmo vale para a verdade sobre a submissão a Deus, assim como para a verdade sobre o cumprimento dos deveres de serviço a Ele. Cada verdade deve ser experimentada e praticada no mínimo por alguns anos para que se possa entrar na sua realidade. Se os crentes não puderem praticar as verdades, sua submissão a Deus será apenas da boca para fora; o quanto os crentes praticam a verdade é o quanto eles obedecem a Deus. Portanto, quanto mais prática, mais obediência, e assim os crentes acabarão por obedecer e satisfazer a Deus de acordo com as Suas exigências. Serão capazes de dar testemunho e, durante os momentos mais cruciais, permanecerão ao lado de Deus e serão leais até o fim. Quando as pessoas são capazes de seguir plenamente a vontade de Deus, isso significa que são capazes de realmente se submeter a Ele, mas estamos falando de 8 a 10 anos de prática para se alcançar isso. Portanto, podemos ver que a prática das verdades e entrada em sua realidade são inseparáveis e igualmente importantes, e que somente por meio da prática frequente das verdades é que se pode entrar em sua realidade. As pessoas que são incapazes de praticar as verdades nunca serão capazes de entrar em sua realidade.

O que a prática das verdades implica? Precisamente, significa praticar de acordo com as palavras de Deus. Especificamente, isso significa que praticamos o quanto compreendemos de cada verdade. Contanto que nosso coração confirme que a prática está de acordo com as verdades, é assim que praticamos; contanto que nossa consciência confirme que a prática está de acordo com as verdades, é assim que praticamos. Esse é o significado de praticar as verdades e é a maneira correta de as pessoas fazerem o melhor possível e obedecerem à vontade do céu. Na verdade, a importância da prática de verdades está no cumprimento das responsabilidades e deveres dos seres criados, o que significa comportar-se como uma pessoa normal deveria se comportar e viver a aparência de um verdadeiro ser humano. Isso é o mesmo que se comportar e viver a imagem de um ser humano de acordo com o desejo do Senhor da Criação. Esse é o significado de praticar as verdades. Praticar as verdades significa viver a semelhança dos verdadeiros seres humanos de acordo com a realidade de verdades que Deus exige que a humanidade possua, e também considerar as palavras de Deus como as máximas principais de nossas vidas. Esse é o significado de praticar as verdades, e qualquer um que consiga praticar muitas verdades e confiar totalmente nas palavras de Deus estará vivendo uma vida que tem um verdadeiro significado.

Como praticar verdades de acordo com a vontade de Deus já deve estar bem claro agora, mas como praticá-las na vida real é a questão essencial em termos da entrada na vida. A maioria das pessoas pensa que compreender verdades é o mesmo que ganhar a realidade, mas isso é errado. Compreender verdades é uma coisa; praticar verdades é outra. A compreensão de verdades não representa a entrada na realidade; apenas a prática de verdades representa a entrada na realidade. Há uma grande diferença entre compreender verdades e praticá-las corretamente para se tornar alguém que seja verdadeiramente obediente a Deus. Isso inclui todo o processo real que leva da compreensão de verdades à transformação no ponto de vista e no caráter de vida e inclui especialmente o processo real que leva do conhecimento superficial de verdades à compreensão da substância de verdades. Quando as pessoas passam da compreensão de verdades à sua prática, há uma dificuldade prática que precisa ser superada, que é se elas podem ou não realmente aceitar as verdades e realmente obedecer a Deus em seu coração. Essa é uma questão fundamental que deve ser claramente compreendida. Apenas falar sobre doutrinas ou coisas afins é inútil: o mais urgente é resolver o problema. Compreender verdades é muito mais fácil do que praticá-las, e para praticar as verdades apropriadamente, certas condições devem ser satisfeitas. Elas incluem ser capaz de amar verdades, se submeter a Deus e, às vezes, pagar o preço e sofrer um pouco. Portanto, compreender verdades não significa amá-las, e isso certamente não representa praticar verdades nem se submeter a Deus. Somente as pessoas que praticam verdades são as que realmente as amam e as buscam, e as pessoas que não praticam verdades com frequência não as amam nem as buscam realmente. Todos parecem compreender um número razoável de verdades em seu coração, mas quantas delas são capazes de realmente colocar em prática? Por que há tantas verdades que as pessoas são incapazes de colocar em prática? Isso expõe um problema da substância das pessoas, o problema da natureza e caráter humano. As pessoas que não gostam de verdades têm dificuldade em praticá-las, e ouvimos muitas pessoas dizerem: “Eu compreendo todas as verdades, mas simplesmente não consigo colocá-las em prática.” Esse é o problema de não amar as verdades, seu caráter satânico é forte demais, e elas não conseguem obedecer a verdades. Ninguém deveria julgar os outros baseado apenas em quão bem podem falar de acordo com as verdades. Muito mais importante é se eles conseguem praticar verdades ou não, pois somente os que praticam verdades são capazes de entrar na sua realidade e alcançar a salvação e o aperfeiçoamento. Qualquer um que diga que compreende todas as verdades, mas não as pratica, está apenas fingindo ser bom. Na verdade, tais pessoas recusam e odeiam verdades, são extremamente arrogantes e não obedecem a ninguém. Qualquer um que não admita que as palavras de Deus são verdades nem aceite nem pratique verdades é um descrente. Essas pessoas nunca alcançarão a salvação e o aperfeiçoamento.

Se as pessoas são ou não capazes de praticar as verdades é a questão mais importante relacionada à entrada na vida. Não é normal que as pessoas comam e bebam as palavras de Deus e não pratiquem as verdades, e podemos dizer com certeza que comer e beber Suas palavras dessa maneira significa que elas não estão aceitando nem buscando verdades, mas, ao invés disso, estão investigando as palavras de Deus e duvidando delas. Estão apenas agindo desordenadamente ou sem se envolver. Os crentes que amam verdades compreenderão algumas delas depois de alguns anos comendo e bebendo as palavras de Deus e começarão a aceitar e praticar algumas verdades. Quando as pessoas começaram a compreender e a praticar verdades ao comer e beber as palavras de Deus, começaram a entrar na realidade. As pessoas que conseguem praticar verdades com frequência são as que estão realmente as buscando. Há muitas pessoas que compreendem todas as verdades, têm calibre e são claramente muito inteligentes, mas não praticam verdades. Definitivamente são pessoas que não amam verdades. Há outras pessoas que reconhecem e creem que as palavras de Deus são verdades, mas ainda são incapazes de praticá-las. Isso mostra que essas pessoas realmente não compreendem nem conhecem verdades e, portanto, muitas vezes são restringidas por outras pessoas, questões e coisas. São frequentemente passivas, reclamam muito de Deus e podem até ter concepções contra Ele e resistir a Ele. Mesmo se cumprirem alguns deveres, serão incapazes de atingir os padrões exigidos, nunca mostrarão nenhuma realização evidente, e qualquer trabalho que façam nunca convence ninguém nem é elogiado. Esse tipo de pessoa – se nunca praticar verdades – basicamente não ama verdades e terá de sofrer durante a catástrofe. As pessoas que não amam verdades definitivamente não têm humanidade, e se as pessoas não amarem verdades em seu coração, nunca serão capazes de praticá-las. Pessoas malignas agem de maneira aberta e honesta? Pessoas enganosas se comportam da mesma maneira que pessoas honestas? Os que gostam de tagarelar sobre letras e doutrinas sem praticar verdades são todos hipócritas. São desprezíveis e certamente não compreendem verdades. Somente as pessoas que praticam verdades realmente as compreendem e as amam. As pessoas que amam verdades são frequentemente restringidas por outras pessoas, questões e coisas ao praticá-las? Elas não realizem o seu trabalho sempre bem? Os que realmente praticam verdades não convencem sempre as pessoas escolhidas por Deus e são elogiados por elas? Qualquer um que não pratique verdades é definitivamente alguém que não as busca, e isso é certo. As pessoas que realmente compreendem verdades conseguem colocá-las em prática naturalmente, ou pelo menos conseguirão praticar algumas verdades em circunstâncias normais. Se a verdade não estiver clara para elas, buscarão a verdade, e se descobrirem alguém que fala de acordo com a verdade, ouvirão essa pessoa e obedecerão a ela. Isso é porque qualquer um que busque verdades definitivamente será capaz de aceitá-las e se submeter a elas totalmente. Qualquer um que compreenda verdades nunca estaria disposto a violá-las e certamente não se oporia a elas. Se tais crentes violassem intencionalmente as verdades, seriam acometidos por uma inquietação espiritual, e é por isso que as pessoas que compreendem verdades têm muita clareza no coração e na mente se estão ou não as praticando. Qualquer um que pratique as verdades é capaz de obedecer a Deus e fazer coisas e cumprir o dever de acordo com as Suas exigências. Naturalmente, há uma diferença entre ter uma estatura pequena ou grande, e o grau em que uma pessoa consegue praticar verdades depende diretamente da profundidade de sua experiência com as palavras de Deus. Mas se ela for capaz de praticar verdades, certamente terá a iluminação e o esclarecimento do Espírito Santo e compreenderá verdades e as praticará cada vez mais corretamente. Pessoas assim acabarão por se tornar alguém que verdadeiramente obedece a Deus. Todos os que praticam verdades sabem como proteger a obra de Deus, como fazer as coisas de uma maneira que beneficie o trabalho da igreja e as pessoas escolhidas por Deus, e como fazer as coisas de acordo com as Suas exigências. Para as pessoas que compreendem verdades, tudo isso está perfeitamente cristalino no coração e na mente. Mas para os que não praticam verdades, as trevas permeiam seu coração e nada é claro para eles, e sempre que se deparam com problemas, suas mentes ficam turvas. Os que não praticam verdades não têm a obra do Espírito Santo e nunca terão a realidade da verdade. Somente aqueles que praticam verdades podem entrar na realidade da verdade e alcançar a salvação e o aperfeiçoamento.

Portanto, como se determina se alguém está realmente praticando verdades ou não? Primeiramente é preciso entender que somente as pessoas que têm um coração temente a Deus praticarão verdades. As pessoas que não têm um coração temente a Deus definitivamente não praticarão verdades. Mesmo que tenham a aparência e o comportamento de pessoas que não violariam verdades, isso não significa que as praticam. Há algumas pessoas que dão a aparência de que cumprem seus deveres e fazem o bem de uma maneira geral, mas seu coração está adulterado com objetivos pessoais e, em essência, elas estão apenas agindo sem se envolver e tentando confundir e enganar as pessoas escolhidas por Deus. Algumas chegam a interromper ou perturbar a Sua obra, e isso significa se opor a Ele. As pessoas que não têm verdades são todas hipócritas, assim como os fariseus que obedeciam a regras, cumpriam formalidades e estavam sempre dispostos a fazer concessões para encobrir suas violações e oposição à verdade. As pessoas que compreendem verdades nunca obedecem a regras, não cumprem formalidades nem fazem concessões, e as que o fazem definitivamente não compreendem verdades. As pessoas que têm um coração temente a Deus e buscam verdades serão informadas por sua consciência de que essa é uma maneira errada de praticar verdades e rapidamente as buscarão para corrigir seu erro. A violação de verdades geralmente se manifesta das três maneiras a seguir:

1. Obedecer estritamente a regras e formalidades. Devido às suas concepções e imaginações, tais pessoas pensam que estão praticando verdades ao obedecer a regras e nunca cometer pecados;

2. fazer concessões e fingir. Tais pessoas sempre buscam um meio termo em sua prática e tentam sempre ser simpáticas e inofensivas e não cometer pecados;

3. adotar métodos que se opõem diretamente à verdade. Elas adotam o método de resistir a Deus ao interromper e perturbar a Sua obra a fim de alcançar objetivos e desejos pessoais.

Os três métodos acima de fingir o bem e enganar a Deus são todos manifestações de rebelião contra Ele e oposição a Ele. Todos os anticristos, malfeitores, pessoas enganosas e todos os que não amam verdades frequentemente adotam esses métodos, mas acham que estão praticando verdades. Essencialmente, são todos hipócritas, e os novos crentes geralmente não conseguem discerni-los. Portanto, os novos crentes facilmente aceitam tais práticas falsas, ficam confusos e são seduzidos e enganados. As pessoas que compreendem verdades sabem discernir esses métodos de falsa bondade e oposição a Deus e, portanto, não caem em armadilhas nem são enganadas. É claro que, quando as pessoas não compreendem realmente verdades, elas praticam dessa maneira, e esse é um processo que precisa ser vivenciado, mas quando elas realmente compreendem verdades, são capazes de discernir naturalmente essas práticas errôneas e hipócritas. Praticar verdades e entrar na realidade é um processo gradual de compreensão de verdades, e é um processo que envolve transformações nos pontos de vista e no caráter de vida, e por isso é normal que alguns desvios e erros ocorram pelo caminho. Mas as pessoas que buscam a verdade corrigirão seus erros e desvios constantemente para entrar na realidade da verdade. Determinar se alguém está praticando ou não verdades não é uma questão fácil. A prática de verdades exige um coração temente a Deus e que seja ao menos edificado sobre a fundação de uma boa consciência. É preciso cumprir os deveres e tratar as pessoas adequadamente, de acordo com os princípios para a prática de verdades, para alcançar o objetivo de proteger a obra de Deus e beneficiar as pessoas escolhidas por Deus. Esse é o padrão mínimo exigido para a prática de verdades. Quando as pessoas praticam para serem honestas, ao lado das contínuas transformações no caráter de vida, elas conseguem aos poucos praticar verdades. Mesmo que não compreendam realmente a verdades, as pessoas bondosas sabem como agir para proteger a obra de Deus, beneficiar as pessoas escolhidas por Deus e corresponder à Sua vontade. A consciência delas lhes diz se está certo ou não. Portanto, qualquer método que não alcance os padrões estabelecidos por uma boa consciência ou que rompa totalmente com eles é definitivamente um método que viola verdades e pode até mesmo ser maligno. Não há dúvida quanto a isso. Qualquer um que tenha um bom coração, mesmo que não compreenda verdades, não fará o mal e certamente não irá intencionalmente contrariar as verdades e se opor a Deus. Essa é uma função da consciência e uma expressão de boa humanidade. Quando alguém se torna uma pessoa verdadeiramente honesta, pode de fato começar a praticar verdades. As pessoas que realmente praticam verdades não se importarão com o quão profundamente as compreendem, mas confiarão em sua consciência para guiá-las ao fazer as coisas e protegerão a obra de Deus. Portanto, ao cumprir seus deveres, em geral não agirão superficialmente nem tentarão iludir nem enganar a Deus. Tudo isso é um comportamento muito natural para pessoas que têm bom coração. Mesmo que não compreendam completamente as verdades, saberão como agir e fazer as coisas que são certas e estão de acordo com a vontade de Deus, pois sentem isso em sua consciência. Portanto, se as pessoas agirem de acordo com a sua consciência na maior parte do tempo, não violarão verdades. Mesmo que ocasionalmente não alcancem ao padrão exato da prática de verdades, quando vierem finalmente a compreender verdades e assimilar os princípios, naturalmente se tornarão capazes de praticar verdades. É evidente que alguém com um bom coração, mas que não compreenda as verdades, possa ser enganado devido à sua falta de discernimento, ou possa até mesmo tentar fazer o bem, mas acabar interrompendo involuntariamente a obra de Deus. Ter consciência significa ter humanidade e não necessariamente ter verdades. As pessoas devem se equipar com verdades antes que se possa dizer que elas possuem verdades e humanidade. Contanto que as pessoas que têm humanidade persistam em comer e beber as palavras de Deus e em praticar verdades. elas alcançarão a compreensão de verdades e a entrada na realidade. Quando os crentes compreenderem as verdades, se apegarão aos princípios de praticar verdades e conseguirão colocá-las em prática. Há sete princípios que devem ser seguidos para se praticar verdades corretamente:

1. O princípio de praticar com base nas palavras de Deus e por meio da compreensão de Sua vontade;

2. o princípio de proteger a obra de Deus;

3. o princípio de beneficiar as pessoas escolhidas por Deus;

4. o princípio de apenas buscar resultados com base em cada situação e seu contexto;

5. o princípio de compreender as realidades de cada aspecto das verdades;

6. o princípio de praticar de uma maneira que concorde com outras pessoas que estão buscando verdades;

7. o princípio de manter uma consciência limpa e não ter nenhum arrependimento.

Os crentes que querem entrar na realidade da verdade devem primeiramente compreender verdades, implementá-las e praticá-las. Para praticá-las corretamente, devem experimentar as palavras de Deus, praticar verdades e alcançar o conhecimento sobre elas. Dessa forma poderão compreender os princípios da prática de verdades e somente ao praticar verdades de acordo com os princípios é que poderão obter os resultados reais e alcançar o padrão de prática exigido. Na verdade, somente ao praticar corretamente verdades é que as pessoas realmente se submetem a Deus, O exaltam e dão testemunho Dele. Se as pessoas não praticam verdades corretamente, certamente é porque sua experiência das palavras de Deus e sua prática de verdades foram superficiais demais ou elas não alcançaram realmente a compreensão e o conhecimento de verdades. Quando as pessoas praticam verdades de acordo com o padrão exigido, elas conseguem entrar plenamente na realidade da verdade nas palavras de Deus. Portanto, a prática de verdades das pessoas pode ser diferenciada pela profundidade ou superficialidade da experiência, e ao praticá-las persistentemente, elas podem alcançar uma compreensão total de verdades e a entrada na realidade. Ao praticar verdades, devemos buscá-las e comunicá-las frequentemente. Por um lado, isso permite que nossa compreensão de verdades se aprofunde aos poucos e, por outro, impede que nos desviemos da senda correta ao praticá-las. É comum e normal que surjam certos desvios e métodos errados durante os primeiros estágios da prática de verdades, e os quatro piores métodos errados são:

1. Obedecer estritamente às regras; 2. fazer o que se bem entende; 3. sempre demonstrar boas intenções; 4. permitir que a prática seja adulterada.

Esses quatro métodos errados não podem ser classificados como prática de verdades, pois não atendem ao padrão dessa prática. São os erros mais fáceis de serem cometidos por pessoas que não compreendem de fato as verdades e geralmente ocorrem durante os primeiros 3 ou 5 anos de prática, antes que os novos crentes tenham entrado na realidade da verdade. As pessoas estão tomadas por impurezas demais e seu caráter corrupto ainda precisa ser transformado, portanto, é muito difícil para elas evitar se desviar da senda correta ao praticar verdades. Uma vez que as pessoas tenham compreendido inteiramente as verdades, esses métodos de prática equivocados serão naturalmente descartados. A partir disso podemos ver que o processo de praticar verdades vai do superficial ao profundo e do caminho anormal ao caminho correto, e ocorre por meio de sua implementação e prática incessantes para gradativamente entrar na realidade da verdade.

Esses sete princípios da prática de verdades foram determinados de acordo com a substância delas, e é somente através da compreensão da substância das verdades que os princípios corretos da prática podem ser estabelecidos. Se as pessoas têm um coração temente a Deus, elas são capazes de buscar verdades, negar suas determinações e renunciar à própria carne. É assim que se garante a exatidão e o pragmatismo ao se praticar verdades e assegurar que não haverá nenhuma adulteração ou desejo por louvor e apreço, mas apenas o desejo de satisfazer e confortar a Deus, de ser uma pessoa justa e íntegra que não tem arrependimentos e de seguir a lei do Céu ao nunca violar verdades. Assim, a prática de verdades torna-se cada vez mais correta e cada vez mais alinhada com a vontade de Deus. Qualquer um que não tenha um coração temente a Deus não será capaz de fazer isso. Qualquer um que não busque de fato as verdades não estará disposto a levar a sério a sua busca e não será capaz de praticá-las facilmente. Para praticar verdades corretamente é necessário comer e beber as palavras de Deus com empenho, e, a partir dessas palavras, encontrar a realidade da verdade cuja prática e a entrada na qual Ele exige. Em seguida, por meio da implementação e da prática dessas verdades, nós as compreenderemos melhor e finalmente entraremos plenamente na realidade da verdade das palavras de Deus.

A prática de verdades é a única maneira de se entrar na realidade da verdade. A prática de verdades de acordo com o padrão exigido ocorre depois da compreensão de verdades a um nível cada vez mais profundo. Durante a prática de verdades, a iluminação e o esclarecimento do Espírito Santo guiam os crentes para a realidade da verdade. Portanto, independentemente de quão bem alguém compreenda verdades, ele deve persistir em praticá-las até alcançar a real compreensão da substância das verdades. Então ele entrará plenamente na realidade da verdade.

Qualquer um que compreenda verdades reconhece que Cristo é o caminho, a verdade e a vida e, portanto, terá alguma experiência prática e conhecimento de verdades e da realidade. Verdades são uma expressão de Deus e uma revelação de Seu caráter. Elas representam tudo o que Ele tem e é, e a essência da vida de Deus é a verdade e a justiça. Verdades têm poder e sabedoria ilimitados e, naturalmente, as verdades que Deus expressou à humanidade são apenas uma gota no oceano de vida de Deus. As verdades expressas por Ele são apenas a realidade da verdade de que a humanidade precisa. Portanto, as verdades que Deus expressa são as mais importantes instruções e orientações para a humanidade e definitivamente deveriam ser usadas como as melhores máximas possíveis para a vida. A substância das verdades incorpora plenamente a equidade, a imparcialidade e a justiça, bem como a abnegação e o destemor. É completamente aberta, justa e honrada. Mesmo que pratiquemos verdades de um modo superficial e limitado – que às vezes pode estar muito longe da substância da verdade – podemos talvez sentir que as estamos praticando maravilhosamente bem, especialmente se estamos conquistando a admiração e o elogio daqueles que nos rodeiam. Mas se continuarmos a praticar e a experimentar até que tenhamos praticado todos os aspectos da realidade de cada verdade, então entraremos totalmente na luz. Seremos definitivamente louvados por Deus e seremos naturalmente aperfeiçoados por Ele. Esse é o verdadeiro significado da prática de verdades. Na verdade, se alguém é capaz de viver a aparência de um ser humano verdadeiro, significa que ele tem a realidade da verdade, e quando alguém entrar na realidade da verdade, será naturalmente capaz de viver a aparência de um verdadeiro ser humano e viver a imagem das verdades. De fato, viver a aparência de um verdadeiro ser humano e viver a imagem das verdades são totalmente compatíveis. No passado, pessoas boas eram consideradas como modelos para os verdadeiros seres humanos e se acreditava que apenas as pessoas boas tinham a aparência de humanos verdadeiros. Mas depois de experimentar a obra de Deus e compreender verdades, vimos que as chamadas “pessoas boas” na verdade não eram tão boas e belas assim. Vimos que eles não possuíam a realidade da verdade nas palavras de Deus e estavam longe dos princípios e padrões das verdades. Agora nós vemos o estado lastimável dessa humanidade corrupta que não tem verdades. Se uma pessoa puder aceitar todas as verdades expressas nas palavras de Deus como sua vida, então a imagem das verdades que viverá será a aparência de um ser humano verdadeiro, que será muito melhor do que aquilo que a humanidade corrupta chama de “pessoas boas”. Esse é o verdadeiro significado da vida segundo as palavras de Deus. A realidade da verdade descrita nas Suas palavras é o mais elevado aforismo para a vida da humanidade, e devemos seguir Suas palavras e praticar a honestidade, a obediência e a lealdade a Ele. Devemos dar testemunho de Deus, exaltar, adorar e servir a Ele, e, por meio de tudo isso, quase sem perceber, entraremos plenamente na realidade da verdade. Se as pessoas viverem esses aspectos da realidade da verdade, estarão vivendo a aparência de verdadeiros seres humanos com a imagem das verdades.

A experiência de vida, desde comer e beber as palavras de Deus e praticar e implementar as verdades até entrar completamente na realidade da verdade, é dividida aproximadamente em três etapas. Nos primeiros 3 a 5 anos, a experiência principal é comer e beber as palavras de Deus, e o foco da prática é a autorreflexão ao comer e beber as palavras de Deus para alcançar o conhecimento da própria realidade corrupta e da substância da própria natureza e o conhecimento de como Deus opera para salvar e aperfeiçoar as pessoas. Durante essa etapa, os crentes precisam também praticar o cumprimento de seus deveres de pregar o evangelho para dar testemunho de Deus. Mesmo que não estejam à altura de praticar verdades, estão na trilha certa para compreender verdades, pois estão lançando uma fundação sólida para o verdadeiro caminho. A prática deve ser realizada dessa maneira até que eles tenham clareza sobre as visões e estejam firmemente enraizadas no verdadeiro caminho, para que não sejam mais enganados nem usados por outros e possam crer independentemente em Deus, buscar verdades e permanecer firmes. Esse é o sinal de que a primeira etapa da experiência de vida foi concluída. Quando os crentes verdadeiramente conhecem sua própria substância e realidade corrupta e começam a renunciar à sua carne, buscar verdades e cumprir voluntariamente seus deveres, eles entram na segunda etapa da experiência de vida. Nessa etapa os crentes já começaram a compreender verdades e a se concentrar em praticá-las, e começaram a se submeter ao julgamento e castigo de Deus ao comer e beber as Suas palavras. Ao cumprir seus deveres, eles procuram e buscam verdades, mas ainda precisam passar por muita poda, tratamento, provações, refinamentos, fracassos e frustrações antes de começarem a entrar aos poucos na realidade da verdade. Embora revelem muita corrupção, passam a conhecer a si mesmos e a se arrepender verdadeiramente. São capazes de buscar verdades e se esforçar para compreender e praticar algumas das verdades e começam a ter uma verdadeira experiência de vida. Isso é o que acontece durante a segunda etapa da experiência de vida. Quando as pessoas entram na terceira etapa da experiência de vida, começam aos poucos a praticar verdades corretamente porque já passaram por muita poda, tratamento, provações e refinamento, e pela disciplina de Deus e até mesmo por Sua punição, de modo que elas têm uma verdadeira experiência de vida. Já compreendem algumas verdades, e a busca do conhecimento de Deus é seu objetivo na busca da verdade. Na terceira etapa da experiência de vida, o foco da prática de verdades é praticar verdades e obedecer a Deus ao cumprir os deveres, praticar ser uma pessoa honesta, ter consideração pela vontade de Deus e ser fiel aos deveres para com Ele até que a busca de verdades leve ao aperfeiçoamento. Mas eles precisam passar por ainda mais provações e refinamentos – ou até mesmo por julgamento, punição, castigo e disciplina mais intensos – para alcançar melhores resultados. Se essas pessoas puderem continuar a buscar verdades, a transformação no caráter e o conhecimento de Deus, seus caracteres de vida serão transformadas e elas serão capazes de entrar plenamente na realidade da verdade. Isso é o que acontece durante a terceira etapa da experiência de vida. Os crentes que entram na terceira etapa da experiência de vida praticam verdades mais corretamente e obtêm resultados plenamente sem se desviar da trilha. Durante essa etapa, eles experimentam o aperfeiçoamento por Deus e aos poucos se tornam aptos para o Seu uso. É assim que a prática de verdades se aprofunda gradativamente, e quando uma pessoa pratica corretamente, de maneira integral e de acordo com o padrão de Deus, ela está verdadeiramente obedecendo a Deus e já entrou plenamente na realidade da verdade. A partir disso podemos ver que a prática de verdades é a rota para a entrada na realidade da verdade e para a salvação e o aperfeiçoamento. Somente através da prática de verdades é que a salvação e o aperfeiçoamento podem ser alcançados. Qualquer pessoa que esteja comendo e bebendo as palavras de Deus, mas não esteja se concentrando em praticar as verdades, é alguém que não está de fato buscando verdades. Observando o que acontece com todos os falsos líderes e anticristos que não têm a realidade da verdade e que enganam as pessoas falando sobre letras e doutrinas, podemos ver que as pessoas que comem e bebem as palavras de Deus, mas não praticam verdades, não têm as bênçãos de Deus. Somente as pessoas que praticam verdades têm a obra do Espírito Santo, que é um sinal de se ter o louvor e as bênçãos de Deus. As pessoas que não têm a obra do Espírito Santo não têm o louvor nem as bênçãos de Deus. Qualquer um que esteja buscando verdades deve ver isso claramente. Independentemente do quanto alguém compreenda das verdades, ele deve praticá-las antes que possa realmente compreendê-las e entrar na realidade. Qualquer um que creia em Deus por muitos anos, mas não pratique verdades nem se arrependa, certamente será eliminado e sofrerá punição. Não há dúvida alguma sobre isso. “Aqueles que genuinamente creem em Deus são os que estão desejosos de colocar a palavra de Deus em prática e eles são aqueles que estão desejosos de praticar a verdade. Aqueles que verdadeiramente podem testemunhar de Deus são também os que estão desejosos de colocar Sua palavra em prática, e eles são aqueles que verdadeiramente tomam o lado da verdade. Aqueles que empregam estratagemas e que praticam injustiça são todas pessoas que não têm a verdade e todos eles envergonham a Deus. Aqueles na igreja que se envolvem em disputas são lacaios de Satanás e são a incorporação de Satanás. Esse tipo de pessoa é malicioso demais. Aqueles que não têm discernimento e são incapazes de ficar do lado da verdade, todos eles guardam más intensões e mancham a verdade. Essas pessoas são ainda mais representantes típicos de Satanás; elas não podem ser redimidas e é desnecessário dizer que elas são todas objetos a serem eliminados” (de ‘Alerta para aqueles que não praticam a verdade’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Este sermão deve ser comunicado juntamente com estas três passagens das palavras de Deus: “Pratiquem a verdade quando a compreenderem”, “Só pôr a verdade em prática é ter realidade” e “Alerta para aqueles que não praticam a verdade”.

10 de junho de 2012

Anterior:Somente as pessoas que realmente aceitam e obedecem ao juízo e ao castigo de Deus estão verdadeiramente buscando a verdade

Próximo:A realidade da verdade em que você deve entrar para tratar de questões com princípios