38. Como se manifesta a mudança de caráter?

Palavras de Deus relevantes:

Se o seu caráter pode ou não mudar depende de você acompanhar ou não as palavras atuais do Espírito Santo e realmente compreendê-la. Isso é diferente do que vocês entendiam. O que você antes entendia ser uma mudança de caráter era que você, que julgava com facilidade, deixou de falar descuidadamente por meio da disciplina de Deus. Porém, esse é apenas um aspecto da mudança e neste exato momento o mais crucial é seguir a orientação do Espírito Santo. Você segue o que quer que Deus diga; você obedece a tudo o que Ele diz. As pessoas não podem mudar seu próprio caráter; elas devem submeter-se ao julgamento, ao sofrimento e ao refinamento da palavra de Deus, ou o lidar, a disciplina e a poda pela Sua palavra. Só depois disso elas podem alcançar a obediência e a devoção a Deus, e não mais tentar lidar com Ele de forma superficial. É sob o refinamento da palavra de Deus que as pessoas têm seu caráter transformado. Só aquelas que passam pela exposição e julgamento de Sua palavra e são disciplinadas e tratadas por Sua palavra não mais ousarão fazer coisas de maneira imprudente, tornando-se, em vez disso, firmes e comportadas. O ponto mais importante é que elas são capazes de se submeterem à palavra atual e à obra de Deus e, ainda que ela não esteja em concordância com as noções humanas, elas conseguem deixar essas noções de lado e obedecer voluntariamente. No passado, quando se falou de uma mudança no caráter, foi principalmente com referência a renunciar a si mesmo, deixar a carne sofrer, disciplinar o próprio corpo e libertar-se de preferências carnais; esse é um tipo de mudança no caráter. Agora as pessoas sabem que a expressão real de uma mudança no caráter é obedecer às atuais palavras de Deus, bem como ser capaz de ter verdadeira compreensão de Sua nova obra. Assim as pessoas conseguirão se livrar de seu entendimento anterior de Deus, que foi matizado por suas noções próprias e alcançar a verdadeira compreensão de Deus e a obediência a Ele. Só isso é uma genuína expressão de mudança no caráter.

Extraído de ‘As pessoas cujo caráter mudou são as que entraram na realidade das palavras de Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

As pessoas podem se comportar bem, mas isso não significa necessariamente que elas possuem a verdade. O fervor das pessoas só pode fazê-las respeitar a doutrina e seguir regulamentos; as pessoas sem a verdade não têm como resolver problemas substantivos e a doutrina não pode substituir a verdade. Aqueles que experimentaram uma mudança em seu caráter são diferentes. Aqueles que experimentaram uma mudança em seu caráter entenderam a verdade, têm discernimento em todas as questões, sabem como agir de acordo com a vontade de Deus, como agir de acordo com os princípios da verdade, como agir para satisfazer a Deus e entendem a natureza da corrupção que elas revelam. Quando suas ideias e concepções são reveladas, elas são capazes de discernir e abandonar a carne. É assim que se expressa uma mudança no caráter. A principal coisa sobre uma mudança no caráter é que elas entenderam claramente a verdade e, quando realizam as coisas, põem a verdade em prática com relativa precisão e sua corrupção não é revelada com tanta frequência. Geralmente, pessoas cujo caráter mudou parecem ser particularmente razoáveis e perspicazes e, por causa de sua compreensão da verdade, não exibem tanta justiça própria e arrogância. Elas podem ver claramente e discernir muita da corrupção que é revelada, de modo que não dão origem à arrogância. Elas são capazes de ter uma compreensão ponderada sobre qual é o lugar do homem, como se comportar de maneira razoável, como ser obediente, o que dizer e o que não dizer, o que dizer e o que fazer a quais pessoas. É por isso que se diz que pessoas desse tipo são relativamente sensatas. Aquelas que tiveram uma mudança no caráter realmente vivem a semelhança de um humano e elas possuem a verdade. Elas sempre são capazes de falar e ver as coisas de acordo com a verdade e têm princípios em tudo que fazem; elas não estão sujeitas à influência de qualquer pessoa, assunto ou coisa e todas têm as próprias visões e podem conservar os princípios da verdade. O caráter delas é relativamente estável, elas não são inseguras e, não importa qual sua situação, compreendem como fazer seu dever adequadamente e como fazer as coisas para satisfazer a Deus. Aquelas cujo caráter mudou não estão focadas no que fazer para parecer bem em um nível superficial — elas têm clareza interna sobre o que fazer para satisfazer a Deus. Portanto, externamente, elas podem não parecer tão entusiasmadas ou como se tivessem feito algo grandioso, mas tudo o que fazem é significativo, é valioso e tem resultados práticos. Aqueles cujo caráter mudou certamente possuem muita verdade — isso pode ser confirmado por suas perspectivas sobre as coisas e seus princípios em suas ações. Aqueles que não possuem a verdade certamente não tiveram nenhuma mudança de caráter. Isso não quer dizer que as pessoas que são maduras e experientes em sua humanidade viverão necessariamente uma mudança de caráter; isso basicamente se refere àquelas instâncias nas quais alguns venenos satânicos dentro da natureza das pessoas mudam devido ao seu conhecimento de Deus e à sua compreensão da verdade. Ou seja, esses venenos satânicos são limpos e a verdade expressa por Deus cria raízes dentro dessas pessoas, torna-se a vida delas e se torna o fundamento de sua existência. Só então elas se tornam novas pessoas e, como tais, seu caráter muda. Uma mudança de caráter não significa que o caráter externo das pessoas seja mais manso que antes, que elas costumavam ser arrogantes e agora falam com sensatez, ou que costumavam não ouvir ninguém e agora conseguem ouvir os outros; não se pode dizer que tais mudanças externas sejam mudanças no caráter. É claro que mudanças no caráter incluem esses estados, mas a coisa mais importante é que sua vida interior mudou. A verdade expressa por Deus se torna a própria vida delas, os venenos satânicos foram eliminados, suas perspectivas mudaram completamente e nada delas está de acordo com a perspectiva do mundo. Elas veem claramente os esquemas e venenos do grande dragão vermelho; elas compreenderam a verdadeira essência da vida. Assim, os valores de sua vida mudaram — essa é a mudança mais fundamental e a essência de uma mudança de caráter.

Extraído de ‘A diferença entre mudanças externas e mudanças no caráter’ em “Registros das falas de Cristo”

Mudanças no caráter têm uma característica. Isto é, ser capaz de submeter-se ao que é certo e alinhado com a verdade. Seja quem for a lhe dar sugestões — independentemente de ser jovem ou idoso, de vocês se darem bem, e de se o relacionamento entre vocês for bom ou ruim — contanto que diga que algo é correto, alinhado com a verdade e benéfico para a obra da família de Deus, então você pode ouvir, adotá-lo e aceitá-lo, e não ser afetado por quaisquer outros fatores. Esse é o primeiro aspecto dessa característica. Primeiramente, você pode aceitar a verdade, assim como as coisas que são corretas e alinhadas com a verdade. Outro, é ser capaz de buscar a verdade toda vez que encontrar um problema. Você pode não somente aceitar a verdade; você deve também ser capaz de buscá-la. Por exemplo, se encontrar um problema novo que ninguém consegue sondar, você pode buscar a verdade, ver o que deveria fazer ou praticar para tornar a questão alinhada com os princípios da verdade e atender às exigências de Deus. Ainda outro aspecto é ganhar a capacidade de ser atencioso para com a vontade de Deus. Como você deveria ser atencioso para com a vontade de Deus? Isso depende de qual dever você está desempenhando e de que exigências Deus tem para você em seu dever. Você deve entender esse princípio: cumprir seu dever de acordo com o que Deus exige e cumpri-lo para satisfazer a Deus. Você também deve entender a vontade de Deus e qual é o resultado desejado de seu dever, e você deve ser capaz de agir com responsabilidade e fidelidade. Tudo isso são maneiras de ser atencioso para com a vontade de Deus. Se não souber como ser atencioso para com a vontade de Deus na coisa que está fazendo, você precisa fazer uma busca a fim de cumprir a vontade de Deus e satisfazê-Lo. Se vocês podem colocar esses três princípios em prática, medir a maneira como vocês estão realmente vivendo de acordo com eles e encontrar uma senda de prática, então estarão resolvendo os assuntos de acordo com os princípios. Não importa o que encontrem e não importa com que problemas tenham de lidar, vocês precisam sempre procurar por quais princípios deveriam estar praticando, quais detalhes estes incluem e como eles devem ser praticados para que vocês não estejam violando os princípios. Uma vez que tenham um entendimento claro dessas coisas, vocês serão naturalmente capazes de praticar a verdade.

Extraído de ‘Só ao colocar a verdade em prática você pode se livrar das amarras de um caráter corrupto’ em “Registros das falas de Cristo”

Anterior: 37. O que é a mudança de caráter?

Próximo: 39. Quais são as diferenças entre a mudança de caráter e o bom comportamento?

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

2. Quais são as diferenças entre o trabalho daqueles que são usados por Deus e o trabalho dos líderes religiosos?

A obra realizada por quem é usado por Deus tem o propósito de colaborar com a obra de Cristo ou do Espírito Santo. Esse homem é levantado por Deus dentre os homens e está ali para liderar todos os escolhidos de Deus; ele também é levantado por Deus para fazer a obra de cooperação humana. Por intermédio de alguém assim, capaz de fazer a obra de cooperação humana, mais podem ser alcançadas tanto as exigências de Deus em relação ao homem quanto a obra que o Espírito Santo deve fazer dentre os homens. Outra forma de colocar isso é a seguinte: o objetivo de Deus ao usar esse homem é para que todos os que O seguem possam compreender melhor a Sua vontade e alcançar mais as Suas exigências. Como as pessoas são incapazes de entender diretamente as palavras ou a vontade de Deus, Deus levantou alguém que é usado para realizar tal obra. Essa pessoa que é usada por Deus também pode ser descrita como um meio pelo qual Deus guia as pessoas, como um “tradutor” na comunicação entre Deus e o povo.

4. Por que Deus não usa o homem para fazer Sua obra de julgamento nos últimos dias; por que Ele deve encarnar e fazer isso Ele Próprio?

A obra de julgamento é a própria obra de Deus, portanto ela deve ser naturalmente realizada pelo Próprio Deus; não pode ser realizada pelo homem em Seu lugar. Como o julgamento é a conquista da raça humana por meio da verdade, é inquestionável que Deus ainda apareça como imagem encarnada para realizar essa obra entre os homens. Isto é, nos últimos dias, Cristo irá usar a verdade para ensinar os homens do mundo todo e revelar todas as verdades a eles. Essa é a obra de julgamento de Deus.

5. As diferenças essenciais entre o Deus encarnado e aqueles que são usados por Deus

O Deus encarnado é chamado de Cristo e Cristo é a carne vestida pelo Espírito de Deus. Essa carne é diferente de qualquer homem que é da carne. Essa diferença existe porque Cristo não é de carne e sangue, mas é a encarnação do Espírito. Ele tem tanto uma humanidade normal como uma divindade completa. Sua divindade não é possuída por nenhum homem. Sua humanidade normal sustenta todas as Suas atividades normais na carne, enquanto Sua divindade realiza a obra do Próprio Deus. Seja Sua humanidade ou divindade, ambas se submetem à vontade do Pai celestial. A substância de Cristo é o Espírito, isto é, a divindade. Portanto, Sua substância é a do Próprio Deus, essa substância não interromperá Sua própria obra e Ele não poderia fazer qualquer coisa que destrua Sua própria obra, nem jamais pronunciaria palavras que fossem contra Sua própria vontade.

1. O que é seguir a vontade de Deus? Somente pregar e trabalhar para o Senhor é seguir a vontade de Deus?

Imagine que você seja capaz de trabalhar para Deus, mas não obedeça a Deus e não consiga amar a Deus autenticamente. Desse modo, você não só não terá cumprido o dever de uma criatura de Deus, como também será condenado por Deus porque é alguém que não possui a verdade, que é incapaz de obedecer a Deus e que é desobediente a Deus. Você só se interessa em trabalhar para Deus e não tem interesse em pôr a verdade em prática nem em conhecer-se. Você não compreende nem conhece o Criador, não obedece nem ama o Criador. Você é alguém inerentemente desobediente a Deus, e pessoas assim não são prezadas pelo Criador.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro