A senda para o reino de Deus nem sempre é fácil (I)

13 de Junho de 2022

Por Senen, Índia

Nasci numa família cristã e segui meus pais na crença deles no Senhor. Eu também ia a muitas reuniões e participava de várias atividades na igreja. Um dia, em março de 2020, conheci uma irmã no Facebook. Conversamos sobre crença no Senhor, e senti que as coisas que essa irmã dizia eram muito novas. Por exemplo, ela me perguntou se eu conhecia os critérios para entrar no reino dos céus, e, imediatamente, esse tema despertou minha curiosidade. Pensei: “Tenho acreditado no Senhor por tanto tempo, mas os pastores e presbíteros nunca discutiram os critérios para entrar no reino dos céus. Também nunca refleti sobre se podemos entrar no reino dos céus crendo como nós cremos”. Foi a primeira vez que ouvi alguém falar sobre esse tema e quis saber a resposta. Mais tarde, ao participar de reuniões e ler as palavras de Deus Todo-Poderoso, entendi que, corrompidos por Satanás, temos uma natureza pecaminosa dentro de nós e pecamos com frequência. Sem remover essa natureza pecaminosa, não podemos escapar do pecado. Aqueles que são imundos e corruptos não estão qualificados para entrar no reino dos céus, pois Deus é justo e santo, e as pessoas não podem ver Deus sem serem santas. Ela também me disse: “O Senhor Jesus retornou como Deus Todo-Poderoso, para expressar a verdade e fazer a obra de julgar e purificar as pessoas. Ele faz isso para remover nossa natureza pecaminosa e nos salvar plenamente do pecado. Só se aceitarmos a obra de julgamento de Deus dos últimos dias e formos purificados da nossa corrupção, estaremos qualificados para entrar no reino dos céus”. Ela também leu duas passagens das palavras de Deus Todo-Poderoso para mim. “Você só sabe que Jesus descerá durante os últimos dias, mas como exatamente Ele descerá? Um pecador como vocês, que acaba de ser redimido, e não foi mudado ou aperfeiçoado por Deus, pode ser segundo o coração de Deus? Para você, você que ainda é do seu antigo eu, é verdade que você foi salvo por Jesus, e que você não é contado como pecador por causa da salvação de Deus, mas isso não prova que você não é pecador e não é impuro. Como você pode ser santo se não foi mudado? Internamente, você é assolado por impurezas, é egoísta e ignóbil, mas ainda deseja descer com Jesuscomo você poderia ser tão sortudo? Você pulou uma etapa em sua crença em Deus: você foi meramente redimido, mas você não foi mudado. Para você ser segundo o coração de Deus, Deus deve fazer pessoalmente a obra de mudar e limpar você; se você é apenas redimido, será incapaz de alcançar a santidade. Dessa forma, você não será qualificado para compartilhar as boas bênçãos de Deus, pois você perdeu um passo na obra de Deus de gerenciar o homem, que é o importante passo de mudar e aperfeiçoar. Você, um pecador que acaba de ser redimido, é, portanto, incapaz de herdar diretamente a herança de Deus” (‘Sobre denominações e identidade’ em “A Palavra manifesta em carne”). “Embora tenha feito muita obra entre os homens, Jesus apenas completou a redenção de toda a humanidade e tornou-Se oferta pelo pecado do homem; Ele não livrou o homem de todo o seu caráter corrupto. Salvar o homem plenamente da influência de Satanás não exigiu apenas que Jesus Se tornasse a oferta pelo pecado e carregasse os pecados do homem, mas também exigiu que Deus fizesse uma obra maior ainda para livrar o homem completamente de seu caráter satanicamente corrompido. E assim, agora que o homem teve seus pecados perdoados, Deus voltou para a carne para guiar o homem até a nova era e começou a obra de castigo e julgamento. Esta obra tem trazido o homem a um reino superior. Todo aquele que se submete ao Seu domínio há de desfrutar de uma verdade maior e de receber bênçãos maiores. Eles hão de viver verdadeiramente na luz e de ganhar a verdade, o caminho e a vida” (‘Prefácio’ em “A Palavra manifesta em carne”). Na época, contemplei essas palavras e refleti sobre os meus atos e os atos dos meus irmãos. Eu fui obrigado a admitir que acreditávamos no Senhor e fazíamos algumas boas obras, que éramos bons, não batíamos nem repreendíamos os outros, mas ainda mentíamos e pecávamos com frequência, éramos arrogantes e menosprezávamos os outros, ainda invejávamos, odiávamos e competíamos com os outros por ganho e fama. Vivíamos presos num ciclo de pecar e confessar e sempre lutávamos com o pecado. Foi só depois de ler as palavras de Deus Todo-Poderoso que entendi que isso se devia ao fato de que a natureza pecaminosa em nós não tinha sido removida. As palavras de Deus Todo-Poderoso também me mostraram o caminho para escapar do pecado e de ser salvo por Deus. Ou seja, devemos aceitar a obra de julgamento de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias. Só quando nossa corrupção for purificada, poderemos entrar no reino de Deus. Achei que as palavras de Deus Todo-Poderoso eram muito boas e práticas. Elas iluminaram meu coração e me permitiram entender algumas verdades que eu nunca tinha ouvido antes. Depois disso, li com diligência as palavras de Deus Todo-Poderoso, participei ativamente de reuniões on-line, comunguei com outros sobre o conhecimento e entendimento da palavra de Deus e, sempre que nos encontrávamos, eu achava isso recompensador e agradável. Depois de um tempo, entendi como nunca muitas verdades e mistérios em minha crença no Senhor, tais como: o que é a encarnação, como discernir o Cristo verdadeiro dos falsos cristos, o mistério do nome de Deus, o propósito do plano de gerenciamento de Deus, como Satanás corrompe as pessoas, como Deus opera passo a passo para salvar a humanidade, como o reino de Deus se realiza na terra e assim por diante. Também, para perguntas que eu não entendia quando lia a Bíblia, encontrei respostas nas palavras de Deus Todo-Poderoso. Percebi que esses mistérios só poderiam ser revelados pelo Próprio Deus. Então determinei que a palavra de Deus Todo-Poderoso é a verdade e a voz de Deus e que Deus Todo-Poderoso é o Senhor Jesus retornado. Na época, eu fiquei muito animado. Contei a muitos amigos as boas novas do retorno do Senhor e pedi que também investigassem a obra de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias.

Mas não demorou, e a igreja cristã de maior autoridade na nossa região — a Igreja Batista no Nordeste da Índia — começou a espalhar documentos entre os crentes inventados por pastores religiosos para condenar a Igreja de Deus Todo-Poderoso. Esses documentos continham a calúnia e a difamação do PC Chinês sobre Igreja de Deus Todo-Poderoso e diziam que essa Igreja prega que Deus retornou encarnado e que Ele é uma mulher, o que contradiz a Bíblia. Também exigiram que nenhum crente participasse das reuniões da Igreja de Deus Todo-Poderoso. Esse conteúdo também foi transmitido pelos grandes canais de TV na Índia. Bastava ligar a TV ou o computador e assistir ao noticiário, e você via esse tipo de propaganda negativa. Ela logo se espalhou por todo o país. Ao ver esses pastores e líderes distorcerem os fatos descaradamente, espalhando falácias e caluniando e condenando Deus Todo-Poderoso fiquei com muita raiva e muito triste. Muitos que investigavam a obra de Deus dos últimos dias comigo se retiraram do grupo porque tinham sido enganados. Alguns até tentaram me convencer, dizendo que era uma igreja condenada pelo PC Chinês e que não era confiável. Fiquei decepcionado ao vê-los desistir do caminho verdadeiro. Pensei: o PC Chinês é um regime ateu. Ele não acredita em Deus e persegue crenças religiosas o tempo todo. Por que essas pessoas preferem acreditar no PC Chinês, um partido político ateu, a ouvir a voz de Deus ou investigar a obra de Deus? Naquele momento, um amigo em minha cidade natal viu no feed do meu WhatsApp: “O Senhor retornou, e o reino de Cristo veio à Terra”, e me perguntou se eu tinha participado de reuniões da Igreja de Deus Todo-Poderoso. Eu disse: “Sim”. Ele disse que não conseguia acreditar. Ele também me enviou comentários caluniosos e falácias sobre a Igreja de Deus Todo-Poderoso e disse: “O pastor nos alertou a não seguir Deus Todo-Poderoso. É impossível que o retorno do Senhor nos últimos dias encarnado, por isso não devemos participar das reuniões da Igreja de Deus Todo-Poderoso”. Pois, naquele tempo, os irmãos da Igreja de Deus Todo-Poderoso tinham comungado a verdade da encarnação comigo. Disseram que o Senhor retornaria encarnado nos últimos dias, o que havia sido planejado por Deus havia muito tempo e é provado pelas profecias do Senhor Jesus. O Senhor Jesus disse: “Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até o ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem” (Mateus 24:27). “Pois, assim como o relâmpago, fuzilando em uma extremidade do céu, ilumina até a outra extremidade, assim será também o Filho do homem no Seu dia. Mas primeiro é necessário que Ele padeça muitas coisas, e que seja rejeitado por esta geração” (Lucas 17:24-25). “Por isso ficai também vós apercebidos; porque numa hora em que não penseis, virá o Filho do homem” (Mateus 24:44). Quando o Senhor Jesus profetizou Seu retorno nos últimos dias, Ele mencionou muitas vezes “a vinda do Filho do homem”, “virá o Filho do homem” e “o Filho do homem no Seu dia”. Aqui, “o Filho do homem” se refere à carne encarnada. Deus Todo-Poderoso veio nos últimos dias e expressou muitas verdades. Ele é a vinda do Filho do homem, a aparição do Salvador, que cumpre as profecias do Senhor Jesus. Por meio da comunhão dos meus irmãos, eu sabia também que só Deus é a verdade, o caminho e a vida. Se uma pessoa pode expressar a verdade e a palavra de Deus e consegue fazer a obra de julgamento de Deus nos últimos dias, então essa pessoa deve ser Deus encarnado. Não importa quão comum seja a aparência, se Ele tem status ou poder, a obra e as palavras Dele são o mais importante. Esse é o melhor jeito de provar o status e a identidade Dele. Pensando nisso, eu contei ao meu amigo o que eu entendia e lhe disse: “Deus é o Criador, Deus pode fazer o que quiser. O que nós humanos devemos fazer é buscar, não julgar e definir Deus. As reuniões da Igreja de Deus Todo-Poderoso me ajudam a entender muitas verdades, por isso, não deixarei de participar das reuniões. Quando cremos em Deus, devemos ouvir a voz de Deus, não seguir as pessoas cegamente. A Bíblia diz: ‘Importa antes obedecer a Deus que aos homens’ (Atos 5:29)”. Quando meu amigo ouviu isso, ele me disse, muito sério: “Se você continuar a crer em Deus Todo-Poderoso, quando voltar para sua cidade natal, o Conselho Supremo o interrogará. O pastor não permitirá que você creia, e os habitantes o rejeitarão. Você refletiu sobre essas coisas?”. Eu disse: “Ser rejeitado por pessoas não me assusta. O que me assusta é não acompanhar os passos de Deus e ser abandonado por Ele. Você considerou que, se Deus Todo-Poderoso é o retorno do Senhor Jesus e nós não o aceitarmos, cairemos em desastre, gemendo e rangendo os dentes? O retorno do Senhor é uma questão séria, por que você não busca e investiga?”. Na época, ele recusou meu conselho.

Mais tarde, meu amigo disse aos meus pais que eu acreditava em Deus Todo-Poderoso. Durante uma semana inteira, meus pais me ligaram e me repreenderam todos os dias, dizendo: “O pastor nos instruiu a impedi-lo de ir às reuniões da Igreja de Deus Todo-Poderoso. Você deve parar de ir às reuniões e sair dessa Igreja!”. Eu lhes disse: “A Igreja de Deus Todo-Poderoso não é como diz o pastor. Participar de suas reuniões me ensinou muitas verdades que eu não entendia antes. Esse é o caminho verdadeiro, e eu não me desviei”. Eu quis testificar a obra de Deus Todo-Poderoso a eles, mas eles haviam sido enganados tanto pelos rumores que não me deixaram falar mais. Mais tarde, por causa da pandemia, eu deixei a escola e voltei para casa. Quando meus pais viram que eu participava de reuniões on-line, eles tentaram me restringir. Os vizinhos também falavam sobre mim, dizendo que eu tinha enlouquecido por crer em Deus Todo-Poderoso e ignorar o pastor. Alguns até diziam que eu estava possuído por um demônio. Quando ouviram isso, meus pais se enfureceram ainda mais. Me repreenderam quando voltaram para casa: “Você sabe o que os moradores dizem sobre você? Vai ignorar o que dizemos e continuará indo a essas reuniões?”. Eu disse: “Sim, continuarei indo às reuniões”. Meus pais estavam muito irritados e tentaram me impedir ainda mais. Eles me interrompiam durante as reuniões, não me deixando participar em paz. Lembro que, uma vez, eu estava orando depois de uma reunião. Quando abri os olhos, vi meu pai de pé do meu lado, o que me chocou. Então ele gritou com raiva: “Saia da internet e pare suas reuniões imediatamente!”. Eu disse: “O Senhor Jesus realmente retornou como Deus Todo-Poderoso para fazer a obra de julgamento a começar pela casa de Deus. Se não acompanharmos os passos de Deus e não aceitarmos a obra de julgamento Dele e se não escaparmos do pecado, não poderemos entrar no reino de Deus e, no fim, cairemos em desastre e seremos punidos”. Mas meus pais não ouviram o que eu dizia e repetiam as noções pregadas pelo pastor. Disseram ser impossível que Deus encarnasse como mulher. Lembrei-me de uma passagem da palavra de Deus Todo-Poderoso que os irmãos da Igreja de Deus Todo-Poderoso leram para mim. “Cada estágio da obra feita por Deus tem seu próprio significado prático. No passado, quando Jesus veio, Ele veio em forma masculina, mas quando Deus vem desta vez, Sua forma é feminina. A partir disso, você pode ver que a criação tanto dos homens quanto das mulheres por Deus pode ser de uso em Sua obra e, para Ele, não há distinção de gênero. Quando o Seu Espírito vem, Ele pode assumir qualquer tipo de carne que quiser, e tal carne pode representá-Lo; seja homem ou mulher, ela pode representar a Deus, contanto que seja a Sua carne em pessoa. Se Jesus tivesse aparecido como mulher quando Ele veio, em outras palavras, se uma menina, não um menino, tivesse sido concebida pelo Espírito Santo, aquele estágio da obra teria sido completado da mesma maneira. Se isso tivesse sido o caso, então o estágio atual da obra teria que ser completado por um homem em vez disso, porém, a obra teria sido completada da mesma maneira. A obra feita em cada estágio tem seu significado; nenhum estágio da obra é repetido nem conflita com o outro” (‘As duas encarnações completam o significado da encarnação’ em “A Palavra manifesta em carne”). Lembro-me de que comungaram que a encarnação de Deus é quando o Espírito de Deus se reveste de carne e se torna uma pessoa comum, então, seja Ele homem ou mulher, Ele é o Próprio Deus e pode expressar a verdade e fazer a obra de Deus. O Senhor Jesus era homem. Ele foi crucificado pela humanidade e tomou sobre si os pecados das pessoas, completando assim a obra de redimir a humanidade. Nos últimos dias, Deus vem encarnado como mulher, e, com base na obra do Senhor Jesus, expressa toda verdade necessária para salvar as pessoas e faz a obra de purificar as pessoas. Portanto, seja o Deus encarnado homem ou mulher, as verdades que Ele expressa e a obra que faz são a obra do Espírito de Deus e todos eles podem redimir e salvar a humanidade. Além disso, nos últimos dias, se Deus vem encarnado como mulher para operar, as pessoas não definem Deus achando que Deus é homem e não pode ser mulher. Pensando nisso, comunguei com meus pais: “Deus é um Espírito e não conhece distinção de gênero. Deus criou homem e mulher à Sua imagem, assim Deus encarnado pode ser homem ou mulher. Sua aparência física não importa. O que importa é que Ele pode expressar a verdade para salvar a humanidade e que Ele é a encarnação do Espírito de Deus, o Próprio Deus”. Meus pais não conseguiram refutar minhas palavras, então disseram: “Você diz que Deus Todo-Poderoso é o Senhor Jesus retornado, mas não acreditamos nisso. Aceitaremos isso quando os pastores e presbíteros aceitarem. O pastor diz que Deus Todo-Poderoso é uma pessoa comum, nascida numa família comum, por isso não pode ser a encarnação de Deus”. Respondendo, eu lhes disse: “Quando o Senhor Jesus veio para operar, os sumos sacerdotes, escribas e fariseus do judaísmo não O reconheceram como Deus por causa do nascimento e da aparência comuns. Disseram: ‘Este não é o filho do carpinteiro? O nome de Sua mãe não é Maria?’. Esses fariseus só olharam para a aparência do Senhor Jesus. Não investigaram se as palavras e a obra Dele vinham de Deus. Com seus caracteres arrogantes, julgaram que Ele era um homem comum e não Deus. Também caluniaram e condenaram o Senhor Jesus. Os crentes do judaísmo os adoravam e obedeciam e assim os seguiram crucificando o Senhor. No fim, perderam a salvação de Deus e foram punidos. O mesmo acontece hoje. Esses pastores e presbíteros não investigam se as palavras expressadas por Deus Todo-Poderoso são a verdade e a voz de Deus. Julgam cegamente e condenam Deus Todo-Poderoso, dizendo que Deus Todo-Poderoso é uma pessoa comum e questionando Sua origem e criação. Isso não é igual a quando os fariseus condenaram o Senhor Jesus?”. A essa altura, eu me lembrei de uma passagem das palavras de Deus que meus irmãos tinham lido para mim. “Aquele que é Deus encarnado há de possuir a essência de Deus e Aquele que é Deus encarnado há de possuir a expressão de Deus. Uma vez que Se torna carne, Deus há de levar adiante a obra que intenciona fazer, e, já que Deus Se torna carne, Ele há de expressar o que Ele é e de ser capaz de trazer a verdade ao homem, de conceder-lhe vida e de lhe indicar o caminho. A carne que não contém a essência de Deus decididamente não é o Deus encarnado; disso não há dúvida. Se o homem pretende inquirir se é a carne de Deus em pessoa, então deve corroborar isso a partir do caráter que Ele expressa e das palavras que Ele profere. O que quer dizer que, para corroborar se é ou não a carne de Deus em pessoa e se é ou não o verdadeiro caminho, é preciso discriminar com base em Sua essência. E assim, ao determinar se é a carne do Deus em pessoa, a chave está em Sua essência (Sua obra, Suas declarações, Seu caráter e muitos outros aspectos), em vez de na aparência exterior. Se o homem examina apenas a Sua aparência exterior e, como resultado, ignora a Sua essência, isso demonstra que o homem é inculto e ignorante” (‘Prefácio’ em “A Palavra manifesta em carne”). Então, eu disse aos meus pais: “Devemos determinar se é a encarnação de Deus com base em se Ele pode expressar a verdade e fazer a obra de salvar a humanidade, não em na aparência Dele. Pensem um pouco: nós acreditamos no Senhor Jesus por causa da imagem dele na carne? Não. Aceitamos o Senhor Jesus porque lemos as palavras Dele na Bíblia e vimos que elas são a verdade, que a obra Dele redimiu toda a raça humana, e nós desfrutamos de muitas graças do Senhor, e só então acreditamos. Acredito em Deus Todo-Poderoso hoje porque vi que as palavras expressadas por Deus Todo-Poderoso são a verdade. Elas têm poder e autoridade e são a voz de Deus. Só então acreditei que Ele é o Deus encarnado, o Senhor Jesus retornado”. Depois de dizer isso, eu os aconselhei: “Vocês também deveriam ler as palavras de Deus Todo-Poderoso. Não ouçam cegamente as palavras do pastor nem acreditam naquilo que ele diz. Se eles seguirem a senda errada, resistirem e condenarem a Deus, vocês o seguirão resistindo e condenando a Deus?”. Quando meus pais me ouviram dizer isso, ficaram furiosos. Eles me repreenderam: “Você precisa ser tão teimoso a ponto de enfrentar o mundo religioso inteiro? Se você ousar se opor aos pastores e presbíteros, será expulso pelos moradores da vila. Se isso acontecer, para onde irá? Não poderemos ajudá-lo nesse caso! Pare de falar sobre essas coisas e não testifique sobre Deus Todo-Poderoso aos outros. Quando o pastor e os presbíteros aceitarem, nós aceitaremos. Por ora, não se meta em encrenca”. Não importava como eu comungasse, eles não queriam ouvir e me repreenderam duramente. Disseram: “Gastamos tanto dinheiro com sua educação, com roupas e comida, mas você é tão desobediente. É uma decepção para nós”. Na época, meus dois irmãos ficaram do lado dos meus pais. Ninguém na minha família ouviu meu conselho. Tentei dizer-lhes que Deus Todo-Poderoso expressou muitas verdades e tentei compartilhar minha colheita com eles, mas não importava o que eu dissesse, eles não queriam me ouvir. Meus pais e os moradores me tratavam muito bem no passado, mas agora, só porque eu acreditava em Deus Todo-Poderoso, a atitude deles comigo mudou. Eu era um vilão e marginal aos olhos deles. Até em casa, não sentia que a família se importava comigo. Me senti sozinho e péssimo. Mas eu sabia que não devia desistir de ir às reuniões, não importava o que acontecesse, pois se eu não participasse das reuniões e me equipasse com a verdade, seria impossível resistir a tal ambiente. Mais tarde, a fim de evitar conflitos desnecessários, eu me escondia deles e ia às reuniões em segredo. Não podia falar nem comungar. Só podia comungar com os outros por texto.

Lembro-me de que, numa noite, o pastor e um obreiro apareceram lá em casa. Os vizinhos e outros moradores também vieram para olhar. O pastor disse: “O que vocês conversam nessas reuniões da Igreja de Deus Todo-Poderoso?”. Eu disse: “A Igreja de Deus Todo-Poderoso testifica que o Senhor Jesus retornou e é o Deus Todo-Poderoso encarnado que faz a obra de julgamento dos últimos dias. Também discutimos que tipo de pessoa pode entrar no reino dos céus, como buscar para ganhar salvação e outros temas”. O pastor disse: “Então me diga que tipo de pessoa pode entrar no reino dos céus”. O tom dele era desdenhoso. Eu lhe respondi: “A Bíblia diz: ‘Nem todo o que Me diz: Senhor, Senhor! Entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de Meu Pai, que está nos céus’ (Mateus 7:21). ‘Sereis pois santos, porque Eu sou santo’ (Levítico 11:45). Esses versículos mostram que, se quisermos entrar no reino dos céus, devemos ser libertos do pecado e purificados de caracteres corruptos e tornar-nos pessoas que fazem a vontade de Deus. Agora ainda vivemos todos em pecado. Mentimos e pecamos e não praticamos as palavras de Deus, portanto não podemos entrar no reino dos céus”. Também lhe disse: “Eu costumava estar confuso sobre por que estamos presos num ciclo de pecar, confessar e pecar de novo. Por que não conseguimos escapar da escravidão do pecado? Só após ler as palavras de Deus Todo-Poderoso entendi que, quando cremos no Senhor, nossos pecados são perdoados, mas a nossa natureza pecaminosa, a raiz do nosso pecado, não foi eliminada, por isso continuamos mentindo e pecando. A Bíblia diz: ‘Sem santificação, ninguém verá o Senhor’ (Hebreus 12:14). O Senhor é santo, assim, se ainda pecarmos e resistirmos a Deus, não podemos entrar no reino de Deus. Agora o Senhor Jesus retornou para fazer a obra de julgamento nos últimos dias. Ele expressa todas as verdades que purificam e salvam a humanidade. Isso cumpre a profecia do Senhor Jesus: ‘Ainda tenho muito que vos dizer; mas vós não o podeis suportar agora. Quando vier, porém, Aquele, o Espírito da verdade, Ele vos guiará a toda a verdade’ (João 16:12-13). Deus Todo-Poderoso expressou muitas verdades. Ele não só revela o mistério do plano de gerenciamento de Deus, Ele também revela a causa raiz do pecado das pessoas, julga e revela a natureza pecaminosa das pessoas, tais como arrogância, enganação, maldade e assim por diante, e revela os vários contaminantes em nossa crença em Deus e a visão errada de crer em Deus só para entrar no reino dos céus. Os membros da Igreja de Deus Todo-Poderoso experimentam o julgamento das palavras de Deus, aos poucos percebem a verdade de sua corrupção e a essência de sua natureza, produzem arrependimento verdadeiro e purificam seus caracteres corruptos. Isso é o efeito alcançado pela palavra de Deus na Era do Reino. Se quisermos entrar no reino dos céus, devemos aceitar a obra de julgamento de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias, e só após purificarmos a nossa corrupção estaremos qualificados para entrar no reino de Deus”. Quando terminei, o pastor disse: “Sei que você anseia buscar a verdade, mas você ainda é jovem. Não entende a Bíblia, por isso é facilmente enganado. É melhor que pare de seguir Deus Todo-Poderoso, confesse seus pecados ao Senhor, se arrependa e pare de participar das reuniões deles”. Mais tarde, o pastor viu que eu o ignorei e disse: “Você é minha ovelha. Como ousa não me obedecer? Você deve se arrepender agora, retirar-se da Igreja de Deus Todo-Poderoso e parar de orar em nome de Deus Todo-Poderoso”. Eu lhe disse: “Jamais deixarei de seguir Deus Todo-Poderoso”. Ele ficou furioso e me alertou: “O Conselho Supremo da igreja me nomeou para ‘cuidar’ de você. Se não parar, você será levado para diante do Conselho Supremo para ser interrogado. Deve saber que, quando isso acontecer, sem falar de como isso afetará seus estudos, você também terá uma reputação ruim na igreja. Talvez nem seja capaz de encontrar um emprego no futuro. Por que passar por dificuldades? Você deveria estar concentrado em seus estudos!”. Na época, quando o pastor disse isso, senti muita pressão porque sabia que, uma vez que fosse interrogado pelo Conselho Supremo da igreja, eles nunca me deixariam em paz. Se não parasse de seguir Deus Todo-Poderoso, se eu precisasse de um certificado no futuro, o responsável da vila não o assinaria para mim e eu poderia não arrumar um emprego. Meus pais me mandaram para a faculdade para que eu encontrasse um bom emprego quando me formasse. Se eu não encontrasse um emprego, meus pais me impediriam ainda mais de crer em Deus Todo-Poderoso. Além disso, eu tinha acabado de começar a crer em Deus Todo-Poderoso e ainda entendia pouco da verdade. Se fosse levado para o interrogatório e confrontado com o ataque de um grupo de pessoas, eu conseguiria resistir? Se eu insistisse em crer em Deus Todo-Poderoso, eles me expulsariam da escola? Exigiriam que todos os outros crentes me rejeitassem? Pensando nisso, fiquei muito preocupado, então orei a Deus em silêncio e pedi a Ele que me guiasse e disse que queria permanecer firme em testemunho.

O alarme dos últimos dias já tocou e grandes desastres já começaram. Você quer dar as boas-vindas ao retorno do Senhor e ter a chance de receber a proteção de Deus com sua família?

Conteúdo relacionado

Quem são os fariseus de hoje?

Por Jingmo, Malásia Em meus 22 anos como cristã, eu era responsável sobretudo pelas finanças da igreja e pela escola dominical. Em maio de...

Conecte-se conosco no Messenger