Voltei para casa (parte 2)

14 de Novembro de 2019

Por Chu Keen Pong, Malásia

No dia seguinte, 12 de março, senti um tipo indistinto de esperança e uma excitação inefável. Isso porque, na noite anterior, Susan e eu discutimos principalmente sobre o Filho do homem e a encarnação. Mesmo podendo estabelecer uma conexão entre o Filho do homem e a encarnação e sabendo, em teoria, que o Senhor Jesus não é outro senão Cristo encarnado, eu de fato ainda queria saber as respostas a perguntas como o que verdadeiramente é a encarnação, o que é Cristo, com que base alguém poderia dizer com certeza que Deus encarnou e assim por diante. Mas como Susan e eu tínhamos trabalho durante o dia e só estávamos livres à noite, eu só esperava que o tempo passasse um pouco mais rapidamente.

Finalmente, a noite chegou e ambos estávamos online. Após conectar, a primeira pergunta que fiz à irmã Susan foi sobre a encarnação. Ela me enviou algumas passagens das palavras do Deus Todo-Poderoso e me pediu para lê-las. E então eu comecei a ler: “O significado de encarnação é que Deus aparece na carne, e Ele vem para trabalhar entre os homens de Sua criação na imagem de uma carne. Assim, para Deus Se encarnar, Ele precisa primeiro ser carne, carne com humanidade normal; esse é o pré-requisito mais básico. De fato, a implicação da encarnação de Deus é que Deus vive e opera na carne, Deus, em Sua essência, Se torna carne, Se torna um homem” (de ‘A essência da carne habitada por Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”). “O Deus encarnado é chamado de Cristo e Cristo é a carne vestida pelo Espírito de Deus. Essa carne é diferente de qualquer homem que é da carne. Essa diferença existe porque Cristo não é de carne e sangue, mas é a encarnação do Espírito. Ele tem tanto uma humanidade normal como uma divindade completa. Sua divindade não é possuída por nenhum homem. Sua humanidade normal sustenta todas as Suas atividades normais na carne, enquanto Sua divindade realiza a obra do Próprio Deus” (de ‘A substância de Cristo é obediência à vontade do Pai celestial’ em “A Palavra manifesta em carne”). “Ele que é a encarnação de Deus deve possuir a substância divina, e Ele que é a encarnação de Deus deve possuir a expressão de Deus. Já que Deus Se torna carne, Ele levará adiante a obra que precisa fazer, e já que Deus Se torna carne, Ele expressará o que Ele é e será capaz de trazer a verdade ao homem, conceder vida ao homem e mostrar o caminho ao homem. Carne que não contém a substância de Deus certamente não é o Deus encarnado; disso não há dúvida. Para investigar se é a carne encarnada de Deus, o homem deve determinar isso a partir do caráter que Ele expressa e das palavras que Ele fala. O que quer dizer, se é ou não a carne encarnada de Deus, se é ou não o verdadeiro caminho deve ser julgado pela Sua substância. E assim, ao determinar[a] se é a carne do Deus encarnado, a chave é prestar atenção na Sua substância (Sua obra, Suas palavras, Seu caráter e muito mais), em vez de na aparência exterior” (de ‘Prefácio’ em “A Palavra manifesta em carne”). Depois de terminar de ler, eu senti que essas palavras explicavam muito claramente o mistério da encarnação, especialmente em relação à definição de Cristo: “O Deus encarnado é chamado de Cristo”. Isso foi tão claro, simples e eloquente! Embora eu tivesse fé no Senhor por mais de uma década e soubesse que Jesus era Cristo, eu nunca havia entendido mistérios da verdade, como: por que dizemos que o Senhor Jesus é Cristo? Naquele dia, eu aprendi daquelas passagens das palavras de Deus enviadas por Susan que o Deus encarnado de fato é o que chamamos de Cristo e Cristo é Aquele em quem Deus se encarna. Eu ponderei essas palavras com muito cuidado e, quanto mais as ponderava, mais iluminado meu coração ficava.

Eu ponderei essas palavras com muito cuidado e, quanto mais as ponderava, mais iluminado meu coração ficava.

A irmã Susan então me disse que essas eram as palavras do Deus Todo-Poderoso; ela também disse que a palavra de Deus é a verdade e que somente o Próprio Deus é capaz de expressar a verdade. Quando ela mencionou as palavras “Deus Todo-Poderoso”, fiquei sem palavras por um momento, embora não tivesse ficado completamente surpreso, pois tinha suposto que ela poderia pertencer à Igreja do Deus Todo-Poderoso. Eu também tinha lido alguns boatos online sobre essa igreja. Acontece que eu me considerava cristão e precisava ter coração reverente a Deus, de modo que não quis chegar levianamente a nenhuma conclusão antes de entender a verdade do assunto. Procedi assim para não pecar com minhas palavras nem ofender a Deus. Além disso, eu estive refletindo sobre os últimos dias: a irmã Susan e eu só conversamos poucas vezes e, embora eu não pudesse ver com quem estava falando, a verdade que ela comungou comigo ainda era capaz de resolver minha confusão. Através de nossas discussões e lendo as postagens em sua linha do tempo, senti que ela e Qi Fei eram pessoas sinceras, calorosas e boas. O conteúdo de sua comunicação de fato foi edificante e benéfico para mim. Está escrito na Bíblia que você pode conhecer uma árvore por seus frutos; árvores boas produzem bons frutos, enquanto árvores ruins produzem frutos ruins. Assim, através do meu contato com as irmãs Susan e Qi Fei, lentamente afastei as dúvidas e a apreensão em meu coração e pedi a Susan que prosseguisse com as comunicações.

A irmã Susan disse: “Visto que Ele é Deus encarnado, Ele tem as expressões de Deus — isto é, Ele profere palavras. O Deus encarnado dos últimos dias veio principalmente para expressar a verdade referente a julgar, purificar e salvar pessoas. Todas as que ouvirem a voz do Senhor retornado e forem capazes de buscá-la e aceitá-la são as virgens sábias que comparecem ao banquete com o Senhor e isso cumpre a profecia proferida pelo Senhor Jesus: ‘Mas à meia-noite ouviu-se um grito: Eis o noivo! saí-lhe ao encontro!’ (Mateus 25:6). As virgens sábias ouvem a voz de Deus e vão ao Seu encontro. Sem pretender isso, elas são elevadas diante do trono de Deus para encontrar o Senhor face a face; elas aceitam o julgamento e a purificação de Deus nos últimos dias. Pelo julgamento das palavras de Deus, seus caracteres corruptos são transformados e purificados e Deus faz delas vencedoras antes dos desastres. Esta é atualmente a fase em o Deus Todo-Poderoso está operando em segredo para salvar e aperfeiçoar o homem. Assim que um grupo de vencedores tiver sido formado, a obra oculta de Deus em Sua carne encarnada chegará ao fim e os desastres sobrevirão ao mundo. Deus começará a recompensar os bons e punir os maus e então se tornará conhecido de todos os países e povos do mundo. Naquele tempo, se cumprirá a profecia referene ao Senhor que desce sobre uma nuvem, em Apocalipse 1:7: ‘Eis que vem com as nuvens, e todo olho O verá, até mesmo aqueles que O traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre Ele’. Pode-se dizer com razão que, quando virem o Senhor descendo sobre uma nuvem, manifestando-se para todos os povos, as pessoas deverão explodir de alegria. Mas a Escritura diz que todos as tribos da terra se lamentarão. Por que isso? É porque quando Deus se manifesta publicamente, a obra oculta de salvação de Deus em Sua carne encarnada já terá terminado e Ele começará a obra de recompensar os bons e punir os maus. Naquele momento, todos os que rejeitaram a obra oculta de Deus perderão completamente sua chance de alcançar a salvação e aqueles que O traspassam — aqueles que resistem e condenam o Deus Todo-Poderoso, o Cristo dos últimos dias — verão que esse Deus Todo-Poderoso, a quem têm resistido e condenado, não é outro senão o Senhor Jesus que retornou. Apenas pense nisso: como poderiam não lamentar, chorar e ranger os dentes? Este é o contexto das palavras ‘todas as tribos da terra se lamentarão sobre Ele’.”

Ao ouvir aquela comunicação da irmã Susan, voltei a ter aquela sensação de contentamento e emoção que tivera. Eu nunca havia entendido de fato essas passagens quando era membro da minha antiga igreja, mas apenas havia entendido seu significado literal, pensando que a volta do Senhor seria sobre uma nuvem e que todos tomariam conhecimento dela. Só agora finalmente entendi que Deus primeiro vem em segredo para fazer uma etapa da obra de julgar e salvar o homem. Só quando um grupo de vencedores tiver sido formado Ele se manifestará visivelmente a todas as nações e povos do mundo. Se nos apegarmos cegamente à ideia de que o Senhor descerá sobre uma nuvem quando voltar, se nos recusarmos a aceitar a obra oculta de Deus em Sua carne encarnada e esperarmos até que o Senhor desça visivelmente sobre uma nuvem, chegará a hora em que iremos direto para o inferno, porque a obra de Deus para salvar a humanidade já terá terminado. Agradeça ao Senhor por Sua orientação. Passei a entender muita coisa no breve período em que a irmã Susan comungou comigo.

A irmã Susan me perguntou se eu queria aceitar o Deus Todo-Poderoso como meu Salvador. Na primeira vez em que ela me perguntou, eu não respondi e, quando ela voltou a perguntar, um indescritível sentimento de excitação explodiu de dentro de mim e comecei a chorar. Respondi com sinceridade: “Eu… quero!” Depois de proferir essas palavras, eu me senti como um filho pródigo que por longo tempo estivera vagando pelo deserto e finalmente retornara a um lar acolhedor. Senti meu coração encher-se de alegria e serenidade.

Depois de aceitar a obra feita pelo Deus Todo-Poderoso nos últimos dias, compartilhei algumas das postagens da própria irmã Susan. Logo depois, cinco ou seis amigos do Facebook me enviaram mensagens dizendo para “acordar” e me enviaram alguns links para sites cheios de ataques, acusações e difamação contra a Igreja do Deus Todo-Poderoso. Eu sabia que isso era perturbação provocada por Satanás e não deixei que ela me afetasse. No dia seguinte, um pastor me encontrou on-line e, depois de trocar amenidades, ele me perguntou: “Você realmente acredita no Deus Todo-Poderoso? Por que você quer acreditar no Deus Todo-Poderoso?” Isso realmente me irritou e então retruquei: “A ovelha de Deus escuta a voz de Deus. Das palavras do Deus Todo-Poderoso depreendi que tudo que é expresso pelo Deus Todo-Poderoso é a verdade, que é a voz de Deus; então, por que não devo acreditar no Deus Todo-Poderoso? Por quê?” Ele provavelmente não previu que eu lhe perguntaria algo assim e ficou um tempo sem responder. Então, voltei a perguntar-lhe: “Pastor, você investigou a obra que o Deus Todo-Poderoso faz nos últimos dias? Você leu as palavras do Deus Todo-Poderoso? Sendo pastor, como você pode se recusar a buscar e investigar, limitando-se a fazer julgamentos e acusações aleatórios?” Para minha surpresa, ele enrolou e não deu uma resposta substantiva e, em seguida, se desconectou repentinamente. Ao vê-lo tão desnorteado, tive uma indescritível sensação de felicidade e senti a satisfação de haver passado em um dos testes de Satanás. Na verdade, eu só tinha usado algumas das perguntas que as irmãs Susan e Qi Fei muitas vezes levantaram em nossas discussões; eu só disse alguma coisa do que eu tinha entendido das palavras do Deus Todo-Poderoso. Eu jamais esperaria que um pastor formidável como aquela ficasse perplexo diante das minhas perguntas. Essa minúscula experiência me deu muita confiança. Graças a Deus!

Mais de cinco meses se passaram em um piscar de olhos. Participando de encontros e lendo as palavras de Deus, obtive compreensão do que é a encarnação, que tipo de pessoas podem entrar no reino do céu e outros aspectos da verdade. Durante esse tempo, experimentei perturbações de todos os tipos de rumores espalhados por pastores e anciãos. Às vezes eu era negativo e fraco porque não conseguia discernir as trapaças de Satanás, mas Deus nunca me abandonou. Por meio das palavras de Deus lidas para mim pelas irmãs, bem como de sua paciente comunicação da verdade, pude obter algum discernimento sobre a natureza satânica dos anciãos e pastores e a essência da hostilidade à verdade e da resistência a Deus. Também comecei a ter algum discernimento sobre sua desprezível inclinação de fazer o máximo para impedir que os crentes procurem e investiguem o caminho verdadeiro. Nunca mais serei desencaminhado ou controlado por eles. Ser capaz de romper a influência sombria de Satanás e ser elevado diante do trono de Deus foi graça e bênção de Deus para mim. Graças ao Deus Todo-Poderoso! Ser capaz de se voltar para Deus foi predestinado e arranjado por Deus há muito tempo. Confiarei em Deus e seguirei em frente sem receios! Quando entrei na casa de Deus, o primeiro hino que aprendi foi “Andando no caminho certo da vida humana”: “As palavras de Deus são a verdade, quanto mais eu as leio, mais brilhante o meu coração se torna. As palavras de Deus revelam o mistério da vida. De repente, eu vejo a luz. Tudo que eu tenho vem de Deus. É tudo pela graça de Deus. Eu sigo a Cristo, busco a verdade e a vida; eu estou andando no caminho certo da vida humana” (de “Seguir o Cordeiro e cantar cânticos novos”). E hoje prego o evangelho e dou testemunho de Deus com meus irmãos e minhas irmãs na igreja. Quero me dedicar ao meu dever e retribuir o amor de Deus!

Nota de rodapé:

a. O texto original diz “quanto a”.

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

O mistério dos nomes de Deus

“Embora todos, Jeová, Jesus, e o Messias, representem o Espírito de Deus, tais nomes apenas denotam as diferentes eras do plano de gestão...