Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Coleção de sermões: provisão para a vida

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

9. Você deve ter uma fé genuína no Deus prático

Atualmente, existem muitas pessoas que acreditam no Deus encanado. E o número dessas pessoas aumenta cada vez mais. Contudo, é assim que Deus revela a fé que o homem tem Nele: “Exteriormente todos vocês parecem ser muito obedientes a esse Cristo na terra, mas em termos de substância vocês não têm fé Nele nem O amam. O que quero dizer é que o Deus em quem vocês creem verdadeiramente é aquele Deus vago dos seus sentimentos e o Deus que vocês amam verdadeiramente é o Deus pelo qual vocês anseiam dia e noite sem nunca tê-Lo visto em pessoa. A fé que vocês têm nesse Cristo é meramente parcial e seu amor por Ele não é nada. Ter fé significa crer e confiar; amor significa adoração e admiração no coração, jamais algo partido. Contudo, a fé que vocês têm em Cristo e o amor que sentem por Ele hoje deixam a desejar nesse sentido. Quando se trata da fé, como é a fé que vocês têm Nele? Quando se trata do amor, de que maneira vocês O amam? Vocês simplesmente não têm compreensão do Seu caráter e conhecem ainda menos Sua substância; então, como podem ter fé Nele? Onde está a realidade da sua fé Nele? Como vocês O amam? Onde está a realidade do amor que sentem por Ele?” Com essas palavras, Deus revela o âmago das pessoas. Nós não temos mais nada a dizer. Talvez existam pessoas que não entendam bem porque nossa fé no Deus prático é apenas fracionária e nosso amor por Ele não é nada. Esse problema é bem simples. A principal razão é: “Vocês simplesmente não têm compreensão do Seu caráter e conhecem ainda menos Sua substância.” Portanto, como alguém pode ter uma fé e amor genuínos por Deus?

De uma perspectiva externa, as pessoas seguem a Deus sem hesitação. Embora experimentem perseguições e tribulações, até hoje, elas não foram embora. Contudo, a relação entre o homem e Deus está em completa desordem e bastante terrível. Não existem sequer algumas pessoas que sejam realmente compatíveis com Deus. Não existem sequer algumas pessoas que estejam segundo o coração de Deus. Isso acontece porque a maioria das pessoas ainda tem muitas noções em sua mente. Elas não obedecem nem têm uma verdadeira devoção a Deus. Está claro que elas não têm um entendimento de Deus, de Seu caráter e Sua essência. A partir disso, podemos chegar à seguinte conclusão: “Em vez de dizer que vocês têm fé em Mim, seria mais adequado dizer que todos vocês estão tentando obter Meu favor e adular-Me. Suas motivações são bem simples: seguirei a quem quer que possa me recompensar e crerei em quem quer que possa me capacitar a escapar dos grandes desastres, seja ele Deus ou um certo Deus. Nada disso diz respeito a Mim. Há muitas pessoas como essas no meio de vocês e essa condição é muito séria.” Essa é a maior impureza da fé humana no Deus prático atualmente. As pessoas não abandonam a Deus porque têm seus motivos e intenções, e não porque entendem a essência de Cristo, acreditam Nele e O seguem genuinamente. Essa é a condição mais lamentável do homem.

Pelas palavras de Deus que nos levam a conhecer a condição do homem, podemos notar o quão terrível é o seu relacionamento com Deus. Está praticamente fora de questão ter um relacionamento baseado em uma fé e um amor verdadeiros. A principal razão é que as pessoas têm outro Deus em seus corações que é vago e não pode ser visto. Ocorre que esse é o Deus no qual as pessoas acreditam e ao qual servem. Isso fez com que, hoje, elas coloquem o Deus prático de lado. Esse é o maior obstáculo entre o Deus prático e as pessoas. Assim, a eliminação desse Deus vago do coração das pessoas é de vital importância e requer ação imediata.

Como o homem tem esse Deus vago em seu coração, isso afetou seu relacionamento normal com o Deus prático. Isso obstrui seriamente a compreensão da essência e do caráter do Deus prático e atrasa a mudança do caráter de vida do homem. No passado, Deus era um Espírito. Hoje, Deus se tornou um homem. A Palavra manifestou-se na carne. Precisamos fixar nossa atenção e contemplar o Deus encarnado. Toda palavra que vem da boca de Deus prevalecerá como o princípio em tudo que fazemos. Devemos obedecer e nos devotar totalmente a Deus. O homem não pode crer no Espírito e reconhecer a Palavra, mas negligenciar a carne. Mesmo que isso seja melhor do que acreditar em um Deus vago, não permitirá que você atinja os resultados da obra de Deus. Somente aqueles que enfrentam os fatos e resolvem todos os obstáculos que existem entre o homem e Deus podem alcançar uma compreensão Dele, obter uma transformação em seu caráter e serem compatíveis com Ele. Ligar o Espírito de Deus às Suas palavras atuais, mas colocar de lado a encarnação é uma ofensa ainda maior a Ele. O Espírito, a Palavra e a Pessoa são um único ser. Esse é o sentido da encarnação. Se a fé do homem divide Deus, essa fé não está, na verdade, resistindo a Ele? Mesmo que o homem coloque mais energia nesse tipo de fé, ela não pode tomar o lugar de uma compreensão do caráter e da essência de Cristo. Além disso, não pode ocupar o lugar de uma mudança de caráter do homem e da compatibilidade com Deus. Esse tipo de fé nunca levará à compreensão Dele. Durante a era do Deus encarnado, a obra do Espírito Santo protege, sobretudo, a obra do Deus encarnado. Deus detesta que o homem tenha o mínimo espaço para o Deus vago em seu coração. Deus é um Deus santo. Ele é um Deus que odeia o mal. Ele definitivamente não admite a existência de um lugar no coração do homem para o Deus vago.

A fé que o homem tem no Deus prático deve ser construída sobre a fundação da genuína compreensão da essência de Cristo. Embora Cristo possua uma humanidade normal, de modo algum ela influencia Sua essência divina, a essência do Espírito. Independentemente do quão normal seja a humanidade Dele, a essência do Espírito (que é a divindade) funciona e Se expressa quando deve. Isso basicamente não impede que o homem O entenda. Se o homem observar com cuidado as palavras e as ações Dele, não será difícil ver que dentro delas está Sua divindade, especialmente, a paciência, a perseverança e a calma de Cristo, que nenhum homem possui. Do início ao fim, quando Cristo cumpre seu ministério, Ele nunca ostenta seu próprio status. Qualquer um que tenha entrado em contato com Ele antes pode reconhecer esse fato. Cristo realiza Sua obra de maneira humilde e secreta. Ele nunca Se exibe. O mais incrível é que qualquer um que tenha entrado em contato com Ele antes nunca O ouviu dizer: “Eu sou Deus”. Ele nunca revelou o mínimo de arrogância, vaidade e orgulho. Devíamos nos envergonhar de ter revelado muitas dessas coisas. O homem não pode se comparar com Ele. Ele é a encarnação do Espírito de Deus e origina-Se totalmente do Espírito. Esse fato comprova isso. Estou completamente convencido. Embora nós tenhamos experimentado tanto julgamento e castigo, ainda temos corrupção para revelar. Entretanto, não encontrei nenhuma corrupção Nele. Ele realmente não tem pecado. Deus é santo. O que o Espírito Santo testemunha é totalmente preciso. Deus é aquele em quem as pessoas mais podem crer e confiar. Apesar do fato de que a obra que Ele realiza não é sobrenatural, nem milagrosa, Ele possui muitas coisas que o homem não possui. Apesar da humanidade normal que ele tem e é, existe também a divindade que Ele tem e é. Além disso, Ele não possui toda a arrogância e corrupção que o homem tem. Eu vejo isso como milagroso. O homem só ainda não descobriu isso. Tudo isso ilustra que a essência de Cristo é a essência do Espírito. Ele tem humanidade e divindade. A verdade, o caminho e a vida, todos existem Nele e se originam Dele. Logo que o homem adquire alguma compreensão da essência divina de Cristo, ele sente profundamente em seu coração o quanto Deus é incrível. Ele sente medo e treme enquanto cumpre seus deveres. Ele pode sentir em seu coração que Deus observa tudo, que Deus não pode ser enganado. Ele irá orar a Deus em todos os casos. Só então entrará no caminho certo da fé em Deus. Se você não tem uma compreensão da essência de Cristo (divindade), ainda não entrou no caminho certo.

Esse é o Deus prático no qual acreditamos hoje em dia. É um Deus que podemos ver, sentir e seguir. Podemos dizer que é mais fácil acreditar Nele. Ele realiza sua obra de acordo com as necessidades reais do homem. Ele nos provê no momento certo. De tempos em tempos, Ele expressa Suas palavras. Nós somos muito contentes por acreditar. É muita alegria! É cem vezes melhor do que crer em um Deus vago. É dez mil vezes melhor! Nós já experimentamos tanta abundância que não podemos conter a alegria. Enquanto o homem obedecer a Deus, estiver disposto a aceitar a verdade e colocá-la em prática, ele será aperfeiçoado por Deus. Aqueles que não amam a verdade e não se envolvem em um trabalho honesto são demônios. É claro que eles serão revelados e eliminados. Essa é a lei natural. Cada estágio da obra de Deus é assim.

Como devemos crer no Deus prático? O processo de acreditar em Deus também é o processo de entender Deus. Quanto mais você entende Deus, mais fácil é obedecer-Lhe e amá-Lo. No passado, as pessoas frequentemente tinham noções, porque estavam cheias de noções aprendidas nas várias denominações. Além disso, tinham uma natureza desobediente a Deus e tornaram-se inimigos de Cristo. Se você compreende a essência divina de Cristo, será capaz de obter uma fé genuína e não terá mais tantas noções. Se você não tiver uma compreensão genuína da essência de Cristo, então, naturalmente, terá muitas noções. Algumas pessoas, inclusive, têm dúvidas e fazem conjecturas sobre Cristo. Essas pessoas baixas geralmente pensam que um cavalheiro é tão mau quanto elas. Esse é um tipo de fé que Deus não reconhece. Naturalmente, elas não são bem vistas aos olhos de Deus. São alvos que serão eliminados.

Todos aqueles que não amam toda a verdade que Cristo expressa são falsos crentes e infiéis. Eles, definitivamente, amam outra coisa e estão cheios de noções. Eles gostam de doutrinas vagas e vazias. São os sonhadores mais absurdos e vãos. São verdadeiros anticristos e devem ser punidos por Deus. Mas quais são as manifestações de uma fé genuína no Deus prático?

Primeiro, para ter uma genuína fé no Deus prático, a pessoa deve obedecer completamente a todo o julgamento e castigo de Deus. Quanto mais severo e intenso o julgamento, e mais doloroso o castigo, mais você deve suportá-los. Na realidade, não importa se o homem aguenta o julgamento e o castigo de Deus, Ele continua sendo totalmente justo. As palavras que Ele expressa são a verdade absoluta. Isso é um fato que jamais pode ser alterado. O homem será convencido mais cedo ou mais tarde. Além disso, a pessoa deve aceitar ser lidada e podada por Deus. Isso também é algo absolutamente necessário. Essa forma de prática é muito benéfica para a mudança de caráter do homem, para a prática da verdade e o cumprimento de seus deveres. Pode-se dizer que sem ser lidado e podado, o homem não será capaz de satisfazer as exigências de Deus pelo cumprimento de seus deveres.

Segundo, para ter uma fé genuína no Deus prático, a pessoa deve acreditar firmemente que somente Cristo é a verdade, o caminho e a vida. Além de Cristo, nenhuma outra pessoa é a verdade, o caminho e a vida. Não importa o quanto alguém fale bem ou quão ótimas sejam suas teorias, tudo o que ele pode fazer é enganar os outros. Essa pessoa não pode salvar o homem de forma alguma. Independentemente de que tipo de pessoas sejam, se deixarem ou abandonarem Cristo, elas perecerão. Independentemente da quantidade de noções que o homem tem de Cristo, isso não influencia o fato de que Cristo é a verdade, o caminho e a vida. Isso não mancha Cristo de forma nenhuma. Resistir e condenar a Cristo leva a pessoa a cair em um inevitável esquecimento. Cristo é o Deus encarnado. Cristo é também um homem. Aqueles que acreditam com firmeza em Cristo serão salvos. Todos aqueles que acreditam em Deus no céu, mas não se submetem a Cristo, são as pessoas mais tolas. Elas serão eliminadas e sentirão uma profunda vergonha.

Se as pessoas têm uma fé genuína no Deus prático, elas podem tratar Deus como Deus. Elas são capazes de adorá-Lo normalmente e entregar seus corações a Ele. Podem orar a Deus diariamente, ficar mais próximas Dele, ler bastante Sua palavra, aquietar-se diante Dele, aceitar Seu exame, agradá-Lo em todos os assuntos, colocá-Lo em primeiro lugar em seus corações, preocupar-se com os assuntos Dele, cumprir todos os aspectos de seus deveres e tornar-se pessoas piedosas que adoram a Deus. Adorar o Deus prático significa fazer essas coisas diante de Cristo. Essas pessoas não têm uma religião vaga, oram a Cristo, entregam seus corações a Ele e aquietam-se diante Dele. Elas elevam suas mãos em direção a Cristo, fazem um voto e O obedecem absolutamente. Tudo isso está relacionado com a adoração genuína ao Deus prático. Se uma pessoa ora a um Deus vago ou outro tipo de Deus, ela está blasfemando contra o Deus prático. Somente exaltar o Deus prático é tratá-Lo como Deus.

Se as pessoas têm uma fé genuína no Deus prático, elas podem certamente se colocar nas mãos de Deus e permitir que Ele esteja no controle. Independentemente de como Deus as trata, elas não reclamam. Não importa o ambiente em que estejam, elas podem confiar em Deus, e não ficam pessimistas e fracas. Elas podem buscar as intenções de Deus, abandonar seus desejos de obter bênçãos e não focar em seus projetos pessoais. Não importa o quanto sofram, elas não abandonam a busca por Deus. Elas não se arrependem, independentemente do que percam por causa da fé em Deus. Elas sentem prazer em compreender a Deus e obter a verdade. Elas se divertem cumprindo seus deveres e agradando a Deus. Esse é o tipo mais puro de fé.

Se as pessoas têm uma fé genuína no Deus prático, certamente serão capazes de amar a Deus, considerar as intenções Dele em todos os momentos, preocupar-se pelos mesmos motivos que Ele, considerar o que Ele considera e pensar como Deus pensa. Elas buscam as intenções de Deus em todos os assuntos, tentam agradá-Lo e fazem seu melhor para cooperar com Deus em Sua obra. Elas buscam um entendimento de Deus, para que possam atingir uma mudança de caráter, ser compatíveis com Deus e tornar-se pessoas segundo o coração de Deus. Esse é o objetivo que o homem deve perseguir. Esse tipo de prática é a que mais conforta o coração de Deus.

Para ter uma fé genuína no Deus prático, você deve oferecer-se inteiramente a Deus e esforçar-se por Ele. Fazer o seu melhor para exaltá-Lo e testemunhá-Lo. Desconsiderar perdas ou ganhos individuais e segurança, e ver a obra da família de Deus como a coisa mais importante. Obedecer aos arranjos de Deus e ser devotado à Sua obra de expansão até o fim. Oferecer seu coração verdadeiro a Deus. Não achar que é uma grande contribuição conseguir algumas pessoas. Não cobiçar recompensas e começar a se divertir. Não pensar que você é muito qualificado e que está indo muito bem. Não pensar que ninguém tem o direito de interferir em sua alegria. Aqueles que são realmente racionais não farão essas coisas vergonhosas. Os que têm uma fé genuína em Deus sempre acreditam que estão em grande dívida com Ele. Sentem que a salvação que recebem é grande demais e que, em seu tempo de vida, nunca serão capazes de retribuir o amor que Deus tem por eles. Assim, sempre focam em sua própria entrada na verdade. Tentam entender sua própria alma feia e repulsiva e buscam uma mudança de caráter. Tomam cuidado para não desobedecer e ofender o coração de Deus novamente ou fazer algo desprezível que levaria Satanás a zombar deles. Aqueles que têm uma fé genuína e sincera no Deus prático não têm quaisquer dúvidas ou suspeitas sobre Deus. Mais ainda, não tentam enganar a Deus. Embora existam momentos em que desobedecem a Deus, têm suas próprias noções ou agem sem entrega no cumprimento de seus deveres, ainda são capazes de buscar a verdade e obter uma compreensão de si mesmos. A partir disso, podem mudar a si mesmos e recomeçar. Podem substituir todas as suas transgressões passadas colocando a verdade em prática e, gradualmente, cumprir as exigências de Deus.

O ponto mais importante relacionado a ter uma fé genuína no Deus prático é que as pessoas devem acreditar que existe apenas um Deus. O Deus único e verdadeiro já encarnou no Deus prático. Além de Deus Todo-Poderoso, cujo Espírito se move por todo o universo, não há outro Deus. O Deus prático inclui a carne, a Palavra e o Espírito. Ele se chama Deus Todo-Poderoso. Sua carne fala e opera, e seu Espírito se move por todo o universo e governa todas as coisas. Existe apenas um Deus que pode fazer isso. Não podemos dividir Deus em diversas partes. Isso é a manifestação da blasfêmia contra Ele. Nós acreditamos em Deus Todo-Poderoso. Ele é o Deus prático encarnado. Seu Espírito abraça todo o universo e governa todas as coisas. O homem deve entender isso. Atualmente, além das palavras e da obra de Deus Todo-Poderoso, ninguém mais, em lugar nenhum, pode começar novamente. Acredite que a palavra de Deus nunca erra. Algumas pessoas acreditam que o Espírito de Deus é o Deus no céu. Elas acreditam que a carne que fala e opera é o Deus na Terra. Na verdade, existe apenas um Deus. O Deus encarnado fala e opera na Terra. Ele pode ser visto e sentido, e é chamado de Deus prático. Seu Espírito se move por todo o universo. Não podemos ver Ser Espírito, que é chamado de Deus no Céu. Resumindo, são as ações de um único Deus. Um único Espírito realiza essa obra. É risível e inacreditável que as pessoas dividam Deus em um Deus que está no Céu e um Deus que está na Terra. Elas também O dividem entre um Deus que está encarnado e opera e um Espírito que opera. Isso é repetir a política desastrosa do mundo religioso, que vê Deus como uma trindade e O deixa irritado. Por que não temos uma fé simples? Quando Jesus veio, nós acreditamos Nele. Hoje, Deus Todo-Poderoso veio, então acreditemos em Deus Todo-Poderoso. Ele é ambos, Deus e homem. Ele opera na Terra e também Se move por todo o universo. Resumindo, isso é tudo um só Deus. É por isso que devemos nos colocar diante de Cristo e orar dessa maneira: “Ó, Deus Todo-Poderoso, Tu és carne e Espírito. Tu estás na Terra e no Céu. Tu Te moves através de todo o universo e governas sobre todas as coisas. És Deus Todo-Poderoso e eu adoro a Ti”. O Deus Todo-Poderoso, no qual acreditamos, é o único e verdadeiro Deus. Não há outro além Dele. Essa é a base da crença em Deus. Assim que você entender isso, sua compreensão de Deus crescerá e você alcançará uma fé genuína. Se você tiver uma fé genuína em Deus, ela será naturalmente firme e realista. Você terá a vontade e a disposição para buscar um entendimento de Deus, uma maior compreensão da verdade, uma mudança de caráter, um genuíno amor por Deus e uma absoluta obediência a Ele. Você estará disposto, inclusive, a seguir a Deus com devoção até a morte. Esse tipo de fé é definitivamente aceitável para Deus e será abençoado por Ele. Todos aqueles que não têm uma fé genuína em Deus ficarão naturalmente perdidos. O resultado é que eles serão um fracasso total e serão eliminados por Deus. Embora neste momento exista uma distância entre a fé das pessoas e a fé genuína, desde que você possa entender a essência de Cristo e o caráter e Deus, você atingirá os critérios de uma fé genuína. Se você puder resolver todas as suas noções a respeito de Deus, eliminar todos os obstáculos existentes entre você e uma compreensão de Deus e alcançar um relacionamento normal com Ele, então, você definitivamente obterá sucesso em sua fé. O fato de Deus estar encarnado e realizando a obra de salvação é uma oportunidade perfeita para você entendê-Lo. Se você não buscar uma compreensão Dele em sua fé, então sua fé será confusa. Se você crer até o fim e, ainda assim, for incapaz de entender a Deus e ser compatível com Ele, então você terá falhado como crente. Apenas pela busca da compreensão de Deus você será salvo. Apenas buscando um entendimento de Deus você será capaz de obter a verdade e a vida. Se não buscar uma compreensão de Deus, você será um fracasso completo e nunca conseguirá ter uma fé genuína em Deus, nem obedecer completamente.

Anterior:A racionalidade que é exigida para se seguir a Deus

Próximo:Entender a vontade de Deus e buscar o propósito de Deus

Coisas que talvez lhe interessem