1. Crer num Deus celestial vago e não no Cristo encarnado é fé verdadeira em Deus?

Versos da Bíblia para referência:

Por isso vos disse que morrereis em vossos pecados; porque, se não crerdes que Eu sou, morrereis em vossos pecados” (João 8:24).

“Nisto conheceis o Espírito de Deus: todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; e todo espírito que não confessa a Jesus não é de Deus; mas é o espírito do anticristo” (1 João 4:2-3).

“Porque já muitos enganadores saíram pelo mundo, os quais não confessam que Jesus Cristo veio em carne. Tal é o enganador e o anticristo” (2 João 1:7).

Palavras de Deus relevantes:

Durante os últimos dias, o Deus encarnado chegou à terra principalmente para proferir palavras. Quando Jesus veio, Ele difundiu o evangelho do reino dos céus e realizou a obra da redenção da crucificação. Ele encerrou a Era da Lei e aboliu todas as coisas antigas. A chegada de Jesus concluiu a Era da Lei e inaugurou a Era da Graça. A chegada do Deus encarnado dos últimos dias trouxe um fim à Era da Graça. Ele veio principalmente para proferir Suas palavras, para usar palavras para tornar o homem perfeito, iluminar e esclarecer o homem, e remover o lugar do Deus vago dentro do coração do homem. Esta não é a etapa da obra que Jesus realizou quando Ele veio. Quando Jesus veio, realizou muitos milagres, curou enfermos e expulsou demônios, e realizou a obra da redenção da crucificação. Como consequência, em suas concepções, o homem acredita que é assim que Deus deveria ser. Pois, quando Jesus veio, Ele não realizou a obra de remover a imagem do Deus vago do coração do homem; quando Ele veio, foi crucificado, curou os doentes e expulsou demônios, e difundiu o evangelho do reino dos céus. Em um aspecto, a encarnação de Deus nos últimos dias remove o lugar ocupado pelo Deus vago nas concepções do homem, de modo que não existe mais a imagem do Deus vago no coração do homem. Através de Suas palavras reais e obra real, Seu movimento por todas as terras e a obra excepcionalmente real e normal que Ele realiza entre os homens, Ele faz com que o homem conheça a realidade de Deus e remove o lugar do Deus vago no coração do homem. Em outro aspecto, Deus usa as palavras ditas por Sua carne para tornar o homem completo e realizar todas as coisas. Esta é a obra que Deus realizará nos últimos dias. Extraído de “Conhecer a obra de Deus hoje”

A melhor coisa a respeito de Sua obra na carne é que Ele pode deixar palavras e exortações precisas, Sua vontade específica para a humanidade àqueles que O seguem, de modo que, posteriormente, Seus seguidores possam transmitir de maneira mais precisa e concreta toda a Sua obra na carne e Sua vontade para toda a humanidade àqueles que aceitarem esse caminho. Somente a obra de Deus na carne no meio dos homens verdadeiramente cumpre o fato de Deus estar e viver junto com homem. Somente essa obra preenche o desejo do homem de contemplar o rosto de Deus, testemunhar a obra de Deus e ouvir a palavra pessoal de Deus. O Deus encarnado encerra a era quando somente as costas de Jeová apareciam à humanidade e também conclui a era da crença da humanidade no Deus vago. De modo particular, a obra do último Deus encarnado traz toda humanidade para dentro de uma era que é mais realista, mais prática e mais agradável. Ele não somente conclui a era da lei e doutrina; mais importante, Ele revela à humanidade um Deus que é verdadeiro e normal, que é justo e santo, que destrava a obra do plano de gerenciamento, demonstra os mistérios e destino da humanidade, que criou a humanidade, encerra a obra do gerenciamento e que tem permanecido escondido por milhares de anos. Ele encerra de vez uma era de incertezas, Ele conclui a era na qual toda a humanidade desejava ver a face de Deus, mas era incapaz disso, Ele encerra a era na qual toda a humanidade servia a Satanás e conduz toda a humanidade por todo o caminho para uma era completamente nova. Tudo isto é o resultado da obra de Deus na carne em vez do Espírito de Deus. Quando Deus opera em Sua carne, aqueles que O seguem não mais buscam e tateiam à procura daquelas coisas que parecem tanto existir como não existir e deixam de adivinhar a vontade do Deus vago. Quando Deus expandir Sua obra na carne, aqueles que O seguem transmitirão a obra que Ele fez na carne para todas as religiões e denominações, e elas comunicarão todas as Suas palavras aos ouvidos de toda a humanidade. Tudo que foi ouvido por aqueles que recebem Seu evangelho serão os fatos de Sua obra, serão coisas vistas e ouvidas pelo homem pessoalmente, serão fatos e não boatos. Esses fatos são as evidências com as quais Ele expande a obra e são também as ferramentas que Ele usa para expandi-la. Sem a existência de fatos, Seu evangelho não seria expandido por todos os países e lugares; sem os fatos, mas somente com a imaginação humana, Ele nunca seria capaz de realizar a obra de conquistar todo o universo. O Espírito é intangível e invisível ao homem e a obra do Espírito é incapaz de deixar qualquer maior evidência ou fatos da obra de Deus ao homem. O homem nunca contemplará a verdadeira face de Deus e sempre acreditará em um Deus vago que não existe. O homem nunca contemplará a face de Deus, nem ouvirá palavras ditas por Deus pessoalmente. As imaginações do homem são, afinal, vazias e não podem substituir a verdadeira face de Deus; o caráter inerente de Deus e a obra do Próprio Deus não podem ser imitadas pelo homem. O Deus invisível no Céu e Sua obra só podem ser trazidos à terra pelo Deus encarnado, que pessoalmente realiza Sua obra no meio dos homens. Esse é o modo mais ideal no qual Deus aparece ao homem, no qual o homem vê a Deus e chega ao conhecimento da verdadeira face de Deus e não pode ser alcançado por um Deus não encarnado. Extraído de “A humanidade corrupta está mais necessitada da salvação do Deus encarnado”

“Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.” Agora vocês ouviram as palavras do Espírito Santo? As palavras de Deus vieram sobre vocês. Vocês as ouvem? Deus realiza a obra da palavra nos últimos dias, e essas palavras são as do Espírito Santo, pois Deus é o Espírito Santo e também pode Se tornar carne; portanto, as palavras do Espírito Santo, assim como foram ditas no passado, são hoje as palavras do Deus encarnado. Existem muitos homens absurdos que acreditam que as palavras do Espírito Santo devam descer dos céus até o ouvido do homem. Quem pensa assim não conhece a obra de Deus. Em verdade, as declarações do Espírito Santo são as mesmas do Deus tornado carne. O Espírito Santo não pode falar diretamente ao homem, assim como Jeová também não falou diretamente às pessoas, mesmo na Era da Lei. Não seria ainda muito menos provável que Ele fizesse isso na era de hoje? Para Deus fazer declarações a fim de realizar a obra, é preciso que Ele Se torne carne, caso contrário Sua obra não pode cumprir o Seu objetivo. Os que negam o Deus tornado carne são aqueles que não conhecem o Espírito ou os princípios através dos quais Deus opera. Aqueles que acreditam que agora é a era do Espírito Santo, mas não aceitam a Sua obra nova são os que vivem em uma fé vaga. Tal tipo de homem jamais receberá a obra do Espírito Santo. Aqueles que desejam apenas que o Espírito Santo diretamente fale e realize a Sua obra, mas não aceitam as palavras ou a obra do Deus encarnado, jamais conseguirão entrar na nova era nem receber a salvação completa de Deus! Extraído de “Como o homem que delimitou Deus em suas concepções pode receber as revelações de Deus?”

Sua crença em Deus, sua busca da verdade e até mesmo a maneira como você se comporta devem ser baseadas na realidade: tudo o que você faz deve ser prático e você não deve perseguir coisas tão ilusórias e fantasiosas. Não há valor em se comportar dessa maneira e, além disso, não tem significado para tal vida. Porque sua busca e sua vida são passadas no meio de nada mais que falsidade e engano, e você não persegue coisas que têm valor e significado, a única coisa que você ganha é um raciocínio absurdo e uma doutrina que não são da verdade. Tais coisas não têm relação com o significado e o valor de sua existência, e só podem levá-lo a um reino vazio. Dessa forma, toda sua vida será sem qualquer valor ou significado — e se você não buscar uma vida de significado, poderia viver cem anos e seria tudo em vão. Como isso poderia ser chamado de vida humana? Não é, realmente, a vida de um animal? Da mesma forma, se vocês tentarem seguir o caminho da crença em Deus, mas não tentarem procurar o Deus visível e em vez disso adorarem um Deus invisível e intangível, essa busca não será ainda mais inútil? No final, sua busca se tornará um monte de ruínas. Qual o benefício dessa busca para você? O maior problema com o homem é que ele só ama coisas que não pode ver ou tocar, coisas que são sumamente misteriosas e maravilhosas, e que são inimagináveis pelo homem e inatingíveis por meros mortais. Quanto mais irrealistas são essas coisas, mais são analisadas pelo homem, que até mesmo as persegue alheio a tudo, e tenta ganhá-las. Quanto mais irrealistas são, mais de perto o homem as examina e analisa, chegando até a inventar suas próprias ideias exaustivas sobre elas. Pelo contrário, quanto mais realistas são, mais o homem se torna desdenhoso delas; ele simplesmente torce o nariz para elas e até mesmo as despreza. Essa não é, precisamente, a atitude de vocês em relação à obra realista que faço hoje? Quanto mais realistas essas coisas são, mais preconceituosos vocês são contra elas. Vocês não poupam tempo para examiná-las, mas simplesmente as ignoram; vocês desdenham dessas exigências realistas e diretas e até mesmo abrigam muitas concepções sobre esse Deus que é tão real, e são simplesmente incapazes de aceitar Sua realidade e normalidade. Dessa forma, vocês não acreditam em meio à imprecisão? Vocês têm uma crença inabalável sobre o vago Deus de épocas passadas e nenhum interesse pelo Deus real de hoje. Isso não seria porque o Deus de ontem e o Deus de hoje pertencem a duas eras diferentes? Não seria também porque o Deus de ontem é o exaltado Deus do céu, enquanto o Deus de hoje é um homem pequeno na terra? Não seria, ainda mais, porque o Deus adorado pelo homem é aquele produzido por suas concepções, enquanto o Deus de hoje é uma carne real produzida na terra? No final das contas, não seria porque o Deus de hoje é real demais que o homem não O persegue? Pois o que o Deus de hoje pede ao homem é precisamente o que o homem não está disposto a realizar, e que o faz sentir-se envergonhado. Isso não torna as coisas difíceis para o homem? Isso não mostra suas cicatrizes? Dessa forma, muitos dos que não perseguem a realidade tornam-se inimigos do Deus encarnado e tornam-se anticristos. Esse não é um fato óbvio? No passado, quando Deus ainda não tinha Se tornado carne, você pode ter sido uma figura religiosa ou um crente devoto. Depois que Deus Se tornou carne, muitos crentes devotos tornaram-se inconscientemente o anticristo. Você sabe o que está acontecendo aqui? Na sua crença em Deus, você não se concentra na realidade ou persegue a verdade, mas fica obcecado por falsidades — essa não é a fonte mais clara de sua inimizade para com o Deus encarnado? O Deus encarnado é chamado de Cristo, então, todos aqueles que não acreditam no Deus encarnado não seriam o anticristo? E além disso, esse que você acredita e ama verdadeiramente é esse Deus na carne? É realmente esse Deus vivo que respira que é o mais realista e extraordinariamente normal? Qual é exatamente o objetivo de sua busca? Está no céu ou na terra? É uma concepção ou é a verdade? É Deus ou algum ser sobrenatural? Extraído de “Somente aqueles que conhecem Deus e Sua obra podem satisfazer Deus”

Aquele que não acredita no Deus encarnado — ou seja, aquele que não acredita na obra e na fala do Deus visível, que não acredita no Deus visível e ao mesmo tempo adora o Deus invisível que está no céu — não tem Deus no coração. São pessoas desobedientes e resistentes a Deus. Essas pessoas carecem de humanidade e razão, para não falar da verdade. Para essas pessoas, o Deus visível e tangível é ainda menos crido; já o Deus invisível e intangível é o mais crível e também o que mais alegra o coração delas. O que elas buscam não é a verdade dos fatos, nem a verdadeira essência da vida, muito menos as intenções de Deus; em vez disso, elas perseguem a excitação. Quaisquer coisas que lhes permitam alcançar os próprios desejos são, sem dúvida, suas crenças e buscas. Elas só acreditam em Deus a fim de satisfazer os próprios desejos, não para buscar a verdade. Essas pessoas não são perversas? São extremamente autoconfiantes e não acreditam que Deus no céu irá destruí-las, essas “pessoas boas”. Em vez disso, acreditam que Deus vai lhes permitir ficar e, além do mais, vai recompensá-las generosamente, pois elas fizeram muitas coisas para Deus e demonstraram bastante “lealdade” para com Ele. Se elas fossem buscar o Deus visível, revidariam imediatamente contra Deus ou ficariam furiosas quando seus desejos não fossem atendidos. Essas são pessoas vis que buscam satisfazer os próprios desejos, não são íntegras na busca da verdade. Tais pessoas são as assim chamadas povo perverso que segue a Cristo. Essas pessoas que não buscam a verdade não podem acreditar na verdade. São ainda mais incapazes de perceber o futuro desfecho da humanidade, pois não acreditam em nenhuma obra ou fala do Deus visível e não podem acreditar no destino futuro da humanidade. Portanto, mesmo que elas sigam o Deus visível, ainda perpetram o mal e não buscam a verdade, nem praticam a verdade que Eu exijo. Essas pessoas que não acreditam que serão destruídas são precisamente os indivíduos que serão destruídos. Todas elas se consideram muito espertas e se veem como praticantes da verdade. Consideram que a sua má conduta seja a verdade e, portanto, valorizam-na. Essas pessoas más são muito autoconfiantes: tomam a verdade como doutrina, julgam seus atos maus como sendo a verdade e, no fim, só podem colher o que plantaram. Quanto mais autoconfiantes e desenfreadamente arrogantes as pessoas são, mais se tornam incapazes de obter a verdade; quanto mais acreditam no Deus celestial, mais resistem a Deus. Essas são as pessoas que serão punidas. Antes que a humanidade entre no descanso, a punição ou a recompensa de cada tipo de pessoa será determinada por buscarem ou não a verdade, conhecerem ou não a Deus, conseguirem ou não obedecer ao Deus visível. Aquelas que serviram ao Deus visível sem O conhecer ou sem Lhe obedecer carecem da verdade. Essas pessoas são malfeitoras e, sem dúvida, os malfeitores serão punidos; ademais, serão punidos de acordo com a própria má conduta. Deus é para que o homem creia Nele e também é digno da obediência do homem. Aqueles que só acreditam no Deus vago e invisível são os que não acreditam em Deus; além disso, são incapazes de obedecer a Deus. Se essas pessoas ainda não puderem acreditar no Deus visível por ocasião em que Sua obra de conquista estiver terminada, se persistirem em ser desobedientes e resistentes ao Deus que é visível na carne, essas pessoas que creem no Deus vago, sem dúvida, serão destruídas. Extraído de “Deus e o homem entrarão em descanso juntos”

Vocês creem na existência do Deus no Céu, mas negam a do Deus na terra. Todavia, não aprovo os pontos de vista de vocês. Eu só aprovo as pessoas que mantêm os pés no chão e servem ao Deus na terra; jamais aprovo aquelas que nunca reconhecem o Cristo que está na terra. Não importa o quanto essas pessoas sejam leais ao Deus no Céu, no final das contas, elas não escaparão da Minha mão que pune os perversos. Esses homens são os perversos; eles são os perversos que se opõem a Deus e nunca obedeceram a Cristo de bom grado. É claro que seu número abrange todos os que não conhecem nem, além disso, reconhecem Cristo. Você acredita que pode agir como lhe agrada em relação a Cristo enquanto for leal ao Deus no Céu? Errado! Sua ignorância a respeito de Cristo é ignorância a respeito do Deus no Céu. Não importa o quanto você seja leal ao Deus no Céu, isso é meramente conversa fiada e fingimento, já que o Deus na terra é instrumental não só para que o homem receba a verdade e um conhecimento mais profundo, mas ainda mais instrumental na condenação do homem e, depois disso, na apreensão dos fatos para punição dos perversos. Você entendeu as decorrências benéficas e prejudiciais disso? Você as experimentou? Desejo que vocês logo venham a entender esta verdade: para conhecer Deus, vocês têm de conhecer não só o Deus no Céu, mas também — e isto é até mais importante — o Deus na terra. Não confundam suas prioridades nem permitam que o secundário se sobreponha ao principal. Esse é o único modo de você estabelecer uma boa relação com Deus, tornar-se mais íntimo de Deus e aproximar seu coração Dele. Extraído de “Como conhecer o Deus na Terra”

Leia mais

2. Se alguém se ativer apenas às letras e regras da Bíblia em nossa crença e não buscar o caminho para ser compatível com Cristo, poderá obter a vida eterna?

Muitos crentes em Deus acreditam que a Bíblia representa Deus, que uma crença em Deus é uma crença na Bíblia e que, ao ater-se à Bíblia, eles podem obter a vida eterna. No entanto, o Senhor Jesus disse: “Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna; e são elas que dão testemunho de Mim; mas não quereis vir a Mim para terdes vida” (João 5:39-40). Qual é o significado real dessas palavras ditas pelo Senhor Jesus? Se alguém se ativer apenas à Bíblia e não buscar o caminho para ser compatível com Cristo, poderá obter a vida eterna?

Mais conteúdos excelentes

{{cat_name}}

Documentário coral gospel

Documentário coral gospel "Aquele que detém a soberania sobre tudo"

{{cat_name}}

Filme gospel completo dublado

Filme gospel completo dublado "Fé em Deus" Revela o mistério da fé em Deus

{{cat_name}}

Filme gospel completo dublado 2018

Filme gospel completo dublado 2018 "Do trono flui a água da vida" Como obter o caminho para a vida eterna

{{cat_name}}

{{alt}}

{{title}}

{{cat_name}}

Música gospel de 2019

Música gospel de 2019 "O Hino do Reino (II) Deus chegou, Deus é Rei"

{{cat_name}}

Coral gospel

Coral gospel "Toda nação adora a Deus Todo-Poderoso" Vídeo cristão completo dublado

Vídeos relacionados

Você quer saber como devemos acreditar em Deus a fim de ganhar vida eterna?