Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Tópicos especiais sobre ser arrebatado

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

O Senhor profetizou claramente: “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo” (Apocalipse 3:20). É evidente que quando o Senhor retornar, Ele falará e proferirá Suas palavras, e todos os que ouvirem a voz de Deus e acolherem o Senhor serão arrebatados perante Deus e participarão da ceia das bodas do Cordeiro antes do desastre.

Versos da Bíblia para referência:

Estai vós também apercebidos; porque, numa hora em que não penseis, virá o Filho do homem” (Lucas 12:40).

Venho como ladrão” (Apocalipse 16:15).

Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo” (Apocalipse 3:20).

Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas” (Apocalipse 2–3).

As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu as conheço, e elas me seguem” (João 10:27)."

Palavras clássicas de Deus:

“Ser apanhado” não é ser levado de um lugar baixo para um lugar alto, como as pessoas imaginam. Esse é um grande engano. Ser apanhado refere-se à Minha predestinação e seleção. Destina-se a todos aqueles a quem predestinei e escolhi. Aqueles que ganharam o status de primogênitos, o status de Meus filhos ou Meu povo, são pessoas que foram apanhadas. Isso é mais incompatível com as concepções das pessoas. Os que partilham da Minha casa no futuro são todos aqueles que foram apanhados diante de Mim. Essa é a verdade absoluta, imutável, que não pode ser refutada por ninguém. É o contra-ataque a Satanás. Qualquer um que predestinei será apanhado diante de Mim.

de ‘Capítulo 104’ das declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”

O homem crê que, após a crucificação e a ressurreição, Jesus voltou aos céus sobre uma nuvem branca e tomou o Seu lugar à destra do Altíssimo. O homem imagina que, semelhantemente, Jesus descerá novamente sobre uma nuvem branca (essa nuvem se refere à nuvem sobre a qual Jesus voltou para os céus), em meio àqueles que têm desesperadamente ansiado por Ele há milhares de anos, e que Ele terá a imagem e as roupas dos judeus. Depois de aparecer aos homens, Ele lhes concederá alimentos, fará com que água viva jorre do interior deles e habitará entre eles, cheio de graça e amor, vivo e real. E assim por diante. Mas Jesus, o Salvador, não o fez; Ele fez o oposto do que o homem imaginou. Ele não chegou entre aqueles que haviam ansiado por Sua volta e não apareceu sobre a nuvem branca a todos os homens. Ele já chegou, mas o homem não O conhece, e permanece ignorante de Sua chegada. O homem está apenas O aguardando, sem propósito, inconsciente de que Ele já desceu sobre uma “nuvem branca” (a nuvem que é o Seu Espírito, as Suas palavras e todo Seu caráter e tudo o que Ele é), e está agora entre um grupo de vencedores que Ele irá formar durante os últimos dias.

de “O Salvador já voltou sobre uma ‘nuvem branca’”

“Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.” Agora vocês ouviram as palavras do Espírito Santo? As palavras de Deus vieram sobre vocês. Vocês as ouvem? Deus realiza a obra da palavra nos últimos dias, e essas palavras são as do Espírito Santo, pois Deus é o Espírito Santo e também pode Se tornar carne; portanto, as palavras do Espírito Santo, assim como foram ditas no passado, são hoje as palavras do Deus encarnado. Existem muitos homens absurdos que acreditam que as palavras do Espírito Santo devam descer dos céus até o ouvido do homem. Quem pensa assim não conhece a obra de Deus. Em verdade, as declarações do Espírito Santo são as mesmas do Deus tornado carne. O Espírito Santo não pode falar diretamente ao homem, assim como Jeová também não falou diretamente às pessoas, mesmo na Era da Lei. Não seria ainda muito menos provável que Ele fizesse isso na era de hoje? Para Deus fazer declarações a fim de realizar a obra, é preciso que Ele Se torne carne, caso contrário Sua obra não pode cumprir o Seu objetivo. Os que negam o Deus tornado carne são aqueles que não conhecem o Espírito ou os princípios através dos quais Deus opera. Aqueles que acreditam que agora é a era do Espírito Santo, mas não aceitam a Sua obra nova são os que vivem em uma fé vaga. Tal tipo de homem jamais receberá a obra do Espírito Santo. Aqueles que desejam apenas que o Espírito Santo diretamente fale e realize a Sua obra, mas não aceitam as palavras ou a obra do Deus encarnado, jamais conseguirão entrar na nova era nem receber a salvação completa de Deus!

de “Como o homem que definiu Deus de acordo com as suas concepções pode receber as revelações de Deus?”

Deus está em silêncio e nunca apareceu para nós, mas a Sua obra nunca parou. Ele observa toda a Terra, comanda todas as coisas e contempla todas as palavras e ações do homem. Ele conduz Sua gestão com passos mensurados e de acordo com Seu plano, em silêncio, sem efeitos dramáticos, mas Seus passos se aproximam, um por um, da humanidade, e Seu trono de julgamento é instalado no universo à velocidade de um raio, imediatamente seguido pela descida de Seu trono entre nós. Que cena majestosa é essa, que quadro imponente e solene. Como uma pomba e como um leão que ruge, o Espírito chega em nosso meio. Ele é sabedoria, justiça e majestade, e Ele chega clandestinamente em nosso meio, exercendo autoridade e cheio de amor e compaixão. Ninguém está ciente da Sua vinda, ninguém saúda a Sua vinda e, além disso, ninguém sabe tudo o que Ele está prestes a fazer. A vida do homem continua como sempre; seu coração não está diferente, e os dias passam como de costume. Deus vive entre nós, um homem como outros homens, como um dos seguidores mais insignificantes e um crente comum. Ele tem Suas próprias buscas, Seus próprios objetivos e, além disso, tem divindade que os homens comuns não possuem. Ninguém percebeu a existência de Sua divindade, e ninguém percebeu a diferença entre Sua substância e a do homem. Vivemos juntos com Ele, sem restrições e sem medo, pois, aos nossos olhos, Ele nada mais é do que um crente insignificante.

de “Contemplando a aparição de Deus em Seu julgamento e Seu castigo”

Cada uma das palavras de Deus atinge um de nossos pontos letais e nos deixa sofrendo e cheios de terror. Ele expõe nossas noções, imaginações e nosso caráter corrupto. Desde tudo o que dizemos e fazemos até cada um de nossos pensamentos e ideias, nossa natureza e substância são reveladas por Suas palavras, colocando-nos num estado de medo e tremor e sem lugar para escondermos nossa vergonha. Ele nos diz tudo sobre cada uma das nossas ações, objetivos e intenções, e até mesmo sobre o caráter corrupto que nós mesmos nunca descobrimos, fazendo-nos sentir completamente expostos e até mesmo plenamente convencidos. Ele nos julga por nossa oposição a Ele, nos castiga por nossas blasfêmias e condenação a Ele e nos faz sentir que, aos Seus olhos, não temos um único aspecto que nos possa remir, que somos o Satanás vivo. Nossas esperanças são frustradas, não mais nos atrevemos a fazer quaisquer exigências insensatas a nutrir qualquer esperança Nele, e até mesmo nossos sonhos desaparecem da noite para o dia. Esse é um fato que nenhum de nós pode imaginar e que nenhum de nós pode aceitar. Dentro de um instante, perdemos nosso equilíbrio interior e não sabemos como continuar na estrada à frente ou como continuar em nossas crenças. Parece que nossa fé voltou à estaca zero e que nunca nos encontramos com o Senhor Jesus ou O conhecemos. Tudo diante de nossos olhos nos deixa perplexos e nos faz vacilar indecisos. Ficamos desanimados, desapontados, e no fundo do coração há raiva e desgraça irreprimíveis. Tentamos desabafar, encontrar uma saída e, além disso, tentamos continuar esperando por nosso Salvador Jesus para podermos derramar nosso coração para Ele. Embora haja momentos em que, por fora, parecemos estar equilibrados, nem arrogantes nem humildes, em nosso coração somos afligidos por um sentimento de perda que jamais sentimos antes. Embora às vezes pareçamos excepcionalmente calmos por fora, nossa mente é agitada por tormentos como um mar tempestuoso. Seu julgamento e castigo nos despojaram de todas as nossas esperanças e sonhos, pondo um fim aos nossos desejos extravagantes e deixando-nos pouco dispostos a acreditar que Ele é nosso Salvador, capaz de nos salvar. Seu julgamento e castigo abriram um abismo tão profundo entre nós e Ele que ninguém está sequer disposto a tentar atravessá-lo. Seu julgamento e castigo são a primeira vez que sofremos tamanho revés e tamanha humilhação em nossa vida. Seu julgamento e castigo nos permitiram apreciar verdadeiramente a honra de Deus e Sua intolerância da ofensa do homem, em comparação com a qual somos extremamente inferiores e impuros. Seu julgamento e castigo nos fizeram perceber, pela primeira vez, quão arrogantes e pomposos somos e como o homem nunca será igual a Deus ou estará no mesmo nível de Deus. Seu julgamento e castigo nos fizeram desejar não viver mais em tal caráter corrupto, livrar-nos dessa natureza e dessa substância o mais rápido possível, e não sermos mais repugnantes e detestáveis para Ele. Seu julgamento e castigo nos deixaram felizes em obedecer a Suas palavras, sem mais nos rebelar contra Suas orquestrações e arranjos. Seu julgamento e castigo nos deram, mais uma vez, o desejo de buscar a vida e nos fizeram felizes em aceitá-Lo como nosso Salvador… Saímos da obra de conquista, saímos do inferno e do vale da sombra da morte… Deus Todo-Poderoso nos ganhou, ganhou este grupo de pessoas! Ele triunfou sobre Satanás e derrotou todos os Seus inimigos!

de “Contemplando a aparição de Deus em Seu julgamento e Seu castigo”

Quando você tiver experimentado cada passo da obra de Deus encarnado na Era do Reino, você sentirá que as esperanças de muitos anos foram finalmente realizadas. Você sentirá que somente agora você viu verdadeiramente Deus face a face, somente agora você olhou para o rosto de Deus, ouviu a declaração pessoal de Deus, compreendeu a sabedoria da obra de Deus e verdadeiramente sentiu quão real e poderoso é Deus. Você sentirá que ganhou muitas coisas que as pessoas de tempos passados nunca viram ou possuíram. Nesse momento, você saberá claramente o que é acreditar em Deus e o que é ser segundo o coração de Deus. Claro, se você se apegar às visões do passado e rejeitar ou negar o fato da segunda encarnação de Deus, então você permanecerá de mãos vazias e não adquirirá nada e finalmente será culpado de opor-se a Deus. Aqueles que obedecem à verdade e se submetem à obra de Deus virão sob o nome do segundo Deus encarnado – o Todo-Poderoso. Eles serão capazes de aceitar a orientação pessoal de Deus e adquirirão uma verdade superior e em maior quantidade e receberão a verdadeira vida humana.

de “Somente aquele que experimenta a obra de Deus verdadeiramente crê em Deus”

Anterior:Pergunta 4: As pessoas são pecadoras, mas a oferta do Senhor Jesus pelo pecado tem eficácia eterna. Contanto que confessemos nossos pecados ao Senhor, Ele nos perdoará. Nós não temos pecados aos olhos do Senhor, então podemos entrar no reino dos céus!

Próximo:Algumas pessoas perguntam: “O Senhor Jesus já perdoou os nossos pecados e já não nos vê como pecadores. Não precisamos aceitar a obra de julgamento e purificação de Deus nos últimos dias. Quando o Senhor vier, nós podemos ser arrebatados diretamente para o reino dos céus e participar da ceia das bodas do Cordeiro. Não é verdade?”

Coisas que talvez lhe interessem