Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Coleção de sermões: provisão para a vida

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

18. As pessoas que creem em Deus, mas não são submissas a Ele serão eliminadas

Atualmente, existem algumas pessoas na igreja que não têm bom caráter. Elas não são submissas, não se preocupam com a vontade de Deus e têm ainda menos consideração pela obra da família de Deus. Essas pessoas ainda são capazes de cumprir o seu dever? De jeito nenhum! E a família de Deus não usará esse tipo de pessoa. Que tipo de pessoas é esse que não são submissas? Elas pertencem a Deus ou a Satanás? Tais pessoas não ouvem as palavras proferidas pelos líderes e trabalhadores, mesmo que estejam certas; não são submissas e serão eliminadas. Então, qual é a essência do problema da desobediência? O fato é que essas pessoas são incapazes de submeterem-se à verdade. Elas não aceitam o que os outros dizem, mesmo se o que dizem está certo e em sintonia com a verdade. Esse tipo de pessoa pertence a Satanás e não pode ser salvo. Se as pessoas não buscarem a verdade de modo diligente e não aprenderem a ser submissas, então serão definitivamente eliminadas. Vocês verão que quando alguém lida com essas pessoas, elas não dizem: “Sou submisso aos arranjos da família de Deus. Vou aceitar o modo como a família de Deus lida comigo e serei obediente”. Elas não têm essa mentalidade ou modo de pensar. O que está no coração delas? Seu argumento é o seguinte: “Não serei submisso quando você lidar comigo. Se você lidar comigo, condenarei e julgarei você”. O que algumas pessoas dizem quando alguém lida com elas? “Isso é retaliação!” Elas dizem que é “retaliação”. Como outros reagem quando alguém lida com eles? “Não é certo lidar comigo assim. Você está me julgando, me atacando e não aceitarei isso!” Alguns dizem: “Você está lidando comigo, mas você é uma pessoa. Não é Deus quem está lidando comigo. Eu aceitaria se fosse Deus, mas não aceito que uma pessoa lide comigo”. Existem até mesmo algumas pessoas que, quando alguém lida com elas, dizem: “Você tem segundas intenções. Você tem outra intenção, outro objetivo”. Em resumo, as pessoas darão todos os tipos de desculpas para recusar que alguém lide com elas e ficarão revoltadas. O que há de errado nisso? Se esses tipos de pessoas não fizerem uma autorreflexão, não será permitido a elas cumprir o seu dever. As pessoas devem aprender a ser submissas para cumprir o seu dever!

Há pessoas que dizem: “Devo aceitar e submeter-me a qualquer tipo de poda e tratamento, independentemente de quem estiver fazendo isso estar certo ou errado? Devo aceitar e ser submisso, não importa quem e como estão lidando comigo?” Como vocês encaram isso? Em primeiro lugar, qual será sua atitude se Deus lidar com um de vocês? Sem dúvida, submeter-se de todo o coração. E se eu lidar com um de vocês? Vão argumentar? Vão verificar se estou certo ou errado? Não existe isso de certo ou errado. Vocês devem ser submissos. É uma ordem executiva, não é? Como você vai reagir se um líder ou um obreiro lidar com você? Algumas pessoas dizem que primeiro vão aceitar que lidem com elas e depois vão buscar a verdade. E deve ser assim mesmo. Essa conduta está de acordo com os princípios da verdade. Submeter-se primeiro e depois buscar a verdade. Se, mais tarde, depois de buscar a verdade, for determinado que a coisa errada foi feita e que não traz benefício nenhum à obra da família de Deus, ou se for determinado que ele é um falso líder ou que o que ele fez não está de acordo com os princípios dos arranjos de trabalho, então é possível resolver a questão comunicando a verdade a ele. Fazer isso está em conformidade com os princípios da verdade. Algumas pessoas dizem: “Devo resolver a questão comunicando a verdade para ele depois? Por que não deveria resolvê-la assim que eu notar que algo não está certo?” Como explico isso? Essa é uma lição prática. Também há pessoas que dizem: “O que devo fazer se perceber que ele é um falso líder ou um anticristo e que está interrompendo ou perturbando a obra da família de Deus e, nessas circunstâncias, ele me criticar e lidar comigo?” Vocês conseguem explicar de modo claro o que deve ser feito nessa situação? Quando ele lidar com vocês, devem debater ou argumentar nesse momento com ele? Se vocês determinarem que ele é um falso líder ou um anticristo e que não está agindo em consonância com os princípios da verdade, em primeiro lugar, acalmem-se, não façam alarde e deixem-no terminar o que está dizendo. Não rejeitem de imediato. Se ele lidar com vocês, a princípio não resistam, mas quando ele terminar, manifestem-se. Digam: “Tenho uma opinião sobre isso, quero dizer algo. Podemos falar a respeito?” Não o contradigam de imediato, não respondam naquele mesmo momento, mesmo se o que ele diz estiver incorreto. Vocês conseguem aceitar estas instruções? “Se o que ele diz estiver incorreto, não o contradigam de imediato, não discutam com ele”. O que significam essas palavras? O que significa fazer isso? Por que vocês não devem discutir? Não há um ditado comum entre os incrédulos que diz “Discutir não resolve o problema”? Ele também é aplicável aqui. Acalmem-se primeiro e ponderem: essa pessoa é um anticristo, um falso líder; que objetivo ela está tentando alcançar ao fazer isso? Quais serão as consequências? Esses tipos de perguntas devem ser ponderadas com calma. Depois de ponderar sobre elas, vocês devem consultá-lo e fazer-lhe uma pergunta: “Você acha que o que disse está de acordo com os arranjos de trabalho? Não me recordo de isso estar nos arranjos de trabalho. Além disso, quando você faz isso e diz essas palavras, elas têm como base as palavra de Deus? Você buscou conhecer as intenções de Deus por meio da oração? Não consigo entender a sua decisão e a sua maneira de agir”. Isso só pode ser dito àqueles que forem identificados e reconhecidos como falsos líderes ou anticristos. Vocês não podem falar assim com todos os líderes e obreiros que lidam com vocês. Se vocês não estiverem familiarizados com algum dos seus líderes e obreiros, forem de pequena estatura, não souberem claramente de nada e ainda falarem com as pessoas assim, demonstram algum grau de submissão? Não, não demonstram. Quando vocês tiverem enxergado de modo claro que não existe verdade ou princípios nas coisas que esse falso líder ou anticristo faz e fala, vocês podem consultar, levantar questões e ver o que ele dirá. Se vocês o questionarem assim e ele não conseguir dizer nada, então poderão dizer o seguinte: “Se você não puder dizer qual é sua base, não posso aceitar esta prática e o que está fazendo. Só posso me submeter e aceitar se as suas ações forem baseadas na palavra de Deus e estiverem em conformidade com os arranjos de trabalho”. Depois de fazer duas ou três perguntas e ele ter respondido com palavras que revelarem e comprovarem de modo cabal que ele é um anticristo e que as suas opiniões são incorretas e violam os arranjos de trabalho, então vocês devem expô-lo. Não discutam nem criem caso. Deixem-no terminar de falar e façam mais perguntas. Somente depois disso vocês podem expô-lo. É apropriado que o povo escolhido de Deus use esse princípio para tratar os anticristos e falsos líderes? Isso mostra a decência dos santos e é um sinal de piedade. Não discutam nem criem caso. Fazer isso não adianta nada. Se ele quiser criar caso, esperem até que se acalme e depois falem com ele. Se ele não se acalmar, não conversem com ele; é a coisa apropriada a fazer.

Existem atualmente vários princípios para testar a estatura do povo escolhido de Deus: 1. Ver se conseguem se submeter à verdade; 2. Ver como tratam os líderes e os obreiros e se o seu comportamento segue os princípios; 3. Ver se são capazes de amar o povo realmente escolhido por Deus, aqueles que acreditam Nele de modo sincero e amam a verdade. Esses são os três princípios. Se não estiverem à altura desses três princípios, então definitivamente não podem ser salvos, porque esse tipo de pessoa de fato não se submete, nem mesmo à verdade. Ouvi falar de um incidente desse tipo, no qual um diretor disse a um ator: “Sua atuação de policial do grande dragão vermelho não é boa, deve ser mais realista, mais real”. Como o ator respondeu? “Você quer que eu aja como esse policial malvado. Sou tão malvado assim? Não sou uma pessoa má e mesmo assim você quer que eu atue demonstrando um caráter negativo, um policial do mal!” O que acham dessa resposta? Ele não foi submisso. Não estava disposto a interpretar um papel negativo, acreditando que estava sendo humilhado, como se a família de Deus ou o diretor já tivesse condenado seja lá quem tenha sido escalado para interpretar o papel de um personagem negativo. Ele provavelmente estava pensando que, como o personagem negativo, não receberia a salvação. Essa maneira de pensar é correta? Se for, então o que acontece com os muitos outros atores que representam papéis negativos? Como eles não tiveram essa ideia? Outras pessoas são capazes de submeter-se aos arranjos da família de Deus, aos arranjos de diretores ou líderes e atuar seja em qual for o papel que lhes for dado para interpretar. Não importa qual é o papel que estejam representando, eles sabem que é apenas uma atuação e a desempenham bem. Que atitude essas outras pessoas têm em relação ao seu dever? Elas interpretam todos os papéis que lhes é pedido que interpretem, elas não escolhem. Algumas pessoas não conseguem fazer isso. Elas não estão dispostas a interpretar o policial malvado. Se vocês pedirem a elas que demonstrem a verdadeira índole do policial quando estão atuando, elas vão dizer: “Sou tão malvado assim?” Esse tipo de pessoa é submisso? Não, não é. Não podemos pedir a essas pessoas que sejam atores, elas não conseguem fazer esse serviço e devem ser eliminadas.

Tenho comunicado a verdade por muito tempo, mas algumas pessoas ainda não a praticam e agem de maneira imprudente. Na verdade, quando algumas pessoas falam certas palavras, fico enojado com elas. Assim que realizo uma comunhão e revelo o que está acontecendo em uma igreja, alguns líderes e obreiros vão investigar: “Quem denunciou isso? Quem nos traiu?” No que vocês pensam quando ouvem essas palavras? Eles acham que há um traidor no meio deles que está denunciando o que fizeram e a situação real da igreja para o alto. Eles ficam muito furiosos com esse traidor e investigam com afinco para descobrir quem é. Depois que expõem o traidor, logo em seguida impedem-no de participar nas reuniões. Quem fez isso? Vocês podem expô-los? Aqueles que os expõem são os que se preocupam com a vontade de Deus, estão ao Seu lado e são leais e reverentes a Ele; aqueles que não os expõem e tentam encobri-los são as pessoas da facção de Satanás, a gangue dos anticristos. Vocês ousam expô-los? Quem disse estas palavras: “Quem nos traiu? Quem é o informante? Quem comunicou ao alto?” Eles podem dizer palavras desse tipo. Digam-me, qual é o problema em dizer isso? Isso não é tratar-me como o inimigo? Se alguém me trata como um inimigo e me evita, então como ele está tratando a Deus? Ele não O está evitando? Sou enviado por Deus. Se vocês me evitam e resistem a mim, não estão evitando Deus e resistindo a Ele? Se vocês reconhecem isso, então revelem a verdade: quem fez isso, quem disse essas palavras? Vocês acham que podem dizer essas palavras e ficar impunes? Vocês serão expostos mais cedo ou mais tarde! Se eu encontrar esse tipo de pessoa, vou dar-lhe uma lição. Esse é alguém que trilha a senda do anticristo. Felizmente, ele não é poderoso. Se o seu poder fosse grande, poderia estabelecer um reino independente. Existem alguns sinais atualmente de que um reino independente será estabelecido. Se ele é capaz de dizer essas palavras, esse tipo de voz não é a voz de um anticristo? Se ele não causou nenhum grande mal, não pode ser condenado como o anticristo, mas o caráter dessa pessoa é o de um anticristo. Ele está a caminho de se tornar um anticristo, é alguém que trilha a senda dos anticristos. Ele diz: “Quem disse isso? Quem relatou isso ao alto?” Isso coloca o alto em oposição a ele, o que significa que quando ele faz algo, diz: “Ninguém tem permissão para relatar isso à família de Deus. Fazemos o que quisermos fazer, e ninguém pode contar ao alto ou a Deus sobre isso. Ninguém tem permissão para dar informações contra nós”. Quando ouço essas palavras, acho que soam um pouco como as palavras de um anticristo. É como se estivessem formando uma gangue. Há uma gangue? Se de fato existe uma gangue, ela deve ser eliminada imediatamente e seus membros devem ser enviados para casa. A família de Deus os tem regado há muito tempo e mesmo assim eles estão me evitando. Eles se opõem a mim e, sempre que fazem algo, não permitem que a família de Deus os guie, não deixam a família de Deus interferir. Que tipo de caráter é esse? Isso não é resistir a Deus?

A voz de um anticristo estava em uma igreja no ano passado. Ele não permitia que as coisas oferecidas pelo povo escolhido de Deus fossem apresentadas a Ele. Ele disse que essas coisas eram presentes para a igreja e não para Deus e mais tarde desfrutou do uso dessas coisas e decidiu o destino delas sozinho. Estava claro que ele era um anticristo. Por que digo que ele era um anticristo? Esse tipo de pessoa tem consciência e razão? Ele come e bebe aquilo que pertence a Deus. Ele intercepta e rouba as coisas que o povo escolhido de Deus dá a Ele como ofertas, toma conta delas e desfruta delas sozinho. Essa não é, de modo claro e descarado, uma oposição a Deus? Difere de algum modo de Judas, que roubou e comeu das ofertas do Senhor? Em essência, é a mesma coisa. Naquela época, quando ouvi algumas pessoas falarem sobre a situação naquela igreja, tive que realizar uma comunhão sobre isso. Depois da comunhão, alguns dos líderes regionais e distritais foram procurá-los imediatamente. Depois que eles os encontraram, isolaram-nos de imediato e não permitiram que participassem das reuniões. Isso aconteceu várias vezes. Agora, ouvi a voz desse tipo de anticristo de novo. “Quem disse isso ao alto? Quem comunicou ao alto?” Eles precisam encontrar quem contou. Vocês acham que esse tipo de pessoa está buscando a verdade? Elas estão de fato sendo submissas a Deus? Elas pertencem de fato a Deus ou a Satanás? O coração delas é um com Deus?

Geralmente, se alguém relata os assuntos da igreja ao alto, quando este fala sobre isso, o líder da igreja deve primeiro declarar sua posição a Deus, reconhecer as suas transgressões, arrepender-se de seus atos e sentir que isso é o amor de Deus envolvendo-o. Primeiro, ele deve aceitar o amor de Deus e submeter-se a Ele, isso é crucial. De modo geral, aqueles que têm consciência, razão e um pouco de humanidade normal, primeiro confessarão e arrepender-se-ão, isso é normal. No entanto, essa pessoa não se confessou nem se arrependeu. Primeiro tentou descobrir “quem revelou esse segredo, quem contou ao nosso irmão sobre isso?” Ele primeiro disse isso e tentou descobrir quem foi que revelou o segredo e tentou encontrá-lo. Ele não disse: “O alto tem conhecimento disso. Ah, isso é sério, devemos de imediato confessar e nos arrepender”. É como quando o povo de Nínive ouviu Jonas pregando a palavra de Deus e o rei foi o primeiro a arrepender-se e vestir-se de saco e cinzas. Embora ele fosse um rei pagão, disse: “Quem orou a Deus, quem revelou os pecados do povo em nosso país? De outro modo, como Deus teria visto tudo isso? Devemos identificá-los”. O rei de Nínive disse isso? Não, não disse e nem fez isso. No entanto, entre os líderes e obreiros da Igreja de Deus Todo-Poderoso, há pessoas que dizem o seguinte: “Quem revelou o segredo, quem nos entregou?” Como essas pessoas se assemelham ao rei de Nínive? Elas são inferiores até mesmo a um rei pagão. Elas creem em Deus e mesmo assim disseram essas palavras. Esse problema é sério. É a voz de um anticristo! A gangue dos anticristos está aqui. Eles fazem coisas más e não permitem que outros falem sobre eles à família de Deus. Vocês acham que alguém assim tem a realidade da verdade? Esse problema é sério. Decerto esse não é um problema pequeno. Se um simples irmão ou irmã fala uma besteira, não faremos nada a respeito, e por quê? Uma andorinha só não faz verão, e isso não terá impacto na obra de Deus. No entanto, se um líder ou obreiro for capaz de dizer esses tipos de coisas, pode criar um grande tumulto por não ser um peixe pequeno. Ele pode destruir uma parte do trabalho da igreja. Alguém que diz esses tipos de coisas ainda pode ser um líder ou obreiro? Não, não pode. Por que ele não é adequado para ser um líder ou obreiro? Ele tem a natureza e trilha a senda do anticristo. Até agora ele não fez o mal porque ainda não exerce o poder.

Que consequências perigosas ocorrerão se um anticristo chegar a exercer o poder na igreja? Em primeiro lugar, ele mesmo não busca a verdade e não tem entrada na vida. Ele absolutamente não tem a realidade da verdade. Se ele vier a liderar a igreja, o povo escolhido de Deus não progredirá de modo algum com sua entrada na vida. Em segundo lugar, se um anticristo exerce o poder, vai escolher os líderes que vão apoiá-lo, louvá-lo e submeter-se de modo absoluto a ele. Vai favorecer esses tipos de pessoas. Aqueles que o apoiam e louvam são também anticristos ou falsos líderes. Decerto não buscam a verdade de modo algum. Eles serão uma séria barreira à entrada do povo escolhido de Deus na vida. Em terceiro lugar, um anticristo não tem a realidade da verdade. As pessoas que veem de modo claro que ele não tem a realidade da verdade, descobre que ele é um falso líder e é um anticristo; que a sua natureza e essência não são boas; que são capazes de identificá-lo, o anticristo começa a suprimi-las, corrigi-las ou expulsá-las. Ele vai começar a corrigir as pessoas boas. Isso será terrível para aqueles que buscam a verdade. Essas pessoas sofrerão de modo inevitável a correção do anticristo porque têm a verdade, submetem-se a Deus para praticar a verdade e são capazes de discerni-lo. Elas sabem quem ele é e não se submetem a ele como servas dele. Então, como não seriam corrigidas por ele? É assim que as pessoas boas sofrerão. Em quarto lugar, se um anticristo exerce o poder na igreja, ela será encaminhada para cada vez mais longe da família de Deus. Ela até mesmo começará a contrariar a família de Deus e por fim tornar-se-á um reino independente. Esse tipo de igreja se tornará uma igreja falsa que não tem qualquer obra do Espírito Santo. Quando o povo escolhido de Deus acredita Nele em uma igreja que não tem a obra do Espírito Santo, ele inevitavelmente será eliminado. Eles não ganham nada no final. Em quinto lugar, um anticristo não tem a verdade e não reverencia a Deus. Ele definitivamente rouba as ofertas, faz mau uso delas, desperdiça-as e esbanja-as. Ele causa grandes perdas às ofertas que foram feitas a Deus. Esses são os cinco grandes pecados do anticristo. Antes de um anticristo exercer o poder por muito tempo, dentro de três a cinco anos, esses cinco pecados todos surgirão de modo evidente. O primeiro pecado óbvio ocorrerá quando um anticristo estiver no poder por um ano, quando a vida da igreja ficará paralisada. Após dois anos de poder, haverá caos na igreja. No terceiro ano, as pessoas se tornarão passivas e fracas e não vão querer continuar acreditando em Deus. A igreja ficará desolada sem a obra do Espírito Santo. Não é isso o que vai acontecer? Essas são as graves consequências que um anticristo traria. Observem que ninguém que for um anticristo será submisso, então, depois de três anos da sua liderança, a igreja será uma bagunça terrível, estará imunda, será uma ruína desolada. Conseguem entender isso? Essa não é a verdade? Então, a família de Deus declarou repetidas vezes que cada anticristo deve ser expulso à medida que forem descobertos e cada líder falso deve ser substituído à medida que forem expostos. Assim, podemos garantir que a vida na igreja ficará melhor e que a entrada do povo escolhido de Deus na vida progredirá de modo rápido. A expulsão do anticristo e a substituição dos falsos líderes são cruciais! Algumas pessoas não entendem isso e dizem: “Devemos mesmo odiar os anticristos? Se expulsarmos todos os anticristos, a vida do povo escolhido de Deus vai progredir?” Isso está relacionado, mas não podemos afirmar que a vida do povo escolhido de Deus vai progredir de imediato. Em vez disso, serão removidos os tropeços e as barreiras do povo escolhido de Deus que busca a verdade e eles conseguirão progredir como de costume. Um ano de fé produzirá um ano de progresso e três anos de fé produzirão três anos de progresso. No entanto, se um anticristo exercer o poder, as coisas ficarão muito difíceis. Três ou talvez cinco anos de fé só produziriam um ano de crescimento e dez anos de fé podem ser totalmente em vão, não produzindo crescimento algum. Essas são as consequências de um anticristo exercendo o poder. Nos círculos religiosos, existem anticristos que exercem o poder. Pastores e anciãos que falam de doutrinas e teoria. Suas palavras são vazias e não têm nenhuma relação com a entrada na vida. Mesmo se uma pessoa acreditar por mil ou dois mil anos nesse tipo de pregação, de rega e pastoreio, seria em vão; ela não conseguiria obter a vida. Portanto, todo o povo escolhido de Deus deve entender bem as consequências de um anticristo exercer o poder. Todos vocês têm a responsabilidade de expor, relatar e revelar os anticristos. Alguém que descobre um anticristo ou ouve a voz de um deles na igreja e escolhe protegê-los é um seguidor e servo de Satanás e está em pé do lado do anticristo e resistindo a Deus. Toda igreja deve verificar para ver se alguém dentro dela está falando palavras diabólicas. É preciso lidar imediatamente com quem profere a voz de Satanás. Em casos graves, eles devem ser expulsos e em casos menores devem ser enviados para o grupo B.

Imaginem alguém dizendo: “Se você quiser que eu cumpra o meu dever, não darei ouvidos a você. Você quer ser meu comandante. De jeito nenhum!” Alguém que fala assim não é um incrédulo? Como esse tipo de pessoa deve ser tratada? No mínimo, deve ser enviada para o grupo B e deve ser impedida de cumprir o seu dever. A família de Deus não precisa desse tipo de pessoa, esse é o tipo de Satanás, e ela não é qualificada para cumprir o seu dever. Alguém assim não deve ser impedido de partir de imediato, não estamos com carência de servidores na família de Deus. Aqueles que não cumprem o seu dever estão livres para partir a qualquer momento, ninguém será forçado a cumprir o seu dever. Muitas vezes eu costumava dizer que a porta para a família de Deus está bem aberta. Vocês devem buscar aprovação para entrar, mas não serão impedidos de sair. Não precisam de aprovação para sair, são livres, e ninguém pode impedi-los. Vocês precisam de permissão para entrar, não são livres para entrar, precisam ser pessoas boas, verdadeiros crentes e aceitar a verdade. Se aqueles que não aceitam a verdade quiserem entrar na igreja, a porta estará fechada! Aqueles que, ao cumprirem o seu dever, sempre se queixam, não obedecem e causam problemas serão todos dispensados. Eles não poderão cumprir o seu dever, não são dignos da exaltação e da compaixão de Deus. Se os líderes e os obreiros não têm a realidade da verdade e não fazem as coisas de acordo com os princípios da verdade, se isso acontecer uma vez, eles devem ser advertidos. Se acontecer uma segunda vez, é preciso lidar com eles. Se acontecer uma terceira vez, devem ser substituídos. Se falam as palavras de um anticristo, devem ser removidos de imediato. Se forem novos crentes ou aqueles que são crentes há apenas um ou dois anos e não têm base nem entendimento da verdade e não vivenciaram julgamento e castigo, então podem ser tratados com complacência. Contudo, se eles praticam o mal ou se vocês conseguirem enxergar que não são pessoas boas, são ruins ou más, elas devem ser eliminadas.

Aqueles que aceitam a obra de Deus nos últimos dias e são elevados diante do Seu trono, todos foram predestinados e escolhidos por Ele e devem ser capazes de aceitar a verdade. Se Deus manifesta a verdade para purificar as pessoas, mas elas não a aceitam, então não poderão ser purificadas. Só quem consegue aceitar a verdade será capaz de submeter-se ao julgamento e castigo de Deus e será de fato purificado. Portanto, aqueles que aceitam a obra de Deus nos últimos dias devem ser pessoas que amam a verdade e são capazes de aceitá-la. Se não são esses tipos de pessoas, serão eliminados mais cedo ou mais tarde. Isso é diferente de ter fé no Senhor durante a Era da Graça. Naquela época, as exigências de Deus para as pessoas não eram altas, era necessário apenas acreditar e fazer um pouco de trabalho proclamando o nome do Senhor Jesus e era o suficiente. O crescimento de vida não era exigido. Na Era da Graça, não se falava na vida. Na época, as pessoas não tinham vida, falavam dos dons. Se alguém conseguisse fazer um pouco de trabalho, estava tudo bem. A Era do Reino é diferente, fala-se da vida. Quando se trata da vida, somente aqueles que a obtêm entrarão no reino, então as pessoas devem ser submissas, ter a realidade e cumprir o seu dever de acordo com o padrão esperado. Na Era da Graça, Deus não pedia muito das pessoas. Era possível fazer uma coisa ou outra em nome do Senhor Jesus, era possível fazer qualquer coisa. Não importava o que se pedia em nome do Senhor, Ele tratava as pessoas como se estivesse cuidando de um bebê. Se, na Era do Reino, alguém defende a causa de Deus e comete atos maus em nome Dele, esse alguém passou dos limites. Ele deve ser amaldiçoado por Deus, pois isso ofende o caráter de Deus. Na Era do Reino, Deus expressou a verdade especialmente para purificar a corrupção das pessoas e resolver seu problema de corrupção. Portanto, pessoas que não aceitam a verdade devem ser eliminadas. Vocês percebem? Algumas pessoas acreditam há sete, oito ou mais de dez anos e não são nada submissas. Isso não é ter uma natureza má? Esse é alguém que aceita a verdade? Aquele que não é submisso de modo algum e é como um animal selvagem, que não pode ser tocado por ninguém, e deve ser eliminado. Deus não responderá a ele e o Espírito Santo não irá operar sobre ele. Alguns deles não causam nenhum problema, então a igreja não vai expulsá-los. No entanto, não podem ser salvos, e quando o desastre vier, não sobreviverão. Sua fé não serve para nada! Se uma pessoa quer ser salva, deve ter a realidade da obediência. Submissão significa submeter-se à verdade, e aqueles que são submissos têm santidade e agem com princípios. Para cumprir qualquer papel, vocês devem ser submissos e cumprir o seu dever conforme solicitado. O que estão discutindo? Se vocês acham que o que estão discutindo é a verdade, então é melhor que todos ouçam para poderem julgar se é ou não é a verdade. Se todos os que ouvirem disserem que não é a verdade e mesmo assim vocês ainda não forem submissos e continuarem a argumentar, é fácil, simplesmente vão embora. A igreja não precisa que vocês cumpram o seu dever, está resolvido, e é uma boa solução. Não é uma boa solução se os líderes e obreiros se depararem com esse tipo de problema? É fácil assim, é simples gerenciar as coisas de acordo com os princípios da verdade; é fácil e agradável. Os líderes e obreiros da igreja devem prontamente eleger pessoas que de fato buscam e praticam a verdade. A família de Deus quer procurar pessoas que têm a realidade da verdade. Ela quer procurar algumas pessoas que são capazes de pilotar o barco, que são da mesma opinião que Deus, que se preocupam com a vontade Dele, que vão se esforçar para proteger a obra da família de Deus, e apoia esse tipo de pessoa para ser um líder. Não importa o grau de corrupção que essa pessoa demonstrou no passado ou que transgressões ela cometeu, isso não importa. A única coisa que importa é qual a estatura real dela agora e que é uma pessoa que reverencia a Deus. A família de Deus favorecerá a qualquer um que for da mesma opinião que Deus e puder proteger a obra da família de Deus. No entanto, aqueles que viram muitos meses da obra na igreja sem qualquer progresso e não se preocupam ou ficam ansiosos, que ainda comem e dormem como antes e não têm coração não serão favorecidos pela família de Deus. A família de Deus não favorecerá essas pessoas que são piores do que os porcos e cães. Quando algumas pessoas percebem que o trabalho realizado por muito tempo não resultou em progresso, ficam preocupadas, ansiosas e dizem: “Como posso cumprir o meu dever assim? Não estou comendo e bebendo de graça? Isso não fará com que Deus fique triste?” Alguém que diz isso tem coração e está preocupado com o propósito de Deus. Se os líderes e os obreiros não são capazes de fornecer à família de Deus pessoas que de fato buscam a verdade, então eles não se importam com o propósito de Deus. Se perto de vocês houver alguém assim com quem vocês tinham um bom relacionamento antes, mas que agora diz algumas coisas que demonstram resistência a Deus e falta de conformidade com Sua vontade, como vocês farão para lidar com isso? Vocês serão controlados pelas suas emoções? Se essa pessoa era gentil com vocês no passado, não fez nada errado e sempre os elogiava e lisonjeava, vocês conseguirão trair a carne e seguir os princípios? Algumas pessoas dizem que sim. Isso é bom. Então vocês devem indicar os verdadeiros líderes e substituir aqueles que não buscam a verdade, façam com que eles abram passagem para as pessoas boas. Se aqueles que ocupam o cargo não estão fazendo nada tangível, não estão sendo uma pedra de tropeço? Sim, são uma pedra de tropeço!

Algumas pessoas parecem inteligentes, mas não buscam a verdade de modo algum. Sempre que algo acontece, elas não são de fato submissas e, embora a verdade seja comunicada, elas não a colocam em prática. Esse tipo de pessoa compreende o espírito? Algumas parecem um tanto ingênuas e jovens, mas conseguem praticar a verdade. Deus gosta dessas pessoas. Ele não gosta de gente maliciosa e astuta, mas gosta daqueles que conseguem praticar a verdade. Quando algo acontece com essa pessoa, ela consegue ser submissa. Quando faz algo, consegue refletir: “Estou fazendo a coisa certa? Se não estiver em consonância com a verdade, então devo orar a Deus e, depois, devo mudar e me arrepender. Se está de acordo com a verdade, é a graça e a liderança de Deus que me permitem praticar essa verdade. Então devo agradecer a Deus e depois vou querer satisfazê-Lo ainda mais”. Essa é uma pessoa que busca a verdade. Que proveito há se vocês passam um longo tempo sem refletir sobre si mesmos e sempre confiam nos próprios pequenos truques e pequenos dons para realizar o seu trabalho? Conseguirão guiar as pessoas para entrar na realidade da verdade? Não, não haverá proveito. Confiar nos próprios dons para realizar o trabalho é resistir a Deus. No final, isso é trilhar a senda dos anticristos; não é assim que acontece? Se alguém que realmente ama a verdade ouve o sermão e compreende a verdade, essa pessoa é capaz de reter as partes que compreendeu e aplicá-las. Ela é capaz de guardar essa verdade no coração e agir de acordo com ela. Depois disso, mediante quaisquer erros que vier a cometer, ela conseguirá refletir sobre eles de acordo com a verdade. Se ela descobrir que ela própria é culpada, então se arrependerá diante de Deus. Essa é uma pessoa que ama a verdade. O comportamento e a mentalidade da pessoa que ama a verdade são devotos e estão de acordo com a vontade de Deus. Essa é uma pessoa que vive diante de Deus. Ao refletir sobre as coisas que faz, examinar as próprias falhas, inadequações e equipar-se com a verdade e buscá-la, esse tipo de pessoa finalmente conseguirá obter a verdade. Se uma pessoa confia nos próprios dons, na própria cabeça ou na filosofia de Satanás para agir quando encontra uma situação, mesmo que não pratique o mal de modo declarado, ela não tem entrada e não é de nenhum benefício para os outros; o que Deus diz sobre isso? Aos olhos Dele, qual é o problema com esse comportamento e essa ação? Tal comportamento e mentalidade não têm nada a ver com a verdade. Confiar nos próprios dons para realizar o trabalho não tem nada a ver com a verdade, confiar no cérebro para fazer as coisas não tem nada a ver com a verdade e confiar na filosofia de Satanás para fazer as coisas tem menos ainda a ver com a verdade. Há mesmo algumas coisas que não são crimes e não vão contra a verdade aos olhos do homem, mas que, de acordo com Deus, não têm nada a ver com a verdade e não mostram que a pessoa tem a realidade da verdade. Quais são as consequências se vocês sempre fizerem coisas que não têm relação nenhuma com a verdade? Se vocês não têm a verdade, no fim serão taxados como alguém sem a realidade da verdade. Esse tipo de pessoa receberá a salvação? Existem alguns que dizem: “Por tantos anos ele não fez mal algum. Embora ele não tenha feito as coisas de acordo com os princípios da verdade, ele também não fez mal algum. Então, esse tipo de pessoa tem a realidade da verdade ou não?” Embora esse tipo de pessoa não seja considerada má e seja uma boa pessoa de acordo com a concepção humana, ela não pode receber a salvação porque não tem a realidade da verdade. Se esse tipo de pessoa acredita há muitos anos, não faz mal algum e é, de modo geral, reconhecida como uma boa pessoa, mas não tem a realidade da verdade, o que vai acontecer com ela no final? Ela definitivamente não poderá entrar no reino. No entanto, há uma conexão entre esse tipo de pessoa e os servidores leais? Os servidores leais são esse tipo de pessoa? Se esse tipo de pessoa presta serviço até o fim e é leal, ele será no máximo listado como servidor leal. Embora não será listado como povo de Deus, ser listado como servidor leal não é de todo ruim.

Os servidores leais são muito abençoados. Se vocês observarem as pessoas religiosas nos países de todo o mundo, verão que nenhuma delas recebe essa benção. Por que não recebem essa bênção? Elas são de bom caráter e não perturbam os outros. É porque não acreditam em Deus e não fazem serviço para esta etapa da obra de Deus. Então, não importa qual seja seu caráter, elas devem todas ser eliminadas. Os servidores leais são aqueles que voluntariamente prestam serviço a Deus até o fim. Qual é a recompensa de Deus para os servidores leais? Viver por mil anos no Reino Milenar. Essas pessoas sem vida poderão viver no Reino Milenar por mil anos; essa não é a graça de Deus? Vocês podem perguntar: “Depois que elas viverem por mil anos, conseguirão entrar no novo céu e na nova terra?” Após o fim do Reino Milenar, Deus libertará Satanás e os espíritos malignos do poço sem fundo. Essas coisas vão começar a confundir as pessoas e esses servidores sem vida também ficarão confusos e voltar-se-ão a Satanás e, a essa altura, serão destruídos. Eles receberão mil anos de graça. Por que dar-lhes esses mil anos de graça? Essa é a recompensa que Deus dará a eles porque realizaram algum serviço, entendem? Então, todas as pessoas que não têm a verdade serão destruídas mais cedo ou mais tarde? Mais cedo ou mais tarde, elas todas vão morrer, contudo, morrer mais cedo não é tão bom quanto morrer mais tarde. Os servidores leais poderão viver mil anos a mais. A bênção de mil anos é pequena? Algumas pessoas não estão dispostas a ser nem mesmo servidoras. Se vocês não estão dispostos a ser servidores, então busquem a verdade. Esse é o único caminho. Se não buscarem a verdade, nem mesmo terão a chance de se tornar um servidor. Vocês irão para o inferno, onde vão chorar e ranger os dentes e esse será o seu fim. Observem as pessoas que estão presas e que foram colocadas na cadeia hoje em dia. O coração delas parece quebrantado? Como ele parece estar? Se alguém é condenado a três anos, vai pensar: “Como vou passar esses três anos?” Se alguém é condenado a dez anos, vai pensar: “Três anos tudo bem, mas será difícil suportar dez anos”. Seu coração está quebrantado. Então, algumas pessoas tornam-se como Judas, e elas preferem que isso aconteça a ir para a prisão. O sabor da prisão é difícil de suportar, é de partir o coração, fará com que vocês sintam que a vida na prisão não é humana, simplesmente serão tratados como animais e as pessoas podem torturá-los como quiserem. Alguns podem dizer: “Por que você diz isso? Por que você está pregando isso?” Digo isso para informá-los de que ir para o inferno é pior do que ir para a prisão! Alguns podem dizer: “Nunca vi o inferno”. Se nunca viram o inferno, então deem uma olhada na prisão, os dois são semelhantes, mas o inferno é mais terrível do que a prisão! E o que o próprio Senhor Jesus disse? “Onde o seu verme não morre, e o fogo não se apaga” (Marcos 9:48). Vocês queimarão no fogo e serão picados por insetos. Parece doloroso? Não é pior do que a prisão? Então se não buscarem verdade de modo diligente, acabarão no inferno nessa ocasião e será o seu fim!

Hoje em dia, é difícil fazer as pessoas buscarem a verdade e levá-las a praticá-la. É muito difícil. Elas não buscam a verdade de modo algum. Esse tipo de pessoa é condenada, terá uma vida de sofrimento, uma vida no inferno. Quando chegarem ao inferno, essas pessoas se tornarão bem-comportadas. Há um ditado que diz: “Palavras boas não podem convencer os condenados”. Isso é absolutamente verdade! A família de Deus está sempre tentando aconselhar as pessoas a buscar a verdade. Isso é trilhar a senda da luz do sol, a senda da luz, por meio da qual é possível entrar no reino dos céus. Se uma pessoa não trilhar essa senda, se ela tentar correr para o inferno embora ele não tenha nenhum portão, e não praticar nem aceitar a verdade, o que vai acontecer no final? Se ela sempre agir contra a família de Deus, ela vai para o inferno no final e tornar-se-á bem-comportada, vai chorar e uivar no inferno para sempre. Existem algumas pessoas hoje em dia que não estão dispostas a sofrer, reclamam, querem parar de acreditar e querem ir para casa sempre que são minimamente injustiçadas. Esse tipo de pessoa ama a verdade? Esse tipo de pessoa está em perigo? Elas correm o risco de trair a Deus? Sim, elas estão em grande perigo! Essas pessoas não podem ser provocadas nem ofendidas. Elas jamais devem passar por isso. Assim que se sentem ofendidas, abrirão à força os portões do inferno e simplesmente irão para lá. “Eu não acredito nisso, vou para casa, não acredito nisso! Quem quiser acreditar pode acreditar, mas não acredito nisso!” Vocês dizem essas palavras tão facilmente: “Não acredito!” Um dia, quando forem lançados no inferno, lembrar-se-ão de terem dito essas palavras e saberão como foram tolos. Vocês podem pensar: “Sou muito inteligente, muito mesmo, ninguém é tão inteligente quanto eu”, mas apenas com base no que disseram, são tolos de primeira! Ninguém ousa ofendê-los, ninguém ousa criticá-los; isso não é tolice? Vocês sabem por que eles querem provocá-los? Sabem por que isso aconteceu com vocês? Isto foi providenciado por Deus. Deus providenciou para que esses tipos de coisas acontecessem para ver se vocês amam a verdade, se são capazes de aceitá-la e submeterem-se a ela. Se não fazem isso, então Deus não irá operar sobre vocês e não providenciará muitos tipos de provações para vocês. Não é por meio de Seu amor que Deus organiza seus assuntos e seu entorno? Isso é Deus usando seu entorno, as pessoas, ocorrências e coisas para treiná-los para que aprendam a submeter-se à verdade e aceitá-la. Assim, vocês são levados pouco a pouco para a trilha certa da fé em Deus. É aceitável não sofrerem nada? Se vocês não sofrerem um pouco, mais tarde, quando sofrerem muito, será um caso de “não suportar as pequenas dificuldades e ser tragado por grandes dificuldades”. Há um ditado comum na China: “Perder um pouco para ganhar muito”. Há algum bom senso nisso, significa que é melhor suportar perdas pequenas para evitar uma perda maior e cometer grandes erros. Se vocês não suportarem essas pequenas dificuldades agora, o que vai acontecer no final? O que acontecerá com vocês no fim? Grandes dificuldades vão engolir vocês, não é mesmo? Não é adequado que vocês tropecem agora, passem por um pouco de poda, tratamento, provações e refinamento, aprendam a buscar e ser submissos à verdade, e tratem a tudo de acordo com os princípios? O que é honrado sobre uma pessoa? Alguém corrupto não tem honra para falar. Aprendam a sofrer um pouco e suportar qualquer tipo de humilhação e punição a fim de serem submissos à verdade. Nós preferimos a verdade à vaidade; isso é ser inteligente!

Anterior:Apenas quando somos honestos mostramos a verdadeira semelhança humana

Próximo:Somente conhecer a obra de Deus é que capacita a pessoa a seguir até o fim

Coisas que talvez lhe interessem