Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Coleção de sermões: provisão para a vida

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

6. Ser uma pessoa honesta é o único arrependimento verdadeiro

Alguém que tenha experimentado a obra de Deus dos últimos dias, nos últimos anos, já sabe que a humanidade foi profundamente corrompida por Satanás e não se assemelha em nada a seres humanos reais. Essas pessoas não possuem a consciência e a razão dos seres humanos; elas creem em Deus, mas O enganam, e servem a Deus, mas resistem a Ele. Tudo o que a humanidade corrupta faz resiste a Deus. As pessoas com frequência mentem, enganam, fingem, agem de maneira superficial, iludem de propósito, queixam-se de Deus e traem-No. Simplesmente não vemos pessoas obedecendo a Deus de fato; não as vemos praticando a verdade; não as vemos sendo leais a Deus e, sobretudo, não as vemos tendo um amor genuíno por Deus. Isso mostra que as pessoas creem em Deus, mas não têm o verdadeiro arrependimento. São todas hipócritas e praticam rituais religiosos para enganar a Deus. No instante em que Sua obra não se coaduna com as concepções das pessoas, elas a julgam e constantemente desobedecem e resistem a Deus. Mesmo que se dediquem a se gastarem por Deus, é a fim de receber bênçãos. Cumprem seus deveres completamente com base em suas próprias intenções, agem de modo superficial para enganar a Deus, não obedecem de verdade, e menos ainda levam em conta Suas intenções. Quando são podadas ou tratadas, recusam-se inclusive a aceitará essas coisas de coração aberto e procuram razões para revidar, julgar, desobedecer e resistir a Deus. Inclusive discordam de fatos óbvios e o que dizem é repleto de falsidades. Ao mesmo tempo, elas também tentam impedir que outras pessoas digam ou revelem a verdade porque temem que suas más ações sejam expostas e elas acabem eliminadas da casa de Deus. Mesmo que cumpram um pouco de seus deveres para com a casa de Deus, é porque estão competindo por uma coroa e porque fantasiam serem recompensadas por Deus. É óbvio que a profundidade da corrupção da humanidade atingiu um grau despropositado. A maior piada do mundo é uma raça humana corrupta, que tanto desobedece e resiste a Deus e tem tão pouca humanidade, ainda esperar estupidamente ser levada ao céu. Se as pessoas realmente ainda têm consciência, então por que não conseguem se dar conta de que a corrupção continua existindo em sua crença em Deus? Podem ser salvas essas pessoas que absolutamente não conhecem Deus e, sobretudo, não podem obedecer a Ele? Podem tais pessoas ser levadas ao reino de Deus? É tão fácil assim entrar no céu? Se pessoas que não conhecem a Deus em nada e resistem à obra Dele e a condenam, e pessoas que após ouvirem Deus expressar a verdade tornam a pregá-Lo na cruz e estão cheias de concepções a respeito Dele e até blasfemam contra Ele pudessem ser todas levadas ao céu, então onde está a justiça de Deus? Onde está Sua santidade? As pessoas creem em Deus, mas não se arrependem de verdade; mesmo assim, ainda esperam entrar no reino de Deus. Isso é completamente típico das extravagantes aspirações da humanidade corrupta e de seus desejos ilusórios. A comunidade religiosa inteira espera que seus desejos se realizem, e isso é irreal demais.

Então, o que é o verdadeiro arrependimento? As pessoas acham que estão se arrependendo desde que creiam em Deus e não bebam, não joguem, não sejam promíscuas, não agridam nem falem mal de ninguém, não furtem nem roubem, não matem nem se vinguem? Acham que estão se arrependendo desde que creiam em Deus, cumpram seus deveres e se gastem por Deus? Acham que estão se arrependendo desde que não furtem as oferendas nem cobicem o dinheiro da casa de Deus? Acham que estão se arrependendo desde que aceitem a obra de Deus dos últimos dias e não traiam, não resistam abertamente a Deus nem blasfemem? Se de fato pensam que o arrependimento é assim tão fácil, então as pessoas foram por completo contrárias às intenções de Deus e estão gravemente equivocadas. Quando Deus pede que a humanidade se arrependa, Ele está se referindo a que nos livremos do pecado e de nosso caráter corrupto para, então, viver como verdadeiros seres humanos. Mostrar um pouco de entusiasmo por Deus não representa o verdadeiro arrependimento, assim como também não servir na casa de Deus com a intenção de obter alguma troca. Quem desobedece e resiste a Deus com frequência não se arrependeu de verdade. Aliás, não existe nenhum crente que possa verdadeiramente obedecer a Deus, ser leal a Ele e, sobretudo, amar a Deus de verdade, adorá-Lo e evitar o mal. Nem mesmo é fácil encontrar uma pessoa honesta capaz de sinceramente cumprir seu dever e não agir com superficialidade em relação a Deus. O verdadeiro arrependimento se refere a se tornar uma nova pessoa. Se a humanidade corrupta pode ser salva apenas crendo em Deus e fazendo algumas boas ações, então Deus não precisaria aplicar Seu julgamento e castigo dos últimos dias. Nenhum dos vários comportamentos dos crentes neste momento pode contar como verdadeiro arrependimento, porque qualquer um que acredita em Deus ainda mente para iludi-Lo e realiza seus deveres com superficialidade para enganá-Lo. Essa pessoa discorda inclusive de fatos óbvios, envolve-se em sofismas, tem intenções enganadoras a respeito de Deus, costuma desobedecer e resistir a Ele, não se sujeita a Deus verdadeiramente, e corre o risco de traí-Lo a qualquer momento. Como isso pode ser o verdadeiro arrependimento? Para tanto, é preciso que a pessoa comece sendo honesta. Somente isso corresponde às exigências de Deus porque apenas uma pessoa honesta tem a humanidade normal, e a pessoa deve estar equipada com a humanidade normal para poder viver diante de Deus, servi-Lo da maneira apropriada e cumprir adequadamente seu dever como ser criado. Portanto, os seres humanos corruptos só podem se arrepender de verdade se se tornam novas pessoas, e somente sendo honesta é que a pessoa pode realmente se arrepender. Isto corresponde por completo às intenções de Deus.

Ser uma pessoa honesta é a mais fundamental demonstração de arrependimento. Qualquer um pode alcançar isso desde que esteja disposto a dar duro na busca da verdade e aceite ser julgado, castigado, podado e tratado por Deus. Ser uma pessoa honesta é o requisito mínimo para ter êxito na crença em Deus. Se a pessoa não consegue nem ser honesta, não terá esperança de ser salva. Judas, que vendeu Jesus, foi uma pessoa muito enganadora que constantemente furtava do Senhor e se aproveitava Dele. Assim, o Espírito Santo entregou-o a Satanás e ele se tornou o traidor que traiu o Senhor e foi amaldiçoado. A pessoa que crê em Deus, mas não se arrepende de verdade, definitivamente não é capaz de ser salva. Vocês devem entender o que é o verdadeiro arrependimento. Se a pessoa que começa a crer em Deus faz algumas boas ações como gesto simbólico, isso apenas mostra que ela tem um pouco de sinceridade em sua fé, mas isso não pode representar arrependimento. O verdadeiro arrependimento se refere a se tornar uma nova pessoa. Somente sendo honesta é que a pessoa pode ser aceita por Deus, enquanto a mudança no caráter de vida é o resultado da obra de Deus. A mudança de personalidade e ser o tipo certo de pessoa podem ser completamente alcançados por meio de esforço, ou pelo menos ela será capaz de alcançar alguma mudança e atingir o padrão mínimo de Deus. Por exemplo, algumas pessoas são muito violentas com seu cônjuge e batem nele sempre que querem. Isso pode ser mudado. Algumas pessoas não têm paciência quando ensinam seus filhos e costumam ser violentas com eles. Isso também pode ser mudado. Algumas pessoas costumam enganar seus irmãos e irmãs na igreja, dizendo coisas falsas e espúrias, e não conseguem se relacionar normalmente com eles. Isso também pode ser mudado.

O verdadeiro arrependimento está em abandonar os comportamentos errados e renunciar a carne para praticar a verdade. Podemos sem dúvida mudar nossos comportamentos passados de sempre dizer coisas belas e equivocadas a Deus, enganando e mentindo para Ele, e sempre cumprindo nosso dever de modo superficial para iludi-Lo. Arrepender-se é abandonar os comportamentos errados e tratar Deus com a consciência e a razão de uma pessoa normal, como Abraão e Jó fizeram. Claro que, para ser uma pessoa completamente honesta, é de fato preciso alguns anos de trabalho intenso. Se você busca se tornar uma pessoa honesta, mas não consegue nem atingir o padrão de ser um ser humano, então você não se arrependeu de verdade e não é possível que seja salvo. A maioria das pessoas tem acreditado em Deus por muitos anos, mas não alcançou grande mudança, e basicamente ainda é corrupta e pertence a Satanás. Não são muito diferentes dos descrentes, são cheias de mentiras e enganos, e normalmente não se dão bem com as pessoas. A única diferença é que elas dizem que creem em Deus. Não é esse o maior ato de trapaça contra Deus? Crer em Deus, mas não ser uma pessoa honesta, é seguramente enganá-Lo e ainda resistir a Ele. Como uma pessoa dessas pode ter permissão para sobreviver? Muitas vezes se disse, na Era da Graça, que somente alcançando o renascimento por meio do verdadeiro arrependimento é que a pessoa consegue entrar no reino de Deus. A obra de Deus dos últimos dias é para realizar esse fato. Apenas as pessoas honestas podem ser salvas e aperfeiçoadas por Deus. Crer em Deus e ser salvo não tem ligação com o dever que a pessoa cumpre ou com seu calibre, e não tem a ver com o nível de liderança em que ela está. Se ela não consegue ser honesta, não pode ser salva e certamente será eliminada. Isso é porque Deus salva e aperfeiçoa apenas as pessoas honestas. Não existe outra opção, se você quiser ser salvo e aperfeiçoado por Deus. Você deve ser uma pessoa honesta. Essa é a única senda para ser salvo. Se você não consegue ser honesto, então está destinado a ser um crente fracassado. Somente ser uma pessoa honesta é o verdadeiro arrependimento, e isso permitirá a você ser salvo e completado por Deus. Não há dúvida quanto a isso.

A obra de Deus dos últimos dias é salvar e mudar a humanidade. Julgando, castigando, podando e tratando a humanidade, Deus incute nela a verdade. Somente quando a humanidade entender a verdade por meio das palavras de Deus é que poderá começar a ser purificada e modificada, e se tornará salva e aperfeiçoada. Durante a obra de Deus de salvar a humanidade, Ele pediu várias vezes às pessoas que fossem honestas. Isto está diretamente relacionado a salvá-las e aperfeiçoá-las. Depois de corrompidos por Satanás, os seres humanos perderam por completo sua humanidade normal, e sua consciência e razão também desapareceram totalmente. Em seu coração, tornaram-se cada vez mais enganadoras, encheram a boca de mentiras, e são motivados por ganhos pessoais. Não têm honra, aproveitam-se uns dos outros e se defendem uns dos outros. Todos os seus pensamentos e ideias são maus e eles perderam completamente a imagem de seres humanos adequados. Essas pessoas não podem ser mudadas por leis nem pela educação. Foram corrompidas ao extremo por Satanás, um problema que não conseguem resolver por si mesmas. Sem a vingança e a punição de Deus para controlá-la, a humanidade teria virado o mundo todo de cabeça para baixo há muito tempo. Antes de destruir a humanidade corrupta, Deus está realizando Sua obra dos últimos dias a fim de salvar os que podem ser salvos. Essas são as pessoas honestas dentre os que creem em Deus ou, pelo menos, são os que verdadeiramente obedecem a Ele e não O enganam. Somente essas pessoas podem genuinamente aceitar o julgamento e o castigo de Deus, Sua poda e tratamento. Somente elas podem obedecer à obra de Deus, aceitar os vários tipos de provações e refinamento e estar por completo à mercê de Deus. Não importa o que Ele faça ou diga, elas conseguem aceitar e se submeter. Apenas sendo honesta é que a pessoa pode ter verdadeira fé em Deus. Somente sendo honesta é que a pessoa pode ser completada e ganha por Deus e entrar, enfim, em Seu reino. Isso é completamente razoável e reflete totalmente a equanimidade e a justiça de Deus.

O que é uma pessoa honesta. Deus disse: “Ser honesto significa entregar seu coração a Deus; jamais traí-Lo em nada; ser aberto com Ele em todas as coisas, nunca esconder a verdade; nunca fazer aquilo que engana seus superiores e que ilude seus subordinados e nunca fazer aquilo que simplesmente pareça impressionar bem a Deus. Resumindo, ser honesto é abster-se da impureza em suas ações e palavras e não enganar nem a Deus nem aos homens. O que digo é muito simples, mas para vocês é duplamente árduo.” As palavras de Deus quanto a ser uma pessoa honesta são muito claras. Podem parecer apenas umas poucas sentenças simples, mas são extremamente difíceis de colocar em prática. Isso mostra a profundidade em que a humanidade foi corrompida; ela não consegue nem praticar a imagem de seres humanos adequados. Se não acredita em mim, apenas tente ser uma pessoa honesta e você descobrirá a que ponto a humanidade corrupta se tornou enganadora. Somente sendo uma pessoa honesta é que você pode falar com honestidade, de maneira simples e aberta, pode buscar a verdade nos fatos ao falar e fazer coisas, entregar seu coração a Deus e verdadeiramente obedecer a Ele e adorá-Lo. Somente uma pessoa dessas é alguém que verdadeiramente se arrependeu. Todas as pessoas que experimentaram a obra de Deus sabem que Ele não pode ser alvo de zombarias e que Seu caráter não permite ofensa. Se você não é uma pessoa honesta, então não pode ser aceita por Deus e, sobretudo, não pode servir a Deus. Se você não é uma pessoa honesta, então só enganará e resistirá a Deus, e até mesmo servi-Lo será perigoso demais para você. Se você não se arrepende de verdade, acabará sendo eliminado no fim. Portanto, como é que se deve experimentar e começar a ser uma pessoa honesta? Quem pratica a honestidade deve começar entrando por seus quatro aspectos. Primeiro, o aspecto fundamental é entrar por meio da oração; em segundo lugar, entrar falando a verdade e abandonando as mentiras; em terceiro, sendo capaz de ser leal a Deus no cumprimento de seus deveres; em quarto, entregando seu coração a Deus. Os que são capazes de praticar esses quatro aspectos da entrada e de cumprir as exigências de Deus são pessoas honestas. Todos os quatro tipos de entrada são importantes. Nenhum deles pode ser omitido. Desde que sigam em frente sem desistir, quem tentar precisará apenas de dois ou três anos de esforço antes de obter bons resultados. Ao alcançar os resultados preliminares, essa pessoa pode adquirir uma humanidade normal e obter o aspecto de um humano. E, depois de ser aperfeiçoada, ela será uma pessoa inteiramente honesta. Nesse momento, terá adquirido por completo a humanidade normal, será capaz de adorar a Deus com sinceridade, de obedecer a Ele, de ter reverência por Ele e não será mais iludida nem corrompida por Satanás. Não são essas pessoas aperfeiçoadas?

Ser uma pessoa honesta requer basicamente entrar nestes quatro aspectos a seguir:

Primeiro, você deve ser uma pessoa honesta ao orar. Essa é a porta de entrada. É mais fácil ser uma pessoa honesta em suas trocas com Deus porque todas as pessoas que verdadeiramente creem em Deus têm algum temor Dele no coração e sentem alguma limitação, então é mais fácil falar a verdade. Portanto, se você puder romper em suas orações, ficará mais fácil ganhar efetivamente a entrada. Todos sabem que a humanidade corrupta mente demais, a tal ponto que cada sentença falada é diluída e, assim, não se pode negar que suas orações e interações com Deus também são repletas de mentiras e enganos. Por exemplo, as pessoas costumam fazer um joguinho quando oram, mas não praticam na vida real; isso é enganar seriamente a Deus. Quando as pessoas oram, elas costumam dizer que são devotadas a Deus, mas na realidade ainda fazem tudo o que querem e agem como seus próprios mestres; isso é enganar seriamente a Deus. Quando oram, costumam dizer que são corruptas, que desobedecem e resistem a Deus e que pertencem a Satanás, mas quando chega o momento, elas se recusam a admiti-lo, seja como for; isso é enganar seriamente a Deus. Quando as pessoas oram, são cheias de elogios e louvores a Deus, mas, quando as provações caem sobre elas, enchem-se de queixas e até negam, julgam e blasfemam contra Deus; isso é enganá-Lo seriamente. Quando as pessoas oram, dizem qualquer coisa que pareça boa para atingir seus propósitos, mas, na prática, só pensam em si mesmas e não têm Deus no coração; isso é enganá-Lo seriamente. Em suma, quando as pessoas oram, estão cheias de mentiras e de intenções enganosas. Pode-se dizer que todas as pessoas são transgressores habituais, especialistas em mentir a Deus. São todas autênticas vigaristas. Com base nas várias maneiras enganadoras da humanidade para estar diante de Deus, quero perguntar a vocês: a humanidade tem, afinal, alguma sinceridade em relação a Deus? Ainda existem pessoas honestas no mundo humano? Será que algum membro da humanidade ainda tem a consciência e a razão de uma pessoa normal? Se uma pessoa ainda consegue mentir e enganar tanto a Deus, será que pode ser honesta e genuína com as outras pessoas? É muito revelador a pessoa ser ou não capaz de sinceramente orar a Deus. Os enganadores não têm a obra do Espírito Santo porque não oram sinceramente a Deus. Em muito alto número, as orações a Deus são astuciosas e enganadoras! Nesse sentido, para começarmos a ser honestos é necessário sermos honestos em nossas orações. Isso é muito pertinente. Então, como a pessoa deve praticar isso? Primeiro, ore a Deus e prometa: “Oh, Deus, fui profundamente corrompido por Satanás e me tornei alguém que mente frequentemente, tal qual os demônios. Mesmo quando oro a Ti, costumo mentir para Te enganar. Hoje, juro a Ti que, se eu mentir de novo para enganar-Te, irei submeter-me à Tua severa disciplina e punição. Estou disposto a aceitar qualquer punição. Estou determinado a me tornar uma nova pessoa, honesta, que se conforma às Tuas intenções, alguém que pode verdadeiramente Te obedecer e Te adorar!” Depois de fazer esse juramento a Deus, comece a praticar e a treinar a falar a verdade e o que está em seu coração quando ora a Deus. Ore a Deus completamente baseado nas necessidades do seu coração, e ore sempre que sentir que deve. A oração deve brotar espontaneamente do seu coração e ser aquilo que seu coração necessita. Ore somente nesses momentos. A oração deve refletir aquilo que você estiver sentindo no seu coração, e peça o que estiver sentindo. Essa é a maneira natural de orar, tão real e prática quanto a vida diária, sem falsidades ou fingimentos. Decorre completamente de comer e beber com regularidade as palavras de Deus. Como essas orações contêm as necessidades da pessoa, ela pode naturalmente orar a Deus com honestidade e dizer tudo em que estiver pensando. A única coisa que precisa fazer é se abrir a Deus e dizer-Lhe o que está em seu coração. Se você não tem nada a dizer, então não invente coisas nem amontoe palavras. Orar a Deus não é escrever um texto; Deus não Se importa se as orações são longas ou curtas, somente se são honestas e se brotam do coração. Quando Deus ouve as orações das pessoas, Ele só se importa se são genuínas, desprovidas de falsidades e impurezas. Deus despreza maximamente as orações falsas, fingidas e enganosas que as pessoas Lhe endereçam. Qualquer oração que não brote do coração é considerada mentirosa e falsa, cuja intenção é enganar a Deus. A pessoa superficial ou que tente enganar a Deus ao orar é uma pessoa enganadora.

Diante de Deus, qualquer um pode ter a audácia de se vangloriar e tentar, sem vergonha, enganar a Deus. Isso mostra que as pessoas não conhecem a Deus; é como se estivessem lidando com um Deus inexistente. Como pessoas assim poderiam ser categorizadas como o povo de Deus? Somente Satanás e os demônios ousam com desfaçatez enganar a Deus diante Dele. Portanto, todos aqueles que empregam falsidades e mentiras para enganar a Deus durante a oração não são pessoas honestas. Perderam completamente a consciência e a razão de uma pessoa normal. O que as pessoas exibem na oração é precisamente a expressão do demônio Satanás, mas elas não estão cientes disso de jeito nenhum e até pensam que são bastante reverentes, que vivem completamente diante de Deus e que não haveria possibilidade de O enganarem. Evidentemente, a humanidade enganar a Deus tornou-se seu hábito natural e parte de sua natureza. Quando as orações que as pessoas dirigem a Deus são dissecadas, todas percebem como parecem patéticas. Caso contrário, todos pensarão que são muito bons e não sentirão a menor vergonha. A natureza da maior parte das orações da humanidade corrupta é para enganar a Deus. Agora, analisarei a seguir os vários tipos de oração. Um deles é quando a pessoa enfrenta um problema e precisa pedir algo a Deus. Ela precisa Dele e não tem escolha a não ser pedir a Deus, então ora a Ele com um desejo e se dedica a Ele, dizendo um monte de palavras elogiosas. Depois, é como se isso nunca tivesse ocorrido. Não é essa “devoção” um modo flagrante de enganar a Deus? Outro tipo de oração é quando a pessoa não chega ao ponto ou tenta ocultar seu verdadeiro eu para aparentar mais do que é. É como se estivesse buscando as bênçãos de Deus por se ajustar às Suas intenções em tudo que faz. Esse tipo de oração não passa de admiração por si, e é uma tentativa de burlar a Deus para receber Suas bênçãos. Outro tipo de oração é quando a pessoa tem sido irresponsável no cumprimento de seus deveres e é tratada, de modo que extravasa suas queixas a Deus. Faz o máximo possível para dar desculpas, finge e joga a responsabilidade em cima dos outros. É como se não estivesse absolutamente em falta; está apenas se explicando a Deus, tentando se safar com argumentos, mas ainda está resistindo a Ele. Outro tipo de oração é quando a pessoa sempre se justifica e se exibe na oração, falando para Deus de todo o seu sofrimento e do trabalho que realiza na casa de Deus. É como se achasse que merece grande mérito e estivesse pedindo que Deus Se lembrasse dela. Essas orações são como tentar ganhar pontos; a pessoa teme que Deus irá Se esquecer e que ela perderá Suas bênçãos. Existe mais um tipo de oração, que é quando a pessoa habitualmente não pratica a verdade e não busca a intenção de Deus quando as coisas acontecem com ela. Ela não tem absolutamente nenhuma obediência a Ele, mas sempre pronuncia palavras vazias de elogio a Deus e diz coisas sem sentido em suas orações. Essas são totalmente hipócritas e são tentativas de enganar a Deus. As orações que caem nessas várias categorias expõem completamente a astúcia e a fraude da humanidade. São todas orações que, sem dúvida, tentam enganar, lograr e resistir a Deus. Elas simplesmente não O tratam como Deus. A natureza astuciosa e enganadora da pessoa pode ser vista em suas orações. Se ela é uma pessoa enganadora ou honesta pode ser determinado por meio de suas orações a Deus. As orações de uma pessoa honesta adequam-se por completo à razão normal. Suas palavras são honestas e sem fingimento; o que ela diz é sincero e verdadeiro e se adequa inteiramente aos fatos e à realidade. As orações das pessoas honestas respeitam as intenções de Deus e são obedientes a Ele; assim, certamente são aceitas por Ele. As orações das pessoas enganadoras, por outro lado, tentam, todas elas, ludibriar e enganar a Deus, resistir e desobedecer a Ele, e buscam envolvê-las em transações com Deus. Portanto, não importa como orem, as orações dos enganadores são desprezadas por Deus e nunca serão aceitas por Ele. Ser uma pessoa honesta deve começar pelas orações; elas são a porta para se tornar uma pessoa honesta. Somente sendo honesto perante Deus é que você pode se adequar às Suas intenções. Se você não é uma pessoa honesta perante Deus e quando ora a Ele, então não é possível que você se torne verdadeiramente uma pessoa honesta. Por isso, é muito importante começar sendo honesto ao orar.

Em segundo lugar, ser uma pessoa honesta exige entrar na prática de falar a verdade e parar de mentir. Essa é a prática diária mais básica. Todo mundo tem de falar na vida cotidiana, e não é fácil para ninguém garantir que nem uma única mentira saia de sua boca. Todos os que estão praticando para serem honestos sabem que os corruptos contam mentiras o dia todo e todos os dias, e que parar de mentir é uma coisa de fato muito difícil. O mais incrível é que as pessoas mentem não porque não tenham alternativa. Elas mentem inconsciente e involuntariamente e, nos casos sérios, mentem em todas as situações e a respeito de tudo. Chegam ao assustador extremo de que mentem toda vez que abrem a boca. Isso mostra que a extensão em que a humanidade foi corrompida por Satanás é inimaginável e que ninguém realmente acredita que minta tanto. Todos pensam que são muito honestos e que mentem raramente. Mesmo que mintam, é em situações nas quais não têm escolha, e acham que serão capazes de resolver essa tendência a mentir com um pouco mais de prática. É por isso que ninguém presta atenção ao problema. Pensam que “não tem problema”. Assim, no momento presente, quando a pessoa começa a praticar ser honesta como Deus especificamente requereu da humanidade, ela de súbito repara na seriedade do problema. Sente-se chocada: “Nunca tinha notado o quanto as pessoas mentem! No fundo, a humanidade realmente é muito enganadora! Parece que ser honesto é de fato uma aula da verdade em que devo entrar”. Você também não se acha muito honesto? Depois de praticar por algum tempo falar a verdade e abandonar a mentira, você descobrirá quanto é enganador. O que o enganador diz nunca se baseia em fatos, mas em suas próprias intenções e propósitos. Essa pessoa dirá qualquer coisa que lhe seja vantajosa e a ajude a atingir seus objetivos. Tudo o que diz é pelo bem de sua autoestima, de seus interesses pessoais, de seus propósitos particulares. Diante de princípios tão maus e egoístas, como não haveria nela tantas mentiras e enganos? E agora, como devemos resolver o problema da mentira? Devemos prestar estrita atenção ao que dizemos e começar a prática de falar com base em fatos. Devemos ser estritos e sérios a esse respeito e enunciar cada sentença com base em fatos. De modo nenhum devemos ir contra nossa consciência; esta deve desempenhar um papel. Começamos examinando de perto cada sentença que proferimos. Diluir a verdade, mesmo que só um pouco, não é permitido; falar incorretamente não é permitido; falar sem exatidão não é permitido, e, se o que diz está errado, você deve voltar atrás e reformular a sentença. Se descobrir um problema, você deverá apontá-lo assim que possível: “O que acabei de dizer neste minuto não estava certo e quero compensar o erro reformulando minhas palavras, de modo que vocês fiquem com o que digo agora e desconsiderem o que eu disse antes”. Esse é o nível de seriedade com que você deve tratar o que diz, e deve começar aprendendo como falar tudo de novo; não ser severo com você mesmo quando fala não é absolutamente permitido. Quando começar a praticar isso, você deverá orar a Deus: “Oh, Deus! Porque Satanás me corrompeu tão profundamente, eu me tornei uma pessoa que mente o tempo todo. Mereço ser amaldiçoada, mas Tu ainda me salvas, permitindo que eu me arrependa e mude a fim de me tornar uma nova pessoa. Hoje, eu Te juro que consagro minha vida a ser uma pessoa honesta, a me tornar alguém que diz a verdade sem qualquer falsidade. Se eu não me esforçar o suficiente, que Tu me disciplines e punas”. A seguir, comece a praticar dizer a verdade. Isso significa que você deve dizer a verdade sejam quais forem as circunstâncias e ser inteiramente capaz de falar com base em fatos, e no que você mesmo capta e sabe, lidando com cada mentira, com palavras inverídicas, com as que diluem a verdade, com as que não são exatas. Você deve tratar com seriedade todas as palavras que não correspondam aos fatos. É melhor reconhecê-las abertamente, e você deve revisar o que foi dito. Não importa se as palavras estão certas; elas são honestas desde que você sinta que são verdadeiras e não falsidades. A questão de as palavras serem corretas ou incorretas ainda é algo que envolve o conhecimento da verdade, e é uma questão à parte.

Quando estiver praticando ser uma pessoa honesta, você ainda precisa ser inteligente ao lidar com circunstâncias especiais (quer dizer, quando estiver sendo tentado por Satanás). Isso não contradiz ser uma pessoa honesta. Em circunstâncias especiais, usar métodos inteligentes e falar a verdade são duas coisas diferentes. Quando estiver falando com uma pessoa que pertence a Satanás, não é desonesto ocultar a verdade dela, embora você pudesse lhe dizer. No entanto, você deve ter clareza se o que diz é a adoção consciente de métodos inteligentes ou se é uma mentira inconsciente. Esse é um ponto crucial. Você deve separar as mentiras que brotam de sua natureza do uso consciente de métodos inteligentes. Não deve tentar encobrir uma mentira intencional fingindo que é um método inteligente, senão estará de novo sendo enganador. Por isso, não é fácil parar de mentir. Quando você pratica dizer a verdade, deve adotar o método da supervisão mútua. Durante os primeiros dias, você deve gravar sua própria fala. Faça uma avaliação e veja quanto do que diz num dia é fala inverídica, vazia, fala que dilui a verdade, exagera, rodeia ou é absurda, e veja a diferença ou a distinção que existe com o que dizem as crianças pequenas em comparação. Quando tiver visto com completa clareza a verdadeira natureza do que diz, você entenderá quão patético você é e não se sentirá superior. A humanidade corrupta só é boa para mentir, inventar conversa fiada e exagerar; não consegue nem falar verdadeiramente, quanto mais com honestidade. Quanto a ser capaz de falar verdades, a humanidade ainda nem está em condições para tanto. Isso é suficiente para provar que as pessoas estão muito profundamente corrompidas e falhas. Se você analisar todas as coisas que uma pessoa fala num dia, quando tira as mentiras e os absurdos há pouca chance de restar algo completamente verdadeiro, e menos ainda de que corresponda à verdade e também tenha peso. Se a pessoa não pratica ser honesta e também não está equipada com a verdade, então qual o valor de estar viva? Que vida real existe da qual falar? Isso mostra que praticar ser honesto é extremamente significativo. É o primeiro passo na direção da vida real. Ser capaz de não contar mentiras e de falar verdadeiramente é o primeiro passo de ser uma pessoa honesta. Ser capaz de não contar mentiras envolve principalmente três aspectos. Primeiro, ore a Deus sem mentir; segundo, converse com as pessoas sem mentir; terceiro, expresse suas opiniões e lide com seus problemas sem mentir. Se for capaz de não mentir nessas três situações, então você é uma pessoa que fala honestamente. A mentalidade de ser capaz de não contar mentiras não pode ser alcançada sem dois ou três anos de prática.

Em terceiro lugar, você não deve agir com superficialidade para enganar a Deus no cumprimento de seu dever. Os principais comportamentos da humanidade corrupta são mentir frequentemente para enganar a Deus e agir com superficialidade para enganá-Lo. Um são palavras e o outro são atos, mas ambos resultam da natureza corrupta da humanidade. Depois que sua maneira de falar estiver conforme o padrão, se puder obedecer a Deus adequadamente, agir de acordo com as palavras Dele e não ter nenhuma superficialidade ou engano em você, então você se tornará uma pessoa honesta. Também existem várias maneiras de agir superficialmente para enganar a Deus: a primeira é se safar do dever, somente agindo sem se envolver e não buscar resultados por meio do cumprimento do dever; isso é agir com superficialidade e enganar a Deus; a segunda é adotar métodos simples e fáceis de cumprir o dever por medo de sofrer ou de encarar o perigo e, com isso, não atingir resultados; isso é agir com superficialidade e enganar a Deus; a terceira, com respeito aos problemas relativos à verdade ou a pessoas serem ofendidas, não agir de acordo com princípios, não buscar a verdade para resolver os problemas, mas em vez disso dar desculpas para se esquivar deles, é agir com superficialidade e enganar a Deus; a quarta é não ter sinceramente um senso de responsabilidade ou de lealdade para com Deus ao cumprir seu dever e só fazer coisas para as pessoas e para os que estão acima; isso é agir com superficialidade e enganar a Deus; a quinta é não praticar a verdade, mas em vez disso trair as palavras de Deus e não agir de acordo com as exigências dos que estão acima no cumprimento dos deveres; isso é agir com superficialidade e enganar a Deus. Esses são os cinco comportamentos da ação superficial em relação a Deus no cumprimento do dever. Quando usar esses cinco comportamentos para avaliar como a pessoa cumpre seu dever, você conseguirá saber se ela agiu superficialmente ou não para enganar a Deus no cumprimento de seu dever. Somente uma pessoa honesta não age com superficialidade para cumprir seu dever e permitir que Deus fique em paz. É por isso que as pessoas honestas não precisam ser podadas nem tratadas para cumprirem seu dever. As enganadoras não levam absolutamente em conta o que Deus quer e, além disso, não satisfazem a Deus ao cumprir seu dever; sempre tentam tirar alguma vantagem disso e ignoram os interesses da casa de Deus a fim de satisfazer seus próprios desejos pessoais. É evidente que os enganadores cumprem seu dever apenas para si mesmos. Tudo o que levam em conta são seus próprios interesses e não pensam de jeito nenhum nos interesses da casa de Deus. É por isso que as pessoas enganadoras sempre agem de modo superficial para enganar a Deus ao cumprirem seu dever, incorrendo dessa maneira no ressentimento de Deus. Depois que as pessoas foram corrompidas por Satanás, terão elas passaram a ter um caráter trapaceiro, enganador e corrupto, por mais sinceras e gentis que tentem ser, motivo pelo qual todas elas têm superficialidade e podem enganar a Deus ao cumprirem seu dever. Esse é um fato inegável. Aquele que busca a verdade, porém, pode sem dúvida se tornar uma pessoa honesta. Os que não amam a verdade e, ao contrário, amam a injustiça, são enganadores que não podem ser salvos.

Na realidade, ninguém quer agir de modo superficial para enganar a Deus no cumprimento de seu dever. Todos querem satisfazê-Lo ao cumprir seu dever, mas não conseguem se controlar e, inconscientemente, acabam fazendo coisas superficiais para enganá-Lo. Isso demonstra que a astúcia e o engano se tornaram a natureza da humanidade. Para começar a agir sem superficialidade e satisfazer a Deus, é preciso que as pessoas busquem a verdade e aceitem ser julgadas, castigadas, podadas e tratadas por Deus. Somente então é que podem entender mais profundamente a essência de sua própria natureza trapaceira, astuciosa e enganadora. Somente chegando ao fundo da questão do por que a humanidade engana a Deus é que a pessoa pode entender a aterrorizante extensão da corrupção da humanidade. Se a pessoa engana seus pais, ela não pensará que é um problema muito sério. Mas se engana a Deus frequentemente e age com superficialidade em relação a Ele, então esse é um problema bastante assustador que deve ser resolvido pela busca da verdade a fim de alcançar a mudança de caráter. Pode uma pessoa ser sincera com os outros se não consegue sê-lo nem com Deus? Se ela ousa enganar a Deus, como é possível que não engane os outros? Isso é suficiente para mostrar que a humanidade tem sido corrompida num nível assustador! Se a humanidade consegue enganar a Deus regularmente, como pode se submeter a Deus de verdade? Como é possível que seja leal a Deus? A humanidade enganar a Deus prova que ela se tornou inimiga Dele e que O vê como algo a que se opor. As pessoas que enganam a Deus sem dúvida não têm temor a Ele em seu coração. As pessoas que enganam a Deus obviamente também são inimigas Dele. Essa é a aterrorizante verdade. Se Deus não amasse e salvasse a humanidade, esta teria sido destruída há muito tempo.

Agora que Deus está operando para salvar a humanidade, você deve ser honesto ou não será salvo. Se quer cumprir seu dever a contento – e não simplesmente agir sem se envolver e enganar a Deus –, então deve resolver essa questão de ser uma pessoa honesta. Enquanto cumpre seu dever, você deve aceitar ser podado e tratado, deve aceitar a observação do Espírito Santo, e deve fazer essas coisas estritamente de acordo com as exigências de Deus. Se você descobrir que é superficial, ore a Deus. Se descobrir que está tentado a enganar a Deus, você deve admitir essa transgressão. Você não pode encobri-la, não pode fingir, e menos ainda distorcer os fatos para jogar a culpa nos outros. Você precisa ser sério a respeito do que faz e precisa tratar cada palavra a cada ato seus de modo solene. Faça com que suas palavras correspondam à realidade, busque a verdade nos fatos e não sobrecarregue suas palavras com faz-de-conta. Se descobrir uma transgressão, além de orar a Deus, você também deve admiti-la abertamente aos outros. Não se furte a isso preocupado com sua reputação. Você deve encarar os fatos com valentia. Pratique, pois isso é significativo e é garantido que será benéfico a você. Primeiro, pode aumentar sua confiança em ser uma pessoa honesta. Em segundo lugar, pode ensiná-lo a não temer a humilhação e a desistir de sua vaidade e presunção. Em terceiro, pode dar a você coragem de encarar e respeitar os fatos. Em quarto, pode desenvolver em você a vontade de ser sério nas coisas que faz. Após praticar isso por algum tempo, as pessoas serão muito mais honestas ao cumprir seu dever, mais realistas ao fazer as coisas, menos falsas. Em poucos anos, tornar-se-ão honestas, levando com seriedade e sinceridade o que fazem e sendo responsáveis quando lidam com problemas. Essas pessoas são comparativamente confiáveis quando cumprem seu dever e realizam seu trabalho. Quando a casa de Deus faz uso de pessoas assim, pode-se garantir que nada dará errado.

O quarto aspecto é que, para ser uma pessoa honesta, é preciso entregar verdadeiramente seu coração a Deus. Essa é a entrada mais crucial para ter êxito em se tornar uma pessoa honesta. O fato de que a humanidade corrupta arquiteta em benefício próprio é inteiramente determinado por sua natureza. As pessoas não entregaram seu coração a Deus e não deixaram que Ele fosse seu Mestre. No fundo do coração, elas acreditam que estarão em séria desvantagem e chamarão para si muitos sofrimentos se entregarem seu coração a Deus. Portanto, as pessoas seguem adiante por si mesmas e servem aos seus próprios interesses porque acham que só podem confiar nelas mesmas. Elas ainda pensam que se tratam da melhor maneira possível e que o melhor é se estiverem no controle de si mesmas. Como resultado, acreditam em Deus por muitos anos, mas não alcançam resultado algum. Os fatos demonstram que ninguém pode seguir sozinho na trilha certa de crer em Deus. Ninguém pode contar consigo mesmo para se livrar de sua corrupção e servir a Deus como Ele gosta. Muitas vezes, vemos pessoas que só dependem de si mesmas, desviando-se da senda correta, ficando à deriva e até mesmo entrando numa senda sem volta. Isso mostra que as pessoas que apenas confiam em si mesmas só podem fracassar. Não fracassaram todas aquelas pessoas loucamente arrogantes e terrivelmente egoístas? Pode alguém ser salvo por Deus sem confiar Nele? O que exatamente quer dizer entregar seu coração a Deus? Primeiro, você deve reconhecer que sua corrupção é extremamente profunda. Você não possui a verdade e não é capaz de se controlar, quanto mais de derrotar Satanás ou se livrar do pecado. Se você confia em si mesmo, só se desviará do caminho certo, trairá o verdadeiro Deus e se desviará. Como é possível à pessoa praticar a verdade se ela não possui a verdade? Como alguém pode seguir pela senda correta se não existe senda? Como pode ter a imagem de um ser humano propriamente dito sem ter as palavras de Deus para lhe dar vida? Assim, se alguém quer seguir pela senda iluminada da vida, deve entregar seu coração a Deus, aceitar Sua obra e Sua orientação, abandonar radicalmente Satanás, renunciar a si mesmo, escolher as intenções de Deus e Suas exigências e obedecer às palavras de Deus e aos arranjos da casa de Deus. Somente então essa pessoa poderá andar pela trilha certa de crer em Deus e ser salva e aperfeiçoada por Ele. Isso é o que significa entregar o coração a Deus.

Existem vários métodos de prática para se alcançar a entrega do coração a Deus. Primeiro, você deve jurar dedicar-se a Deus. Se acredita Nele, você deve deixar que Deus seja seu Mestre e deve se submeter aos Seus arranjos e orquestrações. Quer você viva ou morra, entregue-se por completo a Deus, gaste todos os seus esforços de corpo e alma por Ele, obedeça a todos os arranjos da casa de Deus e faça tudo o que Ele disser. Nunca mais seja seu próprio Mestre e submeta-se completa e radicalmente a Deus. Em segundo lugar, entregar seu coração a Deus não é apenas entregar a Deus o controle de seus deveres e as coisas que servem a Ele. Coisas como sua senda futura, os objetivos que busca, decisões a respeito do casamento e da família, assim como seu estilo de vida, também necessitam todas ser controladas por Deus. Em outras palavras, você deve entregar a Deus todas as suas principais decisões de vida. Mesmo que tenha a permissão de Deus, você precisa escolher de acordo com as intenções e exigências Dele, e não deve seguir tendências mundanas nem seus próprios desejos. Em vez disso, sua prioridade deve ser satisfazer a Deus e se conformar às Suas intenções. Em terceiro lugar, entregar seu coração a Deus quer dizer buscar Suas intenções em todas as coisas e fazer tudo de acordo com Suas palavras. Esse é o único princípio da prática. Somente agindo assim é que você está dando a Deus completo controle e deixando que Ele seja seu Mestre. Isso quer dizer que você deve lidar com todas as coisas de acordo com a verdade; você deve lidar com todas as coisas, grandes ou pequenas, baseado nas palavras de Deus. Somente a palavra de Deus é a verdade e pode dar vida às pessoas. Somente praticando tudo de acordo com as palavras de Deus é que você pode receber a obra do Espírito Santo e ser salvo e aperfeiçoado por Ele. Se você consegue praticar e entrar baseado nesses três princípios enunciados acima, então você entregou seu coração a Deus, e somente a entrega de seu coração a Deus é a verdadeira e completa devoção. É a única senda para ser salvo e aperfeiçoado por Deus. É o método mais fundamental de prática para crer em Deus e também é a senda para ganhar a obra do Espírito Santo.

A pessoa só pode ter verdadeira confiança em entregar seu coração a Deus se entender Sua obra e a senda do aperfeiçoamento. Todos os que puderem se devotar a Deus por completo devem entregar seu coração a Ele. Isso representa plenamente sua sinceridade e sua fé. Todos os que buscam ser aperfeiçoados devem entregar seu coração a Deus e se devotar a Ele por completo. Essa foi a senda de Pedro para se tornar um crente em Deus. Se você não consegue entregar seu coração a Deus de verdade, certamente não será aperfeiçoado. Somente quem entrega o coração a Deus genuinamente é uma pessoa honesta. Somente os que aceitam a inspeção de Deus são pessoas honestas. Somente os que buscam ser obedientes a Deus em todas as coisas são pessoas honestas. Somente os que estão dispostos a praticar a verdade em todas as coisas são pessoas honestas. Os que não conseguem entregar o coração a Deus são seguramente os mais enganadores de todos. Qualquer um que não ouse aceitar a inspeção de Deus nem ouse buscar Suas intenções em todas as coisas não é uma pessoa honesta. Somente uma pessoa honesta está disposta a se devotar a Deus e a Lhe entregar seu coração. Ser uma pessoa honesta é visto pelos outros como tolice, insanidade e algo aparentemente extremo demais, motivo pelo qual os enganadores são incapazes de praticar a honestidade. Os enganadores se acham muito espertos, mas, na realidade, são muito estúpidos. As pessoas honestas são consideradas tolas pelos outros, mas, na realidade, são as mais inteligentes. Os que entregam o coração a Deus são todos os mais sábios, e a grande sabedoria em geral parece tola. Os enganadores acham que são sábios, mas, ao contrário, estão apenas se enganando e tropeçando em si mesmos. Ao final da obra de Deus, todos os enganadores serão eliminados e perecerão em vários desastres, enquanto os honestos serão salvos e aperfeiçoados por Deus e serão cheios de paz e júbilo. Então, exatamente quem é esperto e quem é estúpido? As filosofias humanas não são a verdade. O Deus onisciente e onipotente decide tudo; esse é um ponto que as pessoas que pertencem a Satanás nunca entenderão. Somente quem entrega genuinamente seu coração a Deus é de fato inteligente e honesto. As pessoas honestas, que entregam o coração a Deus, são precisamente o tipo de pessoa que Ele abençoa. E os que recebem as bênçãos de Deus são espertos, são as pessoas mais inteligentes.

Os enganadores apenas dizem que serão devotados a Deus e a Ele se submeterão, mas, quando as coisas acontecem, eles ainda seguem sua carne e agem como seus próprios Mestres, em vez de escolherem a senda que é conforme às intenções de Deus. No final, todos eles arruinarão suas vidas e se magoarão. Algumas pessoas fracassam no casamento porque não entregaram o coração a Deus. Outras fracassam em sua carreira porque não entregaram o coração a Deus. Há os que escolhem a senda que Paulo tomou acreditando em Deus ou seguindo anticristos; isso também acontece porque não entregaram o coração a Deus. Algumas pessoas buscam status ou têm fome de dinheiro, enquanto outras buscam coisas mundanas como uma carreira; todas essas embarcaram numa estrada sem volta. Todas essas pessoas fracassam porque não entregaram o coração a Deus. São incapazes de fazer de Deus seu Mestre ou de entregar a Ele seu coração porque são por demais arrogantes e têm fé excessiva em si mesmas, arruinando a própria vida como resultado. As que creem em Deus, mas não conseguem Lhe entregar o coração, sempre labutam e se apressam, sofrem contratempos e fracassos constantes e, no final, atraem a ruína para si mesmas e seu único destino é o fracasso. Quando as coisas acontecem às pessoas que entregaram o coração a Deus, elas se controlam pensando assim: “Eu sou alguém devotado a Deus, então devo agir de acordo com as exigências Dele. Entreguei meu coração a Ele, por isso, devo dar ainda maior prioridade a satisfazê-Lo”. Quem puder praticar desse modo será abençoado. Somente quem pode entregar o coração a Deus é alguém com verdadeira fé em Deus, que verdadeiramente acredita e confia Nele. O que ela busca e escolhe representa sua fé. Se ela não tem uma verdadeira fé em Deus, então não é possível que busque a verdade. Somente as pessoas traiçoeiras e enganadoras trairão a Deus nos momentos críticos e seguirão suas próprias sendas. Elas sempre providenciam uma saída para si mesmas, mas, no fim, serão eliminadas por Deus. Entregar por inteiro o coração a Deus é a única fé verdadeira. Todos aqueles que seguem a Deus com sinceridade são pessoas honestas, que buscam a verdade, e essas certamente serão salvas por Ele e Dele receberão bênçãos.

Foram delineados acima os quatro métodos de prática para ser uma pessoa honesta, o que também é a senda de entrada para a prática de ser uma pessoa honesta. Em primeiro lugar, você deve ser uma pessoa honesta ao orar. Depois, deve dizer a verdade e abandonar as mentiras na vida diária. Em terceiro lugar, deve resolver sua superficialidade e seus enganos ao cumprir seu dever. Em quarto, deve entregar o coração a Deus. Esses são os quatro métodos principais de praticar a honestidade. Se você puder ganhar acesso a esses quatro princípios, então pode se tornar uma pessoa honesta. A pessoa honesta pode definitivamente: 1. Entregar o coração a Deus; 2. Não enganar a Deus em nada do que fizer; 3. Ser aberta a Deus em todas as coisas e não esconder a verdade; 4. Não ser alguém que engana os que estão abaixo dela, nem bajula os que estão acima; 5. Não fazer as coisas simplesmente para cair nas graças de Deus; 6. Não ser falsa em suas palavras e atos; 7. Não enganar a Deus, nem as outras pessoas. Esses são os sete parâmetros usados para avaliar se a pessoa é honesta ou não. Avaliando-se a pessoa por meio desses sete parâmetros, é possível determinar se ela é honesta ou não. Se a pessoa não puder ter entrada nesses quatro métodos de prática para ser honesta, então ela não pode ser honesta e deverá ser classificada como enganadora. Os princípios por meio dos quais a pessoa enganadora faz as coisas baseiam-se nas filosofias de vida de Satanás, e essa pessoa nunca admite que a verdade existe. Aos olhos de uma pessoa enganadora, praticar as palavras de Deus é mau negócio e, em geral, não é do seu melhor interesse. Ela sempre põe seus próprios interesses em primeiro lugar e acima de tudo; no final, acaba perdendo precisamente todas as melhores coisas, além de seus interesses materiais: a verdade, o caminho e a vida que Deus concede à humanidade. O que Cristo traz é a verdade, o caminho e a vida que a humanidade mais necessita. Corrompida por Satanás até agora, a humanidade perdeu completamente o valor e o sentido da vida. As pessoas não têm paz nem felicidade, cujo resultado é que um grande número delas odeia o mundo e pensa que a vida é por demais exaustiva. Elas mal podem esperar para morrer logo para poderem ir para outro mundo. Simplesmente não existe saída para elas porque a humanidade não possui a verdade e foi corrompida por Satanás. Se a humanidade ganhar a verdade e todos adorarem a Deus e viverem de acordo com Suas palavras, então ela terá adentrado a senda luminosa da vida. O mundo estará então repleto de paz e felicidade, e a humanidade será capaz de usufruir das bênçãos de Deus. Somente então a humanidade terá alegria e felicidade. Esse é o momento da salvação da humanidade por Deus. A corrupção da humanidade é extremamente profunda, por isso deve suportar muito sofrimento para ser limpa a fim de que todos encarem a realidade. É prático buscar ser salvo e aperfeiçoado por Deus. Somente sendo uma pessoa honesta e vivendo nas palavras de Deus é que você terá paz e felicidade no coração. Se uma pessoa foi verdadeiramente salva e aperfeiçoada, ela começará a usufruir as bênçãos de Deus. O sofrimento que deve ser suportado pelos crentes ainda não terminou; o caráter corrupto da humanidade não mudou, e ainda não é o momento de usufruir das bênçãos de Deus. Se a pessoa pode verdadeiramente se tornar honesta, ela terá alegria espiritual ou, pelo menos, será capaz de usufruir da obra e da presença do Espírito Santo. Essa paz e essa felicidade já são suficientes e fazem dela alguém muito mais abençoado do que as pessoas mundanas. Você consegue ver isso? Se você for honesto, terá esperança e as bênçãos de Deus. O crente que não consegue ser uma pessoa honesta não terá um futuro luminoso e está destinado a ser um fracasso.

Naturalmente, ser uma pessoa honesta é um processo, e cada crente deve confiar na busca da verdade para ganhar a obra do Espírito Santo a fim de alcançar um êxito genuíno. O que a pessoa pode alcançar sozinha é limitado. Por exemplo, normalmente, ela pode ser capaz de não mentir sobre pequenas coisas, mas quando se trata de algo importante, em especial envolvendo seus próprios interesses vitais, ela não consegue evitar a mentira. Ou, se algo afeta seu futuro, ela tem menos autocontrole ainda e é capaz de toda espécie de engano. Este também é um problema de estatura de vida. Não ter a verdade e não ter mudado o caráter de vida não dará certo. É por isso que ser honesto não pode ser separado de buscar a verdade e a mudança de caráter. Ser uma pessoa honesta não depende apenas de esforço e prática, mas mais de buscar a verdade para alcançar a mudança de caráter. Somente então é que a pessoa pode, enfim, se tornar honesta. Não pense que você é honesto apenas porque pode falar a verdade sobre as pequenas coisas da vida, comunicar-se de modo puro e aberto com os irmãos e irmãs, dizer o que está no coração e raramente mente ou engana a Deus quando ora. Na realidade, esses são apenas os resultados iniciais, embora também mereçam ser celebrados. Alcançar esses resultados de ser uma pessoa honesta significa que você apenas atingiu o padrão normal do ser humano, mas de fato, em seu íntimo, ainda permanecem alguns defeitos e enganos escondidos. Contudo, esse é um passo gratificante na direção de ser uma pessoa honesta, e, se você continuar trabalhando com afinco, sem dúvida será capaz de se tornar uma pessoa completamente honesta. Os quatro métodos de praticar a honestidade são muito importantes. Se uma pessoa puder praticar estritamente esses quatro métodos e entrar neles, ela certamente obterá grandes ganhos. Os resultados iniciais serão vistos depois de apenas dois ou três anos de prática. Nesse momento, a pessoa terá mais confiança e verá que mudou de maneira significativa, que se arrependeu de verdade e pode ser completamente salva por Deus. Essa não é uma grande felicidade? Quando você tiver usufruído as bênçãos de Deus, sentirá que existe júbilo em sua vida e saberá o que significa viver de verdade. Seja uma pessoa honesta e você será capaz de embarcar na senda luminosa da vida.

5 de abril de 2006.

Anterior:Cinco indicadores que devem ser captados na busca da verdade para obter mudança de caráter

Próximo:Uma mudança fundamental nos pontos de vista é um sinal de real entendimento da verdade