Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Coleção de sermões: provisão para a vida

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

9. Como buscar a verdade para se tornar verdadeiramente obediente a Deus

A humanidade corrupta é rebelde e resistente a Deus e isso é inteiramente resultado da corrupção de Satanás e da natureza da humanidade corrupta que trai a Deus. Os corações corruptos da humanidade estão cheios do veneno de Satanás e já se tornaram completamente do tipo satânico que trai a Deus. Deus chama a humanidade corrupta de descendentes de Satanás, o que é adequado e nem um pouco excessivo. Não há dúvida de que os descendentes de Satanás nascem dele e que sua essência corrupta é dele. Tendo em vista que a natureza e essência da humanidade corrupta é resistente a Deus e O trai, não há entre as pessoas que integram a humanidade alguém que seja verdadeiramente obediente a Deus. Essa é a natureza e essência da humanidade corrupta que trai a Deus e que a obra de Deus dos últimos dias revela. O que a humanidade corrupta busca, anseia e favorece são as coisas negativas que vêm de Satanás. A humanidade corrupta ocupa-se de coisas negativas e busca as tendências malignas do mundo. Isso piora a cada dia e ela não consegue se livrar disso. Embora as pessoas que creem em Deus recebam Sua preservação e iluminação, estejam dispostas a buscar a verdade e obedecer a Deus e esperem tornar-se pessoas a quem Deus ama – que sejam verdadeiramente obedientes a Ele –, o fato infeliz é que a humanidade corrupta não pode obedecer a Deus de verdade, mas conta tão-somente com experimentar Sua obra e buscar a verdade para alcançar a obediência a Ele. Mas as pessoas acham que podem crer em Deus, gastar-se por Ele, cumprir com seus deveres e até renunciar a família e a carreira profissional para segui-Lo, e essa é a manifestação de obediência a Deus. Todos pensam que podem obedecer a Deus. Ninguém reconhece que é um pensamento absurdo, totalmente contrário à natureza e essência das pessoas reveladas nas palavras de Deus, porque esse tipo de pensamento não está alinhado com a verdade factual. Ninguém tem um entendimento real do que é verdadeiramente obedecer a Deus e ninguém pode distinguir o que é obediência superficial, o que é obediência substantiva, o que é obediência condicional e o que é obediência absoluta. Por isso, é muito fácil as pessoas verem-se como obedientes a Deus. Ser verdadeiramente obediente a Deus não é tão fácil quanto as pessoas imaginam. Qual é a verdadeira obediência a Deus? A verdadeira obediência a Deus é decidida, principalmente, se obedecemos ou não à Sua obra, praticamos a verdade das Suas palavras, obedecemos ao Seu domínio ou às Suas orquestrações e arranjos, submetemo-nos à Sua autoridade e satisfazemos a Sua vontade. Definitivamente não é o que ocorre com as pessoas que podem assim fazer, se o quiserem. Na verdade, obedecer a Deus e praticar a verdade são inseparáveis. Posto que Deus vem para salvar a humanidade do império de Satanás, a salvação da humanidade efetuada por Deus tornou-se uma guerra contra Satanás e, por conseguinte, Deus requer que as pessoas obedeçam a Ele e abandonem Satanás. A humanidade corrupta só pode alcançar a salvação obedecendo a Deus. Se podem ou não obedecer a Deus é algo que diz respeito à questão de poder ou não ser salvos. Temos de melhorar nosso conhecimento sobre a prática da verdade. Ser capaz de praticar ou não a verdade tornou-se questão de poder ou não obedecer a Deus. Praticar a verdade é obedecer a Deus, e não praticar a verdade é não obedecer a Ele. Só os que praticam a verdade em todas as coisas estão verdadeiramente obedecendo a Deus. Contudo, se as pessoas são verdadeiramente obedientes a Deus, isso é o que decide a quem elas pertencem. Os que praticam a verdade em todas as coisas são verdadeiramente obedientes a Deus e os que são verdadeiramente obedientes a Deus, pertencem a Ele. Os que creem em Deus, mas não praticam a verdade, e os que creem em Deus, mas não conseguem obedecer verdadeiramente a Deus, não pertencem a Ele. Portanto, como os que não obedecem verdadeiramente a Deus podem tornar-se pessoas que pertencem a Ele?

O que exatamente é obedecer a Deus? Simplificando, obedecer a Deus é praticar a verdade. Sempre que você pratica a verdade, você obedece a Deus. Se uma pessoa só pode praticar a verdade em certo sentido, então não podemos dizer que essa pessoa esteja obedecendo a Deus. Só as pessoas que são capazes de obedecer a Deus nas muitas questões relacionadas aos princípios são as que realmente obedecem a Ele. As pessoas, em sua maioria, praticam a verdade apenas em questões de pouca importância, mas não praticam a verdade nas grandes questões de princípios. Isso significa que esse tipo de pessoa ainda não é verdadeiramente obediente a Deus. Portanto, tornar-se uma pessoa verdadeiramente obediente a Deus não é tão simples quanto você imagina. Com respeito ao que exatamente é a verdadeira obediência a Deus, a interpretação estrita é esta: obedecer verdadeiramente a Deus é agir em pleno acordo com o significado de Deus, sem mistura com os significados das pessoas. Obedecer verdadeiramente a Deus é obedecer sem limites à Sua orquestração e arranjos , sem nenhuma das escolhas humanas. Obedecer verdadeiramente a Deus é dedicar-se por inteiro e ser leal ao cumprimento da Sua vontade até o último minuto. Obedecer verdadeiramente a Deus é a exclusão das intenções humanas, não estar sujeito ao controle de qualquer pessoa, questão ou coisa e agir por inteiro para satisfazê-Lo. Na verdadeira obediência não há desobediência, resistência, negociação e condições. Há apenas lealdade e obediência. É estar bem atento às intenções de Deus e satisfazer-Lhe plenamente, de tal maneira que a Sua vontade seja cumprida. As pessoas que demonstram tal obediência são verdadeiramente obedientes a Deus. Só os crentes que possuem esse tipo de obediência são os que seguem a vontade de Deus e são verdadeiramente alcançados por Ele. Só os crentes que possuem a verdadeira obediência a Deus pertencem verdadeiramente a Ele. Então, será que é tão fácil quanto as pessoas imaginam se tornar verdadeiramente obediente a Deus?

Tendo em vista que a natureza da humanidade corrupta resiste e trai a Deus, mesmo que as pessoas creiam em Deus e Lhe sejam um pouco obedientes, essa obediência é muito limitada. A humanidade corrupta gosta de seguir suas intenções e fazer o que quer, agindo de acordo com os princípios do interesse. As pessoas fazem o que lhes interessa e o que for que as leve a atingir os seus objetivos, e até adulteram a prática da verdade. Às vezes, obedecem a Deus por certo tempo, quando são movidas pela obra do Espírito Santo. Às vezes, conseguem obedecer a Deus por certo tempo, com vistas a satisfazer desejos pessoais. Às vezes, conseguem obedecer a Deus por certo tempo, por causa de gostos e necessidades pessoais. Às vezes, são capazes de obedecer a Deus por certo tempo, porque a situação melhorou. Às vezes, obedecem a Deus por certo tempo, apesar de sentirem-se prejudicadas, porque têm objetivos pessoais. Obediência como essa não é a verdadeira obediência. É obediência adulterada e temporária. A obediência das pessoas é limitada, passageira, de curta duração, inflexível e absoluta, porque não têm a verdade e muito menos mudança de caráter de vida. Há muito pouca obediência, quando tem de satisfazer plenamente as intenções de Deus, e muito menos obediência total, que seja para cumprir a vontade de Deus inteiramente. A maioria dos casos de obediência manifesta-se em questões triviais, ou não envolve princípios ou interesse próprio. É muito raro ver a obediência em questões relacionadas a princípios, quando as pessoas podem sustentar as palavras de Deus e dar testemunho para satisfazê-Lo. Há pessoas que, depois de desobedecer e resistir a Deus, inventam a ilusão de buscar a verdade para que os outros as vejam, pois visam encobrir a verdade da própria rebelião. Toda a humanidade corrupta simula e envolve-se em ilusões. Há muito que isso se tornou o artifício habitual para enganar a Deus e confundir as pessoas. As pessoas servem-se demais desses métodos para enganar a Deus e confundir as pessoas. Claro que intimamente sabem que isso é enganar a Deus, mas, mesmo assim, repetem os velhos truques. Quem não tem a verdade é hipócrita.

As pessoas acham que praticar a verdade e obedecer a Deus é muito difícil. É porque elas não entendem suficientemente a verdade e seu caráter de vida ainda não mudou. Embora no processo de experimentar a obra de Deus, muitas pessoas que, com base no que as palavras de Deus revelam, têm certo conhecimento da essência da humanidade corrupta, já constaram que a obediência da humanidade corrupta é muito limitada e viram a importância de buscar a verdade e a mudança de caráter. Perceberam também que se a humanidade corrupta não tiver mudança de caráter de vida, elas nunca alcançarão a verdadeira obediência a Deus. Tendo em vista que a humanidade corrupta é limitada por sua natureza, ela está presa aos seus maus desejos e não consegue resistir. As pessoas querem obedecer a Deus, mas involuntariamente O resistem. Desejam satisfazer a Deus, mas inconscientemente buscam interesses próprios. Almejam satisfazer a Deus, mas conseguem o oposto do que pretendem. Não estão a fim de sofrer perdas pessoais. Elas percebem que a raiz do problema está na natureza satânica das pessoas. Se o problema da natureza não for resolvido, então as pessoas nunca alcançarão a obediência a Deus. Para resolver o problema da obediência a Deus, temos de entender a natureza corrupta da humanidade – natureza que resiste e trai a Deus –, e entender a natureza das pessoas de acordo com as palavras de Deus. Deus disse muitas palavras sobre a essência corrupta da humanidade, mas se as pessoas não dedicarem tempo para compreendê-las, será muito difícil entendê-las a fundo. A corrupção satânica da humanidade é principalmente por meio de todos os tipos de tiranos e grandes homens entre a humanidade maligna, cuja educação confunde e envenena a humanidade. Todos os tipos de heresias e falácias que vêm de Satanás têm confundido e envenenado a humanidade por, no mínimo, milhares de anos, e todos os tipos de espíritos malignos têm controlado a humanidade em seus corações por milhares de anos, fazendo com que a humanidade corrupta fique totalmente saturada de venenos de Satanás, o que levou a humanidade corrupta a desenvolver muitas falácias malignas. As heresias e falácias que vêm de Satanás estão enraizadas nas profundezas do espírito humano, o que tem causado completa deterioração na natureza humana, a qual há muito resiste e trai a Deus. Todos os tipos de heresias e falácias da humanidade corrupta tem-se desenvolvido da natureza humana que trai a Deus e vem da corrupção de Satanás. As pessoas que creem em Deus devem dar-se conta de que a natureza que trai a Deus é composta de todos os tipos de venenos heréticos e falaciosos, os quais são satânicos e maléficos. Quanto mais corrupta for a natureza das pessoas maléficas, mais falácias satânicas se desenvolverão. Quanto mais traidora de Deus for a natureza corrupta, mais filosofias satânicas existirão. Quanto mais a natureza corrupta das pessoas defender Satanás, mais heresias escandalosas haverá. O grande dragão vermelho e todos os tipos de tiranos são exemplos clássicos. Vemos que as ideias e falácias heréticas das pessoas provêm inteiramente da natureza humana. Portanto, a natureza corrupta da humanidade é a natureza de Satanás e uma natureza que trai a Deus, e a imagem que a humanidade corrupta vive é a imagem de Satanás e do diabo. Já vimos as faces ferozes de Satanás e dos demônios pelo que o grande dragão vermelho manifesta, e nossa conscientização da face maligna do grande dragão vermelho é a conscientização da verdadeira face de Satanás. Quando as pessoas percebem a condição que resiste e trai a Deus da humanidade corrupta, elas veem que desde o princípio a verdadeira face de Satanás e dos demônios tem resistido e traído a Deus.

Se as pessoas que experimentam a obra de Deus entenderem o problema da natureza e essência da humanidade corrupta, então saberão, de fato, quais são os problemas em obedecer e resistir a Deus, pertencer a Satanás e pertencer a Deus. Se você, quando crer em Deus, puder distinguir as coisas positivas das negativas, então naturalmente saberá como buscar a verdade a fim de resolver o problema de mudança de caráter. Há uma relação direta entre verdadeiramente obedecer a Deus e mudar de caráter. As pessoas cujo caráter não mudou são muito limitadas em obedecer a Deus e só conseguem obedecer-Lhe por curto período. Não é obediência estável e duradoura, mas obediência superficial e sem essência. É mera pretensão de obediência e não é genuína. Quando o caráter de vida das pessoas muda, mostra que as pessoas já possuem muitas verdades e têm uma nova vida. Esse tipo de pessoa obedece a Deus verdadeiramente. É uma obediência permanente e estável, podendo chamá-la de verdadeira obediência a Deus.

A principal razão pela qual a humanidade corrupta não pode obedecer a Deus é porque ela foi muito profundamente corrompida por Satanás, seus corações estão cheios de seu veneno, estão ocupados por todos os tipos de heresias e falácias de Satanás, não têm o verdadeiro conhecimento de Deus e possuem muito menos verdade. Portanto, a humanidade corrupta é limitada por sua natureza, controlada por todos os tipos de heresias e falácias, e não são as pessoas normais que podem praticar a verdade. É assim porque a natureza corrupta das pessoas resiste e trai a Deus, é arrogante, soberba, presunçosa, devassa, egoísta, desprezível e traiçoeira. A humanidade corrupta não tem vontade de buscar a verdade para dedicar-se ao cumprimento da vontade de Deus e a viver uma vida de significado. Todos abrigam a ambição de obter bênçãos e benefícios, mandar em tudo e agir como tiranos. Enquanto houver ambiente e posição apropriados, isso se exporá às claras. É verdade que você pode mudar montanhas e rios, mas não a natureza humana. Toda a humanidade corrupta satânica tem as frenéticas ambições de Satanás. Tão logo tenham posição e oportunidade, é fácil as pessoas tornarem-se pervertidas e mostrarem quem realmente são. Só as pessoas que foram salvas e possuem a verdade têm a verdadeira aspiração de dedicar-se a cumprir a vontade de Deus. Se os crentes podem ou não buscar e praticar a verdade, esse é o ponto crucial. Todos vemos que as pessoas que possuem uma natureza que trai a Deus têm muita dificuldade em praticar a verdade. Por exemplo, quando cumprem com o dever de satisfazer a Deus, é-lhes difícil não serem superficiais. Quando cuidam do dinheiro da família de Deus, não se sentem motivadas se não cobiçam o dinheiro. Quando evangelizam, não acham fácil esforçar-se e pagar o preço para converter uma boa pessoa. Quando conduzem as pessoas para entrar na verdade, acham difícil pagar o preço para levar as pessoas à realidade. Quando defendem a obra de Deus, acham ainda mais difícil seguir os princípios, manter a posição e não ter medo de ofender as pessoas. Sobretudo no tratamento dos falsos cristos e anticristos, pouquíssimas pessoas ousam apresentar-se corajosamente para defender a obra de Deus e não hesitam em ofender as pessoas. A maioria das pessoas sequer tem coragem de reportar-se aos seus superiores. É como se, pouco importando quantas pessoas são enganadas, elas não têm nada a ver com isso. Onde está a consciência e a razão dessas pessoas? Elas desfrutam a graça de Deus em vão e no coração traem a Deus. Costumam dizer palavras bonitas, mas quando são confrontadas com algum problema, tomam o lado de Satanás. Têm muito medo de ofender Satanás, mas não têm medo de ofender a Deus. Esse tipo de pessoa é tão corrupta que depende de Deus para sobreviver, ao mesmo tempo que secretamente sustenta os outros e não tem consciência. Deixar de tomar o lado de Deus e agir como espectador em questões importantes que envolvem o princípio do certo e do errado, não é trair a Deus? Onde está a fé em Deus? No entanto, ainda há pessoas que, de repente, acordam e contra-atacam quando os falsos cristos e anticristos enganam as pessoas e destroem a obra de Deus. Esse tipo de pessoa tem mesmo um senso de justiça e ama a verdade, porque em seu coração odeia o mal e ama a justiça. Esse é o tipo de pessoa que Deus ama e que Deus salvará e aperfeiçoará.

As pessoas que creem em Deus têm de entender que, não importa o que enfrentem, a prática das palavras de Deus é a prática da verdade, e a capacidade de seguir as palavras de Deus é obedecer a Deus. Desde que as pessoas não parem de identificar Cristo como Deus e as palavras de Deus como a verdade, estarão praticando a verdade. Quando as pessoas enfrentam as tentações de Satanás, é o momento mais revelador para elas. Se conseguirem manter-se firmes nas palavras de Deus e lutar contra Satanás e desonrá-lo, então isso é a manifestação de prática da verdade e obediência a Deus, e poderão, assim, satisfazer a Deus completamente. Quando as pessoas se deparam com o engano dos falsos cristos ou anticristos e veem claramente os ardis do inimigo, usam as palavras de Deus para combater Satanás, revelam sua essência que resiste e trai a Deus e frustram a conspiração do inimigo, então isso é manifestação de prática da verdade e obediência a Deus, bem como testifica a vitória sobre Satanás, satisfaz inteiramente a Deus e obtém o Seu louvor. Ser capaz de fazer com seriedade a importante obra que Deus confiou a você no cumprimento com os seus deveres, passar por dificuldades, estar disposto a pagar o preço e, por fim, concluir a tarefa com segurança e confiança, isso é manifestação de prática da verdade e obediência a Deus, e também é considerado bom testemunho. Por exemplo, aceitar a poda e o tratamento, saber que fez algo de errado e mudar, pouco importando quanto sofrimento isso acarrete, ser capaz de abordar a situação de modo correto, não reclamar nem ser negativo, ser leal e satisfazer a Deus no cumprimento com os seus deveres em prol de cumprir bem com os deveres pertinentes aos seres criados, isso é manifestação de prática da verdade e obediência a Deus. As pessoas que estão em todos os níveis de liderança da igreja conseguem aceitar e obedecer aos arranjos da família de Deus, fazer uma autorreflexão na obra, estudar para entender as intenções de Deus, fazer uma obra substancial em servir a Deus, entrar na trilha certa de servir a Deus, seguir gradualmente as intenções de Deus no serviço que prestam, defendendo a lealdade e a reverência para com Deus, pouco importando o quanto a família de Deus pode e trate com eles, buscando satisfazer a Deus como seu objetivo – isso é manifestação de prática da verdade e obediência a Deus.

Há muitos sinais específicos da prática da verdade e a maioria das pessoas pratica algumas verdades, mas há certas verdades pelas quais um preço tem de ser pago e algum sofrimento experimentado. Poucas pessoas conseguem praticar as verdades que exigem custo e sofrimento. Essa é a razão pela qual as pessoas ainda traem a Deus no momento crítico. Não é de se admirar que algumas pessoas sempre discutam e negociem quando experimentam a poda e o tratamento, e que sempre tenham concepções sobre a obra de Deus. Isso deve-se inteiramente à natureza traidora que as pessoas têm em relação a Deus. As pessoas que sempre negociam e discutem não são de modo algum obedientes a Deus. A atitude de sempre negociar e discutir mostra que a obediência tem condições e a desobediência, justificativas não podem, portanto, obedecer. As pessoas propensas a ter concepções sobre a obra de Deus não são, de modo algum, obedientes a Deus. Ter concepções sobre Deus é sinal de que as pessoas, em seu coração, discordam de Deus, como se Deus não fosse tão bom quanto elas. Mostra como a natureza arrogante e o coração rebelde das pessoas podem ser teimosos. Claro que para salvar, mudar e aperfeiçoar as pessoas, Deus terá de fazer coisas que não estão de acordo com as concepções e intenções delas. Podemos dizer que Deus está deliberadamente fazendo coisas contrárias às intenções das pessoas para treiná-las, com o objetivo de fazê-las entender a verdade, conhecer sua natureza e essência resistentes a Deus, de modo a alcançar a verdadeira obediência. Isso é mais propício para revelar a arrogância, rebelião, tolice e ignorância das pessoas e levá-las à verdade, aperfeiçoando, assim, a obediência delas. E o que há de errado com isso? Há algo de errado com a obra de Deus? Por que as pessoas não sabem que toda obra de Deus tem significado? Será que as pessoas não reconhecem a sabedoria todo-poderosa que a obra de Deus em salvar as pessoas mostra amplamente? Quando experimentam a obra de Deus, as pessoas que são capazes de obedecer a Deus de forma incondicional e indiscutível, pouco importando o que Ele faça, e que conseguem ser fiéis e amorosas para com Ele, são verdadeiramente aperfeiçoadas e seguem Suas intenções. São esses os resultados que a provação, o refinamento, a poda e o tratamento de Deus pretendem alcançar.

Na busca de ser verdadeiramente obediente, a pessoa tem de, pelo menos, possuir a consciência e a razão que uma pessoa normal possui, entender as dez verdades e aspirar buscar ser aperfeiçoada por Deus. Só, então, ela pode ser verdadeiramente obediente. Uma condição mínima é a posse da consciência e da razão que uma pessoa normal possui. Se as pessoas não têm consciência e razão, mesmo que cometam alta traição, não percebem, mesmo que ofendam a Deus, não se importam – e ainda pensam que não são más –, e mesmo que contrariem a consciência e a razão, não sentem culpa e desconforto. Esse tipo de pessoa não pode ser aperfeiçoada. Portanto, a posse da consciência e da razão é requisito mínimo da busca e aquisição da verdadeira obediência a Deus. Além disso, para ser uma pessoa verdadeiramente obediente, é preciso entender muitas verdades. Isso é fundamental. A verdade é o padrão pelo qual as ações das pessoas são medidas. Se não entendem a verdade, as pessoas fazem coisas sem princípios, sua busca não tem direção e alvo, e não entendem as intenções de Deus. Se as pessoas não entendem a verdade, então não sabem o que é a obediência a Deus e o que é resisti-Lo. As pessoas que não têm a verdade, não obedecerão à obra de Deus e, categoricamente, não serão salvas. Portanto, se os que creem em Deus não buscarem a verdade, então nunca serão verdadeiramente obedientes a Ele. As pessoas que procuram ser verdadeiramente obedientes a Deus devem ter a aspiração de serem aperfeiçoadas por Ele. Essa condição é muito importante. Na obra que Deus faz para salvar e aperfeiçoar as pessoas, se as pessoas não têm tal aspiração, não conseguem pagar o preço de buscar a verdade e alcançar a salvação, não sofrem dificuldades o suficiente para obter a verdade e ser aperfeiçoadas, não permanecem firmes, não são testemunhas maravilhosas em todas as provações, as quais devemos passar para alcançar a salvação e sermos aperfeiçoados, não suportam até o fim a perseguição do grande dragão vermelho e não seguem a Deus até o fim. Portanto, se os crentes não aspiram buscar a verdade e serem aperfeiçoados por Deus, então não podem pagar o preço de obter a verdade nem de se tornar pessoas verdadeiramente obedientes. Possuir as três condições supramencionadas é muito importante para alcançar a verdadeira obediência a Deus. Se as pessoas possuírem as três condições supramencionadas, então tornar-se-ão perfeitas e alcançarão a mudança de caráter de vida, depois de pagar o preço apropriado (sofrer o que devem sofrer) e tornar-se-ão pessoas verdadeiramente obedientes. As pessoas só podem ter mudança de caráter de vida mediante a posse da verdade. As pessoas que não buscam a verdade, não experimentarão mudança de caráter de vida. Pouco importando por quantos anos têm crido em Deus, as pessoas ainda se rebelarão e resistirão a Deus, como faziam antes, e possivelmente O trairão e tomarão o caminho do anticristo. Por conseguinte, não importa por quantos anos as pessoas creiam em Deus, se não entendem a verdade, então não são confiáveis. Podem fazer coisas contrárias à verdade e involuntariamente rebelar-se e resistir a Deus. Existe a possibilidade de trair a Deus a qualquer momento. Não é algo que lhes vem de livre e espontânea vontade. Entender a verdade é muito importante para as pessoas. Só as pessoas que entendem muitas verdades podem experimentar mudança de caráter de vida, ser aperfeiçoadas por Deus e ser verdadeiramente obedientes a Ele. Vemos que há muitas pessoas que por muitos anos creem em Deus, algumas das quais são até líderes e obreiras em todos os níveis da igreja, mas não são verdadeiramente obedientes a Deus. São indivíduos que servem a Deus nominalmente, mas, na verdade, desviaram-se sem perceber, têm desejo insaciável pelas bênçãos do status, consideram-se superiores, ditam as próprias condições, agem como tiranos, têm muitos assistentes que se aglomeram em volta deles e estão inchados de arrogância excessiva. Há também muitos crentes que sequer possuem a obediência mínima, então como podem ser obedientes a Deus? Os tipos de pessoas apresentadas a seguir são os que não possuem a obediência mínima. São pessoas muito perigosas. Verificamos que as pessoas que creem em Deus podem cair ou fracassar desta ou daquela maneira.

1. Há o tipo de pessoa que crê em Deus, mas ainda não obedece à Sua obra. São pessoas que apegam-se ao mundo e aos prazeres da carne, buscam coisas sem sentido, vivem fora das palavras de Deus e ainda pensam que estão sendo muito inteligentes. Pegam dinheiro com uma mão e Deus com a outra, não negligenciando nenhum dos dois e, no final, buscam a salvação do mesmo jeito, o que, na verdade, é um devaneio. Esse tipo de pessoa não demonstra a mínima obediência e, se não se arrepender, certamente será eliminada.

2. Há o tipo de pessoa que crê em Deus e mostra que busca e é empolgada, mas não anseia verdadeiramente pelas palavras de Deus e não está interessada na verdade. São pessoas que apenas guardam as ordenanças religiosas e agem de acordo com suas concepções. Parecem que são devotas, mas ainda têm concepções sobre Deus e nenhuma verdade. Em seus corações, resistem e rebelam-se contra Deus. Essas pessoas não têm a mínima obediência e, se não se arrependerem, certamente serão eliminadas.

3. Há o tipo de pessoa que crê em Deus e cumpre seus deveres por anos a fio, mas ainda age superficialmente e não é leal a Ele. Tendo sido podadas e tratadas, ainda que saibam que agem superficialmente, não se arrependem de verdade. Pouco importando qual obra façam, sempre precisam de supervisão e atendimento, e as pessoas não confiam nelas. Esse tipo de pessoa não tem a mínima obediência e, se não se arrepender, certamente será eliminada.

4. Há o tipo de pessoa que crê em Deus, mas não obedece à Sua obra, não aceita o julgamento e castigo de Deus e não consente com a poda e o tratamento da família de Deus. As outras pessoas sempre têm de persuadi-las e obrigá-las, e a menor frustração leva-as a trair a Deus e a abandonar a família de Deus. Esse tipo de pessoa não tem a mínima obediência e, se não se arrepender, certamente será eliminada.

5. Há o tipo de pessoa que, embora leia as palavras de Deus com frequência e busque a verdade, não pratica a verdade, mas age de acordo com o que lhe agrada e segue o que prefere. São particularmente moralista e sempre acham que têm razão. Não se importam com o que as pessoas dizem e não aceitam nada que não seja condizente com suas ideias. São extremamente arrogantes e soberbas, e não obedecem a ninguém. É como se elas fossem a verdade. Esse tipo de pessoa não tem a mínima obediência e, se não se arrepender, certamente será eliminada.

6. Há também o tipo de pessoa que crê em Deus, mas busca especialmente fama e status e sempre espera ser usada por Ele. Contudo, depois de ser líder ou obreira na família de Deus, tem o desejo insaciável pelas bênçãos do status. São pessoas que enfatizam o comer e o vestir-se bem e estão dispostas a desfrutar da adoração e sustento dos outros. Gostam de quem quer que as bajule e promovem e usam quem quer que lhes obedeça e as defenda. Consideram-se superiores, gostam de controlar e dar ordens aos outros. Na igreja, agem como déspotas, mandam em todos e, sem restrições, fazem o que querem. Elas simplesmente cometem pecados! Esse tipo de pessoa que serve e resiste a Deus não tem sequer a menor obediência e já tomou a senda do anticristo. Se não se arrepender, será difícil que escape do destino de ser eliminada.

Os tipos de pessoas supramencionadas creem em Deus, mas sequer possuem o mínimo de obediência. São pessoas muito perigosas, para as quais é muito difícil alcançarem a salvação. O perigo de essas pessoas traírem a Deus é muito grande. Podem trair e abandonar a Deus a qualquer momento. Todos os que não têm a mínima obediência a Deus certamente serão eliminados, caso não se arrependam. No momento que experimentam a obra de Deus, todos os que realmente amam as palavras de Deus e buscam a verdade mostram obediência a Ele. Por exemplo, os que abandonam a família e desistem da carreira profissional para gastarem-se por Deus, os que lealmente cumprem com seus deveres, os que são hospitaleiros a fim de retribuir o amor de Deus, os que assumem trabalhos perigosos e salvaguardam a obra da família de Deus, e os líderes e obreiros em todos os níveis da igreja que são diligentes, dedicados e fazem todo o possível para realizar a obra que Deus lhes confiou, mostram que estão praticando a verdade e obedecendo a Deus. Esse é um fato inegável. Mas no decurso de experimentar a obra de Deus, as pessoas ainda não tiveram mudança de caráter de vida, a obra de Deus ainda não foi completada e as pessoas ainda não foram aperfeiçoadas. Portanto, mesmo que as pessoas mostrem certos sinais de obediência a Deus, enquanto experimentam Sua obra, não podemos dizer que são verdadeiramente obedientes a Ele. As pessoas que terminaram de experimentar a obra de Deus e foram aperfeiçoadas são as que foram completadas por Ele, e somente estas são verdadeiramente obedientes a Ele. Se todas as pessoas que estão experimentando a obra de Deus, que mostram sinais de obediência a Ele, podem buscar a verdade, cooperar com Sua obra, obedecer à obra de Deus até o fim e fazer mudanças de caráter de vida, então é quando serão completadas por Ele e quando os outros verão quem é verdadeiramente obediente a Ele. Como você pode dizer que é obediente a Deus se ainda não experimentou os passos finais da obra de Deus e não tem certeza se pode ou não dar testemunho? As pessoas que são obedientes a Deus têm tido mudança de caráter de vida, e as questões relativas a mudanças de caráter de vida deveriam ser bem discernidas. O fato de as pessoas mostrarem sinais de obediência a Deus não significa mudança de caráter de vida. Certos sinais de obediência a Deus são alcançados assim que você possui a verdadeira fé. As pessoas que aspiram buscar tais sinais também podem alcançá-los. Há diferença entre isso e a obediência pós-mudança de caráter.

A obediência e lealdade das pessoas têm antecedentes e adulteração, contudo, a obediência das pessoas cujo caráter de vida mudou, é completamente verdadeira. As pessoas que obedecem sob quaisquer condições são mais confiáveis e estáveis. As pessoas que são verdadeiramente obedientes a Deus podem passar por todo tipo de provação sem cair, podem dar testemunho sem humilhar a Deus e podem ser elogiadas por Deus e envergonhar Satanás. Portanto, a obediência superficial e a obediência depois do aperfeiçoamento são diferentes. Isso quer dizer que mostrar sinais de obediência a Deus não significa que a pessoa seja obediente a Ele. Ser capaz de tornar-se uma pessoa verdadeiramente obediente a Deus não é questão simples. A obediência das pessoas verdadeiramente obedientes não é adulterada, não tem requisitos para benefícios pessoais, é incondicional e sem antecedentes, não tem princípios de negociação e é voltada inteiramente para cumprir a vontade de Deus e cumprir bem com os deveres pessoais. As pessoas verdadeiramente obedientes sentem que obedecer a Deus é perfeitamente justificado. Se tivessem de morrer, não se queixariam nem fariam exigências. As pessoas consideram tais pessoas tolas, mas na verdade são pessoas extremamente inteligentes. Ser inteligente em relação às grandes questões é a verdadeira inteligência. Ser inteligente em relação à salvação e ser aperfeiçoado é a verdadeira inteligência. Só as pessoas verdadeiramente obedientes a Deus são verdadeiramente inteligentes. Há pessoas que por muitos anos creem em Deus, mas, mesmo assim, são arrogantes e presunçosas, consideram-se muito inteligentes e não obedecem à obra de Deus, nem cumprem bem com seus deveres de acordo com Suas exigências. Não praticam a verdade quando cumprem com seus deveres, fazem o que querem e executam certos trabalhos sem sentido. Rebelam-se e resistem completamente a Deus. Especialmente algumas pessoas que servem a Deus, mas o resistem, ainda têm o desejo insaciável pelas bênçãos do status, consideram-se superiores, vivem uma vida de futilidade, são hipócritas, mostram a face feia da corrupção de Satanás e, na prática, não obedecem. Onde está o serviço de Deus nisso? Isso não passa de cometer pecado! As pessoas que servem a Deus devem ser servas de Deus e servas das massas. Temos de ser bons servos antes de liderar pessoas. Se as pessoas que servem a Deus não são verdadeiramente obedientes a Deus e ainda são impenitentes, então como podem obter mudanças? Se você não é uma pessoa que obedece a Deus, então como pode levar os outros a entrar na verdade? Se o problema de servir a Deus, mas também resisti-Lo não for resolvido, mais cedo ou mais tarde você sofrerá grandes reveses e haverá o perigo de você ser eliminado.

Pelos exemplos supramencionados, vemos que crer em Deus, cumprir com seus deveres para gastar-se por Deus e sofrer um pouco não significa que as pessoas sejam verdadeiramente obedientes a Deus. Apenas representa a fé das pessoas e sua busca. As principais manifestações da verdadeira obediência a Deus são as seguintes:

1. Se os que creem em Deus são capazes de aceitar todas as palavras de julgamento e castigo proferidas por Ele e não têm concepções a esse respeito, porque, pouco importando o quanto entendam, reconhecem que Suas palavras são corretas e que Ele não pode estar errado, então esta é manifestação da verdadeira obediência a Deus que devemos possuir como mínima.

2. Se os que creem em Deus experimentam Sua obra , são capazes de aceitar sem rebelião nem resistência, toda e qualquer poda e tratamento que tiverem de enfrentar, não discutem quando estão sofrendo internamente e reconhecem que a poda e o tratamento da família de Deus são corretos, então essa é manifestação da verdadeira obediência a Deus que devemos possuir como mínima.

3. Se os que creem em Deus são capazes de buscar e praticar a verdade, enquanto experimentam a obra de Deus e procuram a verdade, oram a Deus e examinam a si mesmos quando são desobedientes e resistentes, alcançando, assim, a rebelião contra a carne e a prática da verdade, então essa é manifestação da verdadeira obediência a Deus que devemos possuir como mínima.

4. Se os que creem em Deus são capazes de ficar quietos na presença de Deus, oram incessantemente a Ele, buscam Suas intenções, sejam quais forem as provações que enfrentarem, satisfazem-No, testemunham, pelo menos não humilham a Deus nem reclamam, pouco importando o quanto sofram, então essa é manifestação da verdadeira obediência a Deus que devemos possuir como mínima.

5. Se os que creem em Deus são capazes de se colocar na posição de seres criados, mantêm as responsabilidades de seres criados e tratam o cumprir bem com seus deveres como dever sagrado enquanto cumprem com seus deveres, não agindo sem se envolver nem sendo indolentes, mantendo-se firmes até o fim, sendo leais e cumprindo a missão de seres criados nos seus deveres, então essa é manifestação da verdadeira obediência a Deus que devemos possuir como mínima.

6. Se os que creem em Deus são capazes de obedecer à orquestração e aos planos de Deus para a fé deles e, pouco importando quantas reviravoltas experimentem, são capazes de entender que a intenção de Deus é salvar e aperfeiçoar a humanidade e torná-los pessoas que se ajustam completamente à Sua vontade, não buscando o dia de Deus nem tendo pensamentos de fuga, mas aprendendo lições em todas as coisas, buscando apenas entrar na verdade e realidade, não buscando os confortos da carne nem fazendo conta do sofrimento ou da dificuldade, da vida ou da morte, não tendo escolha senão obedecer totalmente à orquestração e aos planos de Deus, então essa é manifestação da verdadeira obediência a Deus que devemos possuir como mínima.

Os que creem em Deus devem possuir a manifestação desses seis aspectos da obediência a Ele. Os crentes não podem obter a salvação e ser aperfeiçoados sem manifestar os seis aspectos da verdadeira obediência a Deus. Só pela manifestação dos seis aspectos da obediência a Deus é que Ele transforma os crentes em pessoas que verdadeiramente O obedecem . Se os que possuem as seis manifestações da obediência a Deus continuar a buscar a verdade e obedecer à Sua obra até o fim, então poderão ser totalmente aperfeiçoados por Ele e tornar-se pessoas verdadeiramente obedientes a Ele. Os que creem em Deus, mas não possuem nenhuma das manifestações da obediência a Ele, são pessoas que correm grande perigo. Os que creem em Deus, mas não mostram sinais de obediência a Ele, não são verdadeiros crentes. Podemos dizer que tais pessoas são não crentes e estão apenas fazendo número. Não importa por quantos anos elas creiam em Deus, não adianta de nada; elas não podem ser salvas de modo algum.

Por que os que mostram sinais exteriores de obediência a Deus não são verdadeiramente obedientes a Ele? É porque os que mostram sinais exteriores de obediência a Deus não entendem necessariamente muitas verdades e não têm obrigatoriamente mudanças de caráter de vida. Indubitavelmente, os que mostram certos sinais de obediência a Deus ainda têm muita rebelião, e grande parte de suas corrupções ainda não foram reveladas porque ainda não atingiram o nível de serem aperfeiçoados. Para resolver isso, eles precisam estar equipados com muitas verdades. As pessoas, em sua maioria, são assim: hoje são obedientes, mas amanhã têm uma disputa com Deus e, no dia seguinte, abrigam concepções sobre Ele. Não sabemos quando as pessoas conseguem ser obedientes, nem sabemos quando as pessoas traem. Hoje são obedientes, mas amanhã traem. É assim que as pessoas, cujo caráter de vida não mudou, são instáveis e pouco confiáveis. Se o caráter de vida das pessoas ainda não mudou e a possibilidade de traírem a Deus ainda existe, é muito difícil assegurar que as pessoas O sigam até o fim. Portanto, as pessoas que mostram certos sinais de obediência a Deus ainda não podem ser chamadas verdadeiramente de obedientes a Ele. Tendo em vista que a natureza dessas pessoas que resistem e traem a Deus não foi resolvida, ainda existe o risco de traírem-No e a possibilidade de O abandonarem. Quando o caráter de vida das pessoas muda, as pessoas têm realmente paz. Como não há o perigo de trair a Deus, é seguro que as pessoas digam que pertencem a Ele e que Ele as recebeu. Essas pessoas são verdadeiramente obedientes a Deus.

Dentre as pessoas que cumprem fielmente com seus deveres na igreja, as que mais buscam a verdade certamente concentrar-se-ão em conhecer as palavras de Deus, compreender a verdade, a realmente entender a essência corrupta delas e perceber qual é a natureza que têm. Ao fazerem assim, serão capazes de renunciar a carne e praticar a verdade. São pessoas que certamente mostram sinais de obediência a Deus. As pessoas que mostram sinais de obediência a Deus terão a esperança de que Ele as fará pessoas verdadeiramente obedientes a Ele. As pessoas que por muitos anos têm crido em Deus, mas ainda não mostram sinais de obediência a Ele, são as que correm grande perigo. Por exemplo, as pessoas que creem em Deus, mas sempre esperam ser abençoadas; as pessoas que creem em Deus, mas sempre esperam o dia de Deus e não buscam a verdade; as pessoas que creem em Deus, mas nunca cumprem com seus deveres ou que apenas agem sem se envolver em seus deveres; as pessoas que creem em Deus, mas têm medo das dificuldades e sempre querem escapar; as pessoas que creem em Deus, mas sempre investigam a Deus e têm profundas concepções sobre Ele; as pessoas que creem em Deus, mas sempre se apegam ao mundo e estão presas pelos costumes seculares; as pessoas que creem em Deus, mas sempre veneram líderes religiosos e desprezam a Cristo; as pessoas que creem em Deus, mas seguem ídolos e não conseguem obedecer a Cristo; e as pessoas que creem em Deus, mas sempre são controladas por outras pessoas e classificadas como lacaias de baixo nível – são as pessoas que não mostram sinais de obediência a Deus. São pessoas muito problemáticas. Sempre estão em perigo de trair a Deus. Se as pessoas não mostram sinais de obediência a Deus quando experimentam Sua obra, como podem ser completadas por Ele? Se a obra de Deus terminar, as pessoas que não mostrarem sinais de obediência a Deus serão eliminadas.

Algumas pessoas são eliminadas em cada estágio da obra de Deus. É o que ocorre especialmente na obra de Deus nos últimos dias. Ora, todos os que buscam a verdade e mostram sinais de obediência a Deus têm a esperança de alcançar a salvação e ser completados por Ele. Todos os que creem em Deus, mas não se engajam na obra honesta, nem buscam a verdade do começo ao fim, serão eliminados. Temos de nos conscientizar de que as pessoas que por muitos anos creem em Deus mas não têm mudança, já foram eliminadas pela obra do Espírito Santo. Quem sabe quando e qual desastre lhes reivindicará a vida? Ora, todos os tipos de desastres desceram e começaram a acontecer. A humanidade enfrenta cada vez mais desastres ainda maiores, e cada vez mais pessoas estão morrendo. Os que não buscam a verdade estão condenados, porque todos os que não buscam a verdade, ou seja, que não amam as palavras de Deus e nem sempre as leem de Seu ponto de vista, estão todos mortos da mesma forma que os não crentes. São todos dispensáveis e aguardam todos os tipos de desastres para resolvê-los. Os que creem em Deus, mas não são capazes de obedecer à Sua obra, ou seja, que não mostram sinais de obediência a Ele, são objetos de eliminação e morrerão em todos os tipos de desastres, assim como os não crentes.

As pessoas que buscam a verdade deveriam saber quais são as condições das pessoas que realmente obedecem a Deus. Isso é muito importante para a busca da verdade. O caráter de vida das pessoas que realmente obedecem a Deus terá mudado de forma definitiva, e tais pessoas estarão em busca da verdade de modo categórico. A verdadeira obediência a Deus é alcançada inteiramente por buscar e alcançar a verdade e ter mudança de caráter da vida. As pessoas que realmente obedecem a Deus têm em si Suas palavras para a vida. A verdade exerce poder no interior das pessoas e a natureza satânica se desintegra para que as pessoas possam praticara verdade normalmente e obedecer a a Deus sem restrições. São as palavras de Deus e a verdade que fazem as pessoas vencer o mal e renunciar a carne. Esse é o poder e a capacidade das palavras de Deus e o poder que a verdade exerce. As pessoas que realmente obedecem a Deus dão atenção especial para entender ainda mais verdades. Sempre procuram descobrir como concordar com as intenções de Deus e sempre querem entender qual é a vida mais significativa. Buscam a verdade de modo a viver uma vida ainda mais genuína e têm a mais plena consciência de que só os que realmente obedecem a Deus estão em harmonia com as Suas intenções e que só uma vida de obediência a Ele é a mais significativa. Uma vida de desobediência a Deus é uma vida de Satanás e do diabo. Esse tipo de pessoa é o filho mais não filial que há e um degenerado traiçoeiro. Só as pessoas que obedecem a Deus merecem viver neste mundo e serem louvadas por Deus. No coração dos que realmente obedecem a Deus, só os que satisfazem a Deus e adequam Suas intenções ao serviço experimentam a maior paz e felicidade. Se fazem coisas que vão contra as intenções de Deus ou O ofendem, é algo muito doloroso. As pessoas que realmente buscam a verdade sentem no coração que o que entendem da verdade ainda é muito pouco e superficial. Se há algo que não entendem com clareza, buscam a verdade com mais intensidade e sentem-se insatisfeitas com o grau de mudança de vida. Se descobrem algo no coração que é desobediência a Deus, nunca o deixam de lado, mas continuam a buscar a verdade e usá-la para resolver o problema, esforçando-se para seguir as intenções de Deus. As pessoas que são verdadeiramente obedientes a Deus dão atenção especial ao seu relacionamento com Ele e a como é sua obediência a Ele. Sentem-se desconfortáveis quando percebem que estão distantes de Deus, e aproximam-se Dele ou leem Suas palavras e tentam descobrir a verdade nas Suas palavras. Pouco importando o que enfrentam, sempre veem coisas nas palavras de Deus. É isso que é viver nas palavras de Deus. As pessoas que realmente obedecem a Deus também dão atenção especial ao fato de devotarem-se a cumprir com seus deveres. No serviço a Deus, conseguem entender a obra no cerne dos seus deveres e realizam a obra mais valiosa. Se, por certo tempo, não fazem nenhum trabalho valioso, sentem que perderam um tempo precioso e sentem-se desconfortáveis. Ao mesmo tempo, concentram-se em obter resultados na obra que fazem, porque somente com a obtenção de resultados é que podem satisfazer a Deus. As pessoas que realmente obedecem a Deus conhecem sua missão e acreditam que esta vida só vale a pena quando são leais em fazer até o fim o que Ele lhes confiou e conseguem terminá-lo. Portanto, as pessoas que são verdadeiramente obedientes a Deus são leais e devotadas a Ele. São as pessoas que fazem a Sua vontade.

Como devemos buscar para tornar-nos verdadeiramente obedientes a Deus? Para buscar a verdadeira obediência a Deus, temos de aprender muitas lições. Antes de tudo, temos de começar obedecendo à obra de Deus para obedecer a todo julgamento e castigo nas palavras de Deus, aceitar toda poda e tratamento de Deus, conhecer nossa corrupção, ver claramente nossa natureza e essência que trai a Deus, receber todas as verdades das palavras de Deus e gradualmente entrar em todas as verdades que possuamos de acordo com Suas exigências baseadas em nossas necessidades reais. Depois de vários anos crendo em Deus dessa maneira, você obterá muitas verdades e terá entrada na realidade da vida. Só então as pessoas verão que seu caráter de vida está começando a mudar e terão condição cada vez melhor de cumprir com seus deveres, terão cada vez menos rebelião e cada vez mais obediência. Seus deveres e o que vivem ficarão cada vez mais perto de atender às exigências de Deus e, por fim, viverão inteiramente nas Suas palavras. Entenderão cada vez mais as palavras de Deus e a verdade, seus corações tornar-se-ão cada vez mais iluminados, verão tudo com clareza, saberão praticar Suas palavras e praticarão a verdade, seja o que for que enfrentem. Essas são pessoas que obtiveram a verdade e têm a vida. Já foram salvas e completadas por Deus para tornarem-se pessoas verdadeiramente obedientes a Ele.

Para tornar-nos pessoas verdadeiramente obedientes a Deus, precisamos ser capazes de aprender lições de obediência a ele extraídas de todos os tipos de provações. Precisamos buscar um conhecimento mais profundo de Deus para sermos capazes de sermos aperfeiçoados por Ele; a falta de verdades não servirá. Em todos os tipos de provação, se as pessoas tiverem uma pequena rebelião, ela se revelará. A rebelião das pessoas se mostra em toda provação. Se as pessoas não são capazes de buscar a verdade em todos os assuntos, elas não passarão. As pessoas precisam experimentar demasiadas provações, grandes e pequenas, para serem aperfeiçoadas por Deus e, em cada provação, precisam confrontá-la confiando na busca da verdade. Obter a verdade e mudar de caráter não é tão simples quanto as pessoas imaginam. De obter a verdade das palavras de Deus até a verdade se transformar na vida das pessoas, há muitos processos. Quanto mais difíceis são os processos, mais as pessoas têm de buscar a verdade para resolvê-los. Quanto mais provações são experimentadas, mais as pessoas têm de buscar a verdade. Só fazendo assim é que as pessoas poderão passar na prova sem problemas e entrar nas mais elevadas esferas de mudança de caráter de vida. Assim que as palavras de Deus se transforma na vida das pessoas e a verdade assume o controle de seus corações, a heresia e falácia de Satanás não têm lugar no coração delas. Quando os venenos e a falácia de Satanás são dirimidos, o caráter de vida das pessoas começa a mudar e a natureza satânica de traição a Deus também começa a se desintegrar. Desse modo, as pessoas já não pertencem a Satanás, mas a Deus. Essa é uma pessoa recém-criada e aperfeiçoada por Deus que usa Suas palavras . Essa pessoa tem a verdade e a humanidade. Esse tipo de pessoa é verdadeiramente obediente a Deus. Só quando buscam a verdade é que as pessoas podem entrar nessa esfera, e só quando buscam a verdade é que podem ser aperfeiçoadas por Deus e tornar-se uma pessoa verdadeiramente obediente a Ele.

15 de setembro de 2006

Anterior:A busca correta e os princípios da prática para se acreditar em Deus

Próximo:Somente conhecendo a nossa essência corrupta é que podemos entrar na trilha certa de crer em Deus

Coisas que talvez lhe interessem