Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Seguir o Cordeiro e cantar cânticos novos

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

445 A base de Deus para condenar as pessoas

1 No tempo em que Deus não tinha Se tornado carne, o modo de avaliar se o homem se opunha a Deus era baseado em se ele adorava e olhava para o Deus invisível no céu. A definição de oposição a Deus naquela época não era tão real, pois naquele tempo o homem não podia ver Deus, nem conhecer a imagem de Deus ou como Ele agia e falava. O homem não tinha concepções de Deus e acreditava em Deus de forma vaga, pois Ele não tinha aparecido ao homem. Desta forma, qualquer que fosse a maneira como o homem acreditava em Deus em suas imaginações, Ele não o condenava nem pedia muito dele, pois o homem não podia vê-Lo de maneira nenhuma.

2 Quando Deus Se torna carne e vem operar entre os homens, todos O contemplam e ouvem as Suas palavras e veem os feitos de Deus na carne. Naquele tempo, todas as concepções do homem se desfazem em nada além de espuma. Quanto àqueles que veem o Deus aparecendo na carne, todos os que têm obediência em seu coração não serão condenados, enquanto aqueles que propositalmente se colocam contra a Ele serão considerados oponentes de Deus. Tais homens são anticristos e inimigos que deliberadamente se contrapõem a Deus. Aqueles que têm concepções em relação a Deus, mas Lhe obedecem alegremente não serão condenados. Deus condena o homem com base nas suas intenções e ações, jamais por seus pensamentos e ideias. Se o homem fosse condenado com base nisso, então ninguém seria capaz de escapar das mãos iradas de Deus.

3 Aqueles que deliberadamente se colocam contra o Deus encarnado serão punidos por sua desobediência. Sua oposição intencional a Deus provém de suas concepções sobre Ele, que resultam em sua interferência na obra divindade Deus. Tais homens resistem e destroem conscientemente a obra de Deus. Eles não só possuem concepções sobre Deus, mas fazem o que atrapalha Sua obra, e é por este motivo que tal conduta humana será condenada. Aqueles que não se envolvem na perturbação intencional da obra de Deus não serão condenados como pecadores, pois são capazes de obedecer voluntariamente e não causar interrupção e perturbação. Tais homens não serão condenados.

Adaptado de ‘Todos os que não conhecem a Deus são aqueles que se opõem a Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior:Você ousa afirmar que o nome de Deus jamais pode mudar?

Próximo:Não confie na imaginação para delimitar a aparição de Deus

Conteúdo Relacionado