01

Como os métodos de obra de Deus são diferentes na Era da Graça e na Era do Reino?

Versos da Bíblia para referência

Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus” (Mateus 4:17).

E, se alguém ouvir as Minhas palavras, e não as guardar, Eu não o julgo; pois Eu vim, não para julgar o mundo, mas para salvar o mundo. Quem Me rejeita, e não recebe as Minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o julgará no último dia” (João 12:47-48).

Palavras de Deus relevantes

Durante a Sua primeira encarnação, foi necessário que Deus curasse os doentes e expulsasse os demônios, porque a Sua obra era redimir. A fim de redimir toda a raça humana, Ele precisava ser compassivo e perdoador. A obra que Ele fez antes de ser crucificado foi curar os enfermos e expulsar os demônios, o que pressagiava a Sua salvação do homem do pecado e da imundície. Por ser a Era da Graça, foi necessário que Ele curasse os doentes, mostrando por meio disso sinais e maravilhas, que eram representativos da graça naquela época; pois a Era da Graça centrava-se em torno da outorga da graça, simbolizada pela paz, pela alegria e pelas bênçãos materiais, todos sinais da fé das pessoas em Jesus. de “A essência da carne habitada por Deus”

Na Era da Graça, Jesus fez uma boa quantidade desse tipo de obra, como curar enfermidades, expulsar demônios, impor as mãos sobre o homem para orar pelo homem e abençoar o homem. No entanto, agir assim novamente não teria sentido nos dias atuais. O Espírito Santo operou dessa maneira naquele tempo, pois era a Era da Graça, e havia graça suficiente para o homem desfrutar. Não lhe foi pedido qualquer tipo de pagamento e enquanto ele tivesse fé, ele receberia a graça. Todos foram tratados com muita gentileza. Agora, a era mudou e a obra de Deus progrediu ainda mais; é por meio de Seu castigo e julgamento que a rebeldia do homem e as coisas impuras dentro do homem serão purificadas. Como aquele era o estágio da redenção, coube a Deus operar daquela forma, mostrando ao homem graça suficiente para o homem desfrutar, para que o homem pudesse ser redimido do pecado e, por meio da graça, ter seus pecados perdoados. Este estágio atual é para revelar as injustiças dentro do homem através do castigo, julgamento, do golpear com as palavras, bem como a disciplina e revelação de palavras, para que a humanidade possa ser salva depois. Esta é uma obra mais profunda que a redenção. A graça na Era da Graça foi suficiente para o desfrute do homem; agora que o homem já experimentou essa graça, ele não a desfrutará mais. Essa obra agora está desatualizada e não mais será feita. Agora, o homem deverá ser salvo por meio do julgamento pela palavra. Depois de o homem ser julgado, castigado e refinado, seu caráter é, portanto, alterado. Isso não é tudo por causa das palavras que proferi? de “O mistério da encarnação (4)”

Quando Jesus veio, Ele também fez parte da obra de Deus e proferiu algumas palavras, mas qual foi a principal obra que Ele realizou? Sua principal realização foi a obra da crucificação. Ele se tornou a semelhança da carne pecaminosa para concluir a obra de crucificação e redimir toda a humanidade, e foi por causa de todo o pecado da humanidade que Ele serviu como oferta pelo pecado. Esta é a principal obra que Ele realizou. Por fim, Ele forneceu o caminho da cruz para guiar os que vieram depois. Quando Jesus veio, foi principalmente para completar a obra de redenção. Ele redimiu toda a humanidade e trouxe o evangelho do reino dos céus ao homem; além disso, criou a senda para o reino dos céus. Como resultado, todos aqueles que vieram depois disseram: “Devemos percorrer a senda da cruz e nos sacrificar pela cruz”. Claro que, no início, Jesus também fez algumas outras obras e proferiu algumas palavras para fazer o homem se arrepender e confessar seus pecados. Mas Seu ministério ainda era a crucificação, e os três anos e meio que Ele passou pregando o caminho foram em preparação para a crucificação que veio depois. As várias vezes que Jesus orou também foram em nome da crucificação. A vida de homem normal que Ele levou e os trinta e três anos e meio que Ele viveu na Terra foram principalmente para concluir a obra da crucificação; eles deveriam dar-Lhe força para empreender esta obra, por isso Deus confiou a obra da crucificação a Ele. Hoje, qual obra o Deus encarnado realizará? Hoje, Deus encarnou primordialmente para completar a obra da “Palavra que aparece na carne”, para usar a palavra para tornar o homem perfeito e fazê-lo aceitar o tratamento e o refinamento da palavra. Em Suas palavras, Ele faz com que você receba provisão e ganhe vida; em Suas palavras, você vê Sua obra e feitos. Deus utiliza a palavra para castigá-lo e refiná-lo e, assim, se você sofre dificuldades, é também por causa da palavra de Deus. Hoje, Deus não trabalha empregando fatos, mas palavras. Somente depois de Sua palavra chegar a você, o Espírito Santo pode trabalhar dentro de você e fazer com que você sofra dor ou sinta doçura. Somente a palavra de Deus pode trazer você à realidade, e somente a palavra de Deus é capaz de tornar você perfeito. Assim, você deve no mínimo entender isso: a obra feita por Deus durante os últimos dias é principalmente o uso de Sua palavra para tornar cada pessoa perfeita e guiar o homem. Toda a obra que Ele faz é através da palavra; Ele não utiliza fatos para castigar você. de “Tudo é realizado pela palavra de Deus”

Quando Deus Se torna carne desta vez, Sua obra é expressar Seu caráter, primeiramente por meio de castigo e julgamento. Usando isso como fundamento, Ele traz mais verdade ao homem, mostra mais caminhos de prática e assim alcança Seu objetivo de conquistar o homem e salvá-lo de seu caráter corrupto. Isso está por trás da obra de Deus na Era do Reino. de “Somente aquele que experimenta a obra de Deus verdadeiramente crê em Deus”

Eu digo isso hoje para julgar os pecados e a injustiça das pessoas; para amaldiçoar a rebeldia das pessoas. Sua falsidade e desonestidade, e suas palavras e ações, todas as coisas que não estão de acordo com a vontade Dele serão submetidas a julgamento, e a rebeldia das pessoas é condenada como pecaminosa. Ele fala de acordo com os princípios do julgamento e revela o caráter justo Dele julgando suas injustiças, amaldiçoando sua rebeldia e expondo todos os seus rostos repulsivos. de “Como a segunda etapa da obra de conquista dá frutos”

Deus tem muitos meios de aperfeiçoar o homem. Ele emprega todo tipo de ambientes para lidar com o caráter corrupto do homem e utiliza várias coisas para desnudar o homem; num aspecto, Ele lida com o homem, em outro, Ele o desnuda, e em outro Ele o revela, desenterrando e revelando os “mistérios” das profundezas do coração do homem e mostrando ao homem a sua natureza ao revelar muitos de seus estados. Deus aperfeiçoa o homem através de muitos métodos — através de revelação, tratamento, refinamento e castigo — para que o homem saiba que Deus é prático. de “Somente os que se concentram na prática podem ser aperfeiçoados”

Por meio de que a perfeição de Deus é realizada pelo homem? Por meio de Seu caráter justo. O caráter de Deus consiste principalmente em justiça, ira, majestade, julgamento e maldição, e Seu aperfeiçoar do homem é principalmente através do julgamento. Algumas pessoas não entendem e perguntam por que Deus só é capaz de tornar o homem perfeito através do julgamento e da maldição. Eles dizem: “Se Deus amaldiçoasse o homem, ele não morreria? Se Deus julgasse o homem, ele não seria condenado? Então, como ele ainda pode ser aperfeiçoado?” Tais são as palavras das pessoas que não conhecem a obra de Deus. O que Deus amaldiçoa é a desobediência do homem e o que Ele julga são os pecados do homem. Embora Ele fale com severidade e sem a menor sensibilidade, Ele revela tudo o que está dentro do homem e, através dessas palavras severas, Ele revela o que é essencial dentro do homem, e ainda por meio desse julgamento, Ele proporciona ao homem um profundo conhecimento da essência da carne e, assim, o homem se submete à obediência diante de Deus. A carne do homem é do pecado e de Satanás, ela é desobediente e objeto do castigo de Deus — e assim, para permitir que o homem se conheça, as palavras do julgamento de Deus devem vir sobre ele e deve ser empregado todo tipo de refinamento; só então a obra de Deus pode ser eficaz. de “Somente experimentando provações dolorosas é possível conhecer a beleza de Deus”

Aos olhos do homem, salvação é o amor de Deus, e o amor de Deus não pode ser castigo, julgamento e maldição; salvação deve conter amor, compaixão e, ademais, as palavras de consolo, bem como deve conter as ilimitadas bênçãos concedidas por Deus. As pessoas creem que, quando Deus salva o homem, Ele o faz tocando-o e fazendo com que ele Lhe entregue o coração por meio de Suas bênçãos e Sua graça. Ou seja, ao tocar o homem, Ele o salva. Uma salvação como essa é uma salvação na qual ocorre uma troca. Só quando Deus lhe conceder cem vezes mais, o homem se submeterá ao nome de Deus e se esforçará para fazer o bem por Deus e trazer-Lhe glória. Essa não é a vontade de Deus para a humanidade. Deus veio operar na terra para salvar a humanidade corrupta — não há falsidade nisso; não fosse assim, Ele certamente não teria vindo fazer Sua obra em pessoa. No passado, Seu meio de salvação foi mostrar extremo amor e compaixão, tanto que Ele deu tudo de Si a Satanás em troca pela humanidade inteira. Hoje em nada se parece com o passado: Hoje, a salvação de vocês ocorre no tempo dos últimos dias, durante a classificação de todos conforme a espécie; o meio de sua salvação não é amor nem compaixão, mas castigo e julgamento a fim de que o homem possa ser salvo de forma mais completa. Assim, tudo o que vocês recebem é castigo, julgamento e golpes implacáveis, mas saibam que nesses golpes impiedosos não há a mais ligeira punição, saibam que, independentemente de quão duras sejam as Minhas palavras, o que os sobrevém é apenas algumas palavras que lhes parecem sumamente cruéis, e saibam que, independentemente de quão grande seja a Minha ira, o que sobrevém a vocês ainda são palavras de ensinamento, e Eu não tenho intenção de feri-los nem de causar-lhes a morte. Tudo isso não é um fato? Saibam que, hoje, quer se trate de julgamento justo ou de refinamento e castigo implacáveis, tudo é para o bem da salvação. Independentemente de hoje haver ou não a classificação de todos conforme a espécie ou a exposição das categorias do homem, todas as declarações e obra de Deus são para salvar aqueles que realmente amam a Deus. O julgamento justo visa a purificar o homem, o refinamento implacável visa a limpar o homem, palavras duras ou castigos visam a purificar e são para o bem da salvação. Portanto, o método de salvação de hoje é distinto daquele do passado. Hoje, o julgamento justo os salva e é um bom instrumento para classificar cada um de vocês conforme a espécie, e o castigo impiedoso lhes traz a suprema salvação — o que vocês têm a dizer em face desse castigo e julgamento? Não desfrutaram da salvação do início ao fim? […] Embora Minhas palavras possam ser severas, todas são ditas para a salvação do homem, pois só estou falando palavras e não punindo a carne do homem. Essas palavras fazem o homem viver na luz, saber que a luz existe, saber que a luz é preciosa e, ainda mais, saber quão benéficas elas são para ele e saber que Deus é salvação. Ainda que Eu tenha dito muitas palavras de castigo e julgamento, elas não foram de fato aplicadas a vocês. Vim fazer a Minha obra, dizer Minhas palavras e, embora possam ser severas, elas são ditas em julgamento da corrupção e da rebeldia de vocês. O propósito de Eu fazer isso permanece para salvar o homem do império de Satanás, usar Minhas palavras para salvar o homem; Meu propósito não é fazer mal ao homem com Minhas palavras. Minhas palavras são severas para que os resultados possam ser alcançados de Minha obra. Somente operando dessa forma é que o homem poderá conhecer a si mesmo e se libertar de seu caráter rebelde. de “Vocês devem pôr de lado as bênçãos do status e entender a vontade de Deus para a salvação do homem”

Continuar lendo

Mais conteúdos excelentes

As Virgens Sábias Dão as Boas-Vindas ao Senhor

As Virgens Sábias Dão as Boas-Vindas ao Senhor

Visualizar Página de Recursos
O Arrebatamento Antes do Desastre

O Arrebatamento Antes do Desastre

Visualizar Página de Recursos
Acolhendo a manifestação do Senhor

Acolhendo a Manifestação do Senhor

Visualizar Página de Recursos
O mistério da vinda do Filho do homem

A Encarnação (parte um)

Visualizar Página de Recursos
Jesus Cristo é o Filho de Deus ou o Próprio Deus

A Encarnação (parte dois)

Visualizar Página de Recursos
O Julgamento Começa Pela Casa de Deus

O Julgamento Começa Pela Casa de Deus

Visualizar Página de Recursos
Ser Salvo vs. Alcançar Salvação Plena

Ser Salvo vs. Alcançar Salvação Plena

Visualizar Página de Recursos
O que, exatamente, é fé em Deus?

O que, exatamente, é fé em Deus?

Visualizar Página de Recursos
Três Estágios da Obra de Deus

Três Estágios da Obra de Deus

Visualizar Página de Recursos