Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Testemunhos a Cristo dos últimos dias

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

XI. É preciso comunicar claramente o aspecto da verdade acerca do relacionamento entre Deus e a Bíblia

4. Não há caminho de vida eterna na Bíblia; se o homem se apegar à Bíblia e a venerar, então ele não obterá a vida eterna.

Versos da Bíblia para referência:

Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna; e são elas que dão testemunho de mim; mas não quereis vir a mim para terdes vida!” (João 5:39-40).

Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim” (João 14:6).

Palavras de Deus relevantes:

O caminho da vida não é algo que qualquer pessoa possa ter nem é fácil de ser obtido por todos. Isto se deve a que a vida só pode vir de Deus, ou seja, somente o Próprio Deus possui a substância de vida, não há caminho de vida sem o próprio Deus e, portanto, só Deus é a fonte da vida e o manancial inesgotável de água vivente de vida.

de ‘Só o Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna’ em “A Palavra manifesta em carne”

O Próprio Deus é vida e é a verdade, e Sua vida e verdade coexistem. Quem é incapaz de ganhar a verdade nunca ganhará vida. Sem a guia, o apoio e o suprimento de verdade, você ganhará apenas letras e doutrinas, além de morte. A vida de Deus está sempre presente e a verdade e a vida Dele coexistem. Se você não pode achar a fonte da verdade, não ganhará o alimento da vida; se não pode conseguir o suprimento da vida, certamente não terá verdade alguma e, por consequência, para além de imaginações e concepções, a totalidade do seu corpo nada será à exceção de carne, sua carne fétida. Saiba que as palavras dos livros não contam como vida, os registros da história não podem ser celebrados como se fossem a verdade e as doutrinas do passado não podem servir como relato do que Deus diz atualmente. Só o que Deus expressa quando vem à terra e vive entre os homens é verdade, vida, vontade de Deus e Seu atual modo de operar. Se você aplica à atualidade os registros das palavras ditas por Deus em tempos passados, você é um arqueólogo e pode ser muito bem descrito como um especialista em herança histórica. Isso porque você sempre acredita em vestígios da obra feita por Deus em tempos idos, acredita apenas na sombra que ficou de Deus quando Ele operou entre os homens no passado e só acredita no caminho que Deus deu aos Seus seguidores em tempos antigos. Não acredita no rumo da obra de Deus hoje, não acredita no glorioso semblante de Deus hoje e não acredita no caminho de verdade expresso por Deus hoje. Logo, é incontestável que você é um sonhador e está completamente fora da realidade. Se ainda agora você se apega a palavras incapazes de levar vida ao homem, você é um galho seco[a] inútil, pois é conservador demais, refratário demais, impermeável demais à razão!

de ‘Só o Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna’ em “A Palavra manifesta em carne”

Nos três estágios da obra de salvação, o primeiro estágio da obra da Lei estava longe do cerne da obra de gerenciamento; apenas tinha uma leve aparência da obra de salvação e não foi o início da obra de Deus de salvar o homem do império de Satanás. O primeiro estágio da obra foi feito diretamente pelo Espírito, porque, sob a lei, o homem só sabia cumprir a lei e não tinha mais verdade, porque a obra na Era da Lei dificilmente envolvia mudanças no caráter do homem, muito menos era referente à obra de como salvar o homem do império de Satanás. Assim, o Espírito de Deus completou de maneira suprema esse simples estágio da obra que não dizia respeito à disposição corrupta do homem. Esse estágio da obra teve pouca relação com o cerne do gerenciamento e não tinha grande correlação à obra oficial da salvação do homem, […]

de ‘A humanidade corrupta está mais necessitada da salvação do Deus encarnado’ em “A Palavra manifesta em carne”

A obra de Jeová era liderar e pastorear diretamente o homem, estabelecendo as leis para que o homem pudesse viver uma vida normal e adorar Jeová de uma maneira normal na terra. Deus, na Era da Lei, não podia ser visto nem tocado pelo homem. Ele estava apenas liderando homens que foram primeiramente corrompidos por Satanás e Ele estava lá para instruir e pastorear esses homens, por isso, as palavras que Ele proferiu foram apenas estatutos, ordenanças e conhecimento comum sobre viver a vida como um homem e não todas as verdades que suprem a vida do homem. Os israelitas sob Sua liderança não eram aqueles que foram profundamente corrompidos por Satanás. Sua obra da lei era apenas o primeiríssimo estágio na obra de salvação, o primeiro momento da obra de salvação e não tinha praticamente nada a ver com as mudanças no caráter de vida do homem.

de ‘A diferença entre o ministério do Deus Encarnado e o dever do homem’ em “A Palavra manifesta em carne”

No princípio, Jesus divulgou o evangelho e pregou o caminho do arrependimento, depois batizou homens, curou enfermidades e expulsou demônios. No final, Ele redimiu a humanidade do pecado e completou a Sua obra para a era inteira.

de ‘O mistério da encarnação (1)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Em Sua época, Jesus falou aos discípulos apenas uma série de sermões da Era da Graça, discorrendo sobre como praticar, como se reunir, como pedir em oração, como tratar o próximo e assim por diante. A obra que Ele realizou foi a da Era da Graça e Ele apenas expôs como os discípulos e os demais seguidores deveriam praticar. Jesus realizou apenas a obra da Era da Graça, não a dos últimos dias. […] A obra de Deus tem limites bem claros em cada era; Ele só realiza a obra da era corrente e nunca antecipa as etapas da obra que virá. Somente assim é que as obras representativas de cada era podem ser trazidas à tona. Jesus apenas falou sobre os sinais dos últimos dias, sobre como ser paciente e como ser salvo, como se arrepender e como confessar, sobre como carregar a cruz e suportar o sofrimento; mas Ele nunca falou sobre o que o homem dos últimos dias deveria entrar, nem como deveria buscar satisfazer a vontade de Deus.

de ‘Como o homem que definiu Deus de acordo com as suas concepções pode receber as revelações de Deus?’ em “A Palavra manifesta em carne”

A obra de Jesus foi apenas em prol da redenção do homem e da crucificação. Assim, não havia necessidade de Ele dizer mais palavras a fim de conquistar qualquer homem. Muito do que Ele ensinou ao homem foi extraído das palavras das Escrituras, e mesmo que Sua obra não excedesse às Escrituras, ainda assim Ele pôde realizar a obra da crucificação. Sua obra não era a da palavra, nem para conquistar a humanidade, mas para redimir a humanidade. Ele só agiu como a oferta pelo pecado para a humanidade, e não agiu como a fonte da palavra para a humanidade.

de ‘A visão da obra de Deus (1)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Quando Jesus veio e realizou aquela etapa da obra, Ele não representou a totalidade de Deus. Ele realizou alguns sinais e maravilhas, falou algumas palavras e foi crucificado no final e representou uma parte de Deus. Ele não podia representar tudo o que é de Deus, mas representou Deus ao fazer uma parte da obra de Deus. Isso é assim porque Deus é tão grande, tão maravilhoso e insondável e porque Deus apenas realiza uma parte de Sua obra em cada era.

de ‘Conhecer a obra de Deus hoje’ em “A Palavra manifesta em carne”

Muitas pessoas acreditam que entender e ser capaz de interpretar a Bíblia é o mesmo que encontrar o caminho verdadeiro – mas, na verdade, será que as coisas são tão simples assim? Ninguém conhece a realidade da Bíblia: que não é mais do que um registro histórico da obra de Deus e um testamento dos dois estágios anteriores da obra de Deus, e não oferece uma compreensão dos objetivos da obra de Deus. Todo mundo que leu a Bíblia sabe que documenta os dois estágios da obra de Deus durante a Era da Lei e a Era da Graça. O Antigo Testamento narra a história de Israel e a obra de Jeová desde o tempo da criação até o fim da Era da Lei. O Novo Testamento registra a obra de Jesus na terra que está nos Quatro Evangelhos, bem como a obra de Paulo; eles não são registros históricos? Mencionar fatos passados, hoje, os torna história e não importa quão verdadeiros ou reais eles possam ser, ainda são história – e a história não pode abordar o presente. Pois Deus não olha para trás na história! E assim, se você apenas entender a Bíblia e não entender nada da obra que Deus pretende realizar hoje, e se você acredita em Deus, mas não busca a obra do Espírito Santo, você não entende o que significa procurar Deus. Se você lê a Bíblia para estudar a história de Israel, para pesquisar a história da criação de Deus de todos os céus e da terra, então, você não acredita em Deus. Mas, hoje, uma vez que você acredita em Deus e persegue a vida, uma vez que você busca o conhecimento de Deus e não persegue letras e doutrinas mortas, nem um entendimento da história, você deve procurar tanto a vontade de Deus de hoje como a direção da obra do Espírito Santo. Se fosse um arqueólogo, você poderia ler a Bíblia – mas você não é, você é um daqueles que acreditam em Deus e seria melhor buscar a vontade de Deus de hoje.

de ‘Concernente à Bíblia (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Embora a Bíblia reúna alguns dos livros das palavras de vida, como as epístolas paulinas e as petrinas, e embora as pessoas possam ser providas e auxiliadas por esses livros, eles ainda estão desatualizados e ainda pertecem à era antiga, e não importam seus benefícios, são apenas adequados por um período e não são eternos. Pois a obra de Deus está sempre em desenvolvimento e não pode simplesmente parar no tempo de Paulo e Pedro, ou permanecer sempre na Era da Graça, quando Jesus foi crucificado. E assim, esses livros são apenas adequados para a Era da Graça, não para a Era do Reino dos últimos dias. Eles só podem prover os crentes da Era da Graça, não os santos da Era do Reino e não importa o quanto eles sejam bons, eles ainda são obsoletos. Dá-se o mesmo com a obra de criação de Jeová ou a Sua obra em Israel: não importa o quão grande essa obra era, ainda estava desatualizada, e o tempo ainda viria quando ela passasse. A obra de Deus também é a mesma: é grandiosa, mas chegará um momento em que acabará; ela não pode permanecer para sempre no meio da obra da criação, nem entre aquela da crucificação. Não importa o quão convincente a obra da crucificação seja, não importa quão eficaz seja na derrota de Satanás, a obra, afinal, ainda é uma obra, e as eras, afinal, ainda são eras; a obra nem sempre pode permanecer no mesmo fundamento, nem os tempos nunca podem mudar, porque houve a criação e deve haver os últimos dias. Isso é inevitável! Assim, hoje as palavras de vida do Novo Testamento – as epístolas dos apóstolos e os Quatro Evangelhos – tornaram-se livros históricos, tornaram-se velhos almanaques, e como os antigos almanaques podem levar as pessoas à nova era? Não importa quão capazes esses almanaques sejam de proporcionar vida às pessoas, não importa quão capazes sejam de liderar as pessoas na cruz, eles não estão desatualizados? Não são desprovidos de valor? Portanto, Eu digo que você não deve acreditar cegamente nesses almanaques. Eles são muito antigos, não podem trazê-lo para a nova obra e só irão sobrecarregá-lo. Não só eles não podem trazê-lo para a nova obra, nem para a nova entrada, mas eles o levam às antigas igrejas religiosas – e, nesse caso, você não estará regredindo em sua crença em Deus?

de ‘Concernente à Bíblia (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Você não precisa procurar mais provas para Mim, para mostrar que sou seu Deus. Pelo contrário, você precisa discernir se Eu sou benéfico para você; essa é a chave. Ainda que você tenha encontrado muitas provas irrefutáveis na Bíblia, nada disso trará você plenamente diante de Mim. Você é alguém que vive dentro dos limites da Bíblia, não diante de Mim; a Bíblia não o ajudará a Me conhecer, nem aprofundará seu amor por Mim.

de ‘Como o homem que definiu Deus de acordo com as suas concepções pode receber as revelações de Deus?’ em “A Palavra manifesta em carne”

Por que você não busca a obra do Deus de hoje? Somente a obra de Deus pode salvar o homem. A Bíblia não pode salvar o homem, ela não mudou nada ao longo dos milhares de anos, e se você adorar a Bíblia, nunca obterá a obra do Espírito Santo.

de ‘Concernente à Bíblia (3)’ em “A Palavra manifesta em carne”

“Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.” Será que, agora, vocês ouviram as palavras do Espírito Santo? As palavras de Deus estão sobre vocês. Vocês conseguem ouvir? Deus realiza a obra da palavra nos últimos dias e essas palavras são as do Espírito Santo, pois Deus é o Espírito Santo e também pode Se tornar carne; portanto, as palavras do Espírito Santo, assim como foram ditas no passado, são hoje as palavras do Deus encarnado. Existem muitos homens insensatos que acreditam que as palavras do Espírito Santo devam vir dos céus até o ouvido humano. Quem pensa assim não conhece a obra de Deus. Em verdade, as falas do Espírito Santo são as mesmas do Deus tornado carne. O Espírito Santo não consegue falar diretamente ao homem, assim como Jeová também não falou diretamente aos homens, mesmo na Era da Lei. Não seria ainda mais improvável que Ele fizesse isso na era de hoje? Para poder falar declarações e realizar Sua obra é preciso que Deus Se torne carne, ou Sua obra não alcançará o objetivo. Aqueles que negam que Deus Se tornou carne são também os que não conhecem o Espírito nem os princípios através dos quais Deus opera. Quem acredita que agora seja a era do Espírito Santo sem, no entanto, aceitar as novas obras divinas está vivendo em uma fé vaga. Tal tipo de homem jamais receberá a obra do Espírito Santo. Aqueles que apenas desejam que o Espírito Santo fale diretamente e que diretamente realize a obra, sem aceitar, no entanto, as palavras ou a obra do Deus encarnado, jamais conseguirão entrar na nova era nem receber completamente a salvação de Deus!

de ‘Como o homem que definiu Deus de acordo com as suas concepções pode receber as revelações de Deus?’ em “A Palavra manifesta em carne”

Cristo dos últimos dias traz vida e traz o duradouro e perpétuo caminho da verdade. Esta verdade é a senda pela qual o homem ganhará vida e a única senda pela qual o homem há de conhecer Deus e ser aprovado por Deus. Se você não busca o caminho de vida proporcionado por Cristo dos últimos dias, nunca obterá a aprovação de Jesus e nunca estará habilitado para entrar as portas do reino dos céus, pois é um fantoche e prisioneiro da história. As pessoas controladas por regulamentos e letras e agrilhoadas pela história jamais conseguirão ganhar vida, nem serão capazes de ganhar o caminho perpétuo de vida. Isso porque tudo o que elas têm é água turva que ficou estagnada por milhares de anos, em vez da água de vida que flui do trono. Aqueles que não são abastecidos de água de vida sempre continuarão a ser cadáveres, joguetes de Satanás, filhos do inferno. Então, como podem contemplar Deus? Se você só tenta se agarrar ao passado, se só tenta manter tudo do jeito que está optando por não fazer nada e não tenta mudar o status quo e descartar a história, não estará sempre contra Deus? Os passos da obra de Deus são vastos e poderosos, como vagalhões e trovões encapelados – mas, você senta e espera a destruição passivamente, persistindo na sua tolice sem nada fazer. Como pode, assim, ser considerado alguém que segue as pegadas do Cordeiro? Como pode demonstrar que o Deus a quem se apega é um Deus sempre novo e nunca velho? E como as palavras de seus livros amarelados podem transportá-lo para uma nova era? Como podem elas lhe conduzir para buscar os passos da obra de Deus? E como podem elevá-lo aos céus? O que você tem em suas mãos são letras que só podem dar conforto passageiro, não as verdades capazes de dar vida. As escrituras que você lê são aquelas que só podem enriquecer sua língua, não palavras de sabedoria capazes de ajudar você a conhecer a vida humana, muito menos os caminhos que podem lhe conduzir à perfeição. Será que esta discordância não leva você a refletir? Não lhe permite ela compreender os mistérios contidos no interior? Você seria capaz de levar a si mesmo para o céu, ao encontro de Deus? Sem a vinda de Deus, você pode providenciar sozinho sua entrada no céu para desfrutar da felicidade familiar com Ele? Você ainda está sonhando? Então, Eu sugiro que pare de sonhar e olhe para quem está trabalhando agora, para quem está realizando o trabalho de salvar o homem nos últimos dias. Se você não o fizer, nunca alcançará a verdade e nunca ganhará vida.

de ‘Só o Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna’ em “A Palavra manifesta em carne”

Nota de rodapé:

a. Um galho seco: expressão idiomática chinesa que significa “irremediável”.

Anterior:A Bíblia foi compilada pelo homem, não por Deus; a Bíblia não pode representar Deus.

Próximo:O que exatamente é a crença verdadeira em Deus? Como se deve crer em Deus para obter Seu louvor?

Coisas que talvez lhe interessem